Início do conteúdo
    Notícias
  • Alunos de Cinema e Audiovisual da UFPel exibem curtas no Quartas no Lyceu

    O projeto Quartas no Lyceu da semana pertenceu ao módulo Cinema e recebeu a última turma de graduados no curso de Cinema e Audiovisual da UFPel para uma mostra de seus curtas. “Duas Caras”, com direção de Felipe Tapia, “Anchieta 815”, de Jordana Coutinho e Guilherme da Luz, “O fecho Éclair”, de Lucas Arizaga e “Ester”, de Mateus Gomes, foram apresentados ao público presente no prédio do Lyceu.

    Os curtas tiveram lançamento oficial para a comunidade no Cineart,  no último dia 26. Os graduados ainda realizam adaptações técnicas em seus curtas, para futuramente concorrer em festivais.

    Os trabalhos audiovisuais contam com atores alunos dos cursos de Dança e Teatro da Universidade Federal de Pelotas. O diretor do curta “Ester”, Mateus Gomes, diz que a experiência em trabalhar com atores do curso vizinho é algo que se tem desde o primeiro semestre. “Quando ingressamos da faculdade ainda não sabíamos lidar com a diferença de atuação do cinema e do teatro. Hoje vemos que são coisas distintas”, comenta o diretor.

    DSCN2202DSCN2220

  • 5ª Edição do Buteco da Filosofia debaterá o tema “Legalização da Prostituição”

    “Buteco da Filosofia” é o mais novo Projeto de Extensão do Departamento de Filosofia da UFPel, sob a coordenação dos professores Flávia Carvalho Chagas e Juliano Santos do Carmo, com a colaboração de acadêmicos e egressos do curso de Filosofia, bem como de outros cursos da UFPel, e tem por objetivo promover discussões transversais da filosofia com outras áreas do conhecimento e da cultura em geral sobre temas e problemas de relevância social. Resumindo: a ideia é quebrar as paredes da academia e bater um papo com filósofos e com quem quiser independente de ser ou não da filosofia!

    Na sua quinta edição, o projeto trará como tema a questão da prostituição e sua possível legalização no Brasil, contando, assim, com diferentes perspectivas em relação ao tema, como: experiências e relatos pessoais, além de abordagens filosóficas, históricas e políticas. Participam como debatedores desta edição a acadêmica em Serviço Social pela Anhanguera, Michelle Russell, a acadêmica em Letras pela UFPel, Lua Gill, e os professores de filosofia e história, respectivamente, Drª. Cinara Nahra e Dr. Fábio Vergara.

    O que? Buteco da Filosofia – Projeto de Extensão do Departamento de Filosofia da UFPEL.

    Para que? Discutir temas de relevância social.

    Sobre o que? Tema de Novembro: ”Legalização da Prostituição”.

    Quando? Sexta-feira, Dia 29.11.2013, às 20h.

    Onde? Bar do Zé – Rua Conde de Porto Alegre esquina Álvaro Chaves.

    Quanto? Entrada Franca.

    625521_685976268088079_90861719_n

  • Revista Brasileira de Extensão Universitária inicia atividades na forma eletrônica e recebe submissões de trabalhos

    A Revista Brasileira de Extensão Universitária é uma publicação semestral do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, cujo objetivo é possibilitar o intercâmbio de práticas, reflexões e resultados de ações de extensão desenvolvidas pelas Universidades, por meio de uma rede ampla e diversificada de atores e instituições sociais.

    A Revista Brasileira de Extensão Universitária está iniciando suas atividades na forma eletrônica e já está recebendo submissões! Considere-a para submeter seus trabalhos e divulgue entre seus pares.

    Para obter mais informações acesse: https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RBEI

  • Curtas do curso de Cinema são atração no Quartas no Lyceu

    A próxima edição do projeto Quartas no Lyceu, pertencente ao módulo cinema, trará a produção acadêmica do curso de Cinema da UFPel. Serão exibidos quatro curta-metragens realizados pelos alunos concluintes em março de 2013. A mostra ocorrerá na próxima quarta-feira (27), às 17h30, no Lyceu Rio-Grandense, localizado na Praça Sete de Julho, 180. As produções são os projetos de graduação da segunda turma de formandos do ano de 2012. Além da mão-de-obra dos próprios estudantes, também contaram com a parceria dos alunos do curso de Teatro da Universidade.

     Confira as obras que estarão em exibição:

     ESTER (Ficção – Drama)

    No sul da América, o céu azul de Pelotas acolhe universitários, vindos de todos os cantos do Brasil… Em alguns, a solidão e a saudade tomam conta da alma e do coração… Ester é uma jovem acadêmica de Arquitetura, faz parte dos chamados novos pelotenses, ela mora sozinha e passa por uma fase de introspecção, insatisfação e solidão… Mas é só um momento … Até sua estrela brilhar.

