Início do conteúdo
    Notícias
  • Seleção para Coordenador Institucional do PIBID

    A Pró-Reitoria de Ensino da Universidade Federal de Pelotas torna público o Edital PRE nº 19/2018 para a seleção de Coordenador Institucional do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID).

    As inscrições poderão ser realizadas no período de 17 de dezembro de 2018 a 26 de janeiro de 2019, através do link https://goo.gl/forms/gpVR4gbmUADmxYkE2

    Para maiores informações, acesse a íntegra dos documentos a seguir:

    Edital 19/2018

    Edital 20/2018 – Retificação do Edital 19/2018

  • Resultado final do processo de seleção de professor supervisor para o PIBID – Área Língua Portuguesa

    A Pró Reitoria de Ensino, da Universidade Federal de Pelotas, no uso de suas atribuições, atendendo ao cronograma do processo de seleção, EDITAL PRE Nº 18/2018 torna público a divulgação do resultado final do processo de seleção de professor supervisor para o PIBID:

     1º – Franciane Duarte Pereira – EMEF Cecília Meireles

    Suplentes:

    Liane Vieira da Silva  – IEE Assis Brasil

    Eliane de Oliveira Francílio  – Colégio Félix da Cunha

  • PRE divulga resultado final do processo seletivo para tutor do Grupo PET Fronteiras – Saberes e Práticas Populares

    A Pró-Reitoria de Ensino informa o Resultado Final do Edital PRE/CEC/NUPROP nº 14/2018, para a seleção de Tutor do Grupo PET Fronteiras – Saberes e Práticas Populares da UFPel.

    O(A) candidato(a) aprovado(a) deve entrar em contato com o Núcleo de Programas e Projetos pelo email nuprop@ufpel.edu.br ou pelos telefones 53 3284 4063 ou 4064.

    Equipe PRE/CEC/NUPROP

  • NOVOS ELEITOS PARA O COLÉGIO DE PRÓ-REITORES DE GRADUAÇÃO

    A 6ª reunião do Colégio de Pró-Reitores de Graduação – COGRAD, órgão vinculado à Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior – ANDIFES realizou-se no final do mês de novembro no auditório da Secretaria Geral dos conselhos Superiores no Campus Guamá em Belém/PA.

    Uma pauta que começou a ser discutida no primeiro dia tratou das diretrizes curriculares para a política de extensão universitária. Contou com a participação da professora Ana Lívia de Souza Coimbra, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), coordenadora do Colégio de Pró-Reitores de Extensão da Andifes. Essas diretrizes foram aprovadas no último dia 27 de novembro, no Conselho Nacional de Educação, e aguardam a homologação para entrar em vigor. Com isso, todos os cursos de graduação terão prazo de três anos para apresentar em seus projetos pedagógicos a destinação de 10% da carga horária total dos cursos superiores para atividades de extensão, conforme estabelecido no Plano Nacional de Educação (PNE).

    No último dia de encontro foi realizada a eleição para a nova diretoria do Colégio, sendo eleito como coordenador nacional o prof. Edmar Tavares da Costa (UFPA), em substituição ao prof. João Braida (UFFS) e na coordenação da Região Sul (RS,SC,PR) foi eleita a profª Maria de Fátima Cóssio, Pró-Reitora de Ensino da UFPel, tendo como vice-coordenador o prof. Ricardo Carpes (Unimpampa).

    O COGRAD se constitui em espaço político importante de discussão, diálogo e reivindicação aos órgãos centrais (MEC, CAPES, CNE) das demandas do ensino de graduação das instituições públicas de educação superior.

  • PRE discute inclusão na Universidade

     

    A Pró-Reitora de Ensino profª Maria de Fátima Cóssio recebeu a visita da profª Mônica Pereira dos Santos, da UFRJ, acompanhada da profª Rita de Cássia Rodrigues, Chefe do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão – NAI da UFPel, da Profª Francele Carlan do Instituto de Biologia da UFPel e da profª Veronice Camargo da UERGS, contando com a presença do prof. Eduardo Ferreira Filho, do IFISP/UFPel. A profª Mônica é coordenadora do Observatório Estadual de Educação Especial (OEERJ), diretamente vinculado ao Observatório Nacional (ONEESP) e do Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica (OIIIIPe), que congrega mais de 25 Universidades brasileiras e estrangeiras. Preside a Comissão Executiva do Fórum Permanente UFRJ Acessível e Inclusiva, e Coordena o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFRJ. É Diretora da Diretoria de Acessibilidade da UFRJ.

    O encontro foi promovido pelo Grupo de Pesquisa coordenado pela profª Rita e teve o intuito de discutir a questão da inclusão de pessoas com deficiência na Universidade e a utilização do índex, um instrumento desenvolvido na Inglaterra e utilizado em vários países, traduzido pela profª Mônica e seu grupo de pesquisa para o contexto brasileiro, cujo objetivo consiste em analisar, de forma dialógica, os percursos da inclusão (em seu contexto amplo) nas instituições e sistemas de educação em todos os níveis e modalidades, com vistas a desenvolver políticas e práticas.

    Na oportunidade, a profª Fátima discorreu sobre o programa de Permanência e Qualidade acadêmica em desenvolvimento na UFPel que visa reduzir os índices de evasão e retenção, entendendo que o índex poderá constituir-se em um instrumento importante de coleta de informações.

    Como resultado da reunião foi encaminhada a possibilidade de um projeto em rede, com a participação de Universidades que atuam no observatório, tais como as universidades da Inglaterra, Índia e África do Sul, as Universidades brasileiras, com a inserção da UFPEL, para a adaptação do índex à Educação Superior.