Início do conteúdo
    Notícias
  • Disciplina prática presencial

    Informamos que o Curso de Dança – Licenciatura ofertou somente uma disciplina híbrida para o semestre 2021/01: Análise do Movimento.

    A disciplina iniciou de maneira remota e os dias e horários das aulas presenciais serão divulgados posteriormente.

    As aulas acontecerão no endereço do prédio do Centro de Artes: Rua Coronel Alberto Rosa, 62.

  • Defesas de Trabalho de Conclusão de Curso 2021

    Dia 15 de setembro – quarta-feira

    14h

    Trabalho = O futuro é negra, assim como o passado e o presente: Afrofuturismo e a Escrevivência em dança no Sul do Sul

    Autora: LUDMILA DE LIMA COUTINHO
    Orientadora: Profª. Drª. Maria Fonseca Falkembach

    Link da sala de defesa: https://webconf.ufpel.edu.br/b/mar-pza-rwm

     

    15h

    Trabalho = INTERAKT: Uma obra-guia para a hibridização da videodança e do malabarismo

    Autor: EDUARDO BEMFOX
    Orientadora: Profª. Drª. Rebeca Recuero Rebs

    Link da sala de defesa: https://webconf.ufpel.edu.br/b/reb-9fe-615-vi2

     

    16h

    TCC: ATUAÇÃO ARTÍSTICO-PROFISSIONAL DE COREÓGRAFOS NO AMBIENTE TRADICIONALISTA GAÚCHO NA CONTEMPORANEIDADE

    Autor: EDERSON ZANETI VERGARA
    Orientador: Prof. Dr. Thiago Silva de Amorim Jesus

    Link da sala de defesa: https://webconf.ufpel.edu.br/b/thi-4×4-6z7

     

  • Ciclo de Estudo – CIRCULARIDADE NEGRACADÊMICA

    CONVITE – Olá pessoal, esperamos que todes estejam bem!
    O Núcleo de Estudos De(s)coloniais em Pedagogia da Arte – OFÒ do Projeto Unificado LADAIA-UFPEL, convida todes para o Ciclo de Estudo – CIRCULARIDADE NEGRACADÊMICA que acontecerá entre os dias 13 de setembro e 11 de novembro de 2021, nas segundas-feiras das 16h às 17h via Zoom.

    O Ciclo de Estudo CIRCULARIDADE NEGRACADÊMICA contará com a apresentação e debate sobre as pesquisas realizadas por integrantes e colaboradoras/es do Projeto LADAIA-UFPEL e tem como objetivo o fortalecimento de pesquisas e pesquisadoras/es das das Artes e Cultura Negra, Relações Étnico-raciais e Gênero.

    Inscrições via formulário disponível no link https://linktr.ee/ladaia.ufpel

    Seja bem vinda/o/e a participar desta Gira Decolonial de saberes/fazeres negracadêmicos!

  • Litorâneas

    Litorâneas – femininos possíveis em dança lança 7 vídeos inéditos

    Uma senhora que realiza sua coreografia com ajuda de muletas. Uma bailarina negra, formada na periferia e que não abandonou a dança mesmo depois de ser mãe. Sexagenária professora que cultiva seu bailar cigano. Jovem performance negra que atualiza sua ancestralidade com contornos urbanos. Bailarinas com mais de quarenta anos que seguem encantando com sua técnica de balé, de jazz e de contemporâneo. Uma artista trans que dá corpo à sua dança. Foi compondo esse mosaico de identidades e culturas plurais que o projeto LITORÂNEAS – femininos possíveis em dança produziu uma série inédita de sete vídeos que poderão ser conferidos em estreias diárias de 1 a 7 de setembro, às 20h, no YouTube do NIDI – Núcleo Imagem e Dança de Imbé. O público poderá ainda participar também de um debate com a equipe no dia 11 de setembro pelo facebook do NIDI, às 17h.

    Em cada vídeo o projeto abordou o universo feminino na sua diversidade através da dança em cenários do litoral norte. Dunas, mar, lagoas, cachoeiras, morros, mata nativa. A diversidade ambiental e geográfica da região foi o cenário para essas artistas gaúchas para desbravar o litoral e traduzirem suas histórias inscritas no corpo e emolduradas pela natureza. As filmagens das videodanças iniciaram em junho em e tiveram locações em município como Imbé, Tramandaí, Cidreira, Maquiné, Santo Antônio da Patrulha, entre outros.  O elenco contou com as bailarinas Renata Guimarães, Syl Rodrigues, Cora Ferraz, Vanessa Rodrigues, Denise Brose, Tati Missel e Elena Trindade, além da participação especial de Mariana Rocha e Agnes Santine.“Temos um imaginário e uma produção de dança no qual o corpo que mais aparece em cena é o da mulher jovem, a bailarina leve e esguia. Sentimos a necessidade de abrir espaço para outras identidades que escapem de uma padronização de corpos que ainda impera de muitas formas na dança”, enfatiza o diretor do projeto Marcelo Cabrera. “Para isso, cada vídeo buscou inspiração nos diversos arquétipos femininos como a mãe, a guerreira, a anciã, a feiticeira. As criações buscaram referências a partir daí em mitos como de Afrodite, Iemanjá, Perséfone, Nanã, Deméter, Oxum e Artémis”, destaca o coreógrafo e pesquisador Airton Tomazzoni, que fez consultoria artística para o projeto. Já Tati Missel, diretora coreográfica que reside em Imbé acrescenta que: “outro aspecto importante foi de fomentar a cadeia produtiva do litoral com artistas e técnicos que puderam integrar pela primeira vez uma produção audiovisual de dança e com isso podendo qualificar a produção na região”.  O projeto teve a direção de Marcelo Cabrera, a direção coreográfica é de Tati Missel, consultoria artística voluntária de Airton Tomazzoni e produção de Jane Carvalho da RRPP Eventos. As filmagens, direção de fotografia e edição de Doug Moura e Marcus Godoy, acessibilidade em LIBRAS Bibiana Belzanero Litorâneas foi idealizado pelo NIDI – Núcleo Imagem e Dança de Imbé, que tem como fundadores e diretores Marcelo Cabrera, Airton Tomazzoni e Tati Missel, e foi contemplado no Edital de Criação e Formação Diversidades das Culturas com recursos da Lei Aldir Blanc nº 14.017/20. E contou com apoio de Sorveteria e Cafeteria Ponto de Encontro, Restaurante Pouso Novo e Casa DaColonia Alimentos Naturais.

    O projeto além da produção das obras inéditas desenvolveu programou uma série de atividades formativas como as oficinas: dança para câmera; imagem, corpo e tecnologia; diversidade cultural, gênero e sexualidade. As oficinas ultrapassaram o limite de inscrições. Além, disso o projeto ainda realiza três diálogos culturais: o feminino em questão – corpos e diversidade na dança, entre artistas, professores universitários e alunos/as em parceria com cursos de graduação em dança da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS). Todas essas ações formativas são gratuitas e contam com tradução em LIBRAS.

    Os vídeos estarão disponíveis em: https://www.youtube.com/channel/UCDPuz63uDCJXvAKkFCqQRCw

    O debate poderá ser acompanhado pelo link:

    https://us06web.zoom.us/j/81497530477?pwd=STB0ZXNRNlJac0trYXFQOHB0WjQvZz09
    Fotos: Marcelo Cabrera

     

    Tópico: Diálogos Culturais: O Feminino em questão – corpos e diversidade na dança
    Hora: 13 set. 2021 08:00 da tarde São Paulo

    Entrar na reunião Zoom
    https://us06web.zoom.us/j/82561221912?pwd=YmJ4aFJ2NytYVE5SWHE3K3RkTFdRdz09

    ID da reunião: 825 6122 1912
    Senha de acesso: 891283

  • Seminário do Meio 2021

    SEMINÁRIO DO MEIO 2021 – Abertura e Roda de Conversa

    13 de setembro de 2021 – 18h

     

    Abertura do SEMINÁRIO DO MEIO 2021 conduzida por integrantes da Comissão de Estudos Integradores do Curso de Dança-Licenciatura da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)

    – Roda de Conversa “Projeções de Futuro Agora” com as egressas Thuani Ceroni e Rejanete Vieira.

    O Seminário do Meio é realizado pela Comissão de Estudos Integradores do Curso de Dança-Licenciatura da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), com o objetivo de instrumentalizar as/os discentes do Curso de Dança para o encaminhamento da documentação referente a Integralização Curricular, necessária à formação da/o licenciada/o em Dança.

    A programação do Seminário conta também com encontros direcionados  a apresentação dos regulamentos de cada um dos currículos (3/ 4/ 5), além de três lives com bate-papo com convidadas. No primeiro bate-papo duas egressas do curso de Dança irão apresentar como realizaram a graduação projetando o que desejavam para o futuro no mundo do trabalho. No segundo bate-papo a Comissão de Estudos Integradores receberá 4 professoras da UFPel ligadas às coordenações das Câmeras de Ensino, Pesquisa e Extensão do Centro de Artes e a Coordenadora Institucional do PIBID/UFPel para uma conversa sobre as oportunidades de atividades no âmbito do Centro de Artes da UFPel.

    No último bate-papo egressas do curso, que atuam como professoras na rede pública, conversarão sobre as experiências vividas no âmbito da formação complementar.

    Na segunda semana de evento, os projetos ligados ao Curso de Dança abrirão suas reuniões, ações e atividades para receber visitas dos e das estudantes interessados/as.

     

    PROGRAMAÇÃO

    13/09/2021 às 18h – Abertura e Bate-Papo “Projeções de Futuro Agora”

    LINK: https://youtu.be/xda8KktVGGw

    14/09/2021 às 18h – Roda de Conversa de Apresentação dos Regramentos Currículo 5 (quem ingressou a partir do ano de 2020)

    LINK: https://webconf.ufpel.edu.br/b/tai-ofq-zab-xyn

    15/09/2021 às 18h – Roda de Conversa de Apresentação dos Regramentos Currículo 4 (quem ingressou no ano de 2013 ou até 2019)

    LINK: https://webconf.ufpel.edu.br/b/tai-ofq-zab-xyn

    16/09/2021 às 18h – Roda de Conversa de Apresentação dos Regramentos Currículo 3 (quem ingressou antes do ano de 2013)

    LINK: https://webconf.ufpel.edu.br/b/tai-ofq-zab-xyn

    17/09/2021 às 17h – Bate-Papo “Ensino, Pesquisa e Extensão na Formação Acadêmica”

    LINK: https://youtu.be/ZaDOhn-3doU

    24/09/2021 às 18h – Live “Ensino, Pesquisa e Extensão na Formação Docente”

    LINK: https://youtu.be/NVsG1rFFSbk 

     

    Para mais detalhes acesse: https://linktr.ee/seminariodomeio

    *Haverá certificação para as/os participantes.

  • Perfil Docente

    Compartilhamos abaixo os Perfis Docentes dos professores do Curso de Dança – Licenciatura da UFPel.

    Para acessar o documento completo, em pdf, clique aqui.

  • Orientações de TCC – 2021/01

    TCC EM DANÇA I:

    Bianca Mendes Ascari – Profa. Maria Falkembach

    Bruno Lemos Britto – Prof. José Francisco Baroni

    Debora da Silva Mendes – Prof. Manoel Gildo

    Inda Rulio Bajar – Profa. Daniela Castro

    Jose Rodrigo Furtado Pinheiro – Prof. Manoel Gildo

    Júlia Garagorry Garcia – Profa. Alexandra Dias

    Karen da Conceição Moreira – Profa. Eleonora Motta

    Karina da Costa da Silva – Profa. Rebeca Recuero

    Maria Beatriz Borges Conceição – Profa. Carmen Hoffmann

    Mariana Rockemback da Silva – Profa. Taís Prestes

    Sarah Beatrice Abdalla Grohmann Barbosa – Profa. Daniela Castro

    Sarah Leão Lopes – Profa. Maria Falkembach

     

    TCC EM DANÇA II:

    Denilson Cosseres Ferreira – Prof. Manoel Gildo

    Felipi dos Santos Correa – Prof. Thiago Amorim

    Janete Rodrigues da Silva – Profa. Maria Falkembach

    Maria Beatriz Borges Conceição – Profa. Carmen Hoffmann

    Rosângela da Rosa Domingues – Profa. Andrisa Kemel

    Sidineia Milano Garcia – Profa. Carmen Hoffmann

    Tainá Madruga Romero – Profa. Maria Falkembach

    Victor Techera Silveira – Profa. Andrisa Kemel

  • Videodanças selecionadas para FIVRS 2021

    A convocatória para a segunda edição do FIVRS – Festival Internacional de Videodança do RS, que acontecerá de 02 a 12 de setembro, recebeu 160 inscrições, das quais foram homologadas 139, provenientes de 17 países e de 18 estados do Brasil.

