Início do conteúdo
    Boletim informativo
  • Semana de Museus da UFPel: Confira a programação da Rede de Museus

    De 16 à 27 de maio será realizada a Semana de Museus da UFPel 2022, dentro das comemorações da 20ª Semana Nacional dos Museus. A SNM é promovida nacionalmente pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e tem como o tema deste ano “O Poder dos Museus”.

    A Rede de Museus da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) participará com atividades presenciais e online.

    A partir da primeira semana do evento serão desenvolvidas atividades específicas de projetos que compõem a Rede e, na segunda semana, nossa instituição vai sediar e realizar o 14º Fórum Estadual de Museus, promovido pela Secretaria de Estado e Cultura (Sedac). A temática deste ano é “Políticas Públicas para Museus: os 20 anos da Carta de Rio Grande”.

    Confira as programações da rede:

  • LACRBC retorna com atividades presenciais no Museu do Doce

    Nesta segunda (07), o projeto de extensão Laboratório Aberto de Conservação e Restauração de Bens Culturais (LACRBC) retornou com suas atividades presenciais no Museu do Doce.

    Com a entrega da obra “Fuga de Anita Garibaldi a Cavalo” (1918), de Dakir Parreiras, ao Museu Histórico Farroupilha de Piratini em setembro do ano passado, a equipe do projeto concentra seus esforços na restauração da pintura “Alegoria, Sentimento e Espírito da Revolução Farroupilha” (1925), de Helios Seelinger, e de sua moldura.

    Na tela da obra ainda é preciso efetuar o nivelamento das lacunas, a reintegração pictórica e a aplicação de camada de proteção. Na moldura, está sendo feita a limpeza e a remoção de repinturas, após o término dessa etapa será realizado o nivelamento, a reintegração do douramento e a aplicação de camada de proteção. 

    O retorno do quadro de Seelinger ao Museu de Piratini está previsto para setembro de 2022.

    O Museu do Doce permanece fechado ao público. Quando for possível, os visitantes poderão acompanhar a restauração da obra.

    Sobre o projeto

    O projeto é resultado de um acordo de cooperação técnico-científico firmado entre a Secretaria de Estado da Cultura (Sedac-RS) e a Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Tem como tarefa a restauração das obras de Helios Seelinger e Dakir Parreiras, ambas pertencentes ao Museu Histórico Farroupilha.

    Entre os membros de sua equipe estão professores, estudantes e técnicos do curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis da UFPel.

  • 15ª Primavera dos Museus: confira a programação da Rede de Museus da UFPel

    Entre os dias 20 e 26 de setembro será realizada a 15ª Primavera dos Museus. O evento, promovido nacionalmente pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), tem como tema “Museus: Perdas e Recomeços”, mote que propõe uma reflexão sobre a função dos museus neste momento de pandemia, as perdas que tiveram como instituições culturais e os recomeços que estão enfrentando.  

    A Rede de Museus da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) participará desta edição da Primavera com a realização de palestras on-line e ações em suas redes sociais.

    Confira a programação da Rede:

     

    • Ação virtual “Conhecendo a Rede de Museus da UFPel”

    Quando: de 20 a 26 de setembro

    Onde: Facebook e Instagram da Rede de Museus

    Série de publicações que apresentarão a Rede de Museus e as instituições, acervos e projetos que a compõem.

    • Museus da Telecomunicações da UFPel na Primavera dos Museus

    Exposição virtual “Os trabalhadores da CTMR”.

    Quando: de 20 a 30 de setembro, às 18h

    Onde: Instagram do Museu das Telecomunicações

    • Herbário PEL – Ação educativa sobre plantas medicinais

    Quando: a partir de 20 de setembro

    Onde: Facebook e Instagram da Rede de Museus e no grupo Biologia UFPel no Facebook

    A atividade consiste na publicação de conteúdo em redes sociais sobre plantas medicinais, abordando suas características, propriedades, formas de uso e dicas de como identificar o espécime. Esta ação tem como objetivo divulgar este tema ao público com linguagem de fácil entendimento e os cuidados necessários na utilização das plantas para fins medicinais. 

    • Museu de Ciências Naturais Carlos Ritter na Primavera dos Museus

    A palestra on-line “Ilustração Botânica – Ciência e Arte na Primavera dos Museus”.

    Quando: 21 de setembro, às 19h

    Onde: Facebook do Museu Carlos Ritter

    • Museu do Doce – Congá Virtual do Doce “História e tradições doceiras em oferendas para orixás em Pelotas e região”

    Quando: de 22 a 30 de setembro, às 22h

    Onde: Facebook e Instagram do Museu do Doce

    As tradições doceiras de Pelotas e da antiga Pelotas tem seus vínculos históricos e sociais diretamente relacionados com os diferentes povos que compõem a cidade e suas manifestações culturais. Os doces finos de mesa e os doces coloniais, originalmente vinculados a seu passado aristocrático e a ruralidade da zona colonial, ao longo da história foram tanto popularizados por meio do consumo como também simbolicamente ressignificados. No presente, o uso dos doces tradicionais locais em Pelotas e região, conjuntamente a outras iguarias nacionalmente conhecidas, é uma popular oferenda para Orixás em casas de religião de matriz africana. Esses doces são considerados elementos importantes para essas divindades, de acordo com o INRC das Tradições Doceiras de Pelotas elaborado pela UFPel e o IPHAN. O Museu do Doce, na Primavera dos Museus, montará ao longo dos dias um Congá Virtual do Doce. Esse Congá, a partir de seu simbolismo, conduzirá o público a conhecer aspectos históricos e culturais relacionados aos doces ofertados a algumas dessas divindades que compõem importante dimensão de nossa cultura.

    • Conversas sobre Conservação e Restauração do Patrimônio Cultural – ESPECIAL PRIMAVERA DOS MUSEUS

    Palestra on-line “Conservação Curativa: Intervenção externa dos campanários da capela Nossa Senhora Mãe dos Homens da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas”, dos conservadores-restauradores Flávia Faro e Fábio Galli.

