Início do conteúdo
    Notícias
  • ESPORTES ADAPTADOS – CANCELAMENTO

    INFORMAMOS QUE A ATIVIDADE COMPLEMENTAR “ESPORTES ADAPTADOS” FOI CANCELADA, CONFORME E-MAIL ENVIADO PELO PROFESSOR ALEXANDRE AO COLEGIADO

  • Processo seletivo simplificado para atuação no Curso de Especialização em Educação Física Escolar (à distância)

    A Universidade Federal de Pelotas – UFPEL/ESEF, divulga os Editais do processo seletivo simplificado, para atuar no Curso de Especialização em Educação Física Escolar na modalidade à distância.

    Para maiores informações acesse diretamente os editais:

    Para a função de COORDENADOR DE CURSO I: Edital No. 1001067/2020

    Para a função de TUTOR A DISTÂNCIA: Edital No. 1001108/2020

    Para a função de TUTOR PRESENCIAL: Edital No. 1001127/2020

    Para a função de PROFESSOR FORMADOR: Edital No. 1001161/2020

  • Resultado das Inscrições para intercâmbio com Academy of Physical Education na DINAMARCA

    A comissão de seleção divulga o resultado das inscrições  para  o intercâmbio com a Academy of Physical Education – Ollerup, Denmark (GYMNASTIKHØJSKOLEN I OLLERUP – DINAMARCA).
    Resultado:
    1º – Magda Jordana Armesto Lopes  – Nota: 10,0
    2º – Karla Prudente Mosqueira          – Nota: 9,0
    *As duas alunas estão classificadas e os dois nomes serão enviados a ISCA
    Arquivo com mais informações: resultado 2020 ollerup
    Maiores informações com andrize.costa@gmail.com
  • ADENDO da nota dos docentes da ESEF/UFPel acerca da reabertura de academias e centros de treinamento

    Nós, professores da Escola Superior de Educação Física-UFPel, vimos através deste reiterar nosso posicionamento emitido em nota no dia 17 de abril de 2020. Manifestamos também nosso desacordo com o ponto XXXII do Art. 80 do Decreto n0 6267 de 22 de abril da Prefeitura de Pelotas, que permite o funcionamento de academias de Pilates, mesmo que para esta permissão seja vedada a aglomeração ou o grande fluxo de pessoas, seguindo obrigatoriamente protocolos de distanciamento controlado.

     

    Acesse a nota de ADENDO na integra: Adendo à nota 17/04/2020

  • Disponibilizado acesso aos ANAIS e os CERTIFICADOS do 38º SNEF

    ANAIS – 38º Simpósio Nacional de Educação Física – SNEF
    Estão disponíveis os anais do 38º Simpósio Nacional de Educação Física.
    Para acessar os anais: clique aqui
    CERTIFICADOS APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS – 38º Simpósio Nacional de Educação Física
    Estão disponíveis os certificados de apresentação de trabalhos no formato de comunicação oral e pôster do 38º Simpósio Nacional de Educação Física.
    Para gerar o certificado: Clique aqui
  • Nota de repúdio às mudanças curriculares no município de Pelotas

    Tal como o Governo do Estado do Rio Grande do Sul (RS), a Prefeitura Municipal de Pelotas também promoveu alterações curriculares na Educação Básica das escolas municipais. Além da forma impositiva e verticalizada que a Secretaria Municipal de Educação e Desportos (SMED) encaminhou a nova estruturação curricular, a autonomia pedagógica das comunidades escolares está prejudicada na medida em que tal base curricular agora estará padronizada em todas as escolas do município e restringe quaisquer possibilidades diferenciadas que as comunidades escolares possam definir com base em suas reais demandas de aprendizagem das crianças e adolescentes.

    A nova base curricular definida pela SMED está atrelada exclusivamente a indicadores externos de avaliação (como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – Ideb) que pouco dizem sobre a qualidade da educação. Assim, a carga horária de disciplinas como Matemática e Português (únicas consideradas no cálculo do Ideb) foram aumentadas enquanto outras disciplinas tiveram o número de períodos reduzidos, especialmente das áreas de Artes, Línguas Estrangeiras e Ciências Sociais. No caso da Educação Física (EF), a definição de obrigatoriedade da oferta de 2 períodos semanais não permite que as escolas desenvolvam projetos pedagógicos em que a EF possa ter uma carga horária maior, como é o caso do Colégio Municipal Pelotense que trabalha com 3 períodos semanais de EF para seus estudantes.

    A escola é o lugar de pensar, criar, reinventar, bem como usufruir e vivenciar a cultura. Com isso, a contribuição primordial da EF é a de propiciar as práticas corporais com suas particularidades e movimentos à crianças, jovens e adultos. Assim, as possibilidades de movimento proporcionada pela EF não podem ser ainda mais limitadas na sociedade de hoje. Por estas razões, professores e professoras da Escola Superior de Educação Física (ESEF) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) repudiam as alterações curriculares promovidas pela administração municipal de Pelotas e engrossa os anseios das comunidades escolares e as entidades representativas de municipários e estudantes para que a SMED retome a discussão sobre a base curricular junto às escolas com o intuito de um processo democrático e de acordo com as demandas do povo pelotense.

    Pelotas, 14 de dezembro de 2019

    Docentes da ESEF/UFPel

  • NOTA DE REPÚDIO DA ESEF/UFPEL ÀS MUDANÇAS CURRICULARES DAS ESCOLAS ESTADUAIS DO RS

    No dia 27 de novembro, o governo do Estado do Rio Grande do Sul (RS) publicou a Portaria nº 289/2019, da Secretaria de Educação que modifica “a organização curricular do ensino fundamental e do ensino médio nas escolas da Rede Estadual de Ensino”. Nesta portaria, a secretaria da educação modifica a quantidade de períodos obrigatórios de diversas áreas, especialmente da Educação Física (EF) que do 7º ao 9º ano será apenas 1 período de EF e no Ensino Médio (EM) terá apenas 1 período no 1º e 2º ano.
    E, no 3º ano do EM não haverá NENHUM período de EF. Fica assim evidente que os prejuízos para a estudantes das escolas estaduais são enormes, pois diminuirá o acesso aos conhecimentos da cultura corporal e da realização de atividades físicas no seu percurso formativo. E, ainda, diminuirá o campo de trabalho de professores e professoras de EF na rede estadual enfraquecendo ainda mais esta área do conhecimento na formação escolar.
    Por esta razão, os professores e as professoras da Escola Superior de Educação Física (ESEF) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) manifestam seu repúdio às medidas adotadas pelo Governo Eduardo Leite (PSDB) que aprofunda a precarização da educação pública do Estado do RS e que vai na contramão dos estudos e pesquisas desenvolvidas na UFPel que demonstram a importância da Educação Física na qualidade da formação de crianças e jovens escolares

  • Lista dos Trabalhos Aprovados – 38º SNEF

    ATENÇÃO 📢

    Saiu a lista dos TRABALHOS APROVADOS para o 38° Simpósio Nacional de Educação Física.

    Desde já, a Comissão Científica do  agradece a participação e parabeniza todas e todos pelos trabalhos enviados.

    Lista dos Trabalhos Aprovados: Clique aqui