Início do conteúdo
    Notícias
  • Reitor anuncia aprovação do Doutorado em História

    IV EIFI é local de importante comunicado do Reitor

    Na noite de ontem, dia 25 de outubro, o Reitor da Universidade Federal de Pelotas, Prof. Pedro Rodrigues Curi Hallal, fez-se presente à conferência do Prof. Cláudio Batalha e, na oportunidade, anunciou que a Diretoria de Avaliação da CAPES informou a Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Inovação da UFPel sobre a aprovação do curso de Doutorado em História no Programa de Pós-Graduação em História.

    Muito comemorado pela comunidade acadêmica presente no Encontro, a inclusão do nível Doutorado no PPGH é um sonho antigo e, como bem lembrou o Coordenador do PPGH, Prof. Edgar Gandra, a proposta enviada tem substancial contribuição das pesquisas e textos produzidos por Beatriz Ana Loner.

    Para o IV EIFI e o Núcleo de Documentação História da UFPel – Profa. Beatriz Loner é bastante gratificante e sintomático que importante conquista, como esta, seja anunciada em um evento que homenageia uma docente dedicada à pesquisa e ao ensino de forma exemplar. Bia, como ressaltaram as coordenações do PPGS, PPGH (ambos da UFPel) e do PPGH da Universidade Federal de Santa Maria, foi responsável direta pela criação e consolidação destes três programas.

    Esta conquista é da UFPel, do Curso de História e de Beatriz Ana Loner!

    Fonte: https://wp.ufpel.edu.br/eifi/2018/10/26/iv-eifi-e-local-de-importante-comunicado-do-reitor/

  • Servidores TAEs têm até o dia 31 para cadastrar Plano de Trabalho para Progressão por Mérito

    O sistema Cobalto está disponível, até 31 de outubro, para que os servidores técnico-administrativos cadastrem seus Planos de Trabalho para o processo avaliativo da Progressão por Mérito. A partir do dia 1º de novembro, os servidores terão acesso ao sistema para realizarem a avaliação do seu desempenho.

    Servidores que não cadastrarem o Plano de Trabalho não poderão realizar a avaliação de seu desempenho. Todos devem participar, inclusive os servidores que realizam suas atividades junto ao Hospital Escola (HE). Tanto o Plano de Trabalho quanto a avaliação serão realizados somente no Sistema Cobalto.

    As Progressões por Mérito correspondem ao desenvolvimento funcional do servidor na carreira, através da mudança no padrão de vencimento, mediante avaliação de desempenho. Para que o servidor consiga progredir na carreira, deverá participar do processo avaliativo.

    O passo a passo completo está aqui.

    Sobre a Progressão por Mérito
    É efetivada na data em que o servidor completa o interstício legal de 18 meses contados a partir da data de exercício no cargo, acrescentando-se à contagem o tempo relativo à ocorrência de algumas licenças e afastamentos previstos em lei, tais como faltas não justificadas e licenças para interesses particulares. Saiba mais aqui.

     

    Fonte: http://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2018/10/18/servidores-taes-tem-ate-o-dia-31-para-cadastrar-plano-de-trabalho-para-progressao-por-merito/

  • IV EIFI começa hoje e homenageia Profa. Bratriz Loner

    IV Encontro Internacional Fronteiras e Identidades

    Do dia 24 (quarta) ao dia 26 (sexta) de outubro acontecerá no auditório do Centro de Pós-Graduação (Alberto Rosa, em frente ao ICH) o IV EIFI, que, nesta edição, homenageará a obra da professora da UFPel, Beatriz Loner, recentemente falecida.

    Os temas do evento serão marxismo e história, mundos do trabalho e pós-abolição. O encontro terá 16 simpósios temáticos durante a manhã (com temas diversos), mesas redondas no período da tarde e conferências à noite.

    As inscrições podem ser feitas no local do evento. Os participantes receberão certificados de 40 horas.

    O encontro é uma promoção do Programa de Pós-Graduação em História e do Núcleo de Documentação Histórica da UFPel. São parceiros, nesta edição, os programas de Pós-Graduação da Sociologia e da Educação.

    Programação

    24, 25 e 26 de outubro de 2018.

