Início do conteúdo
    Notícias
  • Nota de Gestão da UFPel

    A administração da Universidade Federal de Pelotas vem a público reiterar a importância da área de Ciências Humanas, notadamente os campos de conhecimento da Filosofia e da Sociologia, considerando as recentes manifestações do governo federal em relação a estas disciplinas. Entendemos que a liberdade e a pluralidade de pensamento, a troca de ideias e o diálogo acadêmico entre as diversas áreas é que permitem o avanço do conhecimento científico e do pensamento complexo, necessários à compreensão da realidade e à atuação na sociedade, de modo a contribuir com a formação profissional e pessoal de forma ética, socialmente comprometida e solidária.

    Assim, cabe às ciências humanas e sociais identificar, porque sabem como fazer, os problemas educacionais, ambientais, culturais, de segurança e também, sob vários aspectos, problemas relacionados à saúde, à habitação e ao funcionamento da sociedade. Precarizar e desvalorizar essas ciências é prejudicar as demais, é diminuir o alcance do conhecimento que a sociedade precisa para evoluir. É, também, recusar o irrecusável: a possibilidade de encontrar soluções que a realidade social demanda.

    Por fim, a administração da UFPel clama ao governo federal que não transforme a educação num terreno de batalhas, visto que somente através dela formaremos a consciência que não se limita a adaptar-se à realidade, mas a transformá-la. Este, aliás, é princípio das ciências humanas e sociais na educação.

    Fonte: http://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2019/05/02/nota-de-gestao-2/

     

  • Programação da Semana dos Museus da UFPel

    Programação da Semana dos Museus da UFPel 2019

    1) Seminário da Semana de Museus da UFPel – Museus como núcleos culturais: o futuro da tradição.

     

    14 de maio

    • 19h – Abertura do Seminário, apresentação musical e lançamentos

     

    Livro Cadernos do Choro de Pelotas

    Apresentação Prof. Dr. Rafael Velloso

    O livro que é o resultado do trabalho colaborativo feito a partir dos projetos de ensino, pesquisa e extensão promovidos pelo Núcleo de Música Popular da Universidade Federal de Pelotas em parceria com o Clube do Choro. O caderno traz 11transcrições de composições de oito compositores da cidade que se dedicaram ao gênero: Julinho do Cavaco, Paulinho Martins, Raul D’ávila, Germano Pinho, Possidônio Tavares, Aloyn Soares, Toinha e Avendano Jr.

     

    Apresentação Musical do Clube do Choro

    E-book Anais da Semana de Museus da Ufpel 2018.

    Apresentação da Profª. Andréa Bachettini

     

    E-book Um museus para todos: manual para programa de acessibilidades.

    Apresentação da Terapeuta Ocupacional Desirée Nobre Salasar

     

    Livro Patrimônio no plural: práticas e perspectivas investigativas (Organizado por Hilda J. de Fraga, Carmen G. B. Schiavon e Carla R. Gastaud).

    Apresentação da Profª Carla Gastaud.

     

    • 20h– Palestra

    Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia e Museus Universitários – Prof. Dr. Marcus Granato – Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio (MAST/UNIRIO)

     

    15 e 16 de maio

    • 18 às 21h – Comunicações de trabalhos (programação a ser divulgada)

    Local: Auditório do Museu do Doce – Praça Coronel Pedro Osório, 8 – Centro, Pelotas.

    Inscrição como ouvinte no Seminário, clique aqui.

