TCC’s – Monografias

As monografias constantes na presente lista encontram-se digitalizadas e poderão ser obtidas por solicitação encaminhada através do formulário de contato, identificando o “assunto” como “solicitação de monografia” e no corpo do texto a referência constante nesta página.

A ordem de inserção das monografias está de acordo com o ano de defesa e sobrenome do autor. Dessa forma, baixando a barra de rolagem você poderá encontrar monografias defendidas há mais tempo.

Para pesquisar um autor, título ou palavras específicas pressione, concomitantemente, as teclas “ctrl + f”, digite o termo desejado e, após, pressione a tecla “enter”.

Turma 2018 – História (Licenciatura e Bacharelado)

AMARAL, Leonardo Silva. As movimentações operárias e os sindicatos na Justiça do Trabalho de Pelotas (1940-1950).

AMARO, Laísa Helena Soares. Inserção da mulher negra no mercado de trabalho docente – Pelotas (1950-1970).

CARDOZO, Karina Gonçalves. Ensino de história e a história cultural: contemplação da temática na Base Nacional Comum Curricular do ensino fundamental, anos finais – terceira versão, 2016.

CHRISTMANN, Eduardo. Representações do sistro ápulo na iconografia dos vasos ápulos do século IV a.C. e suas relações com o culto de Afrodite.

CORRÊA, José Flávio Terra. Aspectos gerais sobre a escravidão negra em Santa Vitória do Palmar – RS (1850-1888).

CRUZ, Iago Silva da. Trajetória e redes de relações sociais a partir das correspondências de Bento Gonçalves da Silva (1835-1845).

FAUSTINO, Sinara Veiga. Emergindo do silêncio: a trajetória de vida de Edith Teixeira Espíndola.

FERNANDES, Lucilene Peres. Escravidão na cidade de Bagé no período de 1850 a 1888: uma análise das cartas de alforria.

GOMES, Karina Marques. Relações sociais na fronteira: Santa Vitória do Palmar (1888-1901).

INSAURRIAGA, Andréa Delponte. A homossexualidade indígena no Brasil: como o indígena vivencia essa questão nos dias atuais.

LACERDA, Léo Araújo. Tecendo imagens do demônio nas Cantigas de Santa Maria.

LEDERMANN, Luana Schubert. “Não fica acomodada, quando ela é maltratada, denuncia a agressão”: Dinorá e sua luta por direitos na Justiça do Trabalho.

LEMOS, Nicolle Eloisa. O homem entre a história e a filosofia: acerca da liberdade da ação humana na história a partir das filosofias de Hegel, Tocqueville e Sartre.

MACEDO, Ana Maria Lacau de. A Guerra de Canudos e sua representação nas páginas do jornal Diário Popular da cidade de Pelotas-RS (1896-1897).

PINTO, Patrícia Duarte. Uma análise acerca da abordagem sobre escravidão em livros didáticos de história (1901-1950).

RECART, Maria Aparecida Gonçalves. Escravidão e liberdade em Tapes (antiga Dores do Camaquã): um estudo sobre as cartas de alforria (1850-1888).

REIS, Bernardo Naujorks. Rio Pardo oitocentista na visão dos viajantes estrangeiros.

REYES. Daniel Soares. O Artur de Bernard Cornwell: entre a história e a ficção.

RODRIGUES, Patrícia Carvalho de Oliveira. Apontamentos sobre o movimento gay: o jornal Lampião da Esquina e o Grupo Somos (1978-1981).

SANTOS, Daniel Pozza dos. O governo Allende nas páginas da Revista Veja.

SANTOS, Kevin Retzlaff dos. Mediação política e coronelismo no Rio Grande do Sul: uma análise das relações sociais de Alexandre Cassiano do Nascimento (1889-1912).

SANTOS, Patrícia Buss Farias dos. Escravidão na Charqueada Boa Vista, década de 70 em Pelotas – Rio Grande do Sul (século XIX).

SILVA, Lusiara Helene Vilela. O circo que ninguém vê: do picadeiro à memória.

SILVA, Maiton Silva da Silva. A relação entre histórias em quadrinhos e a história da áfrica: o universo do “fantasma” como reconstrução da África.

SILVA, Denise Vieira da. “The Alienist”: a construção do perfil serial killer na Nova York do século XIX pela série televisiva “The Alienist” (2018).

SILVA, Manoel Moreira e. A Câmara Municipal de Pelotas e seus vereadores (1853-1860).

SILVA, Milena Vaz da. A insalubridade nos processos trabalhistas da Laneira [Brasileira de Sociedade Anônima] na década de 1980.

SILVA, Rosiane Orende da. Violência e intolerância: história do tempo presente na abordagem de religiões afro-brasileiras em páginas on-line.

SILVEIRA, Francisco Carlos Severo da. Os negros e os indígenas na historiografia sobre a Guerra dos Farrapos.

VIEIRA, Ana Gabriela da Silva. Um olhar sobre o ensino de história em classes de alunos surdos do ensino fundamental: o caso da escola Alfredo Dub.

Turma 2017 – História (Licenciatura e Bacharelado)

ALBRECHT, Elias Kruger. Entre textos e imagens. O processo de ensino-aprendizagem em cartilhas alemãs produzidas para escolas sinodais.

ALVES, Alessandro Souza. O Facebook e os mitos e mitologias políticas no Brasil (2016).

BALHEGO, Alisson Barcellos. O ocaso do escravismo no Rio Grande do Sul. Processos cíveis de liberdade no município de Canguçu (1875-1885).

BARCELOS, Ana Paula. É no revira que todo mundo se encontra, todo mundo dança, todo mundo é igual. Pelotas e as festas clandestinas como espaços de sociabilidade e de repressão nas últimas décadas do Império (1870-1888).

BARTEL, Carlos Roger Angelo. A construção histórica da comunidade quilombola Vó Elvira – Pelotas-RS.

CAMPOS, Gabriel Basílio de. O Navio Canopus nas águas riograndinas na década de 60: a construção de um imaginário social.

CERBARO, Sulena. A tentativa frustrada de sequestro do cônsul norte-americano e seus desdobramentos no Rio Grande do Sul no período da ditadura civil-militar.

CORRÊA, Janaína de Matos. Um mapeamento do perfil socieconômico dos antigos associados do Clube Fica Ahí (1970-1980).

COSTA, Jéferson Barbosa. Saberes e identidade docente. Um estudo do Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em História da Universidade Federal de Pelotas.

GARCIA, Ticiane Pinto. Um “Santo” na visão popular, a representatividade de Padre Reinaldo Wiest nos municípios de Pelotas e Piratini-RS (1936-2015).

GIORDANI, Laura. Reprodução e elaboração do passado: um breve estudo sobre as pinturas históricas do Brasil no século XIX.

GOUVÊA, Ana Paula Soares. A luta e a integração do trabalhador negro na cidade de Pelotas no pós-abolição (1889-1930). Uma revisão bibliográfica.

LARRÉ, Roberta Bajadares. O impacto do PIBID na formação docente no curso de licenciatura em História da UFPel: uma análise do programa a partir do olhar de ex-pibianos.

LIZOTT, Joana Scoster. Inventário da Coleção Leopoldo Gotuzzo. Pesquisa, métodos e resultados.

LUZ, Juliano Bazílio. Estádio Bento Freitas construído pela torcida Xavante. A história e influência da torcida durante a construção do estádio nos anos 70.

MATOS, Maria Dias de. A Liga Pelotense de Futebol e a organização de seu acervo documental no IHGPEL.

MATOSO, Caroline Duarte. As trabalhadoras. A Mulher na formação da classe operária de Rio Grande (1950-1964).

MIRANDA, Heloisa Pereira. Historicidade ou Imaginário Social: um contraponto entre a indumentária do Movimento Tradicionalista Gaúcho e a moda feminina dos anos de 1947 e 1948.

MORAES, Michael Macedo de. Mobilização de trabalhadores no Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Pelotas.

MOREIRA, Édson Motta. Alupô!!!Bará. Os mistérios dos cruzeiros do Mercado Central de Pelotas.

NUNES, Caroline Atêncio Medeiros. O retrato autobiográfico de uma revolução: o Irã de Marjane Satrapi (1978-1984).

NUNES, Irezabet Nunes de. Entre a opinião e a ideologia. A campanha da legalidade através do jornal Diário Popular, 1961.

OLIVEIRA, Luis Henrique Porto. Futebol colonial pelotense. O lazer e a sociabilidade.

PAIVA, Andressa Peres de. Instituto de Menores Dom Antônio Zattera (1924): considerações sobre história e patrimônio.

PEREIRA, Nadine Mello. Centros clandestinos de repressão como lugares de memória no Brasil e na Argentina. Casa Azul e Escola de Mecânica da Armada em perspectiva.

PIEVE, Luiz Alberto Godinho da. As relações diplomáticas entre o III Reich e o Brasil getulista: um estudo geral sobre o interesse político e econômico alemão nos anos 1937 a 1941.