     

    Locais: Auditório do CEHUS | Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Ciências Humanas, Sociais, Sociais Aplicadas, Artes e Linguagem | UFPel (Conferências, Debate e Mesa-Redonda) |salas de aula do prédio do Instituto de Ciências Humanas da UFPel e mini-auditórios do CEHUS (Simpósios temáticos)

     

    24 de outubro

    • 18 horas: Cerimônia de abertura.
    • 19 h: Conferência de abertura: Socialismo y cultura: ¿de dónde vienen las ideas socialistas? Pablo Pozzi (UBA).

     

    25 de outubro

    • Manhã: Simpósios temáticos.
    • 14 horas: Debate sobre a obra de Beatriz Loner: Construção de classe. Diorge Konrad (UFSM), Eduardo Palermo (Museo del Patrimonio – Intendencia Departamental de Rivera – UY) e Clarice Speranza (UFRGS).
    • 19 horas: Conferência: Mundos do Trabalho. Cláudio Batalha (UNICAMP)

     

    26 de outubro

    • Manhã: Simpósios temáticos.
    • 14 horas: Mesa-Redonda: Afrodescendentes na região sul: Joseli Mendonça (UFPR), Luana Teixeira (UFSC) e Paulo Moreira (UNISINOS)
    • 18 e 30: Beatriz Loner e sua atuação nos movimentos sociais
    • 19 horas: Conferência de encerramento: Pós- Abolição. Profa. Hebe Mattos (UFF)

    Mais informações em: https://wp.ufpel.edu.br/eifi/

     

  • Conselho Departamental organizou as listas tríplices para Direção do ICH e confirma a consulta à comunidade

    A Reunião do Conselho Departamental do Instituto de Ciências Humanas, ocorrida na quinta-feira (18/10/2018),  confirmou a escolha do professor Sebastião Peres para Diretor e da professora Andréa Bachettini para Vice-Diretora do Instituto de Ciências Humanas no período 2018-2022.

    Escolha seguiu as regulamentações vigentes

    Inicialmente o presidente do CD, professor Sidney, esclareceu que o processo de escolha de Diretor e Vice-Diretor de unidades acadêmicas está regulado pelo Decreto Nº 1.916, de 23 de maio de 1996, que regulamenta o processo de escolha dos dirigentes de instituições federais de ensino, nos termos da Lei Nº 9.192, de 21 de dezembro de 1995. Explicou que, nos termos da legislação vigente “o colégio eleitoral que organizar as listas tríplices observará o mínimo de setenta por cento de participação de membros do corpo docente em sua composição”, como ocorre com o Conselho Departamental do ICH. Salientou que “o colegiado máximo da instituição poderá regulamentar processo de consulta à comunidade universitária, precedendo a elaboração das listas tríplices, caso em que prevalecerão a votação definida no § 2º e o peso de setenta por cento dos votos para a manifestação do corpo docente no total dos votos da comunidade”. Que “o Diretor e o Vice-Diretor de unidade universitária serão nomeados pelo Reitor, observados, para a escolha no âmbito da unidade, os mesmos procedimentos e critérios prescritos neste artigo” que regulamenta a escolha de Reitor e Vice-Reitor.

     

    Consulta à comunidade foi homologada pelo CD

    Nesse sentido, explicou que a consulta realizada pelo Conselho Departamental do ICH, ao utilizar o voto universal não seguiu os procedimentos definidos pela lei e, sendo assim, não tem validade jurídica nesse processo. A consulta comunitária apontou 234 (duzentos e trinta e quatro) votos no total, sendo 225 (duzentos e vinte e cinco) votos para a chapa 1, única inscrita na consulta, que tinha como candidato à Direção o professor Sebastião Peres e à Vice-Direção a professora Andréa Bachettini, três votos brancos e seis votos nulos. O professor Sidney lembrou que a tradição do ICH é de proceder a consulta comunitária com o voto universal e, mesmo que o processo da consulta realizada não possa ser incluído como elemento do processo, havia o comprometimento de todos em respeitar a consulta realizada. De qualquer modo, em atendimento à legislação, será feita a escolha nos termos estabelecidos, de modo que o processo não possa ser contestado. Na sequência, será feita a organização das respectivas listas tríplices.