    Roteiro e Direção: Mateus Gomes

    Direção de Produção: Natália Cabral

    Direção de Fotografia: Felipe Freitas

    Direção de Arte e Figurino: Geisi Xavier

    Direção de Som: Alan Báo

    Direção de Atores: Vagner Vargas

    Edição: Matheus Wagner

    DUAS CARAS (Ficção – Comédia dramalhão)

    Helena e Mônica eram melhores amigas, até que uma mostrasse para a outra as suas segundas faces.

    Roteiro e Direção: Felipe Tapia

    Direção de Produção: Natália Cabral

    Direção de Arte e Figurino: Mateus Gomes

    Direção de Fotografia: Robin Crepe

    Direção de Som: Dhyan Diano

     ANCHIETA 815 (Documentário – Observativo)

    Anchieta 815 é um documentário observativo que retrata o microcosmo de um espaço habitacional na cidade de Pelotas.

    Realização coletiva: Jordana Coutinho, Guilherme da Luz, Gustavo Zanin, Eduardo Ribeiro e Márcio Costa

    Argumento: Guilherme da Luz

    Direção: Jordana Coutinho e Guilherme da Luz

    Produção: Eduardo Ribeiro e Jornada Coutinho

    Direção de Fotografia: Gustavo Zanin e Márcio Costa

    Direção de Som e Mixagem: Eduardo Ribeiro

    Direção de Edição: Jordana Coutinho, Guilherme da Luz, Gustavo Zanin, Eduardo Ribeiro e Márcio Costa

    O FECHO ÉCLAIR (Ficção – Comédia pastelão)

    Numa tarde casual, Daniel, Douglas e Luis discutem sentados à mesa de um estabelecimento qual seria a melhor maneira de se dirigir a uma menina sentada na mesa ao lado. Esta seria uma cena típica entre os jovens de sua idade não fosse o motivo da discussão: eles querem avisá-la que o zíper de sua calça está aberto.

    Direção: Lucas Arizaga

    Roteiro: Eduardo Ribeiro

    Direção de Fotografia: Daniela Lopes

    Direção de Arte e Figurino: Leonardo Boursheid

    Assistente de Direção: Isadora Ebersol

    DCIM100GOPRO

  • Quartas no Lyceu traz o Grupo de Dança TERPSI

    A atração da semana no projeto Quartas no Lyceu foi o grupo de dança contemporânea TERPSI, de Porto Alegre. Os artistas fizeram parte do módulo Artes Cênicas, e apresentaram em duas sessões lotadas, espetáculo “Casa das Especiarias”.

    O espetáculo é livremente inspirado no livro A Senhora das Especiarias, de  Chitra Divakaruni, que conta a história de uma senhora que pensa ter poderes de transformar através das ervas. A diretora da apresentação, Carlota Albuquerque, diz que o palco é uma espécie de laboratório para os artistas. “Cada bailarino acaba sendo um criador, porque coloca algo de si, das suas lembranças, para completar o espetáculo”, diz Carlota.

    Partindo da especiaria que é o corpo e a pele, a narrativa fala do envelhecer e renovar, em cima do que nutre a criação e o processo nostálgico da memória.  A diretora ainda diz que essa memória é extremamente afetiva e é perceptível a direta provocação dela, quando a ingerimos.

    A artista mais antiga na apresentação é Angela Spiazzi, que ressalta o retorno do espetáculo para o público, acerca do que lhes é passado. “Cada espectador encontra-se em um instante diferente. Seja pelo cheiro, uma memória visual ou até pelo som”, diz a bailarina.

    A diretora da peça aproveita para agradecer o convite e o carinho de Maria Falkenbach com o grupo. Ela relembra que a coordenadora do Grupo Tatá já integrou o TERPSI e foi a primeira pessoa a realizar um projeto de capacitação para a equipe.

    Aos novos artistas e estudantes de teatro ou dança, o grupo ressalta o trabalho em coletivo. “A criação está no coletivo. É com ele que nos arriscamos, nos conhecemos e descobrimos a cada obra trabalhada”, comenta a diretora.

    DSCN2139terpsi ao vivo

  • APL Alimentos Região Sul promove Seminário

    O Arranjo Produtivo Local de Alimentos da Região SUL (APL Alimentos Região Sul) promove o Seminário Nova Legislação de Produtos Orgânicos e Mercado de Alimentos.

    O evento acontecerá na próxima sexta-feira(22), na sede da Embrapa Clima Temperado que fica no km 78 da BR 392.
    Confira a programação no cartaz.

    APL Alimentos Seminário -22-11-13

  • Quartas no Lyceu apresenta o Grupo de Dança Contemporânea “TERPSI”

    O Projeto Quartas no Lyceu – Módulo Artes Cênicas – traz na próxima quarta (20), diretamente de Porto Alegre, o Grupo TERPSI com o espetáculo “Casa das Especiarias”. Serão feitas duas sessões de apresentações às 17:30 e 19:30. O local das apresentações é o  Laboratório de Experimentos Poéticos – Sala Carmen Biasoli – localizado na rua Almirante Tamandaré, 301.