RODRIGUES, Darlan de Farias. Caça ao diabo e dominação burguesa. Abordagens sobre o anticomunismo do patronato gaúcho durante o pré-golpe de 1964.

SANES, Flávia Alsino. Da sala de aula para o museu. Um olhar para as visitas de grupos escolares ao Museu Municipal Parque da Baronesa.

SANTOS, Gabriel Mello dos. Canções da reconquista: as cantigas de Santa Maria e a guerra na Península Ibérica medieval.

SCHNEIDER, Nicole Angélica. Um olhar sobre Inca Garcilaso. A representação do colonizador espanhol na La Florida del Inca (1605) e a influência da identidade na narrativa.

SHEIKHA, Asma Mohd Daod. A imigração palestina no Brasil: um breve relato das relações sociais e familiares da comunidade palestina na cidade de Rio Grande, Rio Grande do Sul.

SILVA, Arantxa Sanches Silva da. “Fight like Jessica Jones”: a representação do feminino nos quadrinhos de Jéssica Jones.

SILVA, Bruno Giovane da. Crítica satírica ou crítica social? A constituição social e política brasileira a partir do periódico A Comédia Social.

SILVA, Tairane Ribeiro da. Sem justiça não há paz, é escravidão. Uma reflexão sobre o apagamento da população negra no relatória da Comissão Nacional da Verdade.

TORRIANI, Betina Dias. Acabou a ditadura, mas não avisaram a polícia. Violência de Estado e organizações de defesa dos direitos humanos no Brasil da redemocratização.

ZARNOT, Ângelo Bierhals. Entre sorrisos e caretas: o nazi-fascismo sob perspectiva da Revista Careta (1933-1936).

Turma 2016 – História (Licenciatura e Bacharelado)

DIAS, Eliane Nunes. O papel das mulheres na Revolução Farroupilha.

DOBKE, Rodrigo Morales. Memórias de luta. A trajetória histórica do 4º BPM – Batalhão de Polícia Militar na cidade de Pelotas.

DOMINGUES, Luiza Cozzani. A necessidade da ordem: a influência do ideário positivista na consolidação da República.

FREDA, Treici Cristine Gonçalves. Uma abordagem historiográfica sobre o escravismo no Rio Grande do Sul: o papel do negro escravizado na região sulina.

MENDES, Lucilene Ferreira. Entre canções e sonhos: reflexões sobre a música engajada na cidade de Pelotas no período de 1975-1985.

NASCENTE, Matheus Alvarengo. Imprensa e saneamento na cidade de Pelotas/RS: comparação entre discursos presentes nos periódicos Diário Popular e O Rebate.

ROSSELI, Gabriela Brum. Acervo pessoal Djair Barreto Madruga: Aspectos da trajetória profissional de Djair Madruga no carnaval pelotense (1970-1980).

SILVA, Eva Núbia Cardoso da. Relação da Doutrina Espírita com a educação em Pelotas, na década de 1920.

Turma 2015 – História (Licenciatura e Bacharelado)

CHAVES, Elisiane Medeiros. Um estudo sobre o Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, na cidade de Pelotas (2014-2015).

MARTINS, Fernanda. Reflexões acerca do papel de Eros no universo feminino: estudo iconográfico do lebes gamikos no período clássico.

OLIVEIRA, Micheli Krause de. O gaúcho do século XIX na visão dos viajantes estrangeiros.

REIS, Octávio. Um olhar sobre a Revolução Iraniana: a retórica da Folha de São Paulo sobre os conflitos no Irã em 1979.

Turma 2014 – História (Licenciatura e Bacharelado)

ALMEIDA, Juliana de Sousa. Ensino de história na Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. Jaime Faria: possibilidade para a construção de práticas em Educação do Campo.

ANDRADE, Gustavo Figueira. Memórias e conflitos. A Divisão do Sul e o levantamento do cerco a Bagé durante a Revolução Federalista de 1893.

BLOTTA, Diogo Schwochow. As influências do positivismo e do evolucionismo na doutrina de Kardec.

BORK, Luciana. Elas casaram-se de preto: história e memória das noivas pomeranas em São Lourenço do Sul/RS.

BRAGA, Camila Martins. Um mediador do direito: Antônio Ferreira Martins e processos trabalhistas de Pelotas em 1944.

CONSEN, Mateus Oliveira. O Golpe de 1964 sobre a ótica dos editoriais impressos do Jornal Diário Popular.

EICHHOLZ, Sâmera. Um olhar sobre as senhorinhas na Illustração pelotense. Moda e representação do comportamento feminino na aurora dos anos de 1920.

GARCIA, Ticiane Pinto. Possibilidades da Educação Patrimonial para o ensino de história: relato de experiência no Museu Etnográfico da Colônia Maciel.

GIORDANI, Laura. Monumento à República: estudo e interpretações sobre o Obelisco de Pelotas.

INSAURRIAGA, Mariana Mirapalheta. O diálogo entre o ensino de história e as relações de gênero: uma abordagem dos livros didáticos de história sobre a invisibilidade do feminino entre o período de 1996 até 2014.

JAQUES, Biane Peverada. Os trabalhadores das letras: empregados gráficos do Rio Grande do Sul a partir da DRT-RS (1933-1943).

LAFUENTE, Lilian Signorini. O ensino de história para alunos com surdez.

MACKEDANZ, Christian Ferreira. Esporte e exclusão. O negro no futebol pelotense (1925-1938).

MENDES, Jaqueline de Mattos. O tráfico de escravos no Brasil durante o Período Regencial (1931 a 1840): uma análise sobre a discussão parlamentar, a legislação resultante e a realidade social.

NEITZKE, Rejane Nornberg. O retrato do “Nós Queremos” de 1945 moldado pelos jornais pelotenses.

NOBRE, Felipe Nunes. Invisíveis, presentes, esquecidos: a temática indígena no ensino de história na coleção didática Projeto Araribá (2008-2013).

NOGUEZ, Suélen Resende. Ofícios das empresas telefônicas de Pelotas: décadas de 1940 e 1950.

NUNES, Vinicius Cardoso. Capoeira rio grandense: uma análise da manifestação cultural escrava na Região Sul do Estado nos séculos XIX e XX.

OLIVEIRA, Ângela Pereira. Negro não te envergonhes de ser negro. Os trabalhadores negros no mercado de trabalho formalizado na cidade de Pelotas nos anos de 1933 a 1942 através do acervo da Delegacia Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul.

OLIVEIRA, Maicon Alexandre Timm de. Navegando em águas turbulentas: o Vale Amazônico no final da União Ibérica.

PACHECO, Fatiane Fernandes. Direito à Memória? Análise do processo de tombamento da Ponte Internacional Mauá e sua relação com a população jaguarense.

RIBEIRO, Gustavo Silveira. Entre o real e o ficcional: representações da política americana em Captain America Comics (1941-1943).

RODRIGUES, Luise de Oliveira. O hibridismo nos deuses greco-egípcios: uma análise do Egito helenístico através das representações de Hemanubis.

ROSSELLI, Grabiela Brum. “Formosa Ribeirinha deste São Gonçalo”: o acervo documental de Mario Osorio Magalhães, um olhar sobre Pelotas.

SANTOS, Wagner Sanchi Goularte dos. A ambivalência do socialismo libertário nos primeiros estágios da Revolução Cubana (1959-1961).

SCHMIDT, Mônica Renata. Em busca de direitos: os processos trabalhistas iniciados pelos trabalhadores contra o Frigorífico Anglo de Pelotas – RS, 1943-1945.

SCHULZ, Gilson Lemos. Como o suicídio de Getúlio Vargas, em 24 de agosto de 1954, repercutiu na cidade de Pelotas.

SILVA, Eduarda Borges da. Nós na trama: os pleitos judiciais das operárias da Companhia Fiação e Tecidos Pelotense (1944-1954).

SIMÕES, Elvis Silveira. Reconquista Ibérica: a formação Ibérica guerreira/religiosa e os séculos XI e XII para uma perspectiva cruzadística.

SOUZA, Fabíola Peres de. A prosopografia aplicada ao estudo da carreira militar: a trajetória de oficiais pós-1930.

SOUZA, Jéssica Oliveira de. As crônicas de Alberto Coelho da Cunha (1853-1939).

VELEDA, Vinicius Carvalho. Caetano Veloso nos festivais de Música Popular Brasileira (1965-1968): cultura popular nos anos 1960.

Turma 2013 – História (Licenciatura e Bacharelado)

BARUM, Amílcar Oliveira. O fim da Iugoslávia. Uma análise dos equívocos cometidos por Anatole Rapaport em sua introdução ao livro Da Guerra.

DOGENSKI, Larissa Copatti. Um pelotense na política nacional: a trajetória de Alexandre Cassiano do Nascimento (1859-1912).