     

    Chapa Integração apresentou seu programa

    Considerando que houve uma chapa postulante à gestão, o professor Sidney sugeriu que fosse feita a exposição de motivos por parte dos candidatos. O encaminhamento foi aceito. O professor Sebastião Peres se manifestou, na condição de candidato à Direção, juntamente com a professora Andréa Bachettini, candidata à Vice-Direção. Disse que queria deixar claro o fato de que existe uma certa continuidade nos projetos das últimas gestões do ICH e que pretendiam dar sequência aos projetos já iniciados. A chapa optou por destacar o caráter de integração como palavra-chave do processo de gestão que desejam implantar. Destacaram a necessidade de integração entre a graduação e a pós-graduação, entre o ensino, a pesquisa e a extensão, e também entre as diversas áreas de conhecimento que compõem a unidade, assim como a integração entre os três segmentos da comunidade acadêmica. Também destacaram a necessária integração entre os diversos setores de gestão, a necessidade de integração de todos nos processos de gestão e, por fim, destacaram a necessidade de integração física do ICH em um espaço comum. Junta-se à presente ata o documento “Programa de Gestão”, apresentado durante a reunião. A professora Andréa se manifestou dizendo que havia resolvido aceitar o desafio da gestão principalmente em função da proposta de integração. Trabalha em uma área que há muito tempo está isolada do todo do ICH e que isso está sendo mudado de modo que a integração seja uma realidade de fato. Coloca-se à disposição para atender as demandas de todos.

    Programa de Gestão da Chapa Integração: Sebastião e Andrea_2018_2022

     

    Membros do CD felicitaram os candidatos

    O professor Moisés se manifestou cumprimentando os candidatos pela iniciativa e se colocou à disposição para contribui no que for possível durante a gestão no sentido de construir um ICH integrado. Também o professor Roberto se manifestou agradecendo a disponibilidade dos professores Sebastião e Andréa, disse que Sebastião já havia sido chefe do departamento no qual ingressou na universidade e sua atuação foi muito importante, um verdadeiro exemplo de profissional no serviço público. No mesmo sentido, reconhece na atuação da professora Andréa amplas possibilidades de sucesso. O professor Miguel disse que as palavras anteriores resumiam muito bem o espírito de todos. O sentido proposto pelo professor Sebastião, de integração era muito bem vindo, face a necessidade de união na construção do ICH e tinha a certeza de que com esse espírito isso seria possível. A professora Ana disse que reconhecia as capacidades dos colegas e colocou seu trabalho à disposição. Reconhece que há momentos em que as diferenças entre os cursos são necessárias, mas fundamentalmente há momentos em que a união do ICH é necessária. Também a professora Rosane salientou que a palavra integração era muito importante no momento e parabeniza a chapa pela escolha. A professora Giovana se disse muito contente com a eleição dos colegas e que considera muito importante a disponibilidade dos colegas em assumir o encargo tendo em vista isso ser fundamental para o sucesso. O conselheiro Cleoni se manifestou dizendo se sentir muito contente, como representante de origem no curso de História, por reconhecer a capacidade de trabalho do professor Sebastião. Colocou-se à disposição para contribuir. A conselheira Mariuza agradeceu o acolhimento que tem tido no ICH e se coloca à disposição para ajudar no que for possível e parabeniza aos professores pela proposta apresentada. A professora Louise disse que também se colocava à disposição e parabenizava os colegas pela eleição. O professor Sidney se manifestou dizendo da satisfação que tinha em verificar o interesse dos colegas Sebastião e Andréa em assumir a gestão da unidade. Tinha certeza, pelo tempo em que contou com o trabalho do professor Sebastião na Vice-Direção, que a Direção do ICH estava muito bem encaminhada. Ao longo de toda a gestão o professor Sebastião foi muito mais do que um Vice-Diretor que assumiu apenas nos impedimentos regimentais, mais do que isso, esteve sempre presente, tornando a tarefa de administrar muito mais fácil. Desejou a mesma sintonia na próxima gestão. Disse ainda ser importante dar continuidade aos trabalhos já desenvolvidos e que a escolha dos dois representava também um aval aos projetos desenvolvidos até então. Por fim, se colocou à disposição e desejou sucesso aos colegas.

