Início do conteúdo
Corpo Docente

Daniel Furtado Simões da Silva. É professor da Universidade Federal de Pelotas, no curso de Teatro-Licenciatura e doutor em Teatro pela UFMG, com a tese “O ator e o personagem: variações e limites no teatro contemporâneo”; Cursou o Mestrado em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005), apresentando a dissertação “Do texto a cena: Transcriações da obra de Caio Fernando Abreu”;. Graduou-se em Artes Cênicas pela USP, com habilitação em Direção Teatral (2000). Trabalha como ator e diretor, tendo fundado em 2006 o grupo Zona de Interferência, atuando nas áreas de dança e performance. Participou ainda como ator e iluminador dos espetáculos da Cia Forte de Teatro (BH) entre 2002 e 2010. Atuou também como bailarino, ator, diretor e iluminador em vários espetáculos. Atualmente é coordenador do Núcleo de Teatro da UFPel, colaborando também com o Tatá – Núcleo de Dança-Teatro da UFPel. Pesquisa o teatro contemporâneo, as relações entre o ator e a cena, investigando os diversos registros de atuação desenvolvidos pelo ator, suas imbrincações com a dramaturgia e a estética propostas pelo encenador. (Currículo Lattes)

 

Fabiane Tejada da Silveira. A pesquisadora é professora Adjunto IV da Universidade Federal de Pelotas (UFPel ) no Centro de Artes desta Instituição. Ingressou no quadro de docentes da UFPel em 1995 como professora substituta e 1997 como professora do quadro permanente. Possui graduação em Licenciatura Plena em Educação Artística pela UFPel (1994). Especialização em Educação pela Universidade Católica de Pelotas(1996), Mestrado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos(2007) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal de Pelotas(2011). É líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Teatro, Educação e Práxis Social. Atuou nos anos 90 até 2005 como atriz e diretora de Teatro. Foi coordenadora por 10 anos (1995-2005) do Projeto Teatro Universitário da UFPel. Foi Pró-Reitora de Graduação da UFPel de janeiro a dezembro de 2013. Foi coordenadora do PIBID/CAPES Teatro- UFPel e em 2015 foi Gestora de Projetos Educacionais do PIBID/CAPES/UFPel. Preside a Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pelotas(Biênio 2017-2019). Seção Sindical do ANDES-SN. Seus principais projetos de pesquisa enfocam os seguintes temas: teatro na escola e formação de professores, teatro e práxis social, reflexões sobre práticas pedagógicas emancipatórias e estudos da obra de Paulo Freire e Augusto Boal. (Currículo Lattes)

 

Fernanda Vieira Fernandes. Atriz, pesquisadora e professora adjunta do curso de Teatro – Licenciatura, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) desde 2014. Graduada em Artes Cênicas – Bacharelado, com Habilitação em Interpretação Teatral pela UFRGS. Mestre e Doutora em Estudos da Literatura, Especialidade de Literaturas Estrangeiras Modernas, Ênfase de Literaturas Francesa e Francófonas pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da UFRGS, com pesquisas acerca da literatura dramática francesa do século XX. Realizou estágio de doutorado-sanduíche pela CAPES, na Université Paris 3 – Sorbonne Nouvelle. Vice-líder do Grupo de Pesquisa Teatro: histórias e dramaturgias, atualmente com um projeto de pesquisa ativo: Leituras do drama contemporâneo. Desenvolve o projeto de extensão Teatro em Francês (leituras encenadas em língua francesa), juntamente com o curso de Letras Francês e Português da UFPel. Ex-coordenadora da área de Teatro do PIBID-UFPel 2016-2018. Atua nas áreas de dramaturgia, leitura e literatura dramática, teoria e história do teatro. (Currículo Lattes)

 

