Início do conteúdo

Palestra realizada sobre o patrimônio de Pelotas

O arquiteto Andrey Rosenthal Schlee, Diretor do Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização do IPHAN, proferiu no dia 05 de setembro, a convite da UFPel, através da Rede de Museus/PREC e da Secretaria de Cultura Municipal, a palestra intitulada “Construção e instrução do processo de tombamento do conjunto histórico de Pelotas (IPHAN)”.

O público, que lotou o Auditório do Centro de Integração do Mercosul, pôde ouvi-lo discorrer sobre a trajetória histórica do IPHAN, dentro da qual estabeleceu relações com as inúmeras iniciativas de reconhecimento do patrimônio histórico da cidade de Pelotas. Andrey teve papel decisivo na recente decisão favorável do Conselho Consultivo de Patrimônio Cultural do IPHAN, pelo tombamento de Setores de Proteção, correspondentes às praças José Bonifácio, Coronel Pedro Osório, Piratinino de Almeida, Cipriano Barcelos e Parque Dom Antônio Zattera, conjuntamente com a Charqueada São João e a Chácara da Baronesa. Igualmente, sua posição também contribuiu para o reconhecimento do doce de Pelotas Antiga como patrimônio cultural imaterial. Andrey destacou Pelotas como uma cidade histórica, cujo patrimônio importa para a nação, e observou que hoje parte do patrimônio local está sob a guarda da UFPel.

Assim, para a UFPel, a palestra contempla o interesse da instituição nesse tema de grande importância. Como detentora de três museus implantados e abertos à comunidade, de acervos técnicos e científicos que ilustram as formas de ensino e pesquisa de diferentes áreas do conhecimento e uma extensa lista de edifícios inventariados, a Universidade cumpre o papel de guardiã desses vestígios de muitos passados. Qualquer discussão nesses domínios, portanto, é um investimento na qualificação dos nossos esforços para manter e cuidar desses bens.

Publicado em 12/09/2018, em Notícias.