Notícias

PRORROGAÇÃO da Seleção de Bolsista de Extensão Edital 01/2019

Estão abertas as inscrições para Seleção de Bolsista de Extensão para o projeto “FORMAÇÃO NA ESCOLA: organização do trabalho pedagógico”, conforme edital 01/2019.

 

VULNERABILIDADE SOCIAL

Podem candidatar-se nesse edital alunos regularmente matriculados no curso de Pedagogia ou Matemática da UFPel que tenham situação de vulnerabilidade social, mediante atestado da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) e que disponham de 20 horas semanais para atuar presencialmente no projeto.

Vigência da bolsa: sete meses e meio (15 de maio até 15 de dezembro de 2019).

Acesse aqui o edital de Vulnerabilidade Social

 

AÇÕES AFIRMATIVAS

Podem candidatar-se nesse edital alunos regularmente matriculados no curso de Pedagogia, Matemática, Design Digital e Design Gráfico da UFPel que tenham situação de ações afirmativas, mediante atestado da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) e que disponham de 20 horas semanais para atuar presencialmente no projeto.

Vigência da bolsa: sete meses e meio (15 de maio até 15 de dezembro de 2019).

Acesse aqui o edital de Ações Afirmativas

Acesse aqui a ficha de inscrição 

O período para inscrição será de 3/05/2019 a 12/05/2019, até as 20h59min, horário de Brasília.

E-book disponível: Coleção PNAIC-UFPel vol. 6 DESAFIOS DA GESTÃO DA FORMAÇÃO DOCENTE NO ÂMBITO DO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA – PNAIC (2013-2018)

 

Esta obra reúne um conjunto de textos elaborados por docentes pesquisadores que atuaram como palestrantes nos encontros e seminários de formação vinculados ao programa Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, no âmbito da Universidade Federal de Pelotas (PNAIC-UFPel). Os textos oferecem um conjunto de reflexões e informações sobre quatro grandes temáticas – a alfabetização e o letramento; o planejamento e a avaliação; a educação matemática; as áreas de conhecimento no ciclo de alfabetização – exploradas a partir de diferentes pontos de vista.

Baixe o e-book aqui

ALVES, A. M. M; OLIVEIRA, C. T; NÖRNBERG, M. [org.]. Desafios da gestão da formação docente no âmbito do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – PNAIC (2013-2018): volume 6. Porto Alegre: Evangraf, 2019. 252 p.

Certificados – II Seminário Integrador – 2017

Informamos que os certificados de ouvinte já estão disponíveis, referente à participação no evento II Seminário Integrador Obeduc-Pacto: formação de professores, leitura e escrita no ciclo de alfabetização.

Para visualizar os seus certificados, acesse:

https://cobalto.ufpel.edu.br/portal/consultas/eventoPublico

Caso tenha problema para clicar no link, copie e cole o endereço informado acima no seu navegador.

Para visualizar o seu certificado informe o CPF e o e-mail usado para a inscrição.

CPF que inicia com o número 0 (zero): deixar um espaço entre o 0 (zero) e o restante do número. Ex: 0 123456789

Oportunamente, neste mesmo link, estarão disponíveis os certificados de participante na modalidade apresentação de trabalho.

GEALE promoverá o Seminário Pesquisa e Práticas em Discussão II

O GEALE – Grupo de Estudos sobre Aquisição da Linguagem Escrita – promoverá, nos dias 25, 26 e 27 de setembro, no auditório do CEHUS, o Seminário Pesquisa e Práticas em Discussão II. O objetivo do evento é socializar e discutir resultados parciais e finais de pesquisas e práticas conduzidas pelos bolsistas e pesquisadores do GEALE, especialmente aquelas realizadas nos últimos cinco anos de atividades do grupo, período no qual esteve em andamento o amplo projeto de pesquisa OBEDUC-Pacto/UFPel.

A dinâmica de atividades do Seminário contará com seções de apresentação oral das pesquisas, lançamento de livros, palestras com professores de universidades parceiras, planejamento de próximas ações e apresentação do Sistema Vestígios, software desenvolvido por integrantes do grupo vinculados ao curso de Ciências da Computação da UFPel, que serve como repositório e ferramenta de análise do BATALE e do BTP – Bancos de Textos de crianças e de professoras criados no GEALE.