    Quando: 23 de setembro, às 17h

    Onde: bit.ly/3ujizCo (WebConf da UFPel)

    Para receber o certificado de participação será necessário preencher o formulário disponibilizado pela organização durante a palestra.

    • Palestra de encerramento da Primavera dos Museus da Rede de Museus da UFPel

    Título: Política Nacional de Museus: o que restou?

    Palestrantes: Sarah Maggitti Silva, Daniel Maurício Viana de Souza e Diego Lemos Ribeiro.

    Quando: 24 de setembro, às 17h

    Onde: bit.ly/2XoZljd (WebConf da UFPel) e na página da Rede de Museus no Facebook

    Desafiados pelo tema da 15ª edição da Primavera dos Museus, propõe-se nessa conversa colocar em debate a Política Nacional de Museus, desde uma perspectiva das perdas e dos recomeços. O campo museal viveu um período alvissareiro no início dos anos de 2000, consubstanciado pelo estabelecimento da Política Nacional de Museus (PNM), da criação do IBRAM e do Estatuto Brasileiro de Museus. Foram avanços de relevo, antecedidos por inúmeras outras experiências, que traduzem o ativismo de diversos profissionais de museus, associações e entidades, em todas as partes do Brasil. Hoje, vivemos uma crise sem parar; um eclipse dessas políticas. Contudo, imaginando o presente como releitura de reminiscências do passado, que mira necessariamente para um futuro, convém indagar: quais fragmentos das políticas de museus restaram e como podemos nos mobilizar para o futuro, em que a luz há de reaparecer?

  • Rede de Museus da UFPel no Dia do Patrimônio: confira a programação

    A Rede de Museus da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Pelotas (PREC/UFPel) torna pública sua programação para a 9ª edição do Dia do Patrimônio. O evento, promovido anualmente pela Prefeitura de Pelotas na semana do dia 17 de agosto, terá como tema neste ano de 2021 “Memórias Culturais: revisitando modos de ser e viver”.

    Integrado à celebração estadual, que neste ano tem como tema a “Educação Patrimonial”, o evento também compõe as atividades do Dia Nacional do Patrimônio Cultural, comemorado em 17 de agosto em alusão ao nascimento de Rodrigo Melo Franco de Andrade, um dos fundadores do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e primeiro presidente diretor da instituição.

    Pelo segundo ano consecutivo, devido à pandemia e a necessidade de distanciamento social, as atividades promovidas pela Rede de Museus serão majoritariamente realizadas on-line.

    Confira a programação:

    1. Campanha “Você na UFPel: memórias culturais e afetivas – Modos de Ser e Viver a UFPel – Pelotas como cidade universitária”, da Rede de Museus

    Data/horário: de 13 a 23 de agosto

    Onde: Facebook e Instagram da Rede de Museus; Rádio Federal FM 107.9

    Publicação de depoimentos de professores, ex-professores, alunos, ex-alunos, funcionários, ex-funcionários e admiradores da UFPel sobre suas memórias e momentos que tenham sido importantes na sua história com a Universidade e a cidade.

    2. Homenagem ao 100 anos de Carlos dos Santos Nogueira (Seu Nogueira)

    Data/horário: 14 de agosto, às 11h

    Onde: Facebook e Instagram da Rede de Museus

    Dentro da campanha “Você na UFPel” será realizada uma homenagem ao músico e compositor de marchinhas e sambas Carlos dos Santos Nogueira, o Seu Nogueira, que completaria 100 anos em 2021.

    3. Projeções no MALG: “Guabiroba em mim: cartografias de uma artista caminhante” de Adriane Rodrigues Corrêa

    Data/horário: 13 de agosto, às 18h30

    Onde: Jardim do MALG (esquina da rua Lobo da Costa com a rua Andrade Neves)

    Projeção de vídeos na fachada do Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo (MALG) de autoria da artista e pesquisadora Adriane Rodrigues Corrêa (PPGAVI/UFPel).

    4. Atividade “Patrimônio cultural em quadrinhos”, do Laboratório Aberto de Conservação e Restauração de Bens Culturais (LACRBC)

    Data/horário: 13, 17 e 20 de agosto

    Onde: Instagram do LACRBC

    Serão publicadas três tirinhas (uma por dia) nas quais os personagens conversam sobre conceitos de patrimônio.

    As obras que fazem parte desta atividade de educação patrimonial são: O chá (Senhoras tomando chá da Pinacoteca Matteo Tonietti), Alegoria, Sentido e Espírito da Revolução Farroupilha e Fuga de Anita a Cavalo (ambas do Museu Histórico Farroupilha de Piratini).

    A atividade é realizada em parceria com projeto de extensão “Extroversão do Projeto Documentação, Restauração e Exposição da Obra Senhoras tomando Chá”.

    5. Lançamento do repositório digital do Acervo Octávio Dutra e da Revista do Choro de Pelotas

    Data/horário: 15 de agosto, às 19h

    Onde: repositório – site do Acervo do Choro de Pelotas; revista – site do Clube do Choro

    Lançamento do Repositório Digital do Acervo Octávio Dutra (1884-1937), constituído em sua grande maioria por partituras instrumentais, versos e revistas musicais autorais. Junto ao Acervo será também lançada a Revista do Choro de Pelotas. Com a proposta de dar visibilidade a memória e ao legado deste gênero fundamental da cultura musical brasileira, a Revista surge, como bem recomenda o momento, em formato híbrido impresso e digital, possibilitando a interação entre as diferentes seções desta revista – artigos, entrevistas, partituras, podcasts e resenhas – com os conteúdos eletrônicos disponíveis nas plataformas do projeto.