    Grade de apresentação de Comunicações – Semana dos Museus da UFPel 2019

     

    Dia 15 – Quarta-feira

     

    Horário Apresentador(a) Título
    18h Gabriela da Costa Gomes Experiência em curadoria na exposição ‘L.C. Vinholes: Constelações e fronteiras dissipadas’.
    18:15 Stela Soares Kubiaki O lugar da Palavra – Desafios de Curadoria na construção da Exposição L. C. Vinholes: Constelações e Fronteiras Dissipadas
    18:30 Otavio Oliveira Boszczovski A materialidade do livro como um arquivo de troca social: um estudo de caso da restauração do livro infantil “Mamãe Coelha”
    18:45 André Alexandre Gasperi A Transdisciplinaridade na formação do núcleo cultural do patrimônio sob a ótica da conservação e restauração
    19h DEBATE
    19:30 Pétrya Brião Bischoff Projeto de restauro de escultura religiosa de madeira policromada – Crucifixo
    19:45 Kerllen Peres Cavalheiro Projeto de Restauração de uma escultura policromada – Imagem de Santa Luzia do Museu Municipal da Baronesa
    20h Giovana Borges Peres O resgate e restauração de uma obra de Antônio Cândido de Menezes
    20:15 Isis Fófano Gama Restauração de uma pintura sacra equatoriana como preservação da memória e difusão da tradição.
    20:30 DEBATE

     

    Dia 16 – Quinta-feira

     

    Horário Apresentador(a) Título
    18h Daniela Vieira Goularte

    Reflexões acerca da relação entre o patrimônio industrial e a museologia

     

    18:15 Fabiane Rodrigues Moraes Projeto de Visibilidade do Negro: outras histórias no Museu da Baronesa, Pelotas, RS
    18:30 Miriã da Mota Manoel

    Organização da Documentação Museológica do Museu do Doce.

     

    18:45 Gabriela Gonçalves da Rosa Ferreira Documentação e Pesquisa Museológica: Coleção Alcir Nei Bach
    19h DEBATE
    19:30 Lúcia Maria Timm Maske

    Brincando com o patrimônio no Museu do Doce

     

    19:45 Fernanda Karolaine Dutra da Silva

    O Museu Aberto como uma proposta digital para o Ensino de Ciências

     

    20h Cinara Tonello Postringer Sala de Leitura Érico Veríssimo e suas Micropolíticas de formação do Leitor Literário.
    20:15

    Menderson Correia Bulcao

     

    A Cultura Visual dos Relicários da Companhia de Jesus na Catedral Basílica de Salvador-Bahia: A leitura da tradição escultórica da oficina jesuíta através da tríade dos paradigmas da imagem
    20:30 DEBATE

     

    2) Reabertura do museu na nova sede do Museu de Ciências Naturais Carlos Ritter

    Inauguração de salas de exposições com os temas “Evolução das Aves”, “Bioma Pampa” e “Ceslau Maria Biezanko”.

    Local: Praça Coronel Pedro Osório, 1 – Centro, Pelotas.

    Data: 13 de maio

    3) Exposição “EBA 70 anos: da Escola de Belas Artes de Pelotas ao Centro de Artes da UFPEL”

    Local: Museu de Arte Leopoldo Gottuzo (MALG) – Praça 7 de Julho, 180 – Centro, Pelotas

    Data: 19 de março a 19 de maio.

    Horário: 10h às 19h30.

    4) Conversa com artistas e professores sobre a exposição “EBA 70 anos: da Escola de Belas Artes de Pelotas ao Centro de Artes da UFPEL”.

    Local: Museu de Arte Leopoldo Gottuzo (MALG) – Praça 7 de Julho, 180 – Centro, Pelotas

    Data: 15 de maio

    Horário: 17h às 19h.

    5) 1º Encontro dos Museus Coloniais da Serra dos Tapes.

    Local: Auditório do Museu do Doce

    Data: 16 de maio

    Horário: 16h às 18h

    6) ANTE │VER │ TE Intervenção no jardim do MALG

    Projeções de vídeos no edifício do MALG, com performances executadas nas suas galerias durante a Semana dos Museus, produzidos por alunos do Mestrado em Artes Visuais do Centro de Artes da UFPEL.

    Local: Jardins do Museu de Arte Leopoldo Gottuzo (MALG) – Praça 7 de Julho, 180 – Centro

    Data: 17, 18 e 19 de maio

    Horário: 19h.

    7) Exposição “A tradição dos Doces Coloniais em Pelotas”

    Local: Museu do Doce – Praça Coronel Pedro Osório, 8 – Centro, Pelotas.