O evento é gratuito e não é necessária inscrição prévia, com exceção dos momentos de palestras, para os quais os interessados deverão preencher um formulário online indicando seu interesse (https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdL7H_WZwmZHRuiQbywnJwf3xYGmRRHI5rxQ4RvczHeUp4PQg/viewform).

Mais informações podem ser acessadas pelos e-mails geale.ufpel@hotmail.com e ufpel.obeduc.pacto@gmail.com.

O QUÊ? Seminário Pesquisa e Práticas em Discussão II

QUANDO? 25, 26 e 27 de setembro

ONDE? Auditório do Centro de Pós-Graduação em Ciências Humanas, Sociais, Sociais Aplicadas, Artes e Letras (CEHUS) – Rua Alberto Rosa, 117

CONVIDADOS: Profª. Drª. Luciana Piccoli (UFRGS), Prof. Dr. Lourenço Chacon (UNESP/Marília), Profª. Drª. Magda Damiani (UFPel), Profª. Drª. Maiane Ourique (UFPel) e Prof. Dr. Artur Morais (UFPe)

PÚBLICO ALVO: integrantes do GEALE, estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores convidados e professores das redes públicas de ensino.

Seleção de Bolsista de Extensão Edital 01/2018

Estão abertas as inscrições para Seleção de Bolsista de Extensão para o projeto “FORMAÇÃO NA ESCOLA: organização do trabalho pedagógico”, conforme edital 01/2018.

Podem candidatar-se nesse edital alunos regularmente matriculados no curso de Pedagogia da UFPel que tenham situação de vulnerabilidade social, mediante atestado da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) e que disponham de 20 horas semanais para atuar presencialmente no projeto.

Vigência da bolsa: sete meses e meio (04 de maio até 15 de dezembro de 2018).

O período para inscrição será de 20 a 25/04/2018.

Acesse o edital aqui

Avaliações do II Seminário Integrador Obeduc-Pacto

Realizado nos últimos dias 25 a 27 de outubro, o seminário contou com, em média, 250 participantes por dia. Confira as considerações, comentários e sugestões feitas por participantes do evento que responderam ao questionário de avaliação.

Palestras apresentadas: 

Contribuições dos Painéis de pesquisa: 

Contribuições dos Relatos de Experiências:

Comentários e sugestões:

1) Poderiam algumas palestras serem mais dinâmicas;

2) Ótimo evento. Sugiro que se disponha, no próximo, mais tempo para os palestrantes. Ficou rápida a apresentação, por vezes, dificultando a compreensão quando os trabalhos eram mais técnicos e acadêmicos. Pensar, entre uma apresentação e outra, apresentações de vídeos ou atividades mais atrativas e dinâmicas para descontrair, manter a motivação e o interesse. Parabenizo a todos envolvidos pela oportunidade de refletirmos nossas práticas pedagógicas, pela organização e intenção na escolha dos palestrantes;

3) Nos turnos da manhã poderia ter tido intervalo e faltou café pois teve horas que algumas seções deixaram com sono. As palestras, dez. Poderíamos fazer uma excursão para ir no seminário do prof. Edgar Kirchof;

4) Reorganizar o seminário como foi feito nos eixos. Em salas com menor número, onde conseguimos interagir melhor com o palestrante;

5) Gostaria de sugerir que houvesse um evento assim como este, que por sinal foi excelente, voltado para educação infantil;

6) Servir café para os participantes;

7) Mais espaço para apresentação de práticas da rede, pois o pequeno momento que se teve foi ótimo. Seria bem enriquecedor;

8) Trazer mais palestrantes de outras localidades. Professores devem respeitar os palestrantes, pois o intervalo é para relaxar, conversar e trocar ideias. Não consegui prestar atenção, assim como ouvir o que o prof. Carlos Nhaca falava a respeito de sua pesquisa, pois o barulho atrapalhou. Mais respeito professores!;

9) Colocar o endereço no cartaz; Mais papel na pasta para as anotações. Esse evento seria melhor se fosse no auditório do C.A (UFPel); Sorteio de brindes como livros e outros materiais pedagógicos! Minicursos… (obs: sei que não é um Congresso, nem um Simpósio, mas dá para fazer oficinas!);