GUTIERREZ, Jaína Funes. Os expurgos na UFPel: afastamentos sumários de professores no contexto da ditadura civil-militar (1964-1969).

MARCELLO Neto, Mario. Liga da Justiça: o terrorismo e o temor nuclear na perspectiva do século XXI.

MARQUES, Valquíria Lorenzato. O Projeto Rondon e seus jovens: entendendo a participação dos universitários através da publicização na imprensa brasileira nos anos de 1969 a 1973.

MATIAS, José Eduardo Lovatel. O Diário Popular nas eleições municipais do ano 2000: entre a liberdade de expressão e a manipulação.

MELO, Deise Beatriz Soares. Pastoral Afro-brasileira: instrumento de articulação, preservação e resistência contemporânea da população afrodescendente em São Lourenço do Sul.

MELO, Flávia Urruth de. Mortalidade infantil: uma questão política, sanitária e ideológica no século XIX em Pelotas (1891-1896).

MONTEIRO, Ubirajara Soares. Os Pretos Minas na Pelotas oitocentista.

MOTTA, Michel Gularte. O Plebiscito de 1993 na perspectiva dos jornais pelotenses Diário da Manhã e Diário Popular.

OLIVEIRA, Diego Rodrigues de. Na luta: o Movimento Estudantil Pelotense na “Campanha da Legalidade”.

PEREIRA, Celoí. A vida monástica uma tensão de gênero na Assis do século XIII: o caso das primeiras franciscanas.

PIEPER, Jordana Alves. Carregar e descarregar: os estivadores de Pelotas e suas relações trabalhistas entre 1940 e 1942.

PORTO, Vinícius dos Santos. Manoel Lourenço do Nascimento Filho (1812-1893): uma trajetória de vida no Rio Grande do Sul do século XIX.

RADUNZ, Amanda Fabres Oliveira. Modernização agrícola e relações sociais: uma análise histórica da agricultura em São Lourenço do Sul.

ROSLER, Cristiano Reinhardt. A visão do Diário Popular de Pelotas em relação ao processo de impeachment de Fernando Collor de Mello.

SILVA, Manoel Castro da. Um olhar crítico sobre a criação da Comissão Bipartite no contexto da ditadura civil-militar.

SILVA, Pedro Fernando Oliveira da. Pelotas no início do século XX: entre as ideias higienistas e o surto de gripe espanhola.

SILVEIRA, Carolina Abelaira. O batom, a máquina de escrever e o avental: uma análise das personagens femininas do seriado Mad Man.

SILVEIRA, Diego Fabras da. A primeira reforma do Mercado Central de Pelotas (1911-1914) e a cidade que se quis moderna.

TESSMER, Bruna Coelho. Um estudo de gênero no medievo: o papel das adúlteras na Península Ibérica do século XIII.

UCKER, Carmen Beatriz Lubke. Um estudo do poder no seio das relações de parentesco na península ibérica medieval: o caso de D. Violante.

VAHL, Mônica Maciel. Contribuições sobre o programa do livro didático para o ensino fundamental do Instituto Nacional do Livro – PLIDEF/INL (1971-1976).

Turma 2012 – História (Licenciatura e Bacharelado)

GONÇALVES, Mariana Couto. “Escravo, encara o céu; crê e espera”: as crônicas abolicionistas de Bernardo Taveira Júnior.

GOUVÊA, Melissa Xavier. “Crimes sobre crimes”: a cidade de Pelotas nas páginas do jornal O Rebate (1914-1923).

KREUZ, Débora Strieder. Elas no combate: memórias das mulheres sobre a sua luta durante a ditadura civil-militar (1967-74).

MEIRA, Chéli Nunes. Clínica Olivé Leite: história oral e memória em uma narrativa do médico psiquiatra Dr. Sérgio Olivé Leite.

MONTEIRO, Victor Gomes. Um inventário do medo: a Pelotas escravista através das Atas da Câmara Municipal de Pelotas (1832-1850).

PORTO, Aline Carvalho. Os caminhos da recepção da obra Contos Gauchescos de João Simões Lopes Neto (1912-1949).

QUADRADO, Beatriz Floôr. “Cultura também é festa” – patrimônio e memória: do Clube Guarani ao Ponto de Cultura Axé Raízes (Arroio Grande, RS).

ROCHA, Lóren Nunes da. Acervo da Justiça do Trabalho de Pelotas (1940-1945): da guarda documental ao uso na pesquisa histórica.

ROSA, Murilo Xavier. O pioneirismo feminino no Legislativo Pelotense: Suely Gome de Oliveira (1947-1950).

SILVA, Carla Rejane Larroza da. A revolução de 1923 na perspectiva da imprensa pelotense.

VAHL, Mônica Maciel. A produção de livro didáticos da professora e técnica em educação Sydia Sant’Anna Bopp (1957-1972).

VASCONCELLOS, Marciele Agosta de. À moda dos alfaiates: nuances de um ofício artesanal na cidade de Pelotas nas décadas de 1940 e 1950.

Turma 2011 – História (Licenciatura e Bacharelado)

ALVES, Rafael da Silva. A educação no período ditatorial brasileiro (1964-1985). A Educação Moral e Cívica e os manuais didáticos.

CASTELLI, Natasha Dias. Uma luta histórica através de mães: ensaiando o perfil da Asociación Madres de Plaza de Mayo.

CRUZ, Valquiria dias. Militares tratados na Santa Casa de Misericórdia de Pelotas entre os anos de 1864 e 1870.

CUNHA FILHO, Miguel Angelo Melo Vieira da. A disseminação da intolerância através da imprensa: o caso da Menina Francisca.

FRANCO, Renan Soares. Visões hollywoodianas sobre a intervenção militar soviética no Afeganistão (1979-1989).

LIMA, Marco Antônio de Oliveira. Influência de fatores socioeconômicos nas chances de ingresso e conclusão do ensino superior – estudo de caso na Universidade Federal de Pelotas.

MESQUITA, Natiele Gonçalves. Consolidação dos direitos étnico-raciais em Pelotas. Implementação da Lei 10.639/03 via Prefeitura Municipal.

MOTA, Fabrício da Silva. A política da “pluralidade cultural” e sua aplicação no ambiente escolar.

MULLER, Louise Berndt. Se o que eu sou é também o que eu escolhi ser, aceito a condição.

NEVES, Cristian Costa das. A formação dos núcleos povoadores no extremo sul da América Portuguesa.

OLIVEIRA, Ibis Telles Tajes de. O árduo cotidiano nos primórdios da fundação de Rio Grande (1737-1738).

OSWALD, Tamara. Igrejas evangélicas luteranas livres e independentes em São Lourenço do Sul.

PEÇANHA, Mateus Guedes. A Colônia do Sacramento: uma história ente embates e tratados.

PODEWILS, Denise Oswaldt. Colonização germânica: a Colônia de São Lourenço e suas particularidades.

RIVA, Morgana. A moda em tempos de crise: moralismo e criatividade no vestuário pelotense do início da década de 1930.

SANTOS, Mariane Braga dos. Transição política da ARENA para o Partido Progressista.

SANTOS, Rodrigo Salaberry dos. A formação do Regimento de Dragões do Rio Grande de São Pedro.

SANTOS, Rodrigo Silveira dos. O atentado da Rua Tonelero.

SCHEER, Micaele Irene. Sapateiros e suas memórias: pensando sobre antigos ofícios.

SILVA, Graciele Figueirêdo Soares da. Refinando o Brasil: a trajetória do nacionalismo consolidado na Petrobras.

SOUZA, Andreia Geordana Mendieta. Acllacunas: mulheres a serviço dos incas e consagradas ao sol.

Turma 2010 – História (Licenciatura)

BÜNDCHEN, Vitor Bernardi. A escravidão colonial: formas de escravismo e produtividade nas charqueadas.

CAETANO, Rosendo da Rosa. As SA e o expurgo de 1934. Ascenção e queda de Ernest Röhm.

CARDOSO, Alex Vaz. A presença da tradição arquitetônica luso/açoriana. Um estudo realizado na zona rural do município de Piratini, Rio Grande do Sul (1830-1930).

CARVALHO, Thaís de Freitas. Um lugar chamado liberdade: música popular, tradição e boemia em Pelotas.

CORRÊA, Marcelo Farias. “Deu uma das de vila-diogo e fitou cipó”: Os anúncios de fugas de escravos nos jornais pelotenses (1875-1888).

DEVANTIER, Vanessa da Silva. O processo de constituição do Sínodo de Missouri: a atuação no sul do Brasil e a missão entre “gente de cor”.

GEHRKE, Cristiano. Fotografia e musealização da história da imigração italiana: sistematização do acervo fotográfico do Museu Etnográfico da Colônia Maciel.

LEITZKE, Leonardo Palma. Loteamento da praia do Laranjal: Balneário Santo Antônio.

LESTON JÚNIOR, Odilon. Embate das Letras: o processo de redemocratização do Brasil na década de 1980 sob prisma dos jornais na cidade de Pelotas.

