Início do conteúdo

Museus da UFPel ganham placas de identificação

Nesta semana foram instaladas placas de identificação no Museu de Ciências Naturais Carlos Ritter, MALG e Museu do Doce. Pode parecer uma questão corriqueira e poderia até causar espanto, pois como poderiam ser localizados e identificados pelos seus visitantes? Fato é que não tinham e o motivo não é trivial. Os três museus estão instalados em prédios históricos e qualquer intervenção deve atender às exigências de legislação de preservação patrimonial. A Rede de Museus, junto com a Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento (PROPLAN), após consultas à legislação municipal e conversas com os técnicos de Secretaria de Cultura de Pelotas, elaborou um projeto, que posteriormente tramitou e foi aprovado na SECULT e também pelo Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN). Ainda que os prédios dos museus tenham diferentes níveis de tombamento, optou-se em encaminhar todos os projetos das placas para avaliação para o IPHAN, uma vez que eles estão localizados no entorno da Praça Coronel Pedro Osório e dentro do conjunto histórico de Pelotas, declarado Patrimônio Histórico do Brasil em 2018.

Após a aprovação das características e posição das placas nos prédios, surgiram outras questões. Cada museu possui a sua marca já bem conhecida e resultado do trabalho dos profissionais do design da nossa universidade. Por outro lado, a UFPel também tem definido um padrão de placas nos seus vários edifícios. Como resultado do diálogo entre os museus, a Coordenadoria de Comunicação Social (CCS) e Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento (PROPLAN), foram definidas placas que mantém a marca e a cor já usada pelos museus, com a logo da UFPel em primeiro plano e com a indicação da unidade a que o museu pertence. Era importante manter a identidade de cada museu e também estabelecer para o público em geral o seu vínculo com a universidade.

O resultado final pode ser visto nas fotos a seguir, enquanto não podemos visitar presencialmente os nossos museus.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Publicado em 22/07/2020, em Destaques, Notícias.