Início do conteúdo
Apresentação

O Mestrado em História da Universidade Federal de Pelotas, lotado no Instituto de Ciências Humanas, foi aprovado e recomendado pela CAPES em 2009 e teve sua primeira turma em 2010. Tem como área de concentração “Fronteiras e Identidades”. Conta com três linhas de pesquisa: “Estado: entre poder, tensões e autoritarismo”, “Imagens: entre iconografia, cultura visual e intermedialidade” e “Trajetórias: entre identidades, memória e conflito social”.

O PPGH/UFPel foi o segundo programa de pós-graduação stricto sensu sediado em instituição pública a ser criado no Rio Grande do Sul, e o primeiro programa em História na metade Sul do estado, pavimentando caminho para a expansão do estudo da história nesta região, em uma perspectiva acadêmica e permanente. Até junho de 2018, o programa totalizou 87 dissertações defendidas.

O curso é resultado do esforço coletivo de professores com formação em História da Universidade Federal de Pelotas em busca de ensino de qualidade e pesquisa inovadora. É composto, no momento, por dezoito professores permanentes, quinze dos quais pertencendo ao quadro docente da própria instituição, dois a outras universidades (FURG e UFRGS) e um vinculado na condição de pós-doutorando (FAPERGS). O programa conta ainda com dois professores colaboradores. Os professores da instituição vinculam-se a cinco unidades acadêmicas distintas (Centro de Artes, Centro de Letras e Comunicação, Instituto de Ciências Humanas, Faculdade de Administração e Turismo e Centro de Integração do Mercosul), configurando um conjunto de historiadores com formação interdisciplinar, envolvendo, além da História, Arqueologia, Artes Visuais, Educação, Letras, Sociologia e Turismo. Em 2018 o programa passa a contar com um Professor Visitante estrangeiro, mediante programa institucional.

Muito embora Pelotas, localizada que está no extremo sul do Brasil a pouco mais de cem quilômetros da fronteira, possua vocação histórica e geográfica para desenvolver os estudos atinentes a “fronteiras nacionais”, a problematização da área de concentração não se limita a um entendimento geográfico do tema, açambarcando amplo espectro de reflexões concernentes aos conceitos de fronteira e identidade, entendidos em suas múltiplas possibilidades de interpretação e aplicações, e com abertura para diferentes regiões e períodos da história.

O programa associa-se a quatro periódicos: a Ofícios de Clio, que é a revista discente dos cursos de História da UFPel; a História em Revista, publicação do Núcleo de Documentação Histórica da UFPel, editada desde 1994; os Cadernos do LEPAARQ – Textos em Antropologia, Arqueologia e Patrimônio, publicação do Laboratório de Antropologia e Arqueologia da UFPel, editada desde 2004; e a revista Interfaces Brasil/Canadá, publicação oficial da Associação Brasileira de Estudos Canadenses (ABECAN), editada desde 2001.

    Notícias
  • IX Congresso Internacional de História

    O IX CIH é um evento científico-acadêmico, e ocorrerá entre 07 e 09 de outubro de 2019 na Universidade Estadual de Maringá (UEM). E aberto ao público em geral, tendo como um de seus eixos de reflexão a “História da América em debate: fronteiras, ensino e ecologia”. O objetivo mais amplo do evento é oportunizar um espaço para o debate e apresentação da produção acadêmica de docentes e discentes, contemplando a todos da nossa grande área da História.

     Inscrições abertas: https://npd.uem.br/eventos/ev/IXCIH

  • Prorrogação do prazo de submissão de resumos a Jornada Regional de Patrimônio Industrial

    A Comissão Organizadora comunica que a submissão de resumos para a Jornada Regional de Patrimônio Industrial foi prorrogada até o dia 20 de junho de 2019. O evento ocorrerá entre os dias 30 e 31 de agosto de 2019 no CIS- Guanabara, Campinas-SP. A Jornada Regional de Patrimônio Industrial, promovida pelo TICCIH-Brasil, contemplará conferências e apresentações sobre o patrimônio industrial em seus diferentes aspectos (material, memória, representações, paisagístico, documental).