10) Uma sugestão seria que tivesse uma forma que o ouvinte pudesse participar (ouvir) todos os relatos de experiências, dos eixos 1 ao 5;

11) Penso que as oficinas de sexta-feira poderiam ter sido realizadas desde o primeiro dia, pela manhã, assim, as palestras ficariam só pela tarde e, poderíamos participar de um maior número de Relatos de experiências. De resto, só posso dizer que o Seminário foi muito positivo e agregou muito às nossas práticas pedagógicas;

12) Fiquei curiosa em participar de todos os eixos, seria importante que no próximo evento houvesse um espaço maior, para que todos pudessem participar na totalidade. Experiência de grande aprendizagem!;

13) Considero… o lugar escolhido para realizar as atividades e debates muito desconfortável e apertado nas acomodações individuais. Uma distância extensa entre os lugares escolhidos ao final do seminário, dificultando a locomoção para quem precisa utilizar transporte coletivo, ir e voltar de sua residência no horário do meio dia, tornando a jornada de três dias cansativa. Porém, os assuntos são de total importância dentro do trabalho o qual realizamos. Obrigado!;

14) Gostaria de agradecer pela realização do evento, pois ele possibilitou a compreensão da importância da formação e formação continuada, de professores, bem como, da qualidade do trabalho realizado pela UFPEL na organização do PNAIC. Penso ser necessário refletir estratégias que visem amenizar a conversa no auditório, pois, diversos momentos, o barulho foi motivo para troca de lugares e um desrespeito com os professores/apresentadores. As palestras foram enriquecedoras e esclarecedoras, além de estarem comprometidas a discutir sobre o tema do seminário com fidelidade;

15) Parabenizo a equipe pelo respeito ao horário, impecável! Sugiro melhorar o credenciamento, ficou muito apertado para assinar a lista de presença;

16) Parabéns! Foi muito bom o seminário, pela organização, pelo horário e pelos temas apresentados;

17) Divulgação pela mantenedora e parceiros nas escolas, pois para alguns docentes, em algumas escolas, não houve ou foram apresentadas restrições para a participação;

18) Parabenizo a toda equipe pela organização, palestras e relatos de experiências. Espero que tenhamos mais eventos para contribuir em nossa prática educativa. Fiquei muito feliz que a UFPEL vai participar do PNAIC, onde tivemos uma formação de qualidade;

19) O evento foi realizado com sucesso. Porém, penso que as monitoras teriam que ter mais autonomia e solicitar silêncio ao público, devido a impossibilidade de ouvir e compreender sobre o temas abordados. Outra questão são os slides com cores que dificultam a leitura, causam cansaço. E, por último, a questão do café, seria necessário ter café, para possibilitar melhor desenvolvimento na atenção e aprendizagem;

20) Acho que o pessoal que ficou na monitoria deveria ser mais “ativo” quanto a “assistência” à plateia; poderiam solicitar silêncio pois, durante todo o evento, houve muita conversa. Outra coisa a ser observada para o próximo evento são as lâminas dos participantes. Letras pequenas, impossíveis de visualizar mesmo de perto, fotos de escritos totalmente desfocadas. Penso que para o próximo evento seria importante (re)pensar; de resto, parabéns pelo evento e pela organização;

21) Deixaria como sugestão para um próximo seminário que fosse reservado um tempo maior para os palestrantes e, consequentemente, se diminuísse o tempo dos painéis de pesquisas. Considero importante a divulgação das pesquisas, porém, acho que ocupou muito tempo.

22) Os temas que perpassaram o evento são, indiscutivelmente, pertinentes. Também compreendo o evento como acadêmico em seu caráter e objetivo. Entretanto, mais uma vez, saio com a dúvida que tem me acompanhado ao longa da minha caminhada pessoal e profissional e reflito: Detectamos problemas, desafios, necessidades… Ótimo! Óbvio! Estamos imersos na pesquisa. Pois bem, o que fazemos e como enfrentamos tais fatos em sala de aula, na prática do cotidiano? Quais são as propostas concretas realizadas? E elas existem! O professor busca sanar dificuldades! Isso precisa ser compartilhado. Não pretendo, aqui, fazer apologia às receitas de como ensinar. Mais do que isto! É defender a socialização das iniciativas de cada um. Em geral, percebe-se que o professor clama por formação e qualificação de sua prática pedagógica. Pensemos nisso! É um desafio? Sim. Por isso continuemos a caminhar! Por tudo que vi, ouvi e vivi nesses 3 dias de intensa programação, concluo que o evento atingiu seu objetivo, pois como ouvinte, saio inquieta e provocada a ir além e com a certeza de que na mala carrego uma diversidade de conhecimento.

