Início do conteúdo
O que você procura?
    Todas Notícias
  • Quartas no Lyceu recebe Nando Gross e Luis Carlos Rigo para debate sobre futebol e a Copa do mundo

    O projeto Quartas no Lyceu da semana recebeu o professor da UFPel Luis Carlos Rigo, e o jornalista esportivo Nando Gross, para o debate “Copa do Mundo: o poder e o futebol”. Os especialistas trouxeram exemplos mundiais para elucidar o histórico do futebol no Brasil e a consequência da Copa do Mundo no País.

    O comentarista da Rádio Gaúcha, Nando Gross, vê como positiva a realização do evento em solo brasileiro, já que é uma grande troca de cultura ao mesmo tempo em que há a possibilidade do intercambio econômico. “Minha preocupação é a que todos temos, a corrupção”, diz.

    A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura conseguiu uma entrevista com o Nando, após o debate.

    Pró-Reitoria de Extensão e Cultura: Há 20 anos o futebol não carregava a movimentação econômica e cultural que agora. Hoje em dia uma criança troca os estudos pela dúvida de uma carreira no futebol. O que tu achas que mudou nesse pensamento no tempo em que acompanhas o futebol?

    Nando Gross: Uma grande parcela dos torcedores brasileiros torce para apenas 12 times, os das grandes capitais, os mais reconhecidos. Os jogadores desses times, sim, ganham muito bem. Mas a média do salário de um jogador brasileiro é muito pequena, não chega nem a seiscentos reais. O Brasil tem 4 divisões, A, B, C e D, além dos times que ainda não estão nessas divisões,  esses são os que ganham menos que um salário mínimo. Acho que essas crianças devem ser influenciadas para não se iludirem, porque para jogar bola e conseguir sucesso tem que ser realmente diferenciado.

    PREC: Tu és musico e compositor. Assim como o futebol, a música faz parte do cotidiano das pessoas.Tu vês a relação da musica com o futebol?

    NG: Eu trabalho diretamente com futebol, e para conseguir compor preciso me distanciar um pouco do meu trabalho. Mas o cara que trabalha com música e curte o futebol, consegue ter essa visão um pouco diferente para escrever sobre isso, como tanta gente fez. Chico Buarque, Skank, Jorge Ben.  Eu tenho uma visão extremamente de trabalho com o futebol. Não tenho essa visão tão lúdica, tão romântica, para construir essa relação.

    PREC: Aqui em Pelotas nós temos duas Universidades com cursos de Jornalismo, e alguns desses estudantes estiveram presentes no debate. Tu tens alguma mensagem para passar aos que vão seguir a área da comunicação ou até mesmo do Jornalismo Esportivo?

    NG: Gostaria de dizer para as pessoas que estão entrando no mercado, querendo se formar, que tenham ideia de empreendedor ao invés de querer se formar para ser empregado de alguém. Se tu pensares pequeno, o resultado será pequeno. Hoje formam-se as pessoas para serem funcionárias, não para formarem coisas novas. Hoje se tu demitires 100 pessoas de uma redação para colocar outras 100 no lugar, não acontece nada diferente, é todo mundo muito robotizado, pensando igual. Se diferenciará quem tiver algo diferente a propor. Os novos jornalistas vêm para construir a nova verdade, então indico que, aprendam o básico, mas tentem reinventar, sejam criativos e não sejam apenas mais um na área.

    DSCN2083

  • Aviso sobre Alteração do período de entrega da efetividade dos bolsistas de Extensão

    A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura informa aos bolsistas de extensão que, em virtude do prazo para execução orçamentária e encerramento do exercício 2013, a efetividade referente ao mês de novembro deverá ser entregue no período de 25 a 27 de novembro(impreterivelmente), e a referente ao mês de dezembro, nos dias 16 e 17 de dezembro/13.
    Informamos ainda que, o horário para entrega das efetividades será das 8h às 19h.

  • Câmara de Extensão do Centro de Letras e Comunicação oferece cursos à comunidade.

    A Câmara de Extensão (CaExt) do Centro de Letras e Comunicação oferece semestralmente diversos cursos direcionados à comunidade Pelotense e demais municípios da região sul. Dentre estes, cursos em Língua Estrangeira e Língua Portuguesa. No último sábado (9), os alunos retomaram as atividades após um breve período de recesso.

    Para saber mais informações sobre a Câmara de Extensão acesse o site: https://wp.ufpel.edu.br/clc/

    Imagem 121

  • 2º Encontro de Flauta Doce de Pelotas: um diálogo com outros fazeres musicais

    Aconteceu no dia 9/11, no Prédio do Lyceu, o 2º encontro de flauta doce de Pelotas. Participam do evento os grupos de Pelotas, Coral Infantil São João, Oficina de Expressão – Escola Municipal Garibaldi, Grupos de Flauta do Programa de Extensão Doce Flauta, Grupo Percutralha, e de São Lourenço do Sul, a Orquestra Meninos da Lagoa. A coordenação do encontro ficou por conta da professora Lélia Negrini Diniz. 

    OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

  • Módulo Idéias e Pensamento traz o tema Copa do Mundo: o poder e o futebol

    Na próxima quarta-feira(13), às 17h 30min o Projeto Quartas no Lyceu traz o tema Copa do Mundo: o poder e o futebol. Estão escalados para o debate os especialistas, Nando Gross e Luis Carlos Rigo. A entrada é franca.

    Durante as mobilizações de junho, um dos temas recorrentes nos diversos protestos em todo país, foi o dos gastos excessivos com a Copa do Mundo de Futebol. Estádios sendo erguidos ou reformados com forte injeção de dinheiro público. As exigências da FIFA, o denominado Padrão FIFA, passaram a ser as exigências das ruas para o sistema de saúde e de educação, principalmente. A FIFA, as construtoras, as corporações financeiras e dos meios de comunicação, as grandes empresas multinacionais constituem um conjunto de forças que, em nome do futebol, ao fim e ao cabo, pode trazer dívidas impagáveis para um país subdesenvolvido como o Brasil, onde o Estado, submetido aos interesses econômicos e sem condições de desenhar outros rumos, poderá estar abrindo mão das ações essenciais para o desenvolvimento humano e do próprio país. Verdade ou/e mentira? Sim e/ou não? Este tema, Copa do Mundo: o Poder e o Futebol, será debatido por dois grandes conhecedores desta realidade: Nando Gross e Luiz Carlos Rigo, sob mediação do professor Luiz Rubira.

    NANDO GROSS – Formado em 1992 pela PUCRS, é apresentador e comentarista da Rádio Gaúcha e TV COM. Com passagens pelas Rádios Bandeirantes e Guaíba. Está no grupo RBS desde 2001. Criador e coordenador do curso Kick Off – Futebol e negócios – na Perestroika.  No momento é aluno do MBA da ESPM em “Jornalismo, com ênfase em gestão e novas mídias” e coordenador e criador do curso Radiojornalismo Esportivo Multiplataforma Rádio Gaúcha/ESPM.

    LUIS CARLOS RIGO: Possui graduação em Licenciatura Em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria (1987); mestrado em Ciência do Movimento Humano pela Universidade Federal de Santa Maria (1993); doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2001), com tese sobre as Memórias do Futebol no; Pós-doutorado em Educação pela Universidade de Barcelona (2011 -2012), com estudo na área sócio histórica do Futebol Espanhol . Autor do livro: Memórias de um Futebol de Fronteira (Editora Universitária UFPel, 2004) e de vários artigos em diferentes períódicos que abordam temas do futebol relacionado as ciências humanas e sociais. Atualmente é professor na graduação e na Pós-graduação  da Universidade Federal de Pelotas/ESEF. Possui interesse em temas como: Estudos Sociocultural do Futebol, Sociologia da Saúde, Epistemologia e Memórias das Práticas Esportivas.

    Nando 4

     Apoio: Expresso Embaixador, Parrillada Mercado Del Puerto, Secult e Teatro Guarany

  • Projeto de Extensão oferece atividades físicas para terceira idade

    O Núcleo de Atividades para a Terceira Idade, o NATI da UFPel, realiza trabalhos de extensão desde 1993. Atividades físicas como hidroginástica, ginástica e musculação são oferecidas a pessoas da comunidade, com mais de 60 anos. Além da oferta de exercícios físicos, o grupo explora a convivência social e a mente dos idosos. Aos pacientes diagnosticados com artrite, artrose ou que têm pouca mobilidade física, os médicos indicam a prática da hidroginástica. As aulas dessa modalidade ocorrem na única piscina de água quente gratuita da cidade, resultando em uma grande procura, com fila de 300 pessoas para vagas em uma das seis turmas ofertadas.

    O NATI também incentiva a convivência social dos idosos, realizando bailes, viagens e oficinas, fazendo com que os idosos sintam-se uma grande família. “Muitos chegam bem cedo para as atividades, para conversar”, diz a coordenadora Adriana Cavali, comentando que os usuários sentem necessidade da convivência entre si. Com o início do semestre letivo na universidade, as atividades do núcleo recomeçam, e os participantes alegram-se com a possibilidade de retornarem seus exercícios. “Que bom que começaram as aulas, estávamos parados e enferrujados”, comenta a senhora Dorvalina Fernandes.

    Adriana ainda diz que regularmente são feitas reuniões com os bolsistas envolvidos no projeto, para que eles saibam que “o idoso precisa de carinho, não é só dar aula por dar”. A coordenadora ainda diz que é pensado o enfoque social e afetivo porque acima de tudo, está-se cuidando da parte psíquica do idoso. “Mexendo com o físico estamos mexendo com a mente dessas pessoas”, afirma.

    Conscientização

    Alguns dos integrantes do NATI frequentam-no desde o seu início, há 20 anos. A maioria das Universidades Federais iniciaram núcleos da terceira idade no começo dos anos 90, já que foi nessa década em que a preocupação com os idosos ganhou maior importância.

     Para participar

    São oferecidas para a população acima dos 60 anos, seis turmas de hidroginástica, duas de musculação e três de ginástica. Para realizar a inscrição, na lista de espera, basta ir até a recepção da ESEF, Rua Luís de Camões, 625, no bairro Três Vendas.

     Publicações

    No ano de 2011 pesquisadoras incluídas no NATI publicaram pela Editora e Gráfica da UFPel, dois livros com a temática “Trabalhando com a terceira idade”. Um, nomeado “Práticas interdisciplinares” foi escrito pela atual coordenadora Adriana Cavali, juntamente com a ex coordenadora Mariângela Afonso. Um segundo, intitulado “Estudos e pesquisas”, foi escrito por Anderson Leandro Campos, pesquisador do núcleo, além da ex e da atual coordenadora do projeto. Os livros apresentam artigos escritos por alunos e graduados em Educação Física, que pesquisam a condição de vida na terceira idade. Com 600 tiragens publicadas, os dois livros apresentam 19 artigos, que, ao todo, contribuem para uma melhor compreensão do trabalho realizado com os idosos.

    foto 10foto 11

     

     

  • Quartas no Lyceu apresenta Xaxados e Perdidos

    Após conceder entrevista ao vivo para a Rádio Federal FM, Simone Rasslan, Álvaro Rosa e Beto Chedid apresentaram-se no projeto cultural Quartas no Lyceu. Com o espetáculo apresentado, Xaxados e Perdidos, o grupo ganhou o prêmio Açoriano de Música no ano de 2012.
    O Xaxados nasceu em 2009, com a ideia de fazer musica onde as pessoas pudessem cantar música brasileira junto com o grupo, como se tivessem em uma extensão da sua sala de estar. “Eu acho que devemos estar bem plugados no mundo, mas com o pé bem forte no lugar da gente”, diz Simone, defendendo a identidade musical do Brasil.
    No repertório do show, são apresentadas músicas do da região Sul, do Nordeste e de vários estados, sempre com a necessidade de colocar a música entre o erudito e o popular.

    A próxima atração do Quartas no Lyceu é Nando Gross e Luis Carlos Rigo, no módulo Idéias & Pensamento. Eles discutirão o tema Copa do mundo: O poder e o Futebol na quarta-feira, dia 13 de novembro, às 17h30min no prédio do Lyceu.

    rádio entrevista simone

  • 5º Seminário da Consciência Negra de Pelotas

    Nos dias 14, 17, 18, 21 e 22 de novembro ocorre o V Seminário da Consciência Negra de Pelotas (V SECONEP) organizado pelo Grupo Design, Escola e Arte. Na quinta edição do evento, o Seminário terá como tema central a juventude pelotense, especialmente de etnia negra, evidenciando a atuação dos jovens no movimento negro e nas mais diversas questões que se incluem a luta pelo fim do preconceito e a igualdade de oportunidades. Saúde, direitos humanos, mercado de trabalho, o conhecimento de sua própria cultura e os dez anos da Lei 10.639 serão alguns dos temas a serem abordados. Focados nas ações que elevam o conhecimento e o crescimento moral e intelectual, o V SECONEP homenageará aqueles que fazem das questões raciais uma luta constante em suas vidas, a Juventude Negra de Pelotas, não obstante, homens que lutaram pela preservação da cultura e defesa dos direitos da população negra: Rubinei Machado e Mestre Baptista.

    Programação:

    14 de Novembro:

    Local: ICH (Instituto de Ciências Humanas).

    Manhã: Das 8h às 11h45min: Apresentação de Experiências e Trabalhos Científicos em Cumprimento a Lei 10.639.
    Tarde: Das 14h às 18h: Minicurso: Preservação do patrimônio negro brasileiro através acervo fotográfico e da poesia de Oliveira Silveira – Ministrado pela Mestranda Geanine Vargas Escobar – Bacharel em Conservação e Restauro de Bens Culturais Móveis UFPel – RS e Mestranda em Memória Social e Patrimônio Cultural – UFPel – RS.

    17 de novembro:

    Quizomba na Baronesa.
    Oficinas de percussão, instrumentos, estêncil, turbantes, fotografia, Hip-hop, grafitti, customização, entre outras.
    Início: 14h – Término: 18h30min.

    18 de novembro:

    Brasil sem Preconceito – Local: ASSUFPEL – Quinze de Novembro 262
    Apresentações culturais e cinematográfica com a exibição do documentário “O grande Tambor”.
    Início 13h30min – Término: 20h com roda de samba de raíz.

    21 de novembro:

    Ciclo de Palestras – Local: Centro de Integração do Mercosul – Rua Andrade Neves, 1529
    Noite Palestras sobre juventude Negra e ações educacionais,culturais em prol da juventude.
    Início: 18h30min – Término: 21h30min.

     

    22 de novembro:
    Juventude Negra em Ação – Local: Centro das Artes – Rua Alberto Rosa, 62
    Tarde – Ciclo de palestras sobre diversos temas relacionados às ações em prol da juventude.
    Início: 13h30min. – Término: 18h.

    A realização deste evento somente será possível graças ao apoio da Pró-reitoria de Extensão universitária/UFPel; 5ª CRE; ASUFPel; Associação de Cabos e Soldados da Brigada Militar; Associação de Subtenentes e Sargentos da Brigada Militar; SECULT; Secretaria Municipal de Justiça Social; Sindic. Dos Trabalhadores da Alimentação; America Latina Presentes; Aquatintas; Livraria D. Pedro I e Papelaria Alternativa.

    Inscrições ou mais informações no endereço eletrônico: seconep.blogspot.com.br.

    logo-2013

  • Quartas no Lyceu apresenta Simone Rasslan com o espetáculo “Xaxados e Perdidos”

    Na próxima quarta-feira (06 de novembro), o projeto Quartas no Lyceu traz a Pelotas a artista SIMONE RASSLAN, com o seu espetáculo XAXADOS E PERDIDOS, vencedor do prêmio Açoriano de Música de 2012, de melhor disco do ano, entre outras premiações.
    Simone é compositora, pianista, cantora e educadora musical. Integrou o duo do espetáculo RÁDIO ESMERALDA, que ficou vários anos em cartaz.
    Em “Xaxados e Perdidos”, Simone traz um repertório colhido em pesquisas realizadas por ela nas origens da música popular brasileira, da canção, do maxixe à modinha, compartilhando os diversos sotaques da MPB. O espetáculo já circulou por várias cidades brasileiras com excelente repercussão junto ao público e à critica especializada.
    Em “Xaxados e Perdidos”, Simone Rasslan é acompanhada por Álvaro Rosa Costa e Beto Chedid.
    Vale lembrar que o Quartas no Lyceu tem a entrada franca e acontece às 17 horas e 30 minutos.

    Simone Rasslan 1 foto de Mariano Czarnobai
    APOIO: EXPRESSO EMBAIXADOR, PARRILLADA MERCADO DEL PUERTO, SECULT E TEATRO GUARANY