    Data: 28 de março a 30 de junho

    Horário: 14h às 18h30 (terça a sexta) e 14h às 18h (sábado e domingo)

    8) Visita ao acervo do HISALES – História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares

    Local: Rua Almirante Barroso, 1202 – sala 101-H (Campus 2 da UFPel)

    Data: 13 a 17 de maio

    Horário: 9h às 11h30 e das 14h às 17h30 (Aberto ao público em geral)

    Visitas guiadas para escolas devem ser agendadas pelo e-mail grupohisales@gmail.com

    Informações sobre o HISALES: https://wp.ufpel.edu.br/hisales/

    9) Roteiro dos museus e coleções da UFPel “Um percurso de tradições e sentidos

    Atividade com as escolas – visitas guiadas às exposições e atividades de sensibilização e educação patrimonial nos museus da UFPel localizados no centro histórico de Pelotas.

    Data: 17 de maio

    Horários: 9h às 17h

    Atividades previstas no roteiro:

    Museu do Doce

    • Visita guiada à exposição.
    • “Doces Tradições” – percurso multissensorial para aguçar os doces sentidos da tradição doceira de Pelotas.
    • “Temperando os sentidos” – circuito sensorial com ervas e temperos das nossas tradições e observação da morfologia das plantas.

    Museu de História Natural Carlos Ritter

    • Visita guiada à exposição.
    • Biodiversificando  –  atividade da Gestão Ambiental do DNIT que será desenvolvida através da  projeção de vídeos de armadilhas fotográficas com registros de animais silvestres da nossa região. Horário: 9 as 10h e das 14 as 15h, (atividade com agendamento prévio museucarlosritter@gmail.com)
    • Canção dos Bichos: rock & naturez  – a apresentação do projeto musical da Gestão Ambiental da BR-116/392. Horário: 9 as 10h e das 14 as 15h, ( atividade com agendamento prévio museucarlosritter@gmail.com)

    Museu da Arte Leopoldo Gottuzo – MALG

    • Visita guiada à exposição do MALG.
    • Atividade nos jardins organizada pelo Museu de Arqueologia e Antropologia (MUARAN) “Saberes e Fazeres multidisciplinares” mostra de artefatos arqueológicos históricos, atividades didáticas envolvendo escavação simulada, análise e interpretação de achados e contextos arqueológicos.
    • Encerramento do roteiro – atividade lúdica sobre as visitas.

    Informações e agendamento das escolas pelo e-mail: redemuseusufpel@gmail.com

     

    10) Conversa sobre Restauração: Preservando as tradições – Análise prévia de danos do Monumento ao Laçador de Antonio Caringi

    A conversa sobre os os estudos prévios realizados na Escultura do Laçador de Antonio Caringi para embasar o projeto de restauração.

    – Palestrante: Ricardo Jaekel dos Santos, Conservador – Restaurador de Bens Culturais Móveis, Mestre em Memória Social e Patrimônio Cultural pela UFPel.

    – Data: 17 de maio de 2019

    – Horário: 19h

    – Local Auditório do Museu do Doce – Praça Coronel Pedro Osório, 8 – Centro, Pelotas.

    – Número de Vagas: 70 lugares – Inscrições no dia 17/05/2019 as 18h:30min no próprio local.

    11) Tour dos Museus da Serra dos Tapes com observação do céu escuro

    Visitas aos museus da Serra dos Tapes – Museu Gruppelli, Museu da Colônia Francesa e Museu Histórico de Morro Redondo. No início da noite será feita a observação do céu escuro, somente possível distante das luzes da cidade. A visita aos museus é guiada pelos professores e bolsistas de projetos vinculados aos museus. A equipe do Planetário da UFPel orientará as atividades de observação do céu escuro.

    Data: 18 de maio de 2019

    Saída: 10h – Retorno previsto: 22h

    Local de saída e retorno: RU antigo

    Roteiro:

    – Museu da Colônia Francesa

    – Almoço no restaurante da família Gruppelli

    – Visita ao Museu Gruppelli

    – Visita à localidade da Colônia Maciel (núcleo da imigração italiana na Serra dos Tapes, com a Igreja Sant’Ana, cemitério e ações de educação patrimonial)

    – Museu do Morro Redondo – café e atividade com equipe do Planetário – Observação do céu escuro.