    Destaca-se que, na ocasião, será realizada a Assembleia Anual 2019 do Comitê Brasileiro para Conservação do Patrimônio Industrial (TICCIH – Brasil), da qual terá a pauta divulgada nas próximas semanas.

    Para mais informações acesse: <https://memoriaferroviaria.rosana.unesp.br/?page_id=57>.

    Inscrições em: <https://memoriaferroviaria.rosana.unesp.br/ocs/index.php/JornadasPI/JornadaPI_SE/schedConf/registration>.

    Submeta seu resumo em:
    <https://memoriaferroviaria.rosana.unesp.br/ocs/index.php/JornadasPI/JornadaPI_SE/schedConf/cfp>

  • PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES – XIV Jornada de Estudos Históricos Professor Manoel Salgado

    Convidamos a todos (as) para participar da XIV JORNADA DE ESTUDOS HISTÓRICOS PROFESSOR MANOEL SALGADO, a ser realizada na cidade do Rio de Janeiro, entre os dias 16 e 20 de setembro de 2019. As inscrições de trabalhos foram prorrogadas até o dia 20 de junho de 2019!
    .
    O evento é promovido anualmente, de forma gratuita, pelos discentes do Programa de Pós-graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro – PPGHIS/UFRJ e possui como objetivo a maior integração e circulação de trabalhos acadêmicos de História e áreas afins.
    Local: Instituto de História/UFRJ. Largo de São Francisco de Paula, nº 1, 2º andar, Centro, Rio de Janeiro – RJ.
     
    CRONOGRAMA
    • Prazo para inscrições: PRORROGADAS ATÉ 20/06/2019
    • Data de divulgação das cartas de aceite: até o dia 05/07/2019.
    • Prazo para envio de trabalhos completos: até o dia 20/07/2019.
  • Convite – Exame de Qualificação

    O PPGH convida todos a assistir o Exame de Qualificação de Mestrado:

    Aluno: Luis Giovani Adamoli Castro

    Orientador: Prof.Fábio Vergara Cerqueira

    Título: “Pírrica: a dança em armas na obra Deipnosofistas, de Ateneu de Náucratis (séc. II-III d.C.)”

    Dia: 11/06/19 – terça-feira, às 10h Sala 245 FaE

  • História e Memória dos Movimentos Sociais Rurais e a Questão Agrária no Brasil Contemporâneo

    Estão abertas as inscrições de trabalho/comunicação para o Seminário História e Memória dos Movimentos Sociais Rurais e a Questão Agrária no Brasil Contemporâneo, que se realizará na Universidade Federal de Pelotas entre os dias 17 e 19 de junho de 2019.
     
    O evento – que tem por objetivo oportunizar espaços de reflexão e discussão acerca da questão agrária e dos movimentos sociais do campo no Brasil Contemporâneo – integra as atividades desenvolvidas no âmbito do Projeto de Pesquisa “Mobilizações e movimentos sociais agrários, repressão e resistências do pré-1964 à ditadura civil-militar: as trajetórias do MASTER no RS e das Ligas Camponesas em PE” (CAPES – Edital Memórias Brasileiras / Conflitos Sociais). 
     
    As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas através do formulário disponível no seguinte link: https://docs.google.com/document/d/1criCi4zq7wXYxr2U5SVeIu8P7GCt_nBWT60SrHGVpew/edit
     
    As propostas de apresentação de trabalhos/comunicações devem ser enviadas impreterivelmente até o dia 10/06/2019.
     
    A Programação Geral do evento segue abaixo e também está disponível na página no facebook: https://www.facebook.com/events/874726009542010/

    PROGRAMAÇÃO

    17 de junho / Segunda-feira

    Noite (19h – 22h)

    – Abertura do Evento / Atividade Cultural

    – Mesa de Abertura: Mobilizações e movimentos sociais agrários: horizontes de pesquisa e reflexões sobre o tempo presente

    Palestrantes: Profa. Dra. Leonilde Servolo de Medeiros (UFRRJ) e Prof. Dr. Sérgio Sauer (UNB)

    18 de junho / Terça-feira

    Manhã (8h30min – 12h) – Sessão de Comunicações de Trabalhos

    Tarde (14h – 18h) – Mini-Curso: Redes do campesinato negro do Rio Grande do Sul: fé, terras, parentelas e solidariedades

    Ministrante: Claudia Daiane Garcia Molet (Dra. em História/UFRGS)

    Noite (19h – 22h)

    Mesa-Redonda: Memórias em movimento: histórias de resistência na luta pela terra

    Convidados: Frei Sergio Görgen (Movimento dos Pequenos Agricultores) e Isaías Antônio Vedovatto (Liderança da Ocupação da Fazenda Annoni (1985) e dirigente do MST)

    19 de junho / Quarta-feira

    Manhã (8h30min – 12h) – Sessão de Comunicações de Trabalhos

    Tarde (14h – 18h)

    Oficina – Possibilidades de pesquisa sobre conflitos e movimentos sociais agrários no Brasil Contemporâneo (1960 – 1980): temas, problemas e fontes históricas

    Ministrantes: Barbara de La Rosa Elia (Graduanda em História / UFPel)

    Darlan de Farias Rodrigues (Mestrando – PPGH/UFPel)

    Noite (19h – 22h)

    Mesa de Encerramento: As lutas pela terra no pré-1964: novas perspectivas de pesquisa sobre as Ligas Camponesas e o Movimento dos Agricultores Sem Terra do Rio Grande do Sul

     

  • LIVRO GEPPC: EDUCAÇÕES E CULTURA: TEORIAS, FORMAS, PERSPECTIVAS E ANÁLISES

    Grupo de Estudos e Pesquisas em Patrimônio Cultural, fundado em Curitiba no ano de 2017 e em funcionamento ininterrupto desde então, abre o chamamento público de submissão de artigos para composição de sua próxima obra coletiva.
    A obra que terá como título “Educações e Cultura: teorias, formas, perspectivas e análises” deverá jogar luz em uma das envergaduras mais essenciais da cultura no mundo contemporâneo: o potencial de educação pelo qual saberes, práticas, histórias, memórias e identidades têm sua chance de manutenção e reflexão.
    Os patrimônios, por exemplo, são eleitos e recebem, no estado da arte, a atenção necessária para a preservação de sua existência, entretanto, de que adianta a manutenção da existência de algo que não cumpre qualquer função social que seja? Por isso a educação patrimonial é essencial, tanto pera os bens patrimonializados quanto para as sociedades que os cercam ou tomam conhecimento acerca deles.
    Já a arte, em processo de desenvolvimento constante, com a reprodução de modelos estabelecidos e vanguardas, com preocupação de engajamento ou não, com uma imensa pluralidade de autores, receptores e expositores, pode encontrar na educação um meio de criar contato e/ou vínculos com as populações, levando a outros círculos sociais que não o artístico e o cultural as suas potencialidades.
    Além de ser um veio importante para a articulação dos saberes culturais, a educação também tem em si a possibilidade e a responsabilidade de intrumentar criticamente os que têm acesso a ela. Com isso, quais seriam as potências na vida dos estudantes de diversos níveis com uma educação voltada e endossada em bens culturais materiais e imateriais? Poderia a educação incentivar a produção cultural? Como poderia?
    Ainda, estariam a educação e a cultura, em suas atuações conjuntas, sendo exercidas da melhor maneira possível ou restam caminhos que podem ainda serem experimentados? Sobre os trabalhos existentes em museus, galerias e outras entidades a fim, os trabalhos educativos são os ideais ou cabem reflexões, análises e críticas a essas atividades?
    Dentro dessa diversidade de pensamento sobre os trabalhos de educação em/sobre cultura, o GEPPC abre o presente chamamento público oportunizando a pluralidade das produções sobre o tema.
    Podem se inscrever estudantes,  pesquisadores e profissionais de quaisquer níveis de instrução e/ou atuação das mais variadas áreas dos saberes práticos, técnicos e/ou científicos.
    Os trabalhos submetidos precisam conter uma nota de rodapé sobre o(s) autor(es), com histórico de formação e/ou atuação e um endereço de e-mail para contato; e serem apresentados em arquivo Word com fonte Arial tamanho 12, margens e espaçamento entre linhas de 1,5, contendo o trabalho desenvolvido e suas respectivas referências.
    As submissões serão aceitas até o dia 01 de agosto de 2019 e deverão ser endereçadas ao coordenador do GEPPC Luciano Chinda Doarte com o assunto “SUBMISSÃO DE ARTIGO | GEPPC” por meio do endereço eletrônico lucianochinda.lcd@gmail.com.
  • I Congresso Internacional Online de Estudos sobre Culturas

