Início do conteúdo
O PPGCPol

marca

O Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal de Pelotas está primeiramente fundado na significativa presença da área de Ciência Política nos cursos que constituem o Instituto de Filosofia, Sociologia e Política. Em 1985, foi fundado o Curso de Especialização em Ciência Política que, ao longo dos seus 25 anos de existência, formou cerca de 200 alunos. Este foi o embrião do Curso de Graduação em Ciências Sociais (Bacharelado), criado em 1991, ao qual foi acrescentado um novo Curso, o de Licenciatura em Ciências Sociais, em 1994. Em 2006, esse esforço conjunto redundou na implantação do Curso de Mestrado em Ciências Sociais, vinculado ao Comitê de Sociologia/CAPES, contemplando entre suas 04 linhas de pesquisas, uma específica para a Área de Ciência Política, denominada “Cidade, Estado e Esfera Pública”.

O Programa de Pós-Graduação em Ciência Política (PPGCPol) da Universidade Federal de Pelotas teve seu funcionamento recomendado pela CAPES em 2010. Suas atividades iniciaram-se em março de 2011, com a primeira turma de Mestrado formada por treze alunos. Em 2015 o PPGCPol obteve recomendação da CAPES para o funcionamento do curso de Doutorado, cuja primeira turma iniciou as atividades com cinco alunos em 2016. O PPGCPol resulta no esforço de fortalecimento da Área de Ciência Política e Relações Internacionais no âmbito da Universidade e da região sul do Rio Grande do Sul.

O PPGCPol criou parâmetros rigorosos de seleção de discentes e de atribuição de bolsas de pesquisa, sempre tendo como perspectiva a meritocracia e a real dedicação dos estudantes às atividades dos cursos. Tal política tem, neste sentido, privilegiado a sólida formação de recursos humanos com vocação acadêmica.

O PPGCPol possui uma Área de Concentração, “Democracia e Política Contemporânea” e três linhas de pesquisa: “Instituições e Processos Políticos”, “Dinâmicas Políticas e Conflitos Sociais” e “Teoria Política e Teoria Social Contemporâneas”.

Em 2021, o programa completou dez anos de existência.