    6. Edição especial do projeto “Conversas sobre Conservação e Restauração do Patrimônio Cultural”

    Data/horário: 17 de agosto, às 17h

    Onde: transmissão simultânea pelo serviço de webconferência da UFPel e pelo Facebook da Rede de Museus

    Realização da palestra “O Patrimônio antes de Rodrigo” (referência a Rodrigo Melo Franco de Andrade), do professor Andrey Rosenthal Schlee, da Universidade de Brasília (UnB), que vai explorar um conjunto de iniciativas que, antes da criação do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (atual IPHAN), contribuíram para a construção de uma ideia de Patrimônio Nacional no Brasil, e para a proteção de um significativo conjunto de bens culturais.

    7. Roda de conversa “(RE) EXISTÊNCIA: os vários lugares das cientistas na pandemia”, do MuDI

    Data/horário: 17 de agosto, às 17h

    Onde: transmissão simultânea pelo Youtube e pelo Facebook do MuDI

    Bate-papo com cientistas que integraram a exposição “(RE) EXISTÊNCIA: os vários lugares da mulher na pandemia”, realizada pelo Museu Diários do Isolamento (MuDI), sobre os desafios e impactos da pandemia nos projetos, perspectivas e atuação cotidiana de mulheres na ciência.

    8. Discoteca L. C. Vinholes no Dia do Patrimônio

    Data/horário: semana do Dia do Patrimônio (17 de agosto)

    Onde: Rádio Federal FM 107.9 e no canal da Discoteca no YouTube

    A Discoteca L.C. Vinholes apresentará uma série de conteúdos audiovisuais produzidos especialmente para as celebrações do Dia do Patrimônio 2021.

    Pela Rádio Federal FM 107.9MHz, será possível acompanhar programas que destacam aspectos de obras musicais gravadas em discos de 78 rotações que compõem o acervo de fonogramas da Discoteca. Além de escutar obras raras, descubra curiosidades e fatos relevantes sobre a vida e obra de compositores e intérpretes, entre outras informações da época das gravações.

    No canal da Discoteca no YouTube, o público poderá assistir VTs da campanha durante a semana de comemoração do Dia do Patrimônio 2021, que apresentarão algumas obras musicais selecionadas pelos pesquisadores que atuam no Laboratório de Etnomusicologia e na Discoteca L.C. Vinholes entre as coleções de seu acervo.

    9. Museu das Telecomunicações da UFPel no Dia do Patrimônio

    Data/horário: semana do Dia do Patrimônio (17 de agosto)

    Onde: Instagram do Museu das Telecomunicações

    Divulgação do Museu das Telecomunicações/UFPEL no Instagram, a partir de 9 de agosto, com a exposição virtual “Vozes Femininas na CTMR”.

    10. Atividade “PONTAL DA BARRA DO LARANJAL: preservando história, culturas e biodiversidade”, do Museu de Ciências Naturais Carlos Ritter

    Data/horário: semana do Dia do Patrimônio (17 de agosto)

    Onde: Facebook e Instagram do Museu Carlos Ritter

    A atividade consiste na publicação de depoimentos de alunos e professores que participam de projetos relacionados à região do Pontal da Barra, localizada no bairro Laranjal, Pelotas. O objetivo é evidenciar a importância da região, bem como, destacar a necessidade de preservá-la.

    11. Lançamento do vídeo “Visita ao Memorial do Anglo: espaço inclusivo de  memória histórica e patrimonial”

    Data/horário: 23 de agosto

    Onde: Facebook e Instagram (@memorialdoanglo) do Memorial do Anglo

    O vídeo trata-se de uma visita virtual à exposição física do Memorial do Anglo, localizado no atual Campus Porto da UFPel. Como projeto de extensão, o Memorial busca desenvolver, por meio de diversas ações, a exposição acessível e a divulgação de  conteúdos que retomam a trajetória e significados do complexo industrial e tecnológico que constitui a cultura patrimonial, social, técnica, arquitetônica e estética do extinto Frigorífico Anglo.

  • Rede de Museus da UFPel é tema de TCC

    Na tarde da última sexta-feira (18), a graduanda do curso de Bacharelado em Museologia Lisiane Gastal Pereira apresentou o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) intitulado “A atuação em rede para a gestão do patrimônio universitário: um estudo sobre a Rede de Museus da Universidade Federal de Pelotas”.

    O trabalho, realizado sob a orientação da professora Dra. Noris Leal, analisou a atuação da Rede de Museus da UFPel ao longo dos seus quatro primeiros anos de existência (2017-2020) com o objetivo de verificar se o órgão conseguiu cumprir com sua missão e seus objetivos, e quais benefícios trouxe aos acervos, coleções e museus da Universidade.

    Aprovado com a nota máxima, o estudo concluiu que a Rede tem desenvolvido um trabalho de grande importância para a área museológica da Universidade, pois proporciona a união dos espaços que trabalham com acervos, permitindo a interação e troca de conhecimentos, o fortalecimento da área, a divulgação dos acervos, além de propiciar que coleções antes desconhecidas por grande parte do público, inclusive do acadêmico, se tornem mais acessíveis.

    Sobre a Rede

    Criada em 2017, a Rede de Museus da UFPel é um órgão suplementar da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PREC). Tem por missão unir as instituições, projetos museológicos, acervos e coleções existentes na Universidade, visando a implantação e manutenção de uma política para a área, de forma a desenvolver ações de gestão, valorização do patrimônio museológico e de aproximação com a comunidade.

  • Seminário da Semana dos Museus 2021: gravações disponíveis

    As gravações das apresentações de trabalhos, palestras e mesas-redondas do Seminário da Semana dos Museus da UFPel 2021, evento realizado on-line entre 18 e 21 de maio, estão disponíveis no canal da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PREC) no YouTube.

    Para assisti-las, acesse bit.ly/3iIcmNj.

  • Palestra aborda o Setor de Conservação e Restauração do Museu de Arte Sacra da UFBA

    A Rede de Museus da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Pelotas (PREC/UFPel) promoverá na próxima segunda, 31 de maio, às 17h, a palestra “O Setor de Conservação e Restauração do Museu de Arte Sacra da Universidade Federal da Bahia (UFBA)”, que será proferida por Cláudia Guanais Fausto, coordenadora do setor desde 2008.

    A conversa será realizada on-line por meio da plataforma de webconferência da UFPel. Para participar, basta acessar o link bit.ly/3ujizCo.

    O ouvinte que desejar receber o certificado de participação deverá preencher o formulário que será disponibilizado na aba de bate-papo da plataforma.

    A palestra, que contará com a mediação da professora Andréa Bachettini, é uma ação do projeto de extensão “Conversas sobre Conservação e Restauração do Patrimônio Cultural”, realizado pela Rede de Museus em parceria com a Associação dos Conservadores e Restauradores de Bens Culturais do Rio Grande do Sul (ACOR-RS) e com o Curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis da UFPel.

    • Cláudia Guanais Fausto:

    Coordenadora do Setor de Restauração do Museu de Arte Sacra da UFBA desde 2008, a restauradora Cláudia Guanais é mestra em Artes Visuais, com área de concentração em História da Arte, e graduada em Artes Plásticas pela UFBA. Tem especialização em História da Arte Sacra pela Faculdade Arquidiocesana de Mariana (FAM), atual Faculdade Dom Luciano Mendes (FDLM). Possui diversos artigos publicados em revistas especializadas, tendo como objeto de estudo a policromia na escultura sacra católica baiana.

  • Com seminário e exposições, Rede de Museus da UFPel participa da 19ª Semana Nacional de Museus

    Entre 17 e 23 de maio, a Rede de Museus da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Pelotas (PREC/UFPel) realizou a Semana dos Museus da UFPel 2021.

    O evento integrou a 19ª Semana Nacional de Museus (SNM), temporada cultural coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) que acontece anualmente em celebração ao Dia Internacional dos Museus (18 de Maio).

    A cada ano, um tema é definido para nortear as atividades da SNM. Para 2021, “O futuro dos museus: recuperar e reimaginar” foi o escolhido pelo Conselho Internacional de Museus (Icom), organização responsável pela definição.

    Devido à pandemia de COVID-19, as atividades da Semana dos Museus da UFPel aconteceram, majoritariamente, em ambientes virtuais pelo segundo ano consecutivo.

    A única atividade que transpôs o digital foi a série de projeções realizada pelo Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo (MALG), em parceria com o SESC Pelotas e o Programa de Pós-graduação em Artes Visuais do Centro de Artes (PPGAVI/CA) da UFPel, em seu jardim.

    Por quatro dias, de 17 a 20 de maio, das 19h às 20h, quem passou pelo cruzamento da Rua Lôbo da Costa com a Rua Andrade Neves, no centro de Pelotas, pôde acompanhar a projeção de vídeos produzidos pelo PPGAVI/CA/UFPel, de apresentações realizadas no I Festival Internacional de Videodança do Rio Grande do Sul (I FIVRS-2020) e das exposições “Minha Máscara”, da Rede de Museus, e “O Eu: entre o autorretrato e a selfie”, do MALG.

     

    SEMINÁRIO DA SEMANA DOS MUSEUS DA UFPEL 2021

    Realizado de 18 a 21 de maio, o Seminário da Semana dos Museus da UFPel 2021 contou com palestras, mesa-redondas e comunicações de trabalhos.

    A cerimônia de abertura do Seminário aconteceu na tarde do dia 18. Participaram da solenidade a reitora da UFPel, professora Isabela Fernandes Andrade, o pró-reitor de Extensão e Cultura da UFPel, professor Eraldo Pinheiro, a coordenadora de Arte, Cultura e Patrimônio da PREC/UFPel, professora Eleonora Motta Santos, o presidente do Conselho Municipal de Cultura de Pelotas (Concult), professor Leandro Maia, a secretária interina de Cultura de Pelotas, Alessandra Ferreira, e a chefe da Seção de Mapeamento e Inventário da PREC/UFPel e coordenadora da Semana dos Museus, Andréa Bachettini, que mediou a sala. Em suas falas, eles celebraram a realização do evento e destacaram a importância dos museus e das instituições públicas de ensino para a sociedade, tanto no que tange à preservação da memória e da história quanto à produção de conhecimento.

    Após a cerimônia, a professora Marcele Pereira, museóloga e reitora da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), proferiu a palestra de abertura, que teve como tema “O Futuro dos Museus: recuperar e reimaginar”.

    Na manhã da quarta-feira (19), se deu início às comunicações, que se estenderam até o dia 21. No total, foram apresentados 24 trabalhos que abordaram temas relacionados aos museus, acervos e projetos museológicos.

    Durante a tarde do dia 19, foi realizada a mesa-redonda “Museus e Ciência durante à Pandemia”, que contou com a participação da psiquiatra Catherine Lapolli, do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFPel, e o professor Daniel de Souza, coordenador do Curso de Museologia da UFPel. No dia 20, as professoras Letícia Julião, coordenadora da Rede de Museus e Espaços de Ciência e Cultura da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Maria Cristina Bruno, do Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (USP), participaram da mesa-redonda “Os Museus Universitários e Seus Desafios”.

    Na tarde da sexta (21), último dia do Seminário, foram realizadas duas atividades: a mesa-redonda “Acervos de Ciências Naturais e Divulgação Científica”, na qual participaram os professores Cristiano Agra Iserhard e Caroline Scherer, do Instituto de Biologia da UFPel, e a palestra “O Acervo do Choro na Roda: Processos de estruturação da memória do choro, seus músicos e público em Pelotas e região”, dos professores Rafael Velloso e Raul Costa d’Avila, do Centro de Artes da UFPel e do Clube do Choro de Pelotas.

    Para fechar o Seminário da Semana dos Museus da UFPel 2021, foi exibido um vídeo do Clube do Choro de Pelotas, no qual apresentaram a música “Vivendo e Aprendendo”, do compositor Possidônio Tavares.

    As gravações das apresentações de trabalhos, palestras e mesa-redondas estarão disponíveis no YouTube em breve.

    Ainda neste ano serão publicados os Anais da Semana dos Museus da UFPel 2021. Para saber mais, acompanhe a Rede no Facebook e no Instagram.