LOPES, Charlene Schwantz. Os relacionamentos entre o homem e a mulher no cenário da Revolução Farroupilha.

LOPES, Vanessa Ribeiro. A moda das aparências: a corte e seu vestuário na França durante o século XVIII.

MARTINS, Rodrigo Jorge. Formação do Arquivo Histórico do Corpo de Bombeiros de Pelotas.

MIRANDA, Cássia Ferreira. O teatro anarquista em Pelotas – RS (1914-1919).

NOLASCO, Patrícia. Segunda Guerra Mundial: a mobilização pelotense e a Campanha dos Mil Contos.

NUNES, Juliana dos Santos. “Somos o Suco do Carnaval!” A Marchinha Carnavalesca e o Cordão do Clube Social 24 de Agosto.

OLIVEIRA, Danielle Matias de. A Igreja Medieval e o Feminismo: a elaboração de um modelo de conduta social. Séculos XI e XII na Europa.

PINHEIRO, Cristiano Guedes. Guaman Poma de Ayala: a cruz e a pena como instrumentos de resistência.

PIZZARO JÚNIOR, Egídio Barraz. Kyrinha: personalidade e cultura daqui.

RAMOS, Rafaela Nunes. Gestão, preservação e informação: uma proposta digital para o gerenciamento do acervo arqueológico do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Antropologia e Arqueologia (LEPAARQ) da Universidade Federal de Pelotas.

RODRIGUES, Flávia Moreira. Judeus gaúchos e o Estado de Israel: organização, identidade e conflitos.

SAMPAIO, Edna Giovane dos Santos. Clube Instrução e Recreio: família de Rainhas no carnaval arroio-grandense no século XX.

SANTOS, Luciana Bazan dos. A arte pública de Pelotas nas praças Coronel Pedro Osório e Piratinino de Almeida.

SIEBURGER, Enio. O Hymno Republicano Rio-Grandense: versos e controvérsias.

SILVA, Tatiane Fagundes Pereira da. Em busca do Jesus Histórico: Evangelhos do século I em conflito.

SILVA, Tiago Lemões da. Comida, religião e reciprocidade: uma tenografia sobre o processo de doação alimentar à população em situação de rua em Pelotas, RS.

SILVEIRA, Paulo Henrique Maia da. A igreja de Roma e a heresia: um estudo sobre a violência na Idade Média nos séculos XII e XIII contra os Cátaros como instrumento de legitimação do poder e supremacia.

SINOTI, Kárita Gill. Massacre de Cerro dos Porongos.

SOUZA, Marcela Reinhardt de. O pioneirismo de uma médica pelotense.

ULGUIM, Priscilla Ferreira. Zooarqueologia e o estudo dos grupos construtores de cerritos: um estudo de caso no litoral da Laguna dos Patos-RS, sítio PT-02 Cerrito da Sotéia.

VARA, Vanessa Esperança. Quimbanda: A magia dos Pontos-Cantados.

VELEDA, Rivelino. Os operários pobres das olarias de Cerrito, a falta de um sindicato da categoria e as consequências para o seu desenvolvimento nos últimos dez anos.

VERGARA, Antonio Gabriel. (Re) Visitando os Guarani.

VIEIRA, Jacqueline Kappel. A história do rádio no mundo, passando pelo Brasil e o Rio Grande do Sul e estacionando nas emissoras pelotenses.

VIEIRA, Paula de Oliveira. Anticoncepcionais: como o contraceptivo hormonal é visto por O Cruzeiro na seção Da Mulher para a mulher nos anos de 1960 a 1963.

Turma 2009 – História (Licenciatura)

LEONARDI, Patrícia Leite. A construção de moradias populares durante os governos militares em Pelotas: o caso da Cooperativa Habitacional dos Operários de Pelotas – COHABIPEL (1966-1972).

MARQUES, Rachel dos Santos. A mortalidade de inocentes escravos em São Francisco de Paula (1812-1834).

SILVA, Nádia Cristiane Coelho. Quando Eva foi Evita: uma análise do papel social e político da primeira dama argentina (1945-1952).

VICTORIA, Daniel Peter. O vinho e a italianidade: um estudo sobre identidade na colônia Maciel em Pelotas-RS.

Turma 2008 – História (Licenciatura)

AÑAÑA, Daniel da Silva. A religião chinesa vista através do romance Jornada ao Ocidente.

BORGES, Geruza Esteves. A energia elétrica com campo de pesquisa: os primórdios da eletrificação em Pelotas (1914-1916).

CARDOZO, Rodrigo de Oliveira. O fim do “Século Cristão”: a repressão no Japão no século XVII segundo o padre Antônio Francisco Cardim.

DUARTE, Maurício Nunes. Um breve histórico sobre a sífilis através de propagandas publicitárias dos anos de 1930.

GONÇALVES, Fábio dos Santos. Diversidade e desigualdade na educação. A cultura afro-brasileira e ações afirmativas vistas como base para a implantação de políticas públicas em prol da diversidade étnica no cenário educacional brasileiro.

KANTORSKI, Leonardo Prado. O controle ideológico do Movimento Estudantil na ditadura civil-militar brasileira: registros do DCE-FURG (1972-1977).

LOPES, Janaina Haneman. O islamismo nos livros didáticos: uma análise no pós atentado de 11 de setembro de 2001.

MACEDO, Kátia Amorim. Os gregos e a morte: representações culturais e práticas sociais.

MARCELO, Juliana Cabistany. Contra a “Guerra Fratricida”. A Guerra do Paraguai no discurso do Apostolado Positivista do Brasil.

MEDEIROS, Edalaura Berny. Constantino e os cristãos: uma análise da ascensão do cristianismo como religião oficial do Império romano e do desenvolvimento da intolerância para com as demais religiões.

MEDEIROS, Lisiane Alonço de. A mortalidade de crianças em Pelotas numa perspectiva de transição política: do Império à República (1887-1892).

MORAES, Alex Guedes de. A Guerra Civil Americana: a Secessão no livro didático brasileiro nos anos 2004, 2005 e 2006.

MOURA, Giovani Rodrigues de. Expectativas messiânicas no judaísmo antigo: uma proposta de leitura.

MUÑOZ, Luciano da Rosa. Rio Branco e a Argentina: o projeto de hegemonia coletiva na América do Sul do limiar do século XX (1902-1912).

NEVES, Fábio Souza das. O Sebastianismo / Pensamento saudosista em “A ilustre casa de Ramires“, de Eça de Queirós.

POMATTI, Angela Beatriz. Doença e morte de escravos na cidade de Pelotas RS – registros de óbitos da Santa Casa de Misericórdia (1875-1880).

RODRIGUES, Márcia Chaves. As relações raciais e sociais entre negros e brancos vista pelos olhos de um padre europeu, no período de 1901 à 1904.

RODRIGUES, Renata Vieira. Uma breve análise da violência doméstica: a história de Madalena contada por ela mesma.

ROSA, Estefânia Jaékel. Ocupação e construção do espaço na Ilha da Feitoria (Pelotas/RS): um estudo de caso em arqueologia histórica.

ROSENTHAL, Gabriela Müller. Os círculos operários na luta contra o comunismo.

SILVA, Fernanda Oliveira da. Raça, sociabilidade e identidade num clube pelotense: Clube Carnavalesco Negro Fica Ahí Pra Ir Dizendo (1938-1943).

SILVA, Luís Artur Janes. Influências da apocalíptica judaica exercidas sobre os escritos gnósticos cristãos que fizeram uma releitura dos primeiros capítulos do Gênesis.

SILVA, Maria de Fátima Bettanzos da. Rituais e terapias no grupo neo-xamânico Terra Mística.

SILVA, Renata Dias da. A proclamação da República em Portugal e sua relação de memória com a comunidade lusitana de Pelotas.

SOARES, Juliana Alaniz. Visões sobre uma princesa: breve discussão historiográfica.

TARNOSKI FILHO, Hélio. A mortalidade entre as tropas brasileiras em campanha na Guerra do Paraguai.

VARA, Deanie Coelho. Os reflexos da Lei 10.639 nos livros didáticos de história.

Turma 2007 – História (Licenciatura)

ALVES, Aluísio Gomes. A contribuição da arqueologia histórica para o estudo das populações africanas e afro-descendentes nas américas.

BARBOSA, Giovani de Souza. Conflito no Ferrabraz: o caso dos “Muckers”.

BARROS, Leidiana Vieira dos Santos. A caridade como busca para a salvação: a Santa Casa de Misericórdia de Pelotas (1891-1928).

BORGES, Gisele Bender. O ensino de história acontece nas escolas públicas? Uma reflexão sobre as práticas pedagógicas.

COLLARES, Marco Antônio Corrêa. A política sob César Augusto: continuidades e rupturas do modelo e dos mecanismos de dominação.

FARINA, Vinicius Oliveira. A Primeira Guerra Mundial vista através de documentos oficiais do Brasil.

