Início do conteúdo

Campanha de Doação de corpos seja um multiplicador da ideia

            Objetivando qualificar o acadêmico da área da saúde, mantendo o elevado padrão histórico de resultados no processo de ensino-aprendizagem da Disciplina de Anatomia Humana e Neuroanatomia, foi instituído o Programa de Doação de Corpo em 2015. A carência na disponibilização deste material cadavérico para estudos tem sido sucessivamente maior, haja visto o crescimento de acadêmicos na área da saúde, em especial nos 5 últimos anos, com a criação de novos cursos : Psicologia, Farmácia, Terapia Ocupacional, Química Forense e recentemente Fisioterapia além do incremento de vagas ofertadas nos cursos já existentes. Para suprir esta carência e a ausência de oferta destes indispensáveis instrumentos de ensino prático, foi idealizado este Programa  para mobilização e conscientização de Doadores Voluntários de Corpos. Os frutos serão colhidos. Hoje estamos semeando na divulgação e em esclarecimentos. Em 6 de novembro último foi concretizada a Cerimonia de Homenagem aos doadores voluntários no Anfiteatro da Faculdade de Medicina, com maciça presença de simpatizantes e multiplicadores. Tal evento recebeu ampla divulgação nos meios de comunicação, culminando com divulgação em página inteira no Diário Popular local, na edição de de quarta-feira 11 de dezembro de 2019. Cabem alguns esclarecimentos aos questionamentos ora pertinentes:

  1. Por quê usar cadáveres para o  estudo da anatomia humana ? É insubstituível o corpo humano como meio de estudo. Os detalhes das percepções tridimensionais, as variações individuais, as suas posições e  relações vizinhas não são alcançadas com manequins, imagens virtuais ou modelos confeccionados artesanalmente.
  2. Qual corpo pode ser doado ? Qualquer corpo pode ser doado, desde que haja liberação legal do corpo por atestado de óbito registrado em cartório. Pode ser adulto, criança, recém-nascido, vitima de qualquer enfermidade submetido ou não a qualquer cirurgia.
  3. O corpo que teve doação de órgãos, pode ser doado para fins de estudo anatômico ? Sim. Pode serem feitas doações de um  ou diversos órgãos e também subsequentemente doar o corpo.
  4. Há custo doar o corpo ou compensação financeira pela doação ? Não. Em ambas situações não há trânsito de numerários.
  5. Qual o trâmite legal para ser um doador potencial em vida ou após a morte ? Simplesmente preencher um formulário  em 2 vias, onde constam dados de identificação do falecido ou doador potencial em vida ou seu representante legal após a morte. Reconhecer a assinatura do declarante em cartório cível e entregar na secretaria do Departamento de Morfologia anexa a Disciplina de  Anatomia Humana, no bairro Fragata, sito Av. Duque de Caxias 255, Campus da Saúde (ao lado do 9º batalhão de infantaria motorizada). Por ocasião do óbito, comunicar telefonicamente o Departamento para a concretização dos detalhes para o deslocamento do corpo para a Anatomia e culminar os detalhes técnicos.

Veja campanha similar e opinões sobre o tema  na USP, UFCSPA, Revista Galileu, Drauzio Varella e Kilvia Muni.

Publicado em 13/12/2019, em Sem categoria.