    Observações:

    • – A atividade é aberta somente aos discentes, docentes e técnicos administrativos da UFPel.
    • – Traslado e visita aos museus e atrativos da colônia são gratuitos.
    • – No ato da inscrição, informar a reserva de almoço. Custo de R$ 30,00 (bufê livre, vários tipos de saladas e carnes, bebida à parte).
    • – Quem preferir levar sua refeição encontrará recantos aconchegantes para comer com seus amigos no almoço ou no café da tarde.
    • O número de vagas é limitado.

    Para participar do Tour de Museus, preencha o formulário aqui

    Informações da programação da Semana dos Museus UFPel 2019

    pelos e-mails:

    redemuseusufpel@gmail.com

    semanadosmuseusufpel@gmail.com

  • Convite para tratar da Proposta do Plano Anual de Atividades Docentes

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

    INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS

    Prezados colegas:

    Atendendo solicitação do Vice-Reitor da UFPel, convido as Professoras e Professores lotados no ICH para participarem de uma reunião  para tratar sobre o processo 21110.015028/2019-18  que traz o Memorando Circular n° 02/GVR a respeito da Proposta de Plano Anual de Atividades Docentes. 

    A reunião será no dia 30/04, no auditório 2 do Centro de Artes em dois horários que serão:

    CENG / FAURB / CA – às 10h;

    FAE / IFISP / ICH – às 14h30.

    Portanto, para os professores lotados no  ICH, está previsto o horário das 14h30min.

    Porém, caso os professores tenham aulas no horário da reunião, na parte da tarde, podem optar em participar da reunião agenda as 10h. O importante é que todos os docentes participem.

     

    Sebastião Peres

    Diretor do ICH

  • Curso WordPress Institucional – inscrições abertas

    A Coordenação de Desenvolvimento de Pessoal (CDP/PROGEP), em conjunto com a Coordenação de Sistemas de Informação (PROGIC), divulga que estão abertas as inscrições para o “Curso de WordPress Institucional”, que ocorrerá entre 06/05 e 06/07, na modalidade on line (sem tutoria).

    O objetivo da ação é capacitar os servidores para trabalharem com WordPress e com os plug-ins, widgets e temas disponibilizados na plataforma WordPress Institucional da UFPel, tanto para aprendizagem inicial do sistema, quanto para aprimoramento e atualização.

    Maiores informações e inscrições aqui.

  • Prêmio CAPES de Tese – Edição 2019

    Estão abertas as inscrições para o Prêmio CAPES de Tese – Edição 2019 , promovido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, em parceria com a Fundação Carlos Chagas, com a Comissão Fulbright, com o Instituto Serrapilheira e com o Instituto Ayrton Senna.

    A edição deste ano tem como objetivo selecionar as para as melhores teses de doutorado defendidas em 2018, selecionadas em cada uma das quarenta e nove áreas de avaliação reconhecidas pela CAPES nos Programas de Pós-Graduação adimplentes no Sistema Nacional de Pós-Graduação.

    As inscrições podem ser realizadas, exclusivamente, pelo site http://pct.capes.gov.br/inscricao até às dezoito horas do dia 31 de maio de 2019.

    São duas categorias de premiações: Prêmio CAPES de Tese e o Grande Prêmio CAPES de Tese: 

    • O Prêmio CAPES de Tese consiste em:

    I. passagem aérea e diária para o autor e um dos orientadores da tese premiada para que compareçam à cerimônia de premiação que ocorrerá em Brasília. Serão custeadas passagens somente de trechos que compreendam o território brasileiro;

    II. certificado de premiação a ser outorgado ao orientador, coorientador(es) e ao programa em que foi defendida a tese;

    III. certificado de premiação e medalha para o autor;

    IV. prêmio ao orientador para participação em evento acadêmico-científico nacional, no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais);