    INAUGURAÇÕES E LANÇAMENTOS

    • Podcast “MusealizAÇÃO”, do MUARAN

    No dia 17, o Museu Arqueológico e Antropológico (MUARAN) publicou o primeiro episódio do podcast “MusealizAÇÃO”, produzido em parceria com o Laboratório de Ensino, Pesquisa e Produção em Antropologia da Imagem e do Som da Universidade Federal de Pelotas (LEPPAIS/UFPel).

    Com o tema “Preservando acervos, identidades e vidas na pandemia”, o episódio contou com a participação de Fabiane Moraes, diretora do Museu da Baronesa, e Fabiane Silveira, agente de portaria da UFPel e estudante de Terapia Ocupacional. Para ouvi-lo, acesse bit.ly/2Qtjmlw.

    • Selo comemorativo dos 15 anos do HISALES

    O Centro de Memória e Pesquisa História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares (HISALES), que completa 15 anos em 2021, lançou na segunda (17) o selo comemorativo alusivo ao seu aniversário. Confira-o abaixo:

    • Exposição “Vozes Femininas na CTMR”, do Museu das Telecomunicações

    No dia 18, o Museu das Telecomunicações da UFPel inaugurou a exposição “Vozes Femininas na CTMR”, que explora a presença feminina na antiga companhia telefônica de Pelotas – Companhia Telephonica Melhoramento e Resistência (CTMR). Para visitá-la, acesse bit.ly/3bB5UDz.

    • Exposição “HISALES: 15 anos em 15 temas”

    O HISALES, no dia 18, em suas redes sociais, deu início a exposição virtual de fotografias “HISALES: 15 anos em 15 temas”, que apresenta as ações de extensão, pesquisa e ensino realizadas junto à UFPel desde 2006, ano de sua criação.

    Para acompanhar a exposição, curta a página do HISALES no Facebook e o siga no Instagram.

    • Exposição “(RE)EXISTÊNCIA: Os vários lugares da Mulher na Pandemia”, do Museu Diários do Isolamento (MuDI)

    No dia 19, o Museu Diários do Isolamento (MuDI) lançou o segundo módulo da exposição virtual “(RE)EXISTÊNCIA: Os vários lugares da Mulher na Pandemia”, intitulado “As mulheres nas artes”.

    A exposição dialoga com diferentes vozes de mulheres artistas e cientistas que contam suas histórias, rotinas e desafios durante este período de isolamento. A escuta dessas vozes femininas busca discutir sobre a forma como a pandemia tem impactado seus cotidianos, planos, projetos e perspectivas.

    Confira os dois módulos da exposição em mudiufpel.com/reexistencia.

    • Exposição “Uma coleção feita de afetos e distâncias: memória do refúgio e da migração em objetos”, do Museu das Coisas Banais

    Na sexta (21), o Museu das Coisas Banais inaugurou a exposição virtual “Uma coleção feita de afetos e distâncias: memória do refúgio e da migração em objetos”.

    A exposição reúne objetos e fatos significativos das histórias de vida de quem migrou e de quem acolheu. A curadora é a professora Mônica Peralli Broti, que foi a responsável por enviar ao Museu o objeto que deu origem à mostra: uma carta de um menino sírio que hoje vive no Brasil. Para visitá-la, acesse museudascoisasbanais.com.br.

    • Jogo de memória “Borboletas do Museu Carlos Ritter”

    No sábado (22), o Museu de Ciências Naturais Carlos Ritter (MCNCR) lançou o jogo de memória virtual “Borboletas do Museu Carlos Ritter”.

    O jogo, uma ação de divulgação científica voltada ao público infantil, visa aproximar a comunidade do acervo entomológico (de insetos) do MCNCR, sobretudo sua coleção de borboletas, bem como dos trabalhos de pesquisa e de extensão associados ao Museu. Para jogá-lo, acesse bit.ly/3unzmTN.

    • MABSul Podcast

    O Museu Afro-Brasil-Sul (MABSul), durante a Semana dos Museus da UFPel 2021, lançou quatro novos episódios de seu podcast, nos quais foram entrevistados o artista Zudizilla, o ex-jogador de futebol Cipriano Freitas, a professora Lisiane Niedsberg Corrêa e o músico Vagnotreta.

    Tanto os novos episódios quanto os publicados anteriormente estão disponíveis no Spotify, Deezer e no Apple Podcasts.

    • Atividade “Registro, memória e patrimônio imaterial a partir do INRC das Tradições Doceiras de Pelotas e antiga Pelotas”, do Museu do Doce

    A atividade do Museu do Doce, realizada entre os dias 17 e 21 de maio, foi composta por uma série de publicações temáticas sobre o Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) das Tradições Doceiras de Pelotas e antiga Pelotas (Arroio do Padre, Capão do Leão, Morro Redondo, Turuçu), documento produzido por pesquisadores da UFPel que subsidiou o reconhecimento destas tradições como patrimônio cultural imaterial brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

    Confira as publicações da atividade no Facebook e no Instagram do Museu.

  • Seminário da Semana dos Museus 2021: datas e horários das apresentações de trabalhos

    Confira as datas e horários das apresentações de trabalhos do Seminário da Semana dos Museus da UFPel 2021, que serão realizadas on-line, entre os dias 19 e 21 de maio, das 9h às 12h.

    Para assisti-las, acesse webconf2.ufpel.edu.br/b/jos-3g3-y4m.

    Os ouvintes deverão se registrar durante o evento, seguindo as orientações dos mediadores das salas. Receberão certificados aqueles que participarem de pelo menos 75% de todas as atividades do Seminário da Semana dos Museus da UFPel 2021 (palestras, mesas-redondas e apresentações).

    Para a edição de 2021 do Seminário, a Rede de Museus da UFPel aceitou trabalhos inéditos que abordaram temas relacionados aos museus, acervos e projetos museológicos.

    CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DAS APRESENTAÇÕES:

    Dia 19 – Quarta-feira

    Horário Apresentador(a) Título
    9h André Alexandre Gasperi;  Daniele Baltz da Fonseca O Princípio Hologramático: um pilar da complexidade para refletir sobre a transdisciplinaridade dos museus
    9h15 Cláudia Maria Alves Vilhena; Célia da Consolação Dias Novas habilidades, valores e atitudes para os profissionais de museus: competência em informação
    9h30 Joana Soster Lizott; Augusto Duarte Garcia Pensando o MALG: processo de elaboração do Plano Museológico do Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo
    9h45 Gabriela Lúcio de Sousa; Maria Margaret Lopes Processos preliminares de construção da Coleção Maria Augusta Rui Barbosa: estudos sobre a catalogação do Museu Casa de Rui Barbosa
    10h Humberto Mireski Museus imaginários, museus utópicos: gestos curatoriais de montagem
    10h15 DEBATE (30min.)
    10h45 Ednaldo Soares A falta de planejamento estratégico nos museus da Universidade Federal da Bahia: uma questão gestorial
    11h Lígia K. Fagundes; Claudia P. Aristimunha; Eliane Muratore Museus, Acervos e Coleções Universitárias em conexão: uma década da Rede de Museus e Acervos da UFRGS – REMAM
    11h15 Luís Fernando H. Coelho; Werner Ewald; Eduardo V. Fuentes; Angela R. Pohlmann; Reginaldo da N. Tavares; Rafael Henrique S. Velloso Discoteca L. C. Vinholes: inventariando, reimaginando e democratizando um acervo sonoro
    11h30 Kerolin F. Goetz; Guilherme S. Vieira; Élinton Luis Rezende; Rocheli Maria Ongaratto; Flávia B. da Silva A multidisciplinaridade como auxílio na criação e implantação expográfica e na interação de um museu de ciências naturais com o seu público
    11h45 DEBATE (30min.)

    Dia 20 – Quinta-feira

    Horário Apresentador(a) Título
    9h Rafaela S. Villar;  Gustavo P. Ibeiro; Aline Patricia N. Ramos; Lara R. Duarte; Hudson W. de Carvalho Exposição museus pessoais Posithives: a presença, a ausência e o implícito inscritos na memória sobre HIV/AIDS
    9h15 Roberto Heiden; Matheus Cruz Atividades remotas para museus pandêmicos: ações virtuais do Museu do Doce (UFPel) no ano de 2020
    9h30 Thainá L. de Faria; Ariadine Dias; Rudimar R. de Oliveira Junior; Guilherme S. Vieira; Flávia B. da Silva Uma análise das comemorações online dos 45 anos do Muzar/ICB/UPF durante a Pandemia COVID-19
    9h45 Vanessa Barrozo Teixeira Aquino; Gabriela Meneghel Colla Mattia A presença dos museus gaúchos no ciberespaço: reflexões acerca dos primeiros meses de Pandemia de COVID-19
    10h DEBATE (30min.)
    10h30 Guilherme S. Sirtoli; Carolina F. Tenotti; Maria Waleska Peil; Noris Mara P. M. Leal; Daniel Mauricio V. de Souza Um museu virtual em diálogo com a situação pandêmica: as exposições do MuDI – Museu Diários do Isolamento
    10h45 Vinicio Lima Santos; Fábio Galli Alves; Joana Lizott Museu Inteligente: avaliando o impacto das restrições da pandemia de COVID-19 nas variáveis de temperatura e umidade da Reserva Técnica do Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo
    11h Jair Jose Gauna Quiroz; Daniel Maurício Viana de Souza Subalternidade e censura nos museus de arte
    11h15 Ana Carolina Fernandes da Silva; Aline Fernandes da Silva; Janaína Vergas Rangel Digitalização de acervos: perspectivas para o futuro
    11h30 DEBATE (30min.)

     Dia 21 – Sexta-feira

    Horário Apresentador(a) Título
    9h Amanda Machado Madruga; Renan Silva do Espírito Santo; Lauer Alves Nunes dos Santos Do real ao virtual: Ação Curatorial Mulheres no Acervo do MALG
    9h15 Clarissa M. Neutzling; Carina F. Ferreira; Ana Carolina F. da Silva; Kerllen Cavalheiro; Annelise C. Montone; Noris Mara P. Leal As vozes femininas na CTMR: a presença da mulher nos cargos de telefonista e taxista na antiga companhia telefônica de Pelotas/RS.
    9h30 Darlene Vilanova Sabany; Marisa Cedrez Bittencourt; Andréa Lacerda Bachettini Helios Seelinger visitando o Museu do Doce da UFPel
    9h45 Isis Fófano Gama; Andréa Lacerda Bachettini; Keli Cristina Scolari Aspectos da Pintura Fuga de Anita Garibaldi a Cavalo, de Darkir Parreiras, pertencente ao Acervo do Museu Histórico Farroupilha de Piratini, RS.
    10h DEBATE (30min.)
    10h30 Gabriel Antônio Iorczeski; Ellen Monique Maraschin Orso; Flávia Biondo da Silva A importância da mediação no Muzar na contribuição para a formação acadêmica em licenciatura
    10h45 Lilian Soares da Silva MabSul: o museu como processo educativo
    11h Rafael Teixeira Chaves; Juliane Conceição Primon Serres

    Museu Virtual das Coisas Banais: conexões educativas

     

    11h15 Victória Emi Murakami Vidigal

    História e Educação Patrimonial: uma aula virtual no Museu da Casa Azul de Frida Kahlo

     

    11h30 DEBATE (30min.)

     

  • Semana dos Museus da UFPel 2021: confira a programação completa

    A Rede de Museus da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Pelotas (PREC/UFPel) divulga a programação da Semana dos Museus da UFPel 2021, que acontece entre os dias 17 e 23 de maio. A participação é gratuita e aberta a todos.

    Entre as atividades promovidas pela Rede está o Seminário da Semana dos Museus da UFPel 2021, que será realizado de 18 a 21 de maio. O Seminário contará com palestras e comunicações de trabalhos.