    A seleção das videodanças para comporem a mostra de 2021 ficou a cargo da comissão avaliadora convidada, integrada por: Ana Sedeño Valdellós (Espanha), criadora audiovisual e professora da Universidad de Malaga, Espanha; Denise Matta (Brasil), diretora da IMARP – Mostra Internacional de Dança – Imagens em Movimento – Videodança, na cidade de Ribeirão Preto/SP/Brasil; Leonel Brum (Brasil), professor e coordenador dos cursos de dança do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará – ICA/UFC e coordenador do Midiadança: laboratório de dança e multimídia; Jose Alirio Peña (Venezuela/Argentina), diretor do CINEVERSATIL – Festival Internacional de Cortometrajes sobre Diversidade, Argentina, e do Festival Internacional de Cine y Vídeo Verde de Venezuela – FESTIVERD; e Wanda López Trelles (Argentina), cofundadora e codiretora do Proyecto Corporalidad Expandida.

    O trabalho da comissão avaliadora resultou na seleção de 45 videodanças:

    Águas que correm, mulheres que dançam (2021), do Grupo Baila Cassino: Daniela Llopart Castro, Rebeca San Martins, Natália Camargo – Pelotas, RS, Brasil

    AMO (2021), de Mônica Fagundes Dantas, Alex Sernambi e Suzi Weber – Porto Alegre, RS, Brasil

    Arbasoei (2021), de Ikerne Mendieta – Granada, Espanha

    Asab (2021), de Ariane Mondo – Natal, RN, Brasil

    Atotoó – Interditos e mistérios do negrocorpo (2019), de Caroline Ribeiro Paz e Bárbara Cezano – Pelotas, RS, Brasil

    BAHtucada (2020), de Ederson Zaneti Vergara – Pelotas, RS, Brasil

    be still (2020), de Nicole Manoochehri – Los Angeles, EUA

    Cap 14 – parte 2: …olhar para além do que se vê…um convite a percepção… (2021), de Andreza Aguida, Tiago Nogueira e Rogério Ortiz – São Paulo, SP, Brasil
    Celestial Body (2021), de Danielle Suzanne Willis Denton – Texas, EUA

    Chicharras (2021), de Carola Reboredo – La calera, Argentina

    Contágio (2019), de Nicole Correa Freitas – Porto Alegre, RS, Brasil

    Dança sem medo – Dance without fear (2020), de Sol Dugatkin – Santiago, Chile
    Desverrante (2020), de Mathias Lobo, Alexandre Tadra e Rodrigo de Castro – Curitiba, PR, Brasil

    ECDISE (2021), de Tainá Madruga Romero – Pelotas, RS, Brasil

    Ela ousou saber (2020), de Luciana Campos, Ingrid Laurentino, Ana Carolina G. Martins, Naira Silva, Amanda Freitas Faria e Luciana Campos – Mogi das Cruzes, SP, Brasil

    Encobertos (2019), de Lilian Seixas Graça – Salvador, Ba, Brasil
    Ensaio para o início do fim (2021), de Raquel Machado Pereira – Hortolândia, SP, Brasil
    Entre Estrelas e Raízes (2021), de Giselle Paes Horacio – Capivari de Baixo, SC, Brasil
    Fio Condutor (2020), de Tales Frey – Porto, Portugal

    Glare (2020), de Smangaliso Ngwenya – Johannesburg, África do Sul

    Interlocuções com a Cidade (2020), de Fernanda Amaral – São Paulo, SP, Brasil
    Invisible (2020), de Diana Vignolles, Gastón Fleitas, Franco Quagliardi, Lilian Queñón e Guadalupe Dominguez – Buenos Aires, Argentina

    Irrational (2020), de Francesca Poglie, Martina Beraldo, Luca Ghedini e Nicola Lunardelli – Barcelona, Espanha

    La tarde infinita (2021), de Melanie Alfie – Buenos Aires, Argentina

    Limítrofe (2020), de Sofía del Mar Collins e Maidelise Ríos Medina – San Juan, Porto Rico

    Luvemba (2021), de Maria Clara Laet de Almeida e Silva – São Paulo, SP, Brasil
    Maromba (2021), de Monica da Silva e Souza – Parintins, AM, Brasil

    Matéria Bruta (2019), de Renan de Lima Turci – Curitiba, PR, Brasil

    Misunderstandings (Fraintendimenti) (2020), de Alexandre Manuel, Jimmie Santoni, Elisa Carletti e Federica Squadroni – Jesi, Itália

    Morada (2021), de Luisa Cunha Machala – Belo Horizonte, MG, Brasil

    Mujeres Infinitas (2020), de María Claudia Mejía Alvarez – Medellín, Colômbia
    ON LOCK (2021), de Azize Sousami – Londres, Inglaterra

    Os Espaços Entre Nós (2021), de Mônica Yumi Jardim da Silveira, Adeniran Balthazar, Bianca Meciano, Henrique Soares Dias e Mateus Paludetti – Campinas, SP, Brasil
    Out of the folds of women (2020), de Anabella Lenzu – Nova Iorque, EUA
    QU4RT (2020), de Fernando Quinteros Muniz – Porto Alegre, RS, Brasil
    Redoma (2021), de Pedro Vitor Pontes Ferraz – Recife, PE, Brasil

    Seres do Meio (2021), do Rua em Cena Companhia de Dança – Pelotas, RS, Brasil
    Skin to Nature (2021), de SueKi Yee – Penang, Malásia

    SOLO (2020), de Uladzimir Slizhyk – Bielorrusia

    Suspended (2020), de Filomena Rusciano – Sant’Agata de’ Goti, Itália

    TEMOR (2020), de Adriano André Rosa da Silva, Alvaro Dantas, Clébio Oliveira e Jania Santos – Natal, RN, Brasil

    The neighbor/O vizinho (2021), de Flakorojas – Bruxelas, Bélgica

    Travessias (2020), de Maryah Monteiro – Rio de Janeiro, RJ, Brasil

    Trilogía Monocromática: Negro (2019), de Fausto Jijón Quelal – Cidade do México, México

    Whispers to Myself (2021), de Ana Claudia Marra – São Paulo, SP, Brasil
    ORGANIZAÇÃO DO FIVRS

    Diretoras
    Carmen Anita Hoffmann – UFPel
    Rosângela Fachel – UFPel

    Comissão organizadora
    Carmen Anita Hoffmann – UFPel
    Rosângela Fachel – UFPel
    Rebeca Recuero – UFPel
    Carlise Scalamato Duarte (UFSM)
    Luana Arrieche Echevengua – UFPel
    Ana Carolina Tavares – UFPel
    Hamilton Bittencourt – UFPel
    Marcos Júlio Fuhr – Fundação ECARTA
    André Venzon – Fundação ECARTA
    Valéria Ochôa – Fundação ECARTA
    Stela Pastore – Fundação ECARTA
    Elisabete Crucillo – Fundação ECARTA

    REALIZAÇÃO
    Programa de Pós-graduação Mestrado em Artes Visuais – PPGAVI – UFPel
    Curso de Dança – Centro de Artes – UFPel
    Fundação ECARTA

    APOIO
    Curso de Dança Licenciatura da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM
    Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo – MALG
    Red Iberoamericana de Investigación en Narrativas Audiovisuales – Red INAV
    Proyecto Corporalidad Expandida
    Mostra Internacional de Dança Imagens em Movimento – IMARP
    Laboratório de Ensino, Pesquisa e Produção em Antropologia da Imagem e do Som – LEPPAIS

    CONTATO
    Email: fivrs.videodanca@gmail.com

  • Justificativa de não realização de matrícula 2021/01

    Discentes!

     

    Os alunos que não efetuaram matrícula em nenhuma disciplina neste semestre 2021/01 estão constando na lista de ABANDONO DE CURSO. Neste caso, para não acarretar na perda de vaga junto à UFPel, é necessário enviar o Formulário de Justificativa de não realização de matrícula, conforme e-mail anterior que já havíamos enviado.

    O prazo para envio deste é até 27/08/2021.

    Como fazer: acessar o formulário que se encontra disponível no endereço a seguir: https://wp.ufpel.edu.br/danca/documentos-e-formularios/formularios/?fbclid=IwAR2ntuLIjLBsO4bFUUJqC2hiE4uc0MwghzNznEMkgmoCNJhN5paMuWqW-PQ , baixar o documento “Formulário para Justificativa de não realização de matrícula 2021/01”, preencher com os dados e justificativa, assinar (pode inserir uma foto da assinatura ou assinar o documento impresso e fotografá-lo), enviar ao e-mail do Colegiado (dancalicenciatura@ufpel.edu.br).

    Após 30/08, a CRA irá matriculá-los em uma disciplina sem carga horária com o nome “Vínculo Ensino Remoto Emergencial 2021/01” que servirá para manter as matrículas ativas. Quem não enviar, será considerado abandono do curso.

    Em caso de dúvidas, entrem em contato pelo e-mail do Colegiado.