INFORMAÇÕES GERAIS

 

INFORMAÇÕES AOS ALUNOS

 

  1. Matrícula em disciplinas: os alunos do primeiro semestre do curso são matriculados automaticamente em todas as disciplinas do primeiro semestre. A partir do segundo semestre o aluno deverá solicitar matrícula on-line a cada período letivo, escolhendo quais atividades curriculares pretende fazer. Vale lembrar que não é permitida a matrícula com colisão de horários entre disciplinas e que os pré-requisitos deverão ser respeitados.

 

  1. Solicitação de matrícula on-line: No período estipulado no Calendário Acadêmico, os alunos regulares deverão acessar o Sistema Cobalto, informando seu número de matrícula e senha, para solicitar matrícula nas disciplinas que pretende cursar naquele semestre. Este procedimento é mera solicitação. A confirmação de matrícula nas disciplinas se dá após o processamento das solicitações e é seguida pelo período de Correção de Matrícula. O aluno que não conseguir vaga na disciplina ou no horário desejado pode solicitar Correção de Matrícula.

 

  1. Correção de Matrícula: O aluno que desejar corrigir sua matrícula, tanto incluindo quanto excluído disciplinas, poderá fazê-lo no período estipulado pelo Calendário Acadêmico (ver o Calendário no site do CRA). Preencha o formulário específico que se encontra no site do Curso e entregue na Secretaria. A análise do pedido é feita pelo Coordenador do Curso. Acompanhar pelo COBALTO no final do prazo de correção. Caso a disciplina não apareça será por um dos motivos: colisão de horários, falta de pré-requisito(s) ou falta de vagas.

 

  1. Matrícula Especial: O aluno do Curso de Engenharia de Materiais poderá solicitar Matrícula Especial em duas disciplinas/semestre em outros cursos da UFPel. Para tanto, deve preencher o formulário específico e pedir autorização por escrito (com carimbo) do seu Coordenador, que irá avaliar o pedido.

O aluno deverá apresentar o formulário preenchido e contendo a autorização na Secretaria do Curso que oferece a disciplina pretendida nos dias estipulados para a Matrícula Especial (ver calendário Acadêmico). Deverá ser entregue uma via para cada disciplina e junto o seu histórico para comprovar que já cursou o pré-requisito quando a disciplina pretendida exigir. Lembre-se de realizar este procedimento com antecedência, pois as vagas para Matrícula Especial costumam esgotar rapidamente.

 

  1. Aproveitamento de disciplinas: O aproveitamento pode ser solicitado por alunos que já tenham cursado disciplina de curso superior com aprovação, que tenha correspondência com a disciplina do Curso de Engenharia de Materiais que o aluno deseja ser dispensado. O percentual mínimo é de 75% de conteúdo programático e 75% da carga horária para haver a dispensa. Para pedir aproveitamento é necessário preencher o formulário específico, anexar o conteúdo programático, histórico e entregar na secretaria no prazo estipulado no Calendário Acadêmico. Se a disciplina foi cursada em outra Instituição, entregar o original do conteúdo programático e cópia acompanhada do original do Histórico, mostrando a disciplina com aprovação. A análise é feita pelo professor responsável pela disciplina. Em caso de indeferimento, o pedido de re-análise pode ser feito mediante apresentação de novos fatos (outra disciplina ou justificativa coerente).

 

  1. Segunda chamada (prova/trabalho): Conforme o Regulamento de Ensino de Graduação da UFPel, capítulo VI, seção II, artigo 68: “O discente que por impedimento legal, doença atestada por serviço médico ou motivo de força maior, devidamente comprovado, faltar a uma avaliação, poderá realizá-la em outro momento, desde que requeira por escrito ao Colegiado do Curso em até 3 dias úteis após a realização da avaliação anterior.” A data deverá ser combinada com o professor responsável pela disciplina. Para solicitar, preencher o formulário específico e entregar dentro do prazo com os documentos que comprovam o impedimento.

 

  1. Trancamento Geral de Matrícula: De acordo com novas regras, o Trancamento Geral de matrícula será feito no CRA, pessoalmente ou por procurador.

Para alunos que não solicitaram matrícula on-line e não procuraram a Secretaria no período de Correção de Matrícula deverá ser respeitado o prazo estipulado no Calendário Acadêmico.

Para alunos matriculados, o período de trancamento geral estende-se até o último dia letivo.

O discente poderá solicitar o trancamento geral de matrícula por dois semestres consecutivos ou não, sem justificativa, e poderá solicitar o trancamento por outros dois períodos justificando a solicitação, desde que os motivos estejam contemplados no Regulamento do Ensino de Graduação. Os motivos previstos no regulamento estão descritos a seguir:

  • I- por motivo de doença do próprio aluno, mediante avaliação de junta médica oficial;
  • II- por motivo de doença do cônjuge, companheiro, ou de parente em linha reta até o 1º grau, no caso de a assistência direta do aluno ser indispensável, mediante avaliação de junta médica oficial;
  • III- por motivo de trabalho remunerado, iniciado no período letivo da solicitação, comprovada a incompatibilidade de horários;
  • IV- para o serviço militar.

Nos casos I e II é necessário anexar o atestado médico à solicitação e esta deve ser encaminhada ao Núcleo de perícia Médica.

Lembramos que o trancamento geral de matrícula não será permitido no período em que o aluno houver ingressado no curso, independente da modalidade de ingresso, salvo no primeiro e último motivo relacionado.

 

  1. Exercícios domiciliares

O exercício domiciliar será assegurado nos seguintes casos:

  • à aluna gestante que, por ordem médica, esteja impedida de frequentar as atividades acadêmicas;
  • licença maternidade;
  • ao discente com afecções congênitas ou adquiridas, infecções, traumatismos, doenças infectocontagiosas ou outras condições caracterizadas por incapacidade física, incompatível com a frequência normal às atividades acadêmicas;
  • ao discente portador de necessidades educativas especiais, quando não for possível sua integração ao ambiente acadêmico.

O acadêmico que se enquadrar nas situações acima relacionadas poderá procurar o Núcleo de Perícia Médica (Rua Dr. Cassiano, 424, no centro de Pelotas), e solicitar exercícios domiciliares através do preenchimento de formulário específico ao qual deverá ser anexado atestado médico. A Perícia irá analisar e emitir parecer, encaminhando o formulário ao colegiado do curso. Em caso de deferimento, o colegiado deverá comunicar o professor responsável pela disciplina para que este providencie o atendimento especial. O aluno, ao tomar conhecimento do deferimento da solicitação, também deve entrar em contato com o professor responsável pela disciplina.

O tratamento excepcional será autorizado pelo Colegiado de Curso com aquiescência da respectiva Unidade Acadêmica, com base em requerimento acompanhado de laudo médico, emitido até o décimo quinto dia posterior à ocorrência do fato impeditivo.

Não será concedido exercício domiciliar ao discente matriculado em atividade isolada, e ao discente matriculado nas atividades curriculares que ofereçam:

  • estágio curricular;
  • práticas laboratoriais ou ambulatórias;
  • atividades cuja execução não possa ocorrer fora do ambiente da Universidade Federal de Pelotas;
  • demais atividades cuja natureza seja incompatível com o exercício domiciliar.