GONZALES, Luciano Lemos. Burzum: estudo iconográfico de um caso de apropriação de elementos da mitologia viking no black metal norueguês.

KONRADT, Rosana. A educação no Brasil na República Velha – a visão positivista e sua influência nos primeiros anos da República.

LIMA, Neimar de Oliveira. Os doze dias que abalaram o Brasil.

LOUREIRO, Andréa Cristine Antunes. Discursos sobre assistência em Soares D’Andrea (1836-1849).

MACIEL, Luísa Lacerda. Memoriar: os desafios e realizações na construção de um programa de educação patrimonial.

MALTZAHN, Gislaine Maria. “Um casalzinho novo para a comunidade”: etnografia de uma casamento pomerano, São Lourenço do Sul (RS).

MARTINS, Fábio. A Revolução de 1930, Oswaldo Aranha e a Revista do Globo.

MEDINA, Roberta Beiersdorf. A instituição da Lei do Divórcio no Brasil.

MEGGIATO, Caroline da Rosa. Paradas Gays: festa ou política? 0 o caso de São Paulo.

MENDES, Caterine Henriques. A multiplicidade de judaísmos e a formação do paleocristianismo.

MOREIRA, Tatiana Pires. Escola de Samba General Telles – fundação.

MUZY, Sérgio Ricardo Fracalanza. A criação das bases do monoteísmo pelo faraó Akhenaton (1353-1336 a.C.) e suas implicações sociais no novo Império do Antigo Egito.

OLIVEIRA, Inácio Ribeiro. “O legal no museu é…”: uma experiência de educação patrimonial no Museu Municipal Parque da Baronesa.

PEREIRA, Adélia Maria da Silva. Irmandades religiosas negras em Pelotas (1847-1860).

QUEVEDO, Gisele Dutra. Levantamento histórico cultural da cidade de Piratini (RS).

SANTOS, Felipe Tavares dos. Futuro do pretérito: a internet como ferramenta de pesquisa sobre a Guerra Civil e Revolução Espanhola (1936-1939).

SANTOS, Joaquim Lucas Dias dos. Breve análise do feminismo contemporâneo em Pelotas (1982-2004).

SILVA, Ademir Rezende da. A produção do couro no Rio Grande do Sul (1810-1900).

SPALLONE, Luiz Leonardo Langlois. A influência das filosofias de Auguste Comte e de Saint-Simon no pensamento político de Getúlio Vargas, entre os anos de 1903 e 1930.

VARGAS, Mariluci Cardoso de. “Eu tenho orgulho de nós, mulheres daquela época”. Memórias da militância feminina contra a Ditadura Militar no Rio Grande do Sul (1968-1973).

XAVIER, Itamaragiba Chaves. A instrução pública na República Rio-Grandense.

Turma 2006 – História (Licenciatura)

BARBOSA, Paulo Sergio Medeiros. Memorial Sociedade Musical União Democrata.

BARBOZA, Everton Ávila. A refundação do Partido Comunista Marxista-Leninista no Brasil.

BILHALVA, João Luiz Furtado. Portugal: da formação de um Estado à supremacia marítima.

CHRISTINO, Carolina Silveira. Educação patrimonial no Theatro Sete de Abril.

COELHO, Adão Flávio Ferreira. Um Centro de Pesquisa pioneiro no Estado: o Instituto de Higiene de Pelotas (1918-1929).

D’ÁVILA, Fernando Pinto Vieira. Sobre peregrinações: o Caminho de Santiago.

FERREIRA, José Fernando da Cunha. O crescimento dos evangélicos pentecostais no Brasil nos últimos vinte anos.

LIMA, Érica Lopes de. Comunidade São João e sua atuação junto à sociedade pelotense.

LIMA, Daiane Silva de. Estado Novo. A repercussão na imprensa pelotense.

LIMA, Vitório Antônio Cardoso. A presença islâmica em Pelotas.

MACHADO, Mansur Sebastião Macedo. Cooperativismo e Associativismo – o desenvolvimento de uma ideia de categoria entre as doceiras em Pelotas.

OLIVEIRA, Vanessa Volcão. Teatro: movimento renovador.

REZENDE, Maiquel Gonçalves de. Arquivos do Eu: a ideia de patrimôni em Henrique Carlos de Morais (1933-1986).

RIBEIRO, Caio. Historiografia medieval brasileira. Uma abordagem introdutória.

ROSA, Michelle Brito da. Criminalidade na Província de São Pedro (1846-1877).

SAN SEGUNDO, Mário Augusto Correia. “Todos bem. Vanda espera cegonha antes do dia 26. Abraços Zéca” (A greve nacional dos bancários em 1946 no Estado do rio Grande do Sul).

SANTOS, Marcele dos. Somos, ou não somos negros, e se não somos, o que é que somos? A Alvorada: construção de identidade étnica e discriminação racial (1931-1935).

TABORDA, Taiane Mendes. A moda sem freios: o estudo dos signos de libertação da mulher pelotense no início da década de 1920.

VILLAS BÔAS, Alexandre dos Santos. História e literatura. Uma abordagem interdisciplinar através de jornal literário da cidade de Pelotas no século XIX.

Turma 2005 – História (Licenciatura)

AL-ALAM, Caiuá Cardoso. Pelotas: a forca e o negro belisário.

ALMEIDA, Juliano Vieira. O comércio de artigos religiosos em Pelotas: uma reflexão sobre religião e economia.

ALVES, Lúcio Xavier. Rodolpho Xavier: uma intelectualidade na organização sindical e na luta dos negros em Pelotas (1931-1935)

BITÚ, Alex Macedo. Formação da Faculdade de Pharmacia e Odontologia na cidade de Pelotas (1911-1920).

BRAZ, Queles Cristina Silva de. Estudo de duas comunidades de umbanda em Pelotas: o perfil de seus frequentadores.

CASTRO, Luís Giovani Adamoli. Espaços de cinemeiros em Pelotas.

CRIZEL, Beatriz Guerreiro. Os orientais da banda de cá: uruguaios em Pelotas (1848-1890).

CUNHA, Welcsoner Silva da. Egiptomania no sul do Estado do Rio Grande do Sul.

DECKER, Cleber Bierhals. A escola confessional luterana e a história do Colégio Sinodal Alfredo Simon.

FERREIRA, Hemerson J. S. Introdução à história do pensamento marxista no Brasil.

GONÇALVES, Rodrigo da Silva. A verdade na história: uma aporia necessária.

HUCKEMBECK, Calindro Romano. História através da literatura no estudo do livro “Tipuana” de Maria Helena Vargas da Silveira.

MARTINS, Rosani Milbrath. Os pomeranos e a formação das comunidades livres: o caso da comuna escolar religiosa Palmeira – Pelotas – RS.

MILHEIRA, Rafael Guedes. Esculturas líticas sambaquieiras: algumas possibilidades interpretativas. Reflexões a partir de uma coleção lítica do LEPAARQ/UFPel.

MULLER, Victor Hugo Leitzke. Ação Integralista Brasileira: organização e mobilização em Pelotas.

OLIVEIRA, Jane S. De. Um relato sobre a história das cervejarias Ritter e Sul-Riograndense em Pelotas: da fundação e extinção.

OLIVEIRA, Tânia Maria Motta de. A participação feminina no legislativo pelotense.

PAULA, Débora Clasen de. Praça Pedro II: a construção de um espaço de sociabilidade (1861-1889).

ROSA, Julivan Mahl da. As vilas operárias no bairro Simões Lopes. Potencialidades do método progressivo-regressivo.

TAVARES, Viviane dos Santos. Manoel da Motta Monteiro Lopes e a construção de laços de identidade entre a etnia negra pelotense.

TOMASCHEWSKI, Cláudia. Asilar ou curar? A medicina e o hospital da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas (1848-1908).

Turma 2004 – História (Licenciatura)

BAIERLE, Sérgio Alex. O modelo de substituição de importações.

BARBOSA, Sérgio Roldão. A Igreja Católica Romana nos primórdios: uma análise bibliográfica do sincretismo cultural e religioso.

BONATO, Graziela Fernanda. Martín Fierro e a ideologia das entrelinhas: o imaginário do gaúcho sob uma perspectiva histórico-literária.

BURGOS, Guillermo Alejandro. Análise da bibliografia básica sobre os negros fugitivos na Revolução Farroupilha.

CARDOSO, Simone Weber. Os escravos negros na Revolução Farroupilha.

CASSOL, Talia Lívia dos Santos. A foice e o martelo em Erechim: formação e atuação do partido Comunista Brasileiro em Erechim (1945-1970).

COELHO, Adão Flávio Ferreira. Resistência escrava.

CONCEIÇÃO, Carla Luciane Lima da. A Revolta da Vacina no Rio de janeiro em 1904 e sua repercussão na cidade de Pelotas (RS) sob a ótica positivista do jornal Diário Popular.

COUTO, Mateus de Oliveira. Uma análise sobre a demografia de crianças escravas em Pelotas e o tráfico interprovincial.

DOMINGUES, Géderson Pinto. Futebol de “pelada”: o “peladeiro” e o lazer.

GUEDES, Geza. Museu da Baronesa: o teatro da memória.

IRRIBAREM, Manoel Algemiro da Silva. Ama-de-Leite.

FABIÃO, Daniel Fortuna. Armazéns de secos e molhados: sua gênese, seu auge e o lento desaparecimento.

LOPES, André Luis Borges. CTMR: História e Memória (1950-1980).

LOPES, Aristeu Elisandro Machado. “Tu não me conheces? Eu te Conheço.”: Representação do carnaval pelotense na imprensa ilustrada do século XIX.

LOUREIRO, André Garcia. Os cerritos na fronteira Brasil-Uruguai: uma abordagem histórica e teórico-conceitual.

MACHADO, Clara Balladares. O uso dos livros didáticos de história.

MORALES, Sérgio Cardoso. A natureza da sociedade soviética.

OLLÉ, Henrique Braga. Ditadura militar – 1964-1985: o desenvolvimento econômico e a exploração dos trabalhadores.

PASSOS, Douglas Küster. Sobre memórias e homens: para re/pensar o fazer histórico.

PAZ, Maurício Fonseca da. Consciência histórica e Roleplaying Game.

PEGORARO, Giovane Westendorff. A regulamentação dos serviços de criados da Província de São Pedro do Rio Grande do Sul – a partir da análise do Regulamento da cidade de Pelotas.

PICANÇO, Gladimir Roldão. Morte e ritos fúnebres: uma análise bibliográfica.

RAMOS, Lúcio Juarez Dornelles. Apontamentos para uma história do Mercado Central de Pelotas.

SANTOS, João Antônio Oliveira dos. As oposições gaúchas e o tenentismo.

SOARES, André. Feira livre: história de um patrimônio da cidade de Pelotas.

SÓRIA, Cristiano Gastal. O jornal A Penna e a questão emancipacionista: uma análise crítica.

TAVARES, Luana Ciciliano. A polícia municipal em Pelotas (1891-1902).

TAVARES, Mauro Dillmann. O tempo dos compromissos: uma abordagem sobre as Irmandades dos Leigos Católicos no Rio Grande Do Sul (1861-1869).

Turma 2003 – História (Licenciatura)

AMARAL, Mário Gayer. A história do futebol em Pelotas (1901-1941).

ANÇA, Érico Lopes. Brasil e Uruguai: repressão cooperativa.

ANDERSSON, Cristian de Oliveira. O desenvolvimento industrial periférico no Rio Grande do Sul e em Pelotas durante a República Velha.

BARBOSA, Rosenir da Silva. Universidade brasileira: perfil e formação docente.

BENTO, Alexandre Lopes. O neonazismo como nova tentativa de ascenção ao poder da extrema direita.

BÖHLKE, Moacir. A colônia particular de São Lourenço: seu contexto dentro do processo colonial do Rio Grande do Sul (1858-1890).

CONCEIÇÃO, Rita Freitas da. A atuação do movimento estudantil diante do Golpe de 64, no período de 1964-1968.

COSTA, Epaminondas Damasceno. 1964: Impacto militar em momento de crise nacional.

FEIJÓ, Daniele Soares. Quilombos: símbolos da resistência escrava.

FERREIRA, Fernanda Zitzke. A tarifa especial de 1888: uma questão polêmica.

FONSECA, Virgínia Lourdes Pelicioli Tonkowski da. A apropriação do Estilo Neogótico nas construções em Pelotas.

LEMOS, Daniel de Souza. As organizações clandestinas que fizeram oposição ao Regime Militar de 1964.

LIMA, Aline Mendes. Guardiãs de imagens e memórias: fotografias de mulheres negras da cidade de Pelotas (1910-1960).

LISBOA, Sabrina. As influências da CUT na atuação do Sindicato dos Bancários de Pelotas e Região.

MANKE, Lisiane Sias. “Uma pequena Alemanha em Pelotas”. Formação e desenvolvimento do bairro Três Vendas.

MIRAPALHETE, Miriam Reinehr. O Theatro Sete de Abril nos anos 80: a redemocratização cultural e os festivais de teatro de Pelotas.

MULLER, Patrícia Weirich. O ensino de história e a visão dos alunos.

NETO, Deomar Villagra. Estudo crítico dos motivos que levaram à redemocratização brasileira de 1985.

OLIVEIRA, Adriane Ebling. Emancipação do município de Cerrito.

OLIVEIRA, Emilene Portugal. Domingos José de Almeida.

OSSANES, Sérgio Roberto Albernaz. Reflexos em Pelotas do Governo de Getúlio Vargas no Estado do Rio Grande do Sul.

PEIXOTO, Artur Duarte. Formação e trajetória do PCB em Pelotas (1929-1935).

PEIXOTO, Luciana da Silva. Memória da imigração italiana em Pelotas/RS. Colônia Maciel: lembranças, imagens e coisas.

PEREIRA, Ana Beatris de Souza. O universo privado de mulheres homossexuais em Pelotas: a família, as amigas e o segredo.

RIBEIRO, Cristiane Prestes. As consequências da Revolução Farroupilha para o Rio Grande do Sul (1845-1850).

ROMMEL, Márcia Raquel. A importância de Erwin Rommel na história das guerras.

ROSA, Carla Rosane Silveira da. Trabalho feminino em Pelotas (1934 a 1945).

ROSA, Heleonora Maria Lopes. Destruição, obliteração, desnaturação: caminhos do cristianismo frente às crenças pagãs.

ROSA, Josiane Pinho da. Educação Moral e Cívica: a educação a serviço do Estado.

SANTOS, Lara Mariza Stallbaum dos. A trajetória de um craque pelotense: um coração interiorano truncado pela violência.

SILVEIRA, Cátia Luciane Silva. Distinção entre dois campos do saber sobre a doença mental: o saber médico e o saber popular numa colônia de pescadores, Pelotas (RS).

TAROUCO, Silvia Maria Peligrinoti. A atuação de Clubes e Sociedades Abolicionistas em Pelotas na década de 80 do século XIX.

VICENTE, Magda de Abreu. O trabalhao como forma de manutenção da ordem burguesa em Pelotas na virada do século XIX.

VITOLLA, Marcelo Amparo Marroni. “Milagre” econômico – 1968/1973 – Internacionalização, concentração, endividamento, arrocho salarial e crise do modelo de desenvolvimento.

ZECHLINSKI, Beatriz Polidori. História e literatura. Uma proposta interdisciplinar de ensino.

Turma 2002 – História (Licenciatura)

BARBOSA, Andréa Molina. Introdução ao estudo do anti-semitismo como ideologia na construção do totalitarismo alemão no período entre-guerras.

CALDERAN, Ana Paula. Antonio Joaquim Dias: uma figura polêmica.

CRUZ, Vanuza Pinto. O papel da mulher na imigração italiana no Rio Grande do Sul.

DEUS, José Carlos Batista de. Tradicionalismo e nativismo: o gaúcho em busca da sua identidade cultural.

FAGUNDES, Lisiane Jodar. Os lugares da morte na cultura medieval.

FERREIRA, Carla Giovana da Silveira. Associação Recreativa e Cultural Bloco Burlesco “A Bruxa da Várzea”. Sua trajetória no carnaval pelotense.

FIGUEIREDO, Amilton de Moura. As origens do Partido dos Trabalhadores.

GONÇALVES, Angela Maria Farias. O Movimento Tropicalista: uma revisão histórica.

GUIMARÃES, José Vicente Falchi Guimarães. Fundação e outras histórias Clube Carnavalesco Diamantinos.

JESUS, Julio César Pires de. A Biblioteca Pública Pelotense como expressão da excelência cultural de Pelotas no último quartel do século XIX e início do século XX.

KLEEMANN, Aracéli. A indústria de cerveja em Pelotas de 1880-1930.

KOSCHIER, Paulo Luiz Crizel Koschier. Sindicalismo no Setor Público – o exemplo da Associação dos Servidores da Universidade Federal de Pelotas.

LEON, Adriana Duarte. Políticas de descentralização na educação: a desresponsabilização do Estado.

LONGARAY, Susana Martins. Educação do trabalhador e cidadania: a educação de jovens e adultos no novo milênio.

MACHADO, Ricardo Antunes. A falência do Banco Pelotense: uma fatalidade ou um ato intencional.

OLIVIERA, Letícia Oliveira de. Patrimônio cultural e arquitetônico de Lajeado.

OLIVEIRA, Maria Augusta Martiarena de. Memória fotográfica do Conservatória de Música (1918-1969).

PORTO Jr., Manoel José. Guerra do Paraguai: visões da história.

SANTOS, Andréia Albuquerque dos. A Sociedade Italiana Pelotense.

SILVA, Jurandir de Lima. Jovem Guarda: origens e implicações.

SILVA Jr., Luiz Carlos da. Repercussões da Proclamação da República na cidade de Pelotas.

Turma 2001 – História (Licenciatura)

MORAIS, Valmira de Almeida. Bairro do Porto ou porto do bairro.

Turma 2000 – História (Licenciatura)

ADAM, Maristela Voss. A história do Grupo de OASE de Morro Redondo (1948-1998).

ALDEIA, Viviane Bento de. O doce sabor de Pelotas.

ANDRADE, Laira Cristina Robaina de. A origem da região sul do estado.

ANTUNES, Adriano Belmudes. Repercussão da Revolução Russa de Outubro de 1917 nos jornais diários da República Velha no Rio Grande do Sul.

ARAÚJO, Carmem Lúcia Marques. Breve estudo sobre o comportamento feminino na Baixa Idade Média.

ÁVILA, Adriana Lúcia Medina. História e vida: os limites e possibilidades desta relação no trabalho escolar.

BAPTISTA, Genésio Jackson. Cosulã 56 anos de história (1944-2000).

BISPO, Rita Amália Nunes. Uma análise das fases da Segunda Guerra Mundial através do cinema e do teatro na cidade de Pelotas (1939-1945).

BRUM, Caroline da Cruz. Incas: religião e poder.

CANEZ, Carla Rosane da Rocha. Os episódios anti-germânicos em Pelotas no final da Primeira Guerra Mundial.

COLOMBY, Luiz Albino. Carlos Lacerda e a Frente Ampla.

DUTRA, Maristela. A luta pelo voto feminino no Brasil.

ELSTE, Iansã Fonseca. Banda Bandalha. Sua trajetória no carnaval pelotense.

FARIAS, Ginamar Oliveira. Um olhar sobre as origens dos clubes de etnia negra – “Fica Aí Pra Ir Dizendo” e “Chove Não Molha”.

FARIAS, Valéria Soares. Santa Casa de Misericórdia de Pelotas: atendimento aos indigentes e às crianças abandonadas (1847-1987).

FIGUEIREDO, Rafael Dalla Rosa. A comemoração do 1º de Maio desenvolvida pelo COP, no período de 1930 à 1945.

FREITAS, Soila Maria Ulguim de. A organização dos trabalhadores domésticos na cidade de Pelotas.

FURTADO, Jaqueline Dias. Guardadores e lavadores de veículos em Pelotas.

LUZ, Moizés Daymon Vasconcellos. Interpretação e imagens da Guerra do Paraguai.

MACHADO, Antônia Rosângela. História da história e as políticas educacionais (1930-1946).

MARTINS, Cristiane de Ávila. Couro: do auge à decadência um estudo sobre as indústrias pelotenses de couros e peles entre 1980 e 1999.

MOURA, Cleber Germano Borges de. A morte do Arroio: a sua ocupação e a degradação da natureza (1959-1970).

OLIVEIRA, Gilso Coelho. Jornal Católico A Palavra (1914-1930).

RAMIRES, Vinício Cabreira. A influência do Regime Militar em sindicatos pelotenses após o Golpe de 1964.

RIECHEL, Isabel. Asilo de Mendigos: seus internos e sua condição social.

RODRIGUES, Loiva Maria dos Anjos. Associação dos Proprietários de Imóveis de Pelotas (APIP): considerações históricas.

SANTOS, Edison Luiz Nascimento. A Frente Negra Pelotense (1933-1935).

SILVA, Aline Ferraz da. A repressão à sindicatos de trabalhadores em Rio Grande com o Golpe de 64.

SILVA, Cristiane Freitas da. Um breve estudo sobre o Sindicato dos Bancários e Pelotas e Região (1989 – 1998).

SILVA, Eloiza Helena Berneira da. A violência contra a mulher na cidade de Pelotas (1994-1996).

SOARES, Cecília Marques. Carnaval Pelotense e a Banda da Lagoa (1991-1999).

SOARES, Cláudio Machado. A Brigada Militar do Rio Grande do Sul e os Direitos Humanos.

SOCCOL, Fabrício Montanari. Contestado: visões na Guerra Santa.

SOUZA, Silvana das Neves. Sarau: espaço de sociabilidade noturno na cidade de Pelotas (1880-1900).

VIEIRA, Andréa Cardoso. Plenitude da vida: um estudo sobre as relações sociais na terceira idade.

VITÓRIA, Luciane Schröber. A Revolução Russa de 1917-1924: uma análise historiográfica.

WICKHBOLDT, Rovanir Schuch. A implantação do sistema de água encanada e a construção da caixa d’água na Praça Piratinino de Almeida em Pelotas (1871-1875).

Turma 1999 – História (Licenciatura)

ALMEIDA, Angelita Lemos de. Livros didáticos “estrelados” de história.

BRASIL, Rogério Victor Maas. A Brigada Militar e o Golpe de 1964.

CAMPOS, Gilnei Luvier de. O Sebastianismo em Pelotas e no Brasil.

DIAS, Ângela Cristina Nunes. As religiões afro-brasileiras em Pelotas: Umbanda.

FERREIRA, Gilca da Silva. São Francisco de Assis na história e na história da arte.

GIL, Marcelo Freitas. A influência dos Estados Unidos da América no Golpe de 1964. Uma análise historiográfica.

GONÇALVES, Cristina Silva. As charqueadas de Pelotas no século XIX, segundo os depoimentos de viajantes estrangeiros.

GONÇALVES, João Carlos Gomes. A indústria conserveira em Pelotas: o período de apogeu e crise com suas consequências na atualidade (1980-1994).

LETTNINN, Núbia Jaqueline. A visão de Graciliano Ramos sobre o Estado Novo, através de Memórias do Cárcere.

LISBOA, Cátia Rejane Machado. Reflexões sobre a vida e a obra de Alfredo Ferreira Rodrigues.

MARQUES, Emerson Marques de. Do Oriente Médio à Pelotas. Análise da imigração Sírio e Libanesa.

MOTA, Micheline Schoenardie. A violência doméstica contra a mulher na cidade de Pelotas: um estudo de casos.

MUNHOZ, Cláudia Simone de Freitas. A atuação da Associação Comercial do Rio Grande no contexto político-econômico gaúcho de transição do Império para República (1881-1892).

RODRIGUES, Naira Elizabeth Lemos. Quem foram os Mucker?

ROSA, Catie Eliane Meira. Parque Souza Soares.

SCHNEIDER, Carlos Hammes. Os primeiros cinquenta anos das Irmãs Franciscanas de Caridade Cristã no Rio Grande do Sul – Brasil.

SILVA, Fabiane Souza da. A emancipação do município de Capão do Leão em 1982.

SILVA, Róger Costa da. Crime e Castigo: a criminalidade escrava em Pelotas no século XIX (1850-1888).

SOARES, Odília Silveira. Seis dias e quatro prefeitos na cidade de Pelotas, de 19 a 25 de novembro de 1998.

SOUZA, Jackson Luiz de. O Tiro Brasileiro nº 31 e o 7 de setembro.

VARGAS, Telmo Rogério da Silva. O padrão de beleza feminina representado na História da Arte.

Turma 1998 – História (Licenciatura)

DUARTE, Paulo Cesar Borges. A organização do movimento operário durante a greve geral de 1917 em Pelotas.

GENOVESE, Andréa Paz. Perspectivas dos novos movimentos sociais em Pelotas.

MARTINS, Alessandra da Luz. A cidade de Pelotas durante a Revolução de 1930.

MÜLLER, Izabel Cristina. O Livro Didático de Estudos Sociais: limite e possibilidades como recurso para ensino da História.

PINTO, Maria Verônica Roldán. A grande imprensa e o Golpe de 64.

Turma 1997 – História (Licenciatura)

AMARAL, Janice Vergara de Souza. A influência do capitalismo inglês no Rio Grande do Sul durante a Revolução Farroupilha.

BICA, Alessandro Carvalho. O surgimento da Igreja Anglicana em Pelotas (1892-1910).

BOANOVA, Ana Paula dos Santos. Bra-Pel: explicitando rivalidades.

CAMPOS, José Inácio Garcia. O ensino de história no curso de história da UFPel: uma análise avaliativa a partir de depoimentos dos sujeitos do curso.

CHAVES, Marco Antônio da Silva. Esquecer Jamais! Silenciar Nunca! Pequeno retrato da esquerda brasileira nos “anos de chumbo”.

CRIVELLARO, Elisane Valente. A energia elétrica em Pelotas (1898 – 1938).

FARIAS, Geneci da Silva. As mulheres negras e o magistério: como se constitui este desafio?

GONÇALVES, Dilza Pôrto. Resistência de militares ao Golpe Militar de 1964.

GONÇALVES, Eduardo Oliveira. O Atentado de 06 de agosto de 1878, em Pelotas: Uma perspectiva histórica da política imperial Rio-Grandense.