     

    Listas Tríplices

    Logo em seguida o professor Sidney passou a organizar as listas tríplices. Assim, “a votação será uninominal, devendo as listas ser compostas com os três primeiros nomes mais votados em escrutínio único, onde cada eleitor vota em apenas um nome para cada cargo ser preenchido”. Em primeiro lugar foi feita a votação uninominal para o cargo de Diretor do ICH. Foram apontados 10 (dez) votos para o professor Sebastião Peres, 02 (dois) votos para o professor Miguel e 01 (um) voto para o professor Moisés. Depois, foi feita a votação uninominal para o cargo de Vice-Diretor do ICH. Foram computados 10 (dez) votos para a professora Andréa Bachettini,  02 (dois) votos para a professora Ana e 01 (um) voto para a professora Rosane. Sendo assim, a lista tríplice para Diretor do ICH fica composta pelos professores Sebastião Peres, Miguel Pinto de Oliveira e Moisés Ortemar Rehbein. A lista tríplice para Vice-Diretor do ICH fica composta pelas professoras Andréa Lacerda Bachettini, Ana Inez Klein e Rosane Aparecida Rubert.

    Nesta segunda-feira (22/10/2018) as respectivas listas foram encaminhadas para a Reitoria que deverá emitir portarias nomeando os indicados para posterior posse.

  • Professor Sebastião Peres será o novo Diretor do ICH e professora Andréa Bachettini a nova Vice-Diretora

    A comunidade do Instituto de Ciências Humanas (ICH), elegeu em votação universal a nova direção da Unidade, professor Sebastião Peres, como Diretor, e professora Andréa Bachettini, como Vice-Diretora.

    A eleição foi realizada  no dia 16 de outubro de 2018, terça-feira e contou com a presença dos três segmentos da universidade lotados no ICH, servidores Docentes, servidores Técnico-Administrativos e discentes. O voto foi universal, seguindo a tradição das consultas feitas na unidade.

    Na quinta-feira (18/10/2018) haverá reunião do Conselho Departamental do ICH para elaboração das listas tríplices a serem encaminhadas à Reitoria para oficialização dos nomes indicados. Na sequência, o Reitor deverá dar posse aos eleitos.

    O mandato da atual gestão, professor Sidney Gonçalves Vieira, Diretor e professor Sebastião Peres, Vice-Diretor, será encerrado em 03/11/2018, sendo a nova direção empossada para um mandato de quatro anos.

     

  • ICH escolhe nova Direção 2018-2022

    Eleição para Direção do ICH
    “A Comissão Eleitoral comunica que em 16/10/2018 (terça-feira) estará fazendo a consulta à comunidade acadêmica para Direção do ICH/ 2018.
    As urnas estarão disponíveis no Campus I do ICH, para os cursos de Graduação e Pós-graduação em História; Antropologia e Ciências Econômicas e no Campus II do ICH, para os cursos de Graduação e Pós-graduação em Conservação e Restauro; Geografia e Museologia.
    O horário de votação será das 10h às 12h; das 13h e 30m. às 16h e das 18h e 30m. às 20h e 30m. Contamos com a participação de todos e todas! “
    A Comissão Eleitoral
  • Ciências Econômicas: PPG em Organizações e Mercados terá curso de Doutorado

    A Universidade Federal de Pelotas teve mais um curso de doutorado aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (CAPES): o programa de pós-graduação em Organizações e Mercados, do Departamento de Economia do Instituto de Ciências Humanas da UFPel, está autorizado a oferecer vagas nesse nível de stricto sensu.

    Focado na área de Economia Aplicada, o programa manterá para o novo doutorado as mesmas linhas de pesquisas que já vem sido trabalhadas pelos pesquisadores de mestrado e seus orientadores: Economia da Saúde, da Educação e do Trabalho e Finanças e Economia Rural e do Meio Ambiente.

    O Doutorado em Organizações e Mercados da UFPel é o primeiro do interior do estado: até hoje, os demais doutorados em Economia do estado estão localizados em Porto Alegre. “Esse é um ponto que merece destaque”, afirma o coordenador do PPG, Felipe Garcia.

    O dirigente do programa mostrou-se bastante satisfeito com a notícia da aprovação da proposta de doutorado, divulgada nesta sexta-feira (5). “É um reconhecimento do nosso trabalho e do nosso empenho”, diz Garcia, ao lembrar que essa consideração já havia sido apontada na última avaliação do PPG, quando este teve seu conceito elevado para o nível 4, o que possibilitou a inscrição da proposta do novo doutorado. Ele lembra que este é um programa jovem, criado em 2009, e que mesmo com corpo docente enxuto, de cerca de 10 professores, tem conseguido desenvolver pesquisa de excelência.