    Informamos que encontram-se abertas 4 chamadas públicas para participação no I Congresso Internacional Online de Estudos sobre #Culturas. O #Culturas é um congresso completamente online que ocorrerá entre os dias 07 e 11 de outubro de 2019.

    Site do evento: www.claec.org/culturas

    Seguem abaixo os links das convocatórias e contamos com a participação de todos no evento!

    01/2019 – Proposição de comunicações ao congresso (Prazo: 24/06) Link: http://bit.ly/30HMDZR
    02/2019 – Proposição de palestras ao congresso (Prazo: 30/06) Link: http://bit.ly/2K05ycw
    03/2019 – Proposição de coordenações aos simpósios temáticos sem coordenação definida (Prazo: 09/06) Link: http://bit.ly/2QosqUb
    04/2019 – Proposição de parcerias institucionais para concessão de descontos nas taxas (Prazo: 09/06) Link: http://bit.ly/2HQA1qN

  • Teste de competência em leitura em língua estrangeira inscreve até 6 de junho

    A UFPel abriu inscrições, até 6 de junho, para o Teste de Competência em Leitura em Língua Estrangeira (TCLLE) da Câmara de Extensão do Centro de Letras e Comunicação. São ofertadas provas para as línguas Espanhola, Francesa, Inglesa e Alemã. O teste afere a capacidade do candidato quanto à leitura e interpretação de textos autênticos, de cunho científico ou acadêmico, e destina-se a quem está cursando ou pretenda ingressar em cursos de pós-graduação, bem como àqueles que precisem comprovar sua proficiência em um desses idiomas como língua estrangeira.

    A prova é composta por dez questões de múltipla escolha. No teste, o uso de dicionário individual é permitido, devendo o candidato levá-lo. Veja o edital em http://ces.ufpel.edu.br/conctecadmed0012_2019/

    Emissão de atestados digitais

    A emissão dos atestados de competência digitais é de responsabilidade da Câmara de Extensão. Os atestados somente poderão ser confeccionados após o recebimento, pela CaExt, do processo com os resultados.

    Os atestados digitais são documentos assinados eletronicamente por servidores da UFPel, com fundamento no art. 6º, § 1º, do Decreto nº 8.539, de 8 de outubro de 2015 (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Decreto/D8539.htm). A autenticidade do documento pode ser conferida eletronicamente mediante código verificador de cada atestado. A partir da data de divulgação dos resultados finais o candidato poderá solicitar seu atestado explicitamente via e-mail: caextufpel@gmail.com. O prazo para solicitar o atestado de competência será de até seis (06) meses a contar a data de publicação do resultado.