GONÇALVES, Mário Anílson dos Santos. Revolução: uma breve discussão sobre a temática das revoluções.

LIMA, Deise. Sexualidade e escravismo no Brasil Colonial e Imperial.

MANSKE, Salete Borges. “A opção pelo pobres ‘versus’ espiritualidade”: tensões e rupturas no interior das Comunidades Eclesiais de Base, Pelotas (RS).

MARCONATTO, Arildo Luiz. Surgimento e perspectivas dos grupos de terceira idade na cidade de Pelotas.

MELO, César de Lima de. Processo histórico econômico do RGS e Uruguai (1870-1893).

MONTEIRO, Gláucia Lafuente. O folclore gay em Pelotas: sobre uma representação que se atualiza na história da cidade.

MORAES, Silvia Beatriz Pierobom. “Os casamentos entre descendentes de nobres pelotenses na segunda metade do século XIX”.

NETO, Edgar Rodrigues Barbosa. A nostalgia da origem: o grupo de oração da Renovação Carismática Católica, Pelotas (RS).

OLIVEIRA, Júlio César de. O linho e a Real Feitoria do Rincão de Cangussú.

OLIVEIRA, Leni Dittgen de. O início do fim da Ferro Carril e Cais de Pelotas: o caso dos bondes na noite de 14 de dezembro de 1914.

OSTERMANN, Rosana Botelho Gonçalves. Concepções de maternidade na família: um estudo sobre o eixo geracional – avó/filha e neta, Pelotas – RS.

PEREZ, Adriana Machado. Cinema Novo: uma perspectiva do cinema brasileiro nos anos 60.

RIECHEL, Edgar Vilson. Um estudo sobre o Tenentismo.

RODRIGUES, Carla Simone Batista. “Uma hora fraca: sobre história de suicídio que o povo conta, Canguçu (RS)”

ROSA, Claudia Regina Gomes. Jornal “O Templário” – órgão da maçonaria de Pelotas.

SILVA, Sandro Alex Queiróz. A mão que balança o berço: um estudo comparado na narrativa na história e na literatura.

SILVEIRA, Alencar Grandi. A repercussão da Guerra Civil Espanhola nos jornais de Pelotas (1936-1938).

SILVEIRA, Michel Padilha da. As possibilidades do uso da iconografia na análise histórica: “um estudo”.

TEIXEIRA, Carlos Ari Jorge. A participação dos gaúchos na política nacional.

Turma 1996 – História (Licenciatura)

BORGES, Flávia Antônia dos Santos. Sedução e violência na formação militar (Rio Grande do Sul – 1835-1845).

ESPÍNDOLA, Enilda. Considerações sobre a importância da obra A Cidade de Pelotas, de Fernando Osório.

GONÇALVES, Emuri Duval. A repressão em Pelotas com o Golpe Militar de 1964.

SANTOS, Lúcio Aldeia dos. O papel do negro escravo na Revolução Farroupilha.

SOUSA, Antônia Ferreira. Distribuição da terra e produção coletiva.

Turma 1995 – História (Licenciatura)

AMARO, Renata Duarte. Mulher e trabalho no Brasil nos anos 90.

BACELO, Josiana. Gumercindo Saraiva. Uma análise.

COTTO, Ivaniza de Souza. “Vagabundos e Intelectuais”: os Goliardos.

COUTINHO, Ledeci Lessa. Aspectos da resistência escrava no Rio Grande do Sul.

CRISBACH, Júlio Guilherme Machado. A repercussão do golpe militar em Pelotas.

CRUZ, Rosaura Lourenço da. Reforma: uma análise historiográfica.

DE LEON, Rosa Mary Mieres. O Movimento da Legalidade em Pelotas.

DIAS, Rodrigo. A família em contexto: o caso do Assentamento da Palma.

DUARTE, Carla Eleonora Schiavon. Imigração Italiana: aspectos culturais da imigração italiana na zona colonial e em Porto Alegre.

DURO, Magda de Almeida. História da Igreja Luterana São João (1888-1988).

EBELING, Luciana de Almeida. Breve histórico sobre o divórcio no Brasil.

FAGÚNDEZ, Ariel Salvador Roja. Um estudo sobre o Movimento de Libertação Nacional Tupamaros – MLN-T.

FALCÃO, Jairo Luis Fleck. Os judeus em Pelotas: da perseguição ao estabelecimento (1890-1950).

FERREIRA, Renata Brauner. “A influenza espanhola: uma cidade desolada”.

FURTADO, Rita Clara Benites. A utilização das fontes entre os historiadores gregos do século V: Heródoto e Tucídides.

GODINHO, Cláudia das Neves. Comoção política no Rio Grande do Sul em decorrência da morte de Getúlio Vargas.

HORNKE, Ivonice Harter. A mulher através da história.

IAHNKE, Sérgio Luiz de Lima. A França pré-revolucionária: um estudo.

LEMOS, Mara Rejani Salvador. Família monoparental: uma realidade emergente.

MACHADO, Cláudia Nunes. Considerações sobre neonazismo e revisionismo.

MARTINS, Karen Aline Paulsen Silveira. Mulheres e letradas; a educação feminina na Idade Média.

MARTINS, Maura Célia Goularte. A ideia do milênio.

MEIRELES, Andréia Ribeiro. A relação de aliança pelo matrimônio: um processo que instaura e sela a paz.

MONTEZANO, Leonardo Matos. Jacobinismo: uma revisão bibliográfica.

MORALES, Jair Gonsalves. Revolução Francesa – “Sans-Culottes”. “A alma de uma revolução”.

OLIVEIRA, Dilson Luis Nunes. O valor atribuído por professores e alunos ao ensino de história: reflexões a partir de dois momentos vividos.

PERES, Sérgio. “A formação da opinião pública pela imprensa gaúcha – o caso Irton Marx, no Rio Grande do Sul, em 1993”.

PINTOS, Marcelo Silva. As intersecções políticas dos farroupilhas com os líderes uruguaios, durante 1835-1845.

PORTO, Eva Duarte. Do amor-paixão: Tristão e Isolda.

ROJAS, Roberto Elias de Oliveira. Canudos: a resistência religiosa.

SILVA, Ana Lúcia Ferreira da. O lugar do feminismo na ordenação das atividades e prazeres do mundo cidadão grego.

SILVA, Maria Regina Gomes da. A construção dos conceitos de mulher, infância e velhice no medievo.

SILVA, Marianela Tafernaberry da. Bascos no Uruguay. Considerações sobre imigração e identidade.

SILVEIRA, Andréa Magela Silveira de. 1964. A educação como instrumento de legitimação do estado coercitivo.

SOUZA, Valesca Fôlha de. Representações sobre a morte na Idade Média: Tristão e Isolda.

TRAMPUSCKI, Taise. Passeata, festival e futebol: a trajetória dos “Gatos Pelados” (1903-1963).

VARGAS, Simone Basílio. A emancipação dos escravos na cidade de Pelotas, em 16 de outrubro de 1884.

VIANA, Jorge Luiz de Oliveira. A construção da luta de classes durante a Revolução Francesa.

Turma 1994 – História (Licenciatura)

BARBOSA, Everson Nogueira. Os trabalhadores na agricultura irrigada do arroz em Pelotas – RS, de 1965 a 1970.

FERREIRA, Denise Sandim. As diferentes visões da entrada de Zeca Netto no município de Pelotas em 29 de outubro de 1923.

GASTAUD, Carla. A permanência de arcaísmos na obra de Tucídides.

GOMES, Cesar Renato Reis. Fazenda da Palma: um corte histórico.

HOFFMANN, Leandro S. Nunes. O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra e a Igreja Católica no Rio Grande do Sul.

MOTTA, Ivana. Uma análise dos suicídios cometidos pelos negros escravos em Pelotas (1871-1884).

PAIM, Luiz Fernando. 1964: o golpe e a resistência.

REMEDI, José Martinho Rodrigues. Trabalho urbano e condição social. A vida dos trabalhadores em saladeiros e frigoríficos nas primeiras décadas do século XX em Sant’Ana do Livramento.

SANTOS, Eva Maria dos. Uma análise da posição do jornal “Correio Mercantil” frente à discussão sobre o ponto de partida e traçado da estrada de ferro do sul (1875-1881).

SCHAEFER, Osmar. Aspectos históricos e antropológicos do Pentecostalismo em Pelotas.

SCHWARTZ, Elisa. O vandalismo em Pelotas durante a segunda guerra mundial (agosto de 1942).

SIGNORINI, Geany Gonçalves. Reflexões sobre a formação teórica do professor de história, em escolas de 2º Grau, em Pelotas.

SOARES, Sergio Luis da Silva. A Igreja e o Movimento dos Sem-Terra no Rio Grande do Sul, no período de 1978 a 1988.

ZIGLIA, Marta Ferreira. Repercussão da falência do Banco Pelotense na sociedade de Pelotas em 1931.