Início do conteúdo

Seminário Internacional de Análise de Dados (TCU/CGU/ENAP): divulgação da chamada de trabalhos

4ª edição do Seminário Internacional de Análise de Dados (TCU/CGU/ENAP) – ocorrerá dos dias 24 a 26 de setembro de 2018.

Até o dia 15 de agosto está aberta a chamada de trabalhos para submissão de propostas de oficinas e/ou de palestras. Essa etapa do Seminário busca identificar palestrantes nacionais e internacionais de entidades da administração direta e indireta, bem como do meio acadêmico e do terceiro setor, para apresentar casos práticos e respectivos resultados, envolvendo a análise de dados da Administração Pública nas esferas Federal, Estadual ou Municipal.

Nesta quarta edição do evento, os principais eixos temáticos na formação nos painéis serão:

  1. Processamento de linguagem natural (Natural Language Processing – NLP);
  2. Geoprocessamento e geotecnologias; e
  3. Avaliação de Políticas Públicas.

Apesar de o foco neste ano de 2018 ser nesses três eixos, continua sendo incentivado o envio de quaisquer trabalhos que se enquadrem no amplo leque temático de análise de dados da Administração Pública. Isso porque a diversidade de temas e aplicações continuará a ser um dos pontos fortes do evento. Por exemplo, apresentamos uma lista exemplificativa (não exaustiva) de tópicos de interesse:

  1. Detecção de padrões e relacionamentos úteis à formulação ou execução de políticas públicas;
  2. Detecção de anomalias, abusos ou fraudes na arrecadação ou no gasto de recursos públicos;
  3. Priorização, por critérios de risco, urgência ou importância, de casos para auditoria, análise ou investigação pelo poder público;
  4. Otimização de processos repetitivos, como atendimento a demandas, triagem de denúncias ou confecção de peças processuais;
  5. Mineração de textos e outras fontes de dados não estruturados, para geração de insumos para processos de análise;
  6. Utilização de Sistemas de Informação Georreferenciadas (SIG) no planejamento, implementação, execução e monitoramento das políticas públicas;
  7. Utilização de geoprocessamento com a finalidade de descoberta e interpretação de informações relevantes para o controle ao longo de diversos períodos (espaço-tempo);
  8. Utilização de imagens de satélite e sensoriamento remoto como ferramentas para o monitoramento das políticas públicas ou situações de interesse público, por exemplo, na área ambiental, agrícola, de defesa ou de infraestrutura;
  9. Apoio à tomada de decisão em políticas públicas baseada no uso de visão computacional ou no processamento de imagens;
  10. Monitoramento ambiental e de risco de desastres por meio de sensoriamento remoto;
  11. Aplicação de ferramentas e métodos de análises de dados espaciais às políticas públicas e ao controle, por exemplo, análise de clusters, análise multicritério, determinação deoutliers, interpolação espacial, location-allocation, regressão espacial, álgebra de mapas, kernels e estimação de densidades e mineração de dados com base geográfica;
  12. Análise de redes (network analysis); e
  13. Análise de séries temporais.

Para detalhes sobre a chamada e/ou para enviar para submeter algum trabalho ou votar nas propostas submetidas que lhe interessam, os interessados deverão acessar a plataforma Speakerfight.

Para informações sobre o Seminário,

Acesse o link  página do evento.

Publicado em 24/07/2018, em Eventos, Notícias. Marcado com as tags chamada de trabalhos, seminário.