AGRADECIMENTOS

 

Um projeto de pesquisa e um evento acontecem quando há pessoas dispostas e disponíveis para participar, estudar, discutir, ouvir críticas, refazer percursos e formas de agir. Este é o espírito que vem constituindo nosso trabalho de pesquisa, ensino e formação humana. Portanto, esse é o momento de agradecer o trabalho realizado por um grupo incansável de…

Professoras colaboradoras
Ana Paula Nobre da Cunha
Gilceane Caetano Porto
Patrícia dos Santos Moura
Patrícia Pereira Cava
Professoras Educação Básica
Arita Mendes Duarte
Gisele Lima
Igor Martins Pereira
Juliana Mendes Oliveira Jardim
Letícia dos Reis
Sílvia Nilcéia Gonçalves
Valéria Islabão

Orientandas de iniciação, graduação
e pós-graduação
Alessandra Duarte Matoso
Diandra Donine Fernandes
Elimara Casagranda
Franciele Nunes Brisolara
Gabriella Vetromilla
Giulia Ferreira
Jeruza da Rosa da Rocha
Márcia Martinez
Marcus Neves

Bolsistas que atuaram na coordenação e organização do evento:
Gabriela Schander
Josiane Jäger
Lissa Pachalski
Luiza Kerstner Souto

À Direção da Faculdade de Educação e Coordenação do PPGE
Rogerio Wurdig
Álvaro Leite
Madalena Klein

Aos parceiros e patrocinadores externos:
Arthur Corrêa (Secretário Municipal de Educação)Biscoitos Zezé
Carlos Henrique (Mídias)
Carlos Santo (Diretor do Colégio Gonzaga)
Diego (Auxílio do som)
Luciene Fernandes (Coordenadora da Assessoria de Programas Educacionais)
Máximo, Lenita e Suelem (Auxílio com organização do espaço físico)
Raquel Guterres (Coordenadora Local do PNAIC pela SMED)
Rosane Marques (Vice-diretora do Colégio Gonzaga)

A todos/as, nosso agradecimento!
Marta Nörnberg
Ana Ruth Moresco Miranda
Coordenação geral

II Seminário Integrador promove discussões sobre o ciclo de alfabetização

Marta Nörnberg (esq.) e Ana Ruth Miranda (dir.) professoras coordenadoras dos grupos de pesquisa Obeduc-Pacto e GEALE, respectivamente. Imagem: Rayane Lacerda

Na última quarta (25), quinta (26) e sexta-feira (27), ocorreu o II Seminário Integrador Obeduc-Pacto. Com a temática de formação dos professores, leitura e escrita no ciclo de alfabetização, o evento foi uma parceria entre os grupos de pesquisa Estudos sobre Aquisição da Linguagem Escrita (GEALE) e Observatório da Educação: PNAIC (Obeduc-Pacto) com apoio da Secretaria Municipal de Educação (SMED).

O seminário buscou socializar os estudos desenvolvidos pelos pesquisadores vinculados à Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e fortalecer as práticas de formação de professores das escolas-parceiras das redes de ensino em Pelotas e região. Além disso, o evento contou com a participação de 350 pessoas, sendo a maioria professores da educação infantil e anos inicias, além de estudantes universitários.

A professora Andressa Bartz, participante do evento, considerou o encontro como positivo. “Eu gostei principalmente da parte em que foram trabalhadas as questões gramaticais, dos dígrafos e outras envolvendo a língua portuguesa, porque foram novidade para mim. Acredito que o evento agregou para a minha prática enquanto professora”, avalia.

Palestra do Prof. Dr. Artur Gomes de Morais (UFPE). Imagem: Gabriela Schander

Com atividades pela manhã e tarde, o encontro contou com painéis de pesquisas concluídas, palestras ministradas por referências nacionais e internacionais na área da Educação sobