Início do conteúdo

Programação da Semana dos Museus da UFPel

Programação da Semana dos Museus da UFPel 2019

1) Seminário da Semana de Museus da UFPel – Museus como núcleos culturais: o futuro da tradição.

 

14 de maio

  • 19h – Abertura do Seminário, apresentação musical e lançamentos

 

Livro Cadernos do Choro de Pelotas

Apresentação Prof. Dr. Rafael Velloso

O livro que é o resultado do trabalho colaborativo feito a partir dos projetos de ensino, pesquisa e extensão promovidos pelo Núcleo de Música Popular da Universidade Federal de Pelotas em parceria com o Clube do Choro. O caderno traz 11transcrições de composições de oito compositores da cidade que se dedicaram ao gênero: Julinho do Cavaco, Paulinho Martins, Raul D’ávila, Germano Pinho, Possidônio Tavares, Aloyn Soares, Toinha e Avendano Jr.

 

Apresentação Musical do Clube do Choro

E-book Anais da Semana de Museus da Ufpel 2018.

Apresentação da Profª. Andréa Bachettini

 

E-book Um museus para todos: manual para programa de acessibilidades.

Apresentação da Terapeuta Ocupacional Desirée Nobre Salasar

 

Livro Patrimônio no plural: práticas e perspectivas investigativas (Organizado por Hilda J. de Fraga, Carmen G. B. Schiavon e Carla R. Gastaud).

Apresentação da Profª Carla Gastaud.

 

  • 20h– Palestra

Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia e Museus Universitários – Prof. Dr. Marcus Granato – Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio (MAST/UNIRIO)

 

15 e 16 de maio

  • 18 às 21h – Comunicações de trabalhos (programação a ser divulgada)

Local: Auditório do Museu do Doce – Praça Coronel Pedro Osório, 8 – Centro, Pelotas.

Inscrição como ouvinte no Seminário, clique aqui.

Grade de apresentação de Comunicações – Semana dos Museus da UFPel 2019

 

Dia 15 – Quarta-feira

 

Horário Apresentador(a) Título
18h Gabriela da Costa Gomes Experiência em curadoria na exposição ‘L.C. Vinholes: Constelações e fronteiras dissipadas’.
18:15 Stela Soares Kubiaki O lugar da Palavra – Desafios de Curadoria na construção da Exposição L. C. Vinholes: Constelações e Fronteiras Dissipadas
18:30 Otavio Oliveira Boszczovski A materialidade do livro como um arquivo de troca social: um estudo de caso da restauração do livro infantil “Mamãe Coelha”
18:45 André Alexandre Gasperi A Transdisciplinaridade na formação do núcleo cultural do patrimônio sob a ótica da conservação e restauração
19h DEBATE
19:30 Pétrya Brião Bischoff Projeto de restauro de escultura religiosa de madeira policromada – Crucifixo
19:45 Kerllen Peres Cavalheiro Projeto de Restauração de uma escultura policromada – Imagem de Santa Luzia do Museu Municipal da Baronesa
20h Giovana Borges Peres O resgate e restauração de uma obra de Antônio Cândido de Menezes
20:15 Isis Fófano Gama Restauração de uma pintura sacra equatoriana como preservação da memória e difusão da tradição.
20:30 DEBATE

 

Dia 16 – Quinta-feira

 

Horário Apresentador(a) Título
18h Daniela Vieira Goularte

Reflexões acerca da relação entre o patrimônio industrial e a museologia

 

18:15 Fabiane Rodrigues Moraes Projeto de Visibilidade do Negro: outras histórias no Museu da Baronesa, Pelotas, RS
18:30 Miriã da Mota Manoel

Organização da Documentação Museológica do Museu do Doce.

 

18:45 Gabriela Gonçalves da Rosa Ferreira Documentação e Pesquisa Museológica: Coleção Alcir Nei Bach
19h DEBATE
19:30 Lúcia Maria Timm Maske

Brincando com o patrimônio no Museu do Doce

 

19:45 Fernanda Karolaine Dutra da Silva

O Museu Aberto como uma proposta digital para o Ensino de Ciências

 

20h Cinara Tonello Postringer Sala de Leitura Érico Veríssimo e suas Micropolíticas de formação do Leitor Literário.
20:15

Menderson Correia Bulcao

 

A Cultura Visual dos Relicários da Companhia de Jesus na Catedral Basílica de Salvador-Bahia: A leitura da tradição escultórica da oficina jesuíta através da tríade dos paradigmas da imagem
20:30 DEBATE

 

2) Reabertura do museu na nova sede do Museu de Ciências Naturais Carlos Ritter

Inauguração de salas de exposições com os temas “Evolução das Aves”, “Bioma Pampa” e “Ceslau Maria Biezanko”.

Local: Praça Coronel Pedro Osório, 1 – Centro, Pelotas.

Data: 13 de maio

3) Exposição “EBA 70 anos: da Escola de Belas Artes de Pelotas ao Centro de Artes da UFPEL”

Local: Museu de Arte Leopoldo Gottuzo (MALG) – Praça 7 de Julho, 180 – Centro, Pelotas

Data: 19 de março a 19 de maio.

Horário: 10h às 19h30.

4) Conversa com artistas e professores sobre a exposição “EBA 70 anos: da Escola de Belas Artes de Pelotas ao Centro de Artes da UFPEL”.

Local: Museu de Arte Leopoldo Gottuzo (MALG) – Praça 7 de Julho, 180 – Centro, Pelotas

Data: 15 de maio

Horário: 17h às 19h.

5) 1º Encontro dos Museus Coloniais da Serra dos Tapes.

Local: Auditório do Museu do Doce

Data: 16 de maio

Horário: 16h às 18h

6) ANTE │VER │ TE Intervenção no jardim do MALG

Projeções de vídeos no edifício do MALG, com performances executadas nas suas galerias durante a Semana dos Museus, produzidos por alunos do Mestrado em Artes Visuais do Centro de Artes da UFPEL.

Local: Jardins do Museu de Arte Leopoldo Gottuzo (MALG) – Praça 7 de Julho, 180 – Centro

Data: 17, 18 e 19 de maio

Horário: 19h.

7) Exposição “A tradição dos Doces Coloniais em Pelotas”

Local: Museu do Doce – Praça Coronel Pedro Osório, 8 – Centro, Pelotas.

Data: 28 de março a 30 de junho

Horário: 14h às 18h30 (terça a sexta) e 14h às 18h (sábado e domingo)

8) Visita ao acervo do HISALES – História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares

Local: Rua Almirante Barroso, 1202 – sala 101-H (Campus 2 da UFPel)

Data: 13 a 17 de maio

Horário: 9h às 11h30 e das 14h às 17h30 (Aberto ao público em geral)

Visitas guiadas para escolas devem ser agendadas pelo e-mail grupohisales@gmail.com

Informações sobre o HISALES: https://wp.ufpel.edu.br/hisales/

9) Roteiro dos museus e coleções da UFPel “Um percurso de tradições e sentidos

Atividade com as escolas – visitas guiadas às exposições e atividades de sensibilização e educação patrimonial nos museus da UFPel localizados no centro histórico de Pelotas.

Data: 17 de maio

Horários: 9h às 17h

Atividades previstas no roteiro:

Museu do Doce

  • Visita guiada à exposição.
  • “Doces Tradições” – percurso multissensorial para aguçar os doces sentidos da tradição doceira de Pelotas.
  • “Temperando os sentidos” – circuito sensorial com ervas e temperos das nossas tradições e observação da morfologia das plantas.

Museu de História Natural Carlos Ritter

  • Visita guiada à exposição.
  • Biodiversificando  –  atividade da Gestão Ambiental do DNIT que será desenvolvida através da  projeção de vídeos de armadilhas fotográficas com registros de animais silvestres da nossa região. Horário: 9 as 10h e das 14 as 15h, (atividade com agendamento prévio museucarlosritter@gmail.com)
  • Canção dos Bichos: rock & naturez  – a apresentação do projeto musical da Gestão Ambiental da BR-116/392. Horário: 9 as 10h e das 14 as 15h, ( atividade com agendamento prévio museucarlosritter@gmail.com)

Museu da Arte Leopoldo Gottuzo – MALG

  • Visita guiada à exposição do MALG.
  • Atividade nos jardins organizada pelo Museu de Arqueologia e Antropologia (MUARAN) “Saberes e Fazeres multidisciplinares” mostra de artefatos arqueológicos históricos, atividades didáticas envolvendo escavação simulada, análise e interpretação de achados e contextos arqueológicos.
  • Encerramento do roteiro – atividade lúdica sobre as visitas.

Informações e agendamento das escolas pelo e-mail: redemuseusufpel@gmail.com

 

10) Conversa sobre Restauração: Preservando as tradições – Análise prévia de danos do Monumento ao Laçador de Antonio Caringi

A conversa sobre os os estudos prévios realizados na Escultura do Laçador de Antonio Caringi para embasar o projeto de restauração.

– Palestrante: Ricardo Jaekel dos Santos, Conservador – Restaurador de Bens Culturais Móveis, Mestre em Memória Social e Patrimônio Cultural pela UFPel.

– Data: 17 de maio de 2019

– Horário: 19h

– Local Auditório do Museu do Doce – Praça Coronel Pedro Osório, 8 – Centro, Pelotas.

– Número de Vagas: 70 lugares – Inscrições no dia 17/05/2019 as 18h:30min no próprio local.

11) Tour dos Museus da Serra dos Tapes com observação do céu escuro

Visitas aos museus da Serra dos Tapes – Museu Gruppelli, Museu da Colônia Francesa e Museu Histórico de Morro Redondo. No início da noite será feita a observação do céu escuro, somente possível distante das luzes da cidade. A visita aos museus é guiada pelos professores e bolsistas de projetos vinculados aos museus. A equipe do Planetário da UFPel orientará as atividades de observação do céu escuro.

Data: 18 de maio de 2019

Saída: 10h – Retorno previsto: 22h

Local de saída e retorno: RU antigo

Roteiro:

– Museu da Colônia Francesa

– Almoço no restaurante da família Gruppelli

– Visita ao Museu Gruppelli

– Visita à localidade da Colônia Maciel (núcleo da imigração italiana na Serra dos Tapes, com a Igreja Sant’Ana, cemitério e ações de educação patrimonial)

– Museu do Morro Redondo – café e atividade com equipe do Planetário – Observação do céu escuro.

Observações:

  • – A atividade é aberta somente aos discentes, docentes e técnicos administrativos da UFPel.
  • – Traslado e visita aos museus e atrativos da colônia são gratuitos.
  • – No ato da inscrição, informar a reserva de almoço. Custo de R$ 30,00 (bufê livre, vários tipos de saladas e carnes, bebida à parte).
  • – Quem preferir levar sua refeição encontrará recantos aconchegantes para comer com seus amigos no almoço ou no café da tarde.
  • O número de vagas é limitado.

Para participar do Tour de Museus, preencha o formulário aqui

Informações da programação da Semana dos Museus UFPel 2019

pelos e-mails:

redemuseusufpel@gmail.com

semanadosmuseusufpel@gmail.com

Publicado em 03/05/2019, em Veja aqui todas as Notícias.