Início do conteúdo
    Notícias
  • Projeto LEIAA visita o café com ideias: Estudantes discutem estratégias de aprendizagem e autorregulação

    No dia 27 de março, o projeto LEIAA realizou uma visita ao café com ideias, como parte do projeto “A Matemática na perspectiva da Educação 5.0: acolher, construir conhecimento e transformar”, coordenado pela Professora Dra. Carla Denize Ott Felcher. Durante a visita, os acadêmicos Matheus Nogueira Lopes, Karen Klug Kruger, Nelitiane Soares dos Santos e Letícia Barros Dias Soares iniciaram uma conversa com os participantes, abordando o andamento do semestre e as estratégias e planos de aprendizagem adotados. Foram feitas as seguintes perguntas: “Como você avalia seu desempenho nos estudos?” e “Você já ouviu falar sobre autorregulação da aprendizagem?”. Após uma discussão entre os participantes, os acadêmicos propuseram uma atividade chamada “Meus Objetivos para a Disciplina”. A atividade consistia em quatro etapas: no primeiro passo, os participantes escreveram quais eram seus objetivos para a disciplina; no segundo passo, definiram o planejamento necessário para alcançar esses objetivos; no terceiro passo, identificaram as possíveis dificuldades encontradas na execução do planejamento; por fim, no quarto passo, discutiram as estratégias que poderiam adotar para superar essas dificuldades. Ao final da atividade, que visava refletir sobre como estabelecer um plano de metas, houve uma breve discussão em que alguns participantes destacaram o efeito positivo e reflexivo da atividade, auxiliando no planejamento dos estudos e na melhoria da aprendizagem. O projeto LEIAA se colocou à disposição para uma segunda visita, com o objetivo de aprofundar ainda mais o tema junto aos participantes.

  • Roda de conversa sobre Autorregulação da Aprendizagem – Segundo Encontro

    Olá!!

    Se você é estudante da dos cursos de Licenciatura em Matemática ou Licenciatura em Matemática – Noturno da UFPel, venha participar Roda de conversa sobre autorregulação da aprendizagem: Integração à universidade que será oferecida pelo projeto LEIAA (Laboratório de Estudos e Investigações sobre Aprendizagem Autorregulada), ministrada pelo estudante Matheus Nogueira Lopes (Licenciatura em Matemática).

    Serão abordados alguns temas centrais da Aprendizagem Autorregulada, tais como o estabelecimento de objetivos de aprendizagem, estratégias de aprendizagem e procrastinação.

    Estudantes de todos os semestres podem participar!

    Inscrições: de 22/02/23 a 26/02/23.

    Divulgação da turma: 26/02/23.

    Quantidade de vagas: 30.

    Data e horário do encontro: 27/02 das 18:00 às 19:00 – Campus ANGLO.

    Público prioritário: Estudantes de licenciatura em matemática, mas quaisquer estudantes da UFPel podem participar.

    Observações:

    1) Terão direito ao comprovante de participação os participantes que participarem das atividades propostas.

    2) Havendo mais inscritos do que vagas, as mesmas serão preenchidas por ondem de inscrição.

  • Roda de conversa sobre Autorregulação da Aprendizagem.

    Olá!!

    Se você é estudante da dos cursos de Licenciatura em Matemática ou Licenciatura em Matemática – Noturno da UFPel, venha participar Roda de conversa sobre autorregulação da aprendizagem: Integração à universidade que será oferecida pelo projeto LEIAA (Laboratório de Estudos e Investigações sobre Aprendizagem Autorregulada), ministrada pelo estudante Matheus Nogueira Lopes (Licenciatura em Matemática).

    Serão abordados alguns temas centrais da Aprendizagem Autorregulada, tais como o estabelecimento de objetivos de aprendizagem, estratégias de aprendizagem e procrastinação.

    Estudantes de todos os semestres podem participar!

    Inscrições: de 03/02/23 a 10/02/23.

    Divulgação da turma: 11/02/23.

    Quantidade de vagas: 30.

    Data e horário do encontro: 13/02 das 18:00 às 19:00 – Campus ANGLO.

    Público prioritário: Estudantes de licenciatura em matemática, mas quaisquer estudantes da UFPel podem participar.

    Observações:

    1) Terão direito ao comprovante de participação os participantes que participarem das atividades propostas.

    2) Havendo mais inscritos do que vagas, as mesmas serão preenchidas por ondem de inscrição.

  • Roda de conversa sobre autorregulação da aprendizagem: Integração à universidade.

    Olá!!

    Se você é estudante da dos cursos de Licenciatura em Matemática ou Licenciatura em Matemática – Noturno da UFPel, venha participar Roda de conversa sobre autorregulação da aprendizagem: Integração à universidade que será oferecida pelo projeto LEIAA (Laboratório de Estudos e Investigações sobre Aprendizagem Autorregulada).
    Serão abordados alguns temas centrais da Aprendizagem Autorregulada, tais como o estabelecimento de objetivos de aprendizagem, estratégias de aprendizagem e procrastinação.