    Veja o cartaz:

    Slide-QNL_20-11-TERPSI-F

  • Federal FM lança edital para seleção de conteúdo para a programação

    A Rádio Federal FM, órgão da Coordenadoria de Comunicação Social (CCS) da Universidade Federal de Pelotas, em parceria com a PREC (Pró-Reitoria de Extensão e Cultura) torna público que estão abertas as inscrições para a Seleção de Conteúdo Radiofônico para Veiculação na Rádio Federal FM. As propostas apresentadas deverão estar em consonância com o conceito de Radiodifusão Educativa, prezando pela integração entre Ensino, Pesquisa e Extensão.

    O edital tem objetivo de integrar a comunidade acadêmica à produção de conteúdo da Rádio Federal FM, contribuir para a qualificação e diversificação da grade de programação da emissora, interligar a Rádio às atividades acadêmicas de Extensão, Ensino e Pesquisa, desenvolver conteúdo radiofônico que contribua para o desenvolvimento humano e social da comunidade, incentivando a diversidade cultural e a cidadania, selecionar conteúdo radiofônico proveniente de projetos ou programas cadastrados na PREC.

    Poderão apresentar propostas estudantes, professores e técnico-administrativos da UFPEL e também órgãos da universidade que comunguem dos princípios da Radiodifusão Educativa, que envolvam a livre expressão, o direito à informação, educação e cultura.

    Veja o edital completo e os anexos em:http://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2013/11/20/federal-fm-seleciona-conteudo-radiofonico-veiculado-emissora/

    logo federal fm

  • Memorando Circular PREC 02/2013 sobre prazos relacionados a projetos e programas de extensão e cultura na transição dos calendários 2013 a 2014

    A PREC vem realizando um esforço de programação dos procedimentos administrativos relativos às atividades de extensão e cultura cujo objetivo é facilitar aos extensionistas da UFPEL o planejamento adequado de suas tarefas. Neste sentido, pedimos a todos(as) que se mantenham atentos(as) a datas e prazos importantes neste período que se aproxima, de encerramento do semestre 2013/II e preparação para 2014/I. As informações a seguir guardam importância. Anexada ao documento, encontra-se uma tabela com as informações ordenadas conforme os prazos estabelecidos.

    Solicitamos aos Diretores e Diretoras de Unidades que deem máxima difusão a esta mensagem.

    Acesse o documento completo: Memo Circular PREC 02 2013

  • “Extensão sem fronteiras”?

    Um programa do MEC para oportunizar o intercâmbio internacional entre projetos e programas de extensão e cultura. Esta é a ideia básica da proposta apresentada ao Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras (o Forproex) na semana passada, em Palmas (Tocantins), pelo coordenador da Comissão de Relações Internacionais do Fórum e Pró-Reitor de Extensão e Cultura da UFPEL Antônio Cruz. Fazem parte da mesma comissão os pró-reitores de extensão da Universidades Federais do Ceará (Prof.a Márcia Machado), do Acre (Prof. Enock Pessoa), da Região do Semiárido (Prof. Luiz Augusto Cordeiro) e da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira ( Prof.a  Ana Lúcia Souza).

    A proposta prevê a destinação de recursos para projetos de intercâmbio entre equipes de extensão de diferentes países. Assim, equipes (1 professor + 1 técnico + 3 estudantes) de projetos consolidados em universidades públicas brasileiras poderão deslocar-se a um país estrangeiro para interagir com iniciativas similares às suas, integrando-se ao trabalho de extensão de um grupo acadêmico local, atuando em parceria junto a uma “comunidade” (um espaço territorial, uma identidade étnica ou social, uma organização social etc.).

    Segundo a ideia, os extensionistas brasileiros deverão receber recursos para compra de passagens e bolsas de auxílio à sua permanência no estrangeiro, enquanto a universidade visitada deve garantir seu alojamento e suas condições de deslocamento e de trabalho.  O período das vivências deverá variar entre 4 e 6 meses e poderá ser também na modalidade “ida-e-volta”, com uma vivência complementar da equipe estrangeira junto ao grupo brasileiro, em período subsequente.

    O documento prevê também critérios de seleção para as propostas de intercâmbio, que deverão ser apresentadas conjuntamente pelos grupos nacionais e estrangeiros, sendo priorizadas as parcerias com universidades latino-americanas, africanas e asiáticas (“países em desenvolvimento”).

    A proposta, aprovada pelo Forproex, será agora encaminhada ao Ministério da Educação em busca de apoio do Governo Federal, em audiência marcada para o dia 16 de dezembro.

    O documento pode ser acessado na íntegra em:  inter_ext

    antonio_forproex