    Para o coordenador, esse resultado é fruto do alinhamento das pesquisas desenvolvidas no âmbito do PPG com aquilo que há de mais moderno na pesquisa em Economia, em especial de uma das áreas que tem concentrado mais a atenção de seus pesquisadores: o impacto dos programas sociais no desenvolvimento humano e nas condições do mercado de trabalho. “Tudo isso utilizado as técnicas mais modernas de pesquisa em Economia”, explica.

    A partir de agora, a expectativa é de uma qualificação ainda maior do trabalho desenvolvido pela unidade. “Com o doutorado, nossos alunos ficam conosco mais tempo, desenvolvendo pesquisas mais aprofundadas”, pontua o docente. Essa visão é partilhada pelo pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação da UFPel, Flávio Demarco, que também comemora a aprovação da proposta: “Nossos estudantes acabavam migrando para outros programas justamente quando começariam a realizar uma produção mais consistente”. Outras portas abertas com esse novo curso são as da internacionalização.

    A previsão é que o novo doutorado já tenha suas primeiras atividades no primeiro semestre letivo de 2019. De acordo com Garcia, o cronograma ainda deve ser aprovado no Colegiado do PPG, mas a previsão é que o edital de seleção seja divulgado no mês de dezembro.

    Fonte: ccs2.ufpel.edu.br/wp/2018/10/05/ppg-em-organizacoes-e-mercados-tera-curso-de-doutorado/

  • Avaliação de desempenho dos Servidores Técnico-Administrativos

    O Programa de Avaliação de Desempenho dos Servidores Técnico-Administrativos da UFPel tem como um de seus objetivos aferir o desempenho do servidor para obtenção de progressão por mérito na carreira.

    Em virtude disso, a Coordenação de Desenvolvimento de Pessoal informa que a primeira etapa do processo deve ser realizada entre os dias 24/09 e 31/10 e consiste no cadastro do Plano de Trabalho no sistema Cobalto. Ressaltamos que, diferentemente do processo avaliativo passado, o servidor deverá informar o nome da chefia imediata e salvar. Após, informar as atividades pactuadas e clicar em “Adicionar”. Em seguida, o servidor avaliado deverá ASSINAR o plano. Ato contínuo o  plano ficará disponível para a chefia informada. Caso a chefia assine concordando com as atividades cadastradas o plano passará para a situação “Pronto para a Avaliação”. Caso a chefia realize algum ajuste nas atividades, então o plano voltará para a ciência do servidor. Esse ciclo se repete até que ambas as partes estejam de comum acordo com as atividades propostas no plano.

    A segunda etapa consiste na avaliação propriamente dita e será realizada a partir de 1º de Novembro, no entanto, é obrigatório o cadastro, prévio, do Plano de Trabalho para que o servidor possa realizar a avaliação de seu desempenho.

    Nesse sentido, solicitamos ampla divulgação nas Unidades e reiteramos que a avaliação de desempenho é indispensável para a obtenção da progressão por mérito.

    Alertamos que o sistema foi modificado e tanto o Plano de Trabalho quanto a avaliação serão realizados somente no Sistema Cobalto. Maiores informações e o passo a passo encontram-se disponíveis na página  https://wp.ufpel.edu.br/progep/cdp/%EF%82%A7programa-de-avaliacao-de-desempenho-do-servidor-tecnico-administrativo/

    Ressaltamos que a participação de todos é de suma importância para o bom andamento do processo avaliativo.

  • ICH contemplado com crédito orçamentário pelo bom gerenciamento energético

    Pela segunda vez, nos últimos três anos, o ICH é contemplado com crédito orçamentário resultante do bom uso energético, de acordo com análise feita por laboratório da UFPel. Veja a informação da PROPLAN, a seguir.

    Conforme informado pelo Laboratório de Conforto e Eficiência Energética (LABCEE), no processo SEI 23110.037650/2018-04, serão repassados às UGRs das Unidades listadas na planilha 0249702 os valores apresentados na mesma, na forma de créditos para uso em capital. O crédito será aberto em 22/08/2018, ficando disponível no sistema de créditos orçamentários a partir do dia 23/08/2018.

    UGR    Unidade                                                                  Total
    154125 Faculdade de Direito                                           2.183,89
    154127 Escola Superior de Educação Física                    978,81
    154120 Faculdade de Arquitetura e Urbanismo         9.301,20
    154131 Centro de Artes                                                  11.513,13
    154126 Faculdade de Educação                                     8.084,84
    154123 Instituto de Ciências Humanas                        7.006,00
    154137 Instituto de Filosofia, Sociologia e Política    2.866,87