    As inscrições para comunicações continuam abertas. O prazo final é 3 de maio. Os trabalhos submetidos devem ser inéditos e abordar temas relacionados aos museus, acervos e projetos museológicos. A divulgação dos selecionados será feita até o dia 12 de maio.

    Mesas-redondas, exposições virtuais, projeções de imagens e jogos interativos serão outras atividades oferecidas ao público durante a Semana dos Museus da UFPel.

    Semana Nacional de Museus

    O evento promovido pela Rede e seus membros faz parte da 19ª Semana Nacional de Museus (SNM), temporada cultural coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) que acontece anualmente em celebração ao Dia Internacional dos Museus (18 de Maio).

    O Conselho Internacional de Museus (Icom) lança a cada ano um tema para a celebração da data, que é, também, o mote norteador das atividades da Semana de Museus. Para 2021, o tema escolhido foi “O futuro dos museus: recuperar e reimaginar”.

    Para mais informações sobre o tema desta edição, clique aqui.

    Confira a programação completa da Semana dos Museus da UFPel 2021

    1. Seminário da Semana dos Museus da UFPel 2021 – O futuro dos museus: recuperar e reimaginar

    O Seminário da Semana dos Museus da UFPel passou a ser organizado pela Rede de Museus da UFPel em 2017, dentro da programação da Semana Nacional de Museus coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), que este ano tem como tema “O Futuro dos Museus: recuperar e reimaginar”, seguindo a indicação do Conselho Internacional de Museus (ICOM) para as comemorações do Dia Internacional dos Museus (18 de maio). Em 2021, devido às restrições impostas pela pandemia da COVID-19, a Rede organizou o evento em ambiente virtual, com a realização de palestras sobre o tema e comunicações de trabalhos por meio de webconferências.

    Data: De 18 a 21 de maio de 2021

    Veja o cronograma das apresentações de trabalhos em wp.me/p8I7ve-v2.

    Seminário da Semana dos Museus da UFPel 2021 – Programação
    18 de maio 2021 – Terça-feira

    16h – Cerimônia de Abertura

    16h30 – Palestra de Abertura “O Futuro do Museus: recuperar e reimaginar”

    Com Profa. Dra. Marcele Pereira – Universidade Federal de Rondônia (UNIR)

    Link – webconf2.ufpel.edu.br/b/and-n9y-wxa

    19 de maio 2021 – Quarta-feira

    9h às 12h – Comunicações de trabalhos

    Link – webconf2.ufpel.edu.br/b/jos-3g3-y4m

    17h – Mesa-redonda “Museus e Ciência durante à Pandemia”

    Com Catherine Lapolli (UFPel) e Prof. Dr. Daniel Maurício Viana de Souza (UFPel)

    Link – webconf.ufpel.edu.br/b/nor-wdw-hef

    20 de maio 2021 – Quinta-feira

    9h às 12h – Comunicações de trabalhos

    Link – webconf2.ufpel.edu.br/b/jos-3g3-y4m

    17h – Mesa-redonda “Os Museus Universitários e seus desafios”

    Com Profa. Letícia Julião (UFMG) e Maria Cristina Oliveira Bruno (MAE/USP)

    Link – webconf.ufpel.edu.br/b/ann-u7r-6xz

    21 de maio 2021 – Sexta-feira

    9h às 12h – Comunicações de trabalhos

    Link – webconf2.ufpel.edu.br/b/jos-3g3-y4m

    16h – Mesa-redonda “Acervos de Ciências Naturais e Divulgação Científica”

    Herbário Virtual: ferramenta para auxiliar no conhecimento da biodiversidade – Profa. Dra. Caroline Scherer (UFPel)

    O mundo dos insetos! Unindo a pesquisa e a extensão universitária através da divulgação científica – Prof. Dr. Cristiano Agra Iserhard (UFPel)

    Link – webconf2.ufpel.edu.br/b/nor-ftc-vrf

    17h – Palestra “O Acervo do Choro na Roda: Processos de estruturação da memória do choro, seus músicos e público em Pelotas e região”

    Com Prof. Dr. Rafael Velloso (UFPel) e Prof. Dr. Raul Costa D’Avila (UFPel)

    Link – webconf2.ufpel.edu.br/b/nor-ftc-vrf

    2. Sessão inaugural do Podcast “MusealizAÇÃO”, do MUARAN

    Antes da Pandemia, o Museu Arqueológico e Antropológico da UFPel (MUARAN/UFPel) promovia oficinas em escolas, mantinha parcerias estratégicas, e realizava exposições de curta duração em praças e outros espaços públicos. O MUARAN é um museu que vai até as pessoas, ao invés de esperar que as pessoas venham até ele; substituindo o convencional discurso museal por um diálogo museológico, uma maneira preservacionista e crítica de olhar para as relações entre pessoas e coisas, entre os agentes e seus ambientes.

    Com a necessidade de manter o isolamento social, na edição deste ano da Semana dos Museus, o MUARAN vai se valer da parceria com o Laboratório de Ensino, Pesquisa e Produção em Antropologia da Imagem e do Som da UFPel (LEPPAIS/UFPel) para lançar a primeira edição do Podcast MusealizAÇÃO, uma tentativa inovadora de transformar em áudio o contato com as áreas de Arqueologia, Antropologia, Museologia e Conservação Arqueológica para além do mundo universitário.

    Qualquer pessoa interessada poderá ouvir, refletir sobre, e comentar temas e discussões de amplo interesse, participando assim de uma nova maneira de agir colaborativamente em prol da preservação.

    Data: A partir de 17 de maio de 2021

    Local: Site e Facebook do MUARAN

    3. Museu Diário do Isolamento (MUDI) – Exposição “(RE) EXISTÊNCIA: Os vários lugares da Mulher na Pandemia” 

    Exposição de curta duração “(RE)EXISTÊNCIA: Os vários lugares da Mulher na Pandemia.” A exposição dialoga com diferentes vozes de mulheres artistas e cientistas que contam suas histórias, rotinas e desafios durante esse período de isolamento. A escuta dessas diferentes vozes femininas busca discutir sobre a forma como a pandemia tem impactado seu dia a dia, seus planos, projetos e perspectivas.