    Estudantes de todos os semestres podem participar!

    Inscrições: de 20/01/23 a 25/01/23.

    Divulgação da turma: 26/01/23.

    Quantidade de vagas: 30.

    Data e horário do encontro virtual síncrono: 27/01 das 19:00 às 21:00.

    Público prioritário: Estudantes de licenciatura em matemática, mas quaisquer estudantes da UFPel podem participar.

    Observações:

    1) Terão direito ao comprovante de participação os participantes que participarem das atividades propostas.

    2) Havendo mais inscritos do que vagas, as mesmas serão preenchidas por ondem de inscrição.

  • Projeto LEIAA na 8ª edição da SIIEPE

    Terça-feira, dia 18 de outubro, a equipe do Projeto LEIAA apresentou três trabalhos na 8ª edição da SIIEPE (Semana Integrada de Inovação, Ensino, Pesquisa e Extensão), entre as 14:00 e 15:30 horas na sala 15 do prédio da veterinária no campus Capão do Leão.

    Os trabalhos apresentados foram:

    “A atuação do Projeto LEIAA nas acolhidas dos cursos de Licenciatura em Matemática: Estimulando a Aprendizagem Autorregulada na formação inicial de professores”, cujo discente Gustavo Weirich foi o autor principal e apresentador do trabalho;

    “Fomentando a Autorregulação da Aprendizagem na Escola Pública: um relato de experiência sobre uma atividade desenvolvida pelos projetos LEIAA e GAMA”, cujo discente apresentador foi Rodrigo Moreira;

    e “Os desafios da integração ao Ensino Superior: Reflexões sobre uma atividade orientada para a integração dos estudantes ingressantes dos Cursos de Licenciatura em Matemática da UFPel”, apresentado por Nelitiane Soares, autora principal do trabalho.

    Os três discentes e colaboradores do LEIAA foram orientados pelo docente coordenador do projeto Cícero Nachtigall, grande parte da equipe esteve presente para assistir e prestigiar os trabalhos apresentados.

    Você pode conferir os trabalhos publicados e apresentados na aba de Publicações.

  • Visita à escola Fernando Treptow

    Na sexta-feira, dia 7 de outubro, o Projeto LEIAA visita mais uma escola levando o assunto da autorregulação e informações sobre a UFPel para os alunos do 9° ano, mais especificamente a turma 92 da Escola Estadual de Ensino Fundamental Fernando Treptow.

    A atividade, assim como as anteriores, durou cerca de 2 horas e contou com a presença de cerca de 15 alunos, que tiveram a oportunidade de conversar sobre a autorregulação e a organização de seus estudos com os discentes licenciandos em matemática Felipe Souza, Matheus Lopes e Nelitiane Soares, acompanhados do docente coordenador do projeto Cícero Nachtigall.

    O bolsista Felipe destaca a importância destas visitas às escolas de ensino fundamental pela aproximação que se tem da universidade com a realidade dos alunos com quem o projeto está conversando, as trocas de experiências entre os alunos da escola e os integrantes do projeto faz com que percebam as semelhanças entre eles, que estão no ensino básico, com o pessoal que já está no ensino superior, podendo perceber a importância de cultivar os hábitos de autorregulação já desde este momento, pois sempre se usará durante sua formação acadêmica.

  • Visita à escola Nossa Senhora das Graças

    Sexta-feira, dia 16 de setembro, o projeto LEIAA leva a atividade a mais uma escola de ensino fundamental, desta vez a escola Nossa Senhora das Graças.
    A atividade contou com a presença do coordenador do projeto Cícero Nachtigall e com os dicentes Carlos Eduardo Bellomo, Felipe Souza, Mateus Lopes e Nelitiane Soares. Junto da turma assistiu à atividade o professor de matemática Enilson Rodrigues Nunes, conhecido do professor Cícero, por sua atuação no projeto GAMA.
    A atividade durou aproximadamente 2 horas, e participaram cerca de 15 alunos de 8° e 9° ano. Assim como as atividades oferecidas anteriormente em outras escolas, falou-se sobre a UFPEL, suas formas de ingresso e sobre estratégias para melhorar sua aprendizagem, a participação por parte dos alunos foi boa segundo a equipe do projeto, e a mesma se colocou a disposição para uma segunda visita caso haja interesse da escola e dos alunos, para uma conversa mais profunda, visando analisar os resultados da aplicação de algumas das estratégias de estudos apresentadas.

