Início do conteúdo

Manifesto da Faculdade de Educação da UFPel

Manifesto da Faculdade de Educação

A história da Faculdade de Educação da UFPel é marcada pela resistência, pela luta, pelo diálogo. Nasce na resistência ao regime militar, resistência ao obscurantismo, resistência ao dogmatismo. É pela história que construímos desde então que, nesta atual conjuntura social e política, nos manifestamos, enquanto docentes e técnicos administrativos, em defesa da democracia e, consequentemente, da universidade pública, gratuita e de qualidade. Somos a favor do diálogo, do pluralismo de ideias, do respeito às diferenças e do reconhecimento dos direitos humanos. Entendemos que estas são questões que, neste pleito eleitoral, estão sendo colocadas em xeque por discursos marcados pelo ódio e queremos manifestar nossa posição contrária a tais discursos. 

Ademais, ante o panorama histórico que vivenciamos, reconhecemos a teoria pedagógica de Paulo Freire como instrumento de luta pela superação das injustiças sociais, uma teoria fundamentada no compromisso político com a construção democrática da educação, na denúncia e no rompimento a todas as formas de violência, preconceito e supressão da liberdade de expressão. Reivindicamos a importância histórica do legado de Paulo Freire à educação brasileira, e repudiamos com veemência o modo como sua obra vem sendo violentamente deturpada, com constantes ameaças que objetivam o silenciamento e banimento de seus escritos. Destacamos a relevância do educador Paulo Freire, patrono da educação brasileira, o qual nos desafia, ainda nos dias de hoje, a compreender a educação como um ato político. A partir de seu legado, defendemos que o conhecimento se constitui como um dos caminhos possíveis para fortalecer a esperança e sobrepujar as condições de opressão que vivenciam as classes populares.

Assinaturas:

  1. Álvaro Luiz Moreira Hypolito
  2. Aline Accorssi
  3. Ana Cristina Coll Delgado
  4. Ana Paula Bellochio Thones
  5. Ana Ruth Moresco Miranda
  6. Analisa Zorzi
  7. Armando Manuel de Oliveira Cruz
  8. Avelino da Rosa Oliveira
  9. Carla Gonçalves Rodrigues
  10. Caroline Terra de Oliveira
  11. Ceres Maria Ramires Torres
  12. Cristina Farias
  13. Denise Marcos Bussoletti
  14. Dirlei de Azambuja Pereira
  15. Edson Ponick
  16. Eduardo Arriada
  17. Eliane Teresinha Peres
  18. Francisco dos Santos Kieling
  19. Georgina Helena Lima Nunes
  20. Giana Lange do Amaral
  21. Gilceane Caetano Porto
  22. Gomercindo Ghiggi
  23. Heloisa Helena Duval de Azevedo
  24. Iana Gomes de Lima
  25. Jacira Reis da Silva
  26. Jarbas Santos Vieira
  27. Jeane dos Santos Caldeira
  28. Jovino Pizzi
  29. Lígia Cardoso Carlos
  30. Lilian Lorenzato Rodriguez
  31. Lourdes Maria Bragagnolo Frison
  32. Lúcia Maria Vaz Peres
  33. Lui Nörnberg
  34. Luiz Alberto Brettas
  35. Madalena Klein
  36. Magda Floriana Damiani
  37. Maiane Liana Hatschbach Ourique
  38. Mara Rejane Vieira Osório
  39. Márcia Alves da Silva
  40. Márcia Ondina Vieira Ferreira
  41. Maria Antonieta Dall’Igna
  42. Maria Cecília Lorea Leite
  43. Maria das Graças C. da S. M. Gonçalves Pinto
  44. Maria de Fátima Cóssio
  45. Maria de Fátima Duarte Martins
  46. Maria Isabel da Cunha
  47. Maria Manuela Alves Garcia
  48. Maria Simone Debacco
  49. Marlon Freitas de Campos
  50. Marta Nörnberg
  51. Mauro Augusto Burkert Del Pino
  52. Miguel Alfredo Orth
  53. Mirela Ribeiro Meira
  54. Nanci Dallmann Garcia
  55. Neiva Afonso Oliveira
  56. Patrícia Pereira Cava
  57. Patrícia Weiduschadt
  58. Raiza Alves Pereira
  59. Renata Lobato Schlee
  60. Richele Timm dos Passos da Silva
  61. Rita de Cássia Tavares Medeiros
  62. Rogério Costa Würdig
  63. Rosária Ilgenfritz Sperotto
  64. Rose Adriana Andrade de Miranda
  65. Solange Pino de Barros Coelho
  66. Tania Maria Esperon Porto
  67. Valdelaine da Rosa Mendes
  68. Vania Grim Thies
  69. Vera Maria Vidal Peroni
Publicado em 23/10/2018, em Notícias.