    Datas:

    Primeiro módulo “As mulheres na ciência”: já disponível

    Abertura do segundo módulo “As mulheres nas artes”: 19 maio de 2021

    Local: Site do MuDI

    4. HISALES na Semana dos Museus – “15 anos de Hisales: atividades comemorativas”

    Na Semana dos Museus da UFPel, o Centro de memória e pesquisa História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares – Hisales (FaE/UFPel) vai celebrar seus 15 anos.  Serão realizadas as seguintes atividades.

    Lançamento do selo comemorativo dos 15 anos do Hisales
    Quando: 17 de maio de 2021, às 16h30
    Local: Facebook e Instagram do Hisales
    Exposição virtual de fotografias do Hisales
    Quando: A partir de 18 de maio de 2021
    Local: Facebook e Instagram do Hisales
    Campanha “Hisales tá on”
    Quando: Já iniciada
    Local: Facebook e Instagram do Hisales

    5. Lançamento do jogo de memória virtual “Borboletas do Museu Carlos Ritter”.

    O jogo de memória virtual é uma ação de divulgação científica voltada ao público infantil das redes sociais do Museu. É uma atividade relacionada à palestra “O mundo dos insetos! Unindo a pesquisa e a extensão universitária através da divulgação científica”. Visa aproximar o público da coleção de insetos do Museu, sobretudo as coleções de borboletas, bem como dos trabalhos de pesquisa e de extensão associados ao Museu.

    Data:  22 de maio de 2021, às 18h

    Local: Facebook do Museu

    6. Museu do Doce na Semana dos Museus – Registro, memória e patrimônio imaterial a partir do INRC das Tradições Doceiras da região de Pelotas e antiga Pelotas

    O Museu do Doce da UFPel realizará uma série de publicações temáticas sobre o Inventário Nacional de Referências Culturais sobre as Tradições Doceiras de Pelotas e antiga Pelotas (Arroio do Padre, Capão do Leão, Morro Redondo, Turuçu), atividade intitulada “Registro, memória e patrimônio imaterial a partir do INRC das Tradições Doceiras de Pelotas e antiga Pelotas”.

    Tal ação busca divulgar e valorizar o Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) das Tradições Doceiras de Pelotas e região, documento produzido para o registro dessas tradições como patrimônio cultural imaterial brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O referido dossiê foi produzido por uma equipe de pesquisadores da UFPel que em trabalho de campo pode ter contato e registrar um expressivo conjunto de relatos, informações, imagens, locais, e outros aspectos importantes que como seu resultado produziu a representação que subsidiou o ato legal do reconhecimento.

    Esse importante documento não tem a sua vida útil finalizada. Ele continua, e continuará sendo o alicerce de ações que envolvam a salvaguarda das tradições doceiras de Pelotas, dentre elas a atuação do Museu do Doce ao longo de sua história institucional: desde suas ações físicas na sede do museu, até sua inserção em canais digitais, sempre tendo como destino final seu público e a necessária ativação da memória dessas tradições.

    Data: De 17 a 23 de maio de 2021, às 19h

    Local: Site e perfis do Museu do Doce nas redes sociais: Facebook e Instagram

    7. Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo (MALG) – “Museus para pensar o Futuro”

    O MALG, em parceria com o SESC Pelotas, Rede de Museus e PPGAV/CA/UFPel, realizará uma série de projeções de imagens em seu jardim. A ação é intitulada “Museus para pensar o Futuro”.

    EXPOSIÇÃO – “Museus para pensar o Futuro”: Exibição de vídeos produzidos pelo Mestrado em Artes Visuais (CA/UFPel).

    Data: 17 de maio de 2021, das 19h às 20h

    Local: Jardim do MALG

    EXPOSIÇÃO – “Museus para pensar o Futuro”: Exibição da exposição virtual “Minha Máscara”, realizada pela Rede de Museus UFPel em 2020, com imagens dos acervos da Universidade estampadas em moldes de máscaras.

    Data: 18 de maio de 2021, das 19h às 20h

    Local: Jardim do MALG

    EXPOSIÇÃO – “Museus para pensar o Futuro”: Exibição de imagens da exposição “O Eu: entre o autorretrato e a selfie”.

    Data: 19 de maio de 2021, das 19h às 20h

    Local: Jardim do MALG

    8. Museu das Telecomunicações – “Vozes femininas na CTMR”

    Exposição virtual explorando a temática da presença feminina na antiga Companhia Telefônica de Pelotas – Companhia Telephonica Melhoramento e Resistência.

    Data: A partir de 18 de maio de 2021

    Local: Site do Museu das Telecomunicações

    9. Museu das Coisas Banais – “Uma coleção feita de afetos e distâncias: memória do refúgio e da migração em objetos”

    Roda de conversa e a abertura da exposição virtual “Uma coleção feita de afetos e distâncias: memória do refúgio e da migração em objetos”, que conta com a curadoria de Mônica Peralli Broti e reúne objetos e fatos significativos das histórias de vida de quem migra e de quem acolhe.

    Data: 21 de maio de 2021, às 19h

    Local: Roda de Conversa e abertura – Sala de Webconferência e na página do Museu no Facebook

    Exposição – Site do Museu das Coisas Banais

    10. MABSul – WEBINAR: O AMANHÃ NÃO EXISTE AINDA (Miró de Muribeca).

    Mesa-redonda – Museu Virtual: Rompendo limites, alcançando horizontes

    Data: 19 de maio de 2021, às 19h

    Inscrições: encurtador.com.br/tulRS

    Mesa-redonda – Conexão: O passado é o novo futuro – Narrativas do passado, perspectivas do futuro

    Data: 20 de maio de 2021, às 19h

    Inscrições: encurtador.com.br/tulRS