  • Visita à escola Elberto Madruga

    Afim de levar para outras escolas as dicas de estudo e informações sobre a UFPEL passadas na escola Jardim de Allah, o projeto LEIAA ofereceu a atividade à escola Elberto Madruga, que abriu suas portas para a equipe, visto que dois integrantes do projeto foram alunos da escola no ensino fundamental.
    Na sexta-feira, dia 12 de agosto, a equipe do projeto foi até a escola para desenvolver a atividade. A escola organizou a sala de informática de modo que fosse possível que as 3 turmas de 9° ano da escola participassem. Os períodos das turmas utilizados foram períodos de português, matemática e história, cujos professores cederam com ânimo pois acham importante alguém conversar com os alunos sobre a universidade e a autorregulação da aprendizagem, segundo relatos dos próprios professores. Além dos quase 40 alunos, assistiram à atividade os docentes Alexandre Medeiros, professor de português, Eder Martins, diretor da escola, Janaina Alves, professora de história, e Jussara Zanol, professora de matemática. Da equipe, contou-se com a presença do professor Cícero Nachtigall e dos licenciandos em matemática Felipe Souza, Gustavo Weirich, Matheus Lopes e Rodrigo Moreira, a atividade durou aproximadamente 2 horas, o grupo procurou sanar todas as dúvidas dos alunos e se colocou a disposição para uma segunda visita caso houvesse o convite por parte dos alunos e da escola.
    Para Felipe, bolsista do projeto, e ex aluno desta escola, esta atividade é de suma importância, pois relata não lembrar de palestras onde proporcionassem os alunos a tirar dúvidas, conhecer detalhes da universidade, nem refletir sobre a forma como estudam, afirma achar muito importante que os alunos vejam ele, ex aluno da escola, e percebam que é possível entrar na universidade vindo de onde eles vêm, e que conseguem correr atrás de seus sonhos, Felipe complementa que foi significativa sua volta à escola, dessa vez não com um olhar de aluno, mas como alguém que quer ajudar os alunos de lá.

  • Projeto LEIAA nas acolhidas dos cursos de Licenciatura em Matemática

    O Projeto LEIAA participou das duas acolhidas do curso de licenciatura em matemática, tanto na acolhida do noturno quanto na do integral. A atividade na acolhida do curso noturno aconteceu na última semana antes do começo do semestre letivo(2022/1) no dia 28 de julho, já a do curso integral aconteceu na primeira semana de aulas, no dia 2 de agosto. O projeto teve o prazer de aceitar os convites das coordenações dos cursos para participar das acolhidas.
    Nas acolhidas, a exposição foi dividida em duas etapas, na primeira, o professor Cícero Nachtigall, coordenador do projeto, trouxe para os ingressantes uma breve explicação sobre a aprendizagem autorregulada com exemplos baseados em suas vivências. Na acolhida do curso integral a professora Amanda Pranke, dr° em autorregulação pela UFPel também falou um pouco sobre a autorregulação e sobre o livro “Cartas de Gervásio ao seu Umbigo: Comprometer-se com o Estudar na Educação Superior”, que aborda o tema da autorregulação de forma descontraída com relatos de um personagem fictício que está ingressando na universidade.
    Em ambas as atividades, após uma breve apresentação do grupo e da introdução à discussão sobre autorregulação da aprendizagem, o restante da equipe, composta por estudantes veteranos do curso de matemática, trouxe para eles uma interação no Mentímeter, com perguntas baseadas no tema da autorregulação para gerar uma reflexão nos alunos acerca da maneira como levam seus estudos até o momento, esta etapa abrangeu maior parte da atividade. Baseado nas respostas dos alunos, o grupo então comentou sobre os pontos que mais chamaram atenção, falando um pouco sobre a importância de certos pontos que tiveram uma nota baixa no Mentímeter e ressaltando a importância de pontos que tiveram uma nota alta, o grupo encerrou então com mensagens para os ingressantes sobre o início da vida acadêmica, desejando um bom início de curso a todos.
    O projeto LEIAA agradece imensamente aos cursos de Licenciatura em Matemática – Integral e Licenciatura em Matemática – Noturno pelo espaço concedido e pela preocupação dos dois grupos de acolhida em relação às ações para a recepção dos ingressantes.

  • Primeira atividade presencial do LEIAA sobre as Cartas de Gervásio

    Uma semana antes do início do semestre de 2022/1, o Projeto LEIAA ofereceu uma atividade sobre autorregulação usando como guia dos encontros as cartas iniciais do livro Cartas de Gervásio ao Seu Umbigo: Comprometer-se com o Estudar na Educação Superior, esta atividade já havia sido ofertada em semestres anteriores de forma remota, devido à pandemia.
    Esta foi a primeira vez que a atividade foi oferecida de forma presencial, foi oferecida aos ingressantes do curso da matemática, e contou com 5 participantes, a atividade foi divida em 3 encontros com duração aproximada de 2 horas e no último encontro houve um momento mais descontraído entre os ingressantes e a equipe do projeto, através de uma pequena confraternização realizada. A equipe se colocou à disposição dos ingressantes para o que precisassem durante o semestre, oferecendo apoio com o objetivo de que eles se sentissem acolhidos.