Início do conteúdo
    Notícias
  • Já está no ar o 4º episódio da 2ª Temporada do PhotoGraphein Podcast

    Está no ar o 4º episódio da 2ª Temporada do PhotoGraphein Podcast., disponível no nosso site www.photographein-pesquisa.com.br e no Spotify.
    A segunda temporada de nosso Podcast, intitulada “Elogio às Sombras”, é inspirada no livro “Em louvor da Sombra” do escritor japonês Junichiro Tanizaki. No quarto episódio relacionamos as abordagens de Tanizaki ao filme/livro “Lavoura Arcaica”, de Luiz Fernando Carvalho e Raduam Nassar, respectivamente.
    A atividade é vinculada ao PhotoGraphein – Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação (UFPel/CNPq).

  • Autores vinculados ao PPGAVI lançam livros nesta quinta, 28

    O PPGAVI convida para o lançamento dos livros “Miasmas e metáforas da aids nas Artes Visuais”, de Ricardo Ayres, e “Antologia [Poéticas] Pandêmicas”, organizado por Felipe Dias Diaz – aluno do PPGAVI. O evento ocorrerá nesta quinta-feira, 28, às 9h, na Oficina de Vídeo (sala 14) do Prédio das Artes, Campus Carreiros da FURG. O lançamento dos livros terá mediação da Professora Drª Ana Maio, do Instituto de Letras e Artes (ILA).

    Ricardo Henrique Ayres Alves é professor do Centro de Artes da UFPEL, artista visual e pesquisador. É doutor e mestre em Artes Visuais (PPGAV/UFRGS), área de concentração História, Teoria e Crítica de Arte. Bacharel em Artes Visuais (FURG), ênfase em História, Teoria e Crítica de Arte, com mobilidade acadêmica no curso de Antropologia (ISCSP, Lisboa). Participa dos grupos de pesquisa Arte e sua história: visualidades, discursos e sentidos (UFPEL), Deslocamentos da Fotografia na Arte (UFRGS) e Apagamentos da memória na arte (UFRGS). Membro da Associação de Pesquisadores em Artes Plásticas (ANPAP). Seus interesses de pesquisa orbitam a arte contemporânea e suas interseções com o corpo, o HIV/aids, a sexualidade e o cotidiano.

    O livro “Miasmas e metáforas da aids nas Artes Visuais” aborda as relações entre arte e enfermidade, a partir da aproximação entre os trabalhos de Keith Haring, Pepe Espaliú e Leonilson. Oriundo da pesquisa de graduação do autor, desenvolvida no Curso de Artes Visuais Bacharelado da FURG, o texto foi revisitado recentemente e disponibilizado em publicação de e-book pela Editora da FURG.

    Felipe Dias Diaz Carvalho é artista plástico, produtor e gestor de projetos culturais e artísticos. É bacharel em Artes Visuais pela FURG, mestrando no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFPel, na linha de pesquisa Processos de Criação e Poéticas do Cotidiano (Bolsista CAPES) e pós-graduando no MBA em Gestão de Projetos da Universidade de São Paulo – USP/Esalq. Membro titular do Colegiado Setorial de Artes Visuais do Estado do Rio Grande do Sul (2021/2023). Integrante do Grupo de Pesquisa FURG/CNPq Cirandeiras Poéticas – CIPÓ, liderado pela professora Roseli Nery.
    Desenvolve trabalhos em artes visuais, design e literatura. Em 2021, executou o projeto “Reminiscência poética através do olhar sensível aos cantos de casa” (com recursos da Lei no 14.017/20), concebendo a exposição virtual coletiva “Canto dos olhos” e a obra literária “Antologia [Poéticas] Pandêmicas”, atuando como editor e organizador.

    O livro “Antologia [Poéticas] Pandêmicas”, com organização de Felipe Dias Diaz, tem três volumes na versão impressa (Volume 1 – Impressões, Volume 2 – Pressões, Volume 3 – Expressões). A versão digital pode ser adquirida neste link.

    A Editora NYN emerge a partir do desejo de tangibilizar pensamentos, narrativas e escritos de artistas que se encontram em algum canto do instante presente – nyn – em processo de produção poético verbo-visual e filosófica. Com “Antologia [Poéticas] Pandêmicas”, a NYN inaugura o seu catálogo apresentando ensaios visuais de variados autores e artistas, com temas recorrentes no campo das artes visuais e outros que a pluridisciplinaridade propicia, em constante diálogo com a arte e a vida, os processos criativos e o cotidiano.

  • Leituras do Presente – seminário online

    O Seminário Leituras do Presente faz parte de um Projeto de Extensão da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, promovido pelo Grupo de Pesquisa Arte e sua História: visualidades, discursos e sentidos. A ideia central do Seminário é propor o debate em torno da arte do presente a partir de leituras e contranarrativas que discutam outros vetores conceituais que possibilitem abordar seus conteúdos e suas linguagens por meio de outras epistemologias que questionem a hegemonia e a tradição europeia.

    A abertura da segunda edição do Seminário Leituras do Presente acontecerá no dia 28 de abril de 2022 com a presença de Jorge Coli, professor titular em História da Arte e da Cultura na Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, com a palestra Reflexões epistemológicas e de método sobre a ruptura, a partir da Semana de Arte Moderna de 1922.

    Professores(as) Organizadores(as): Drª Caroline Leal Bonilha

    Drª Neiva Maria Fonseca Bohns

    Dr Ricardo Henrique Ayres Alves

    Dr Rogerio Vanderlei de Lima Trindade

    Drª Thaís Cristina Martino Sehn

    Apoio: Centro de Artes, Curso de Licenciatura em Artes Visuais, Curso de Bacharelado em Artes Visuais, Curso de Especialização em Artes, Programa de Pós-graduação em Artes Visuais – PPGAVI

    Projeto Gráfico: Thaís Cristina Martino Sehn e Ìsis Pinheiro Corvello

    Apoio audiovisual e transmissão: Regis Dutra

    Plataforma: Conexão Arte e YouTube

    Periodicidade: de abril/setembro 2022

    Tempo de duração: 1h e 30 min

    Dia e horário: quinta-feira, 19 h

    Encontros quinzenais

    SERÁ FORNECIDA CERTIFICAÇÃO PARA PARTICIPANTES INSCRITOS VIA FORMULÁRIO ONLINE DISPONIBILIZADO DURANTE A TRANSMISSÃO.

    Site WordPress Institucional:

    https://wp.ufpel.edu.br/conexaoarte/

    https://wp.ufpel.edu.br/conexaoarte/wp-admin

    Canal no YouTube: https://www.youtube.com/c/ConexaoArteUFPEL

    Instagram: @conexao.arte.ufpel

    Facebook: https://www.facebook.com/leiturasdopresente.ufpel