Ciclo hidrológico

No espaço “Ciclo hidrológico” pode-se trabalhar com o aluno a visão de bacia hidrográfica e seus usos, bem como parte do ciclo hidrológico.

Propõe-se nesta atividade a construção de maquetes utilizando material acessível e de baixo custo como caixas de leite tipo tetra pak, isopor, tinta de tecido, fios de cobre, palitos de sorvete e tecido. Sugere-se a construção de duas maquetes, uma representando a área urbana e outra representando a área rural.

A maquete representando a área urbana pode ser dividida em duas partes, de um lado a cidade toda pavimentada e com construções, sem espaços arborizados e sem parques, enquanto do outro lado da maquete a cidade possui parques e jardins, árvores e lagos.

A maquete representando a área rural também pode ser dividida em duas partes, de um lado uma propriedade que utiliza práticas de conservações do solo e da água, enquanto do outro lado da maquete uma propriedade sem práticas de conservação, com desmatamento, queimadas e sem proteção de margens de rios.

Por serem construídas com material reciclável, as maquetes podem ser molhadas e secas para serem utilizadas novamente. Após a montagem das maquetes, despeja-se água sobre elas utilizando um irrigador, e observa-se as diferenças na retenção, infiltração e escoamento de água e sedimentos nas maquetes, em função dos diferentes usos.

A partir desta atividade, pode-se questionar os alunos sobre a importância da vegetação em áreas urbanas e rurais, os problemas que podem ocorrer em cidades impermeabilizadas, os problemas das queimadas e desmatamentos.

Maquete rural

Maquete urbana