Giselle Molon Cecchini. Atriz e pesquisadora. Professora Adjunta do Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas – UFPel. Doutora em Teoria da Literatura pelo programa de Pós-Graduação em Letras, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Tese intitulada: "Palavra encena ato em canto; palavra em cena, ato encanto: uma leitura da poética da Cia. Teatro Balagan em Prometheus – a tragédia do fogo". Mestre em Teoria da Literatura, pelo PPGL, PUCRS (2009). Dissertação intitulada: "Lucrécia Borgia: um drama no oceano de Victor Hugo". Especialista em Teoria do Teatro Contemporâneo, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002): "Meyerhold e a formação de um novo ator". Possui Graduação em Artes Cênicas, Bacharelado em Interpretação Teatral pela UFRGS (1994). Foi professora do Departamento de Artes Cênicas ? Instituto de Artes, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul ? UFRGS (2000-2001, 2004-2005), onde ministrou as disciplinas de Interpretação Teatral, Atuação, Improvisação, Laboratório de Técnicas Corporais, Expressão Vocal e orientou Estágios de atuação. Como atriz, atuou em espetáculos como: "A fonte", direção e adaptação de Luiz Arthur Nunes; "Escurial", de Michel de Guelderode, direção de Maria Thaís Lima Santos; "Um homem é um homem", de Bertold Brecht, direção de Irene Britzke; "Uma professora muito maluquinha", de Ziraldo, direção de Adriane Mottola; "As núpcias de Teodora" e "A ronda do lobo", de Ivo Bender, direção de Décio Antunes; entre outras. Adaptou, atuou e dirigiu e o espetáculo "Pantagruel" (1993/94) ? resultado do projeto ?A Bufonaria no Realismo Grotesco de Rabelais"; atuou e fez assistência de direção de Roberto Oliveira em "O Barão das árvores", de Ítalo Calvino (1998); dirigiu o espetáculo Danke (2004/2005/2012). Tem experiência nas áreas de Teatro e Letras, com ênfase em Técnicas Corporais e Vocais, Atuação Teatral, Teorias do Teatro e do Drama. (Currículo Lattes)

 

Gustavo Angelo Dias. Professor Adjunto na Universidade Federal de Pelotas (UFPel) nas áreas de Estética e Metodologia de Pesquisa em Artes e coordenador da Especialização em Artes – CA/UFPel. Doutor em Música pela UNICAMP, mestre em Musicologia pela UFPR e graduado em Música pela UNICAMP. Foi professor colaborador no curso de Licenciatura em Música na UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa) e na rede estadual de ensino do estado de São Paulo. Membro do colegiado do curso do Teatro – Licenciatura, ministra também disciplinas nos cursos de Dança – Licenciatura, Artes Visuais – Bacharelado e Especialização em Artes na UFPel. Representante do curso de Teatro – Licenciatura na Câmara de Pesquisa do Centro de Artes da UFPel. Pesquisador do Observatório de Memória, Educação, Gesto e Arte (OMEGA). (Currículo Lattes)

 

Maria Amélia Gimmler Netto. Artista Cênica, Professora e Pesquisadora. Professora Assistente do Curso de Teatro – Licenciatura do Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas/UFPEL. Doutoranda em Artes Cênicas pelo PPGAC da Universidade Federal da Bahia/UFBA.Mestre em Artes Cênicas pelo PPGAC da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS. Licenciada em Educação Artística com Habilitação em Artes Cênicas pela Universidade do Estado de Santa Catarina/UDESC. A encenação contemporânea em diálogo com a pedagogia do teatro e os processos coletivos de criação cênica são meus temas de interesse atuais. (Currículo Lattes)

 

Marina de Oliveira.  Possui Graduação em Artes Cênicas (Bacharelado em Interpretação Teatral) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999); e Mestrado (2006) e Doutorado (2010) na área de Letras, em Teoria da Literatura, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, com pesquisas acerca da dramaturgia brasileira. Atua nas áreas de história do teatro, dramaturgia e teatro na educação. Atualmente, coordena a pesquisa "A ditadura na dramaturgia latino-americana". É professora adjunta do curso Teatro-Licenciatura da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). É autora do livro "Os miseráveis entram em cena", da Editora Perspectiva. Mãe de dois filhos, esteve em licença maternidade em 2013 e em 2016. (Currículo Lattes)

 

Moira Beatriz Albornoz Stein. Professora da Universidade Federal de Pelotas, em Teoria e Prática da Interpretação Teatral, possui graduação em Bacharelado em Interpretação Teatral pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1996) e mestrado em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2006). Tem experiência na área de Teatro, com ênfase no Trabalho do Ator, atuando como atriz, professora, preparadora de atores e diretora, principalmente nos seguintes temas: composição cênica, improvisação, movimento, organicidade, processos de criação, treinamento do ator e voz. (Currículo Lattes)

 

Nara Graça Salles. Possui doutorado em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (2004), Mestrado em Antropologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1999), Especialização em Métodos e Técnicas de Pesquisas Antropológicas pela Universidade Federal de Pernambuco (1996), Graduação em Teatro Licenciatura pela Universidade Federal de Pernambuco (1993), Graduação em Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1983). Formação em Psicanálise. Atualmente é professora Associada IV da Universidade Federal de Pelotas. É professora do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas e do PROFARTES (Mestrado Profissional) da UFRN. É coordenadora do Grupo de Pesquisa CNPQ PROCESSOS DE CRIAÇÃO E ALFABETIZAÇÃO ESTÉTICA: ARTE E LOUCURA.Vice-Coordenadora do PROFARTES. Tem experiência na área de Dança, Teatro, Encenação e Arte Contemporânea, com ênfase em corpos diferenciados, loucura, saúde mental e Processos Criativos Colaborativos e Compartilhados, Instauração Cênica, Direção Teatral, Preparação Para a Cena, Projetos Transdisciplinares Integrados de Pesquisa, Ensino e Extensão, Ensino Aprendizagem do Teatro e da Dança, Arte e Psicanálise; atuando principalmente nos seguintes temas: dança, encenação, performance, figurino, corpo, processos criativos colaborativos, Viewpoints, antropologia, inclusão social e teatro e dança em/com corpos diferenciados, instaurações cênicas, intervenções urbanas. Teoria Queer. Estuda a obra de Antonin Artaud, Pedro Almodóvar, Frida Khalo. (Currículo Lattes)

 

Ney Roberto Vattimo Bruck. Doutorado em Psicologia pela PUCRS (2007), com Mestrado em Educação/Psicologia da Educação (UFRGS, 1989) e Graduação em Filosofia (UFRGS, 1985). Professor Adjunto do Centro de Artes/ Curso de Teatro da UFPEL. Líder do Grupo de Pesquisa em Psicologia das Emergências. Formação em psicoterapia pela Escuela de Psicologia Nacional de Buenos Aires, direção de Alfredo Moffatt (1992), e Psicoterapia Corporal Reichiana (Ernani Trotta, 1998). Habilitação em EMDR, método terapêutico para transtornos de ansiedade e estresse pós-traumático. Destaco como experiência anterior, atuação em três áreas: como Técnico em Educação na Secretaria do Trabalho e Ação Social/RS por 13 anos, desenvolvendo programas de qualidade de vida e educação popular; experiência na implementação de projetos e docência há 20 anos em universidades, organizações públicas e privadas nas áreas de saúde, educação e psicologia; experiência de 18 anos de clínica com psicoterapia individual e grupos. Áreas de atuação: Angústia Pública, Psicologia das Emergências e Arte e Loucura. (Currículo Lattes)

 

Paulo José Germany Gaiger. Professor Associado dos Cursos de Teatro (licenciatura) e Dança (licenciatura) da Universidade Federal de Pelotas – RS; Professor da Pós-Graduação em Artes – Especialização Latu Senso; ex-Coordenador do Colegiado do Curso de Teatro; Coordenador de projeto de Pesquisa "Gênero e Teatro: processos artístico-sociológicos"; Membro do Grupo de Pesquisa DGENERUS: Núcleo de Estudos Feministas e de Gênero, do(a) Universidade Federal de Pelotas; Coordenador do Projeto de Extensão de Educação Continuada e Multidisciplinar "Mutirão das Artes"; Ex-coordenador de Arte e Cultura da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFPel; ex-coordenador do Núcleo Rondon da UFPel (2010-2012); Doutor em Ócio e Potencial Humano pela Universidade de Deusto, Bilbao, Espanha (reconhecido como Doutorado em Educaçao pelo Programa de Pós-Graduaçao em Educaçao, da UFRGS); Mestre em Ciências do Movimento Humano pelo Programa de Pós-Graduação da ESEF/UFRGS; Bacharel em Arte Dramática pelo Departamento de Arte Dramática/UFRGS. Consultor Internacional de ONV/ONU (1/2008), Honduras, e ENAD/UNICEF (2007), Honduras, do Programa Conjunto de Apoio à Segurança Humana (PCASH-ONU), para o projeto Educação para o uso adequado do tempo livre; Professor convidado da Universidade Nacional Autônoma de Honduras (UNAH – 2007-2008). Ex-professor assistente da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS-RS-BRASIL); Ex-professor colaborador do DAD/UFRGS; Ex-professor colaborador do Departamento de Artes da FURB/Blumenau/SC. Cronista do jornal Diário Popular – Pelotas. Tem experiência acadêmica nas áreas de Teatro, Dança e Educação Física, atuando também nos seguintes temas: ócio, corporeidade, humanismo, gênero, educação, elaboração e coordenação de programas comunitários e de extensão, etc. (Currículo Lattes)

 

Vanessa Caldeira Leite. Possui graduação em Curso de Artes – Licenciatura, pela Universidade Federal de Pelotas (2005), Especialização em Educação – Teoria e Prática Pedagógica (2007), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Pelotas (2009) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Pelotas (2014), na linha de Currículo, Profissionalização e Trabalho Docente. Atualmente é professora Adjunto III da Universidade Federal de Pelotas, no Curso de Teatro-Licenciatura e Coordenadora Institucional do PIBID na UFPEL. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: arte, teatro, educação, corpo, currículo e formação de professores. Mãe da Antônia e do Valentim, esteve em licença maternidade no ano de 2016 e em 2019. (Currículo Lattes)