    V. bolsa para realização de estágio pós-doutoral em instituição nacional por até 12 meses para o autor da tese.

    VI. Serão concedidos os seguintes prêmios adicionais por entidades parceiras:

    a) Pela Fundação Carlos Chagas, cobrindo as áreas de Educação e de Ensino, um prêmio para o(a) autor(a) da tese vencedora no valor de R$ 15.000,00 (quinze mil reais) em cada uma das duas áreas, e quatro prêmios na categoria Menção Honrosa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) cada, sendo duas premiações de Menção Honrosa em cada uma das duas áreas;

    b) Pela Comissão Fulbright, 01 (uma) bolsa de pós-doutorado, pelo período de 04 (quatro) meses, no valor total de US$ 16.000,00 (dezesseis mil dólares americanos), para um dos inscritos no Prêmio CAPES de Tese cujo trabalho evidencie a amplitude e a profundidade das relações Brasil e Estados Unidos.

    • O Grande Prêmio CAPES de Tese consiste em:

    I. certificado de premiação e troféu para o autor (a);

    II. certificado de premiação a ser outorgado ao orientador(es), coorientador(es) e ao programa em que foi defendida a tese;

    III. prêmio ao orientador para participação em congresso internacional, no valor de R$ 9.000,00 (nove

    mil reais), que será implementado pela Diretoria de Relações Internacionais na Coordenação Geral de Bolsas e Projetos;

    IV. bolsa para realização de estágio pós-doutoral em instituição internacional por até 12 meses para o autor(a) da tese, que será implementado pela Diretoria de Relações Internacionais na Coordenação Geral de Bolsas e Projetos.

    V. Dois prêmios no valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), cada um, concedidos pelo Instituto Serrapilheira para o premiado do “Grande Prêmio CAPES de Tese Graziela Maciel Barroso” e para o premiado do “Grande Prêmio CAPES de Tese Oscar Sala”;

    VI. Um prêmio no valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), concedido pelo Instituto Ayrton Senna para o premiado do “Grande Prêmio CAPES de Tese Josué de Castro”.

    Para mais informações, acesse aqui o regulamento e especificidades completas do edital.

  • Projetos de Extensão podem inscrever propostas para o SEURS

    Projetos de Extensão da Universidade Federal de Pelotas (PREC/UFPel) podem inscrever propostas no processo de seleção interna que visa a participação no 37º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul (SEURS). O evento vai ocorrer em Florianópolis/SC, nos dias 3 e 4 de julho, sob a temática “Extensão Universitária e Inovação”.

    A inscrição deverá ser realizada por e-mail, impreterivelmente até o dia 5 de maio de 2019.

    Conforme informa o edital do evento, esta edição “reforça o conceito de uma extensão universitária transformadora da realidade social através da aplicação de conhecimentos, práticas, criações e inovações promovidas no âmbito universitário, gerando valor e benefícios à sociedade”.

    Informações sobre o edital e documentos –  https://wp.ufpel.edu.br/prec/2019/04/18/37o-seurs-inscricao-de-propostas/

     

  • II Semana Africana de Pelotas

    A II semana Africana de Pelotas acontecerá entre os dias 23 e 25 de maio de 2019 no Campus 2 do ICH/UFPel – RS.

    O tema desta segunda edição será “As relações entre o continente africano e o Brasil”. Ao escolher este assunto, queremos trazer para o debate as relações entre o Brasil e este continente. Queremos ressaltar a importância da celebração do Dia Internacional da África e principalmente, fazer uma reflexão sobre as relações históricas entre o Brasil e o continente africano, num momento que as relações políticas entre o atual governo e o continente é incerta. O evento contará com palestras, mesas de discussão, apresentação de trabalhos e atividades culturais e esportivas.

    Nesta edição, uma das novidades é apresentação de comunicação por parte de estudantes de graduação, mestrado e doutorado, além de professores da rede básica de ensino. As inscrições de trabalhos – arquivos em formato word – deverão apresentar no máximo 2.000 caracteres em que constem o nome do(s) autor(es), titulação/vinculação institucional, título, resumo apresentando o tema da pesquisa ou relato da experiência pedagógica, com seus objetivos e menção às fontes bibliográficas e documentais utilizadas. As submissões de trabalhos deverão ser realizadas através deste link no período entre 05/04/2019 e 03/05/2019. Os resumos e relatos de experiências pedagógicas serão submetidos à avaliação da Comissão Científica e os trabalhos aprovados serão comunicados através do e-mail do evento até o dia 15/05/2019.

    A II semana Africana de Pelotas é um evento acadêmico, cultural e esportivo, organizado pelos estudantes africanos em Pelotas em parceria com o Centro Acadêmico de História, estudante de diversos cursos e conta com a comissão científica formados por professores do curso de História da UFPel.

    No dia 25 de maio comemora-se o Dia da África, data em que 32 chefes de estado africanos se reuniram na Etiópia, em 1963, e criaram a Organização de Unidade Africana (OUA), com objetivo de libertar o continente africano do colonialismo e do apartheid, e ainda promover a emancipação do seu povo.

    Devido à importância desta reunião, em 1972, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o dia 25 de maio como o Dia da África ou Dia da Libertação da África.

    Para a cidade, a organização do evento traz para o centro do debate temas de interesse da comunidade acadêmica, negra e da cidade em geral.

     

  • 2ª Edição do Cine NEMuCS

     

    A partir da temática geral “a ciência em tempos de resistência”, a 2ª edição do Cine NEMuCS traz à baila o debate entre diferentes formas de compreensão do real e a importância da ciência no contexto atual de ascensão do pensamento mítico-obscurantista.

    Discute, também, a especificidade da atuação das mulheres na ciência brasileira, com ênfase nas dificuldades impostas pela discriminação de gênero.

    O Cine NEMuCS, ciclo de exibição de filmes/documentários e debates, é um projeto de extensão vinculado ao Curso de Bacharelado em Museologia/UFPel, e ao Núcleo de Estudos Sobre Museus, Ciência e Sociedade (NEMuCS)/UFPel.

    As sessões são gratuitas e abertas ao público e ocorrem no Instituto de Ciências Humanas (ICH) Campus 2  –  Rua Almirante Barroso, 1202, sala 310 Centro- Pelotas.

    Veja a programação:

    10/5 – 14h
    “A Terra é Plana” (2018)
    Comentários: profa. Virgínia Alves (IFM/UFPel)

    05/07 – 14h
    “Physis – Substantivo Feminino” (2015)
    Comentários: profa. Aline Accorssi (FaE/UFPel)

  • 37º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul

    37º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul

    37º Seminário de Extensão Universitária da Região Sul ocorrerá dias 3 e 4 de julho de 2019, na Universidade Federal de Santa Catarina, no Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima, em Florianópolis.

    Com o tema “Extensão e Inovação”, o seminário vem reforçar o conceito de uma extensão universitária transformadora da realidade social, não se limitando apenas à formação de alunos, através da aplicação de conhecimentos e práticas além da universidade, gerando valor e permitindo que a sociedade possa se beneficiar de criações e inovações desenvolvidas no âmbito universitário, ajudando a resolver problemas sociais e mercadológicos.

    Tendências da inovação para se explorar com a extensão universitária: Futuro do Trabalho, Novas Tecnologias, Pensamento Pós-digital e Metodologias de Exploração de Futuro.

    37º SEURS

  • Museus como Núcleos Culturais: o futuro das tradições

    A Rede de Museus da UFPel promove, de 14 a 16 de maio, o Seminário da Semana dos Museus 2019, tendo como tema Museus como núcleos culturais: o futuro da tradição, tal qual proposto pelo IBRAM para a Semana Nacional dos Museus deste ano.

    Acesse o formulário de inscrição na condição de ouvinte do Seminário

    Acesse o edital para as propostas de comunicações

    Local: Auditório do Museu do Doce – Praça Coronel Pedro Osório, 8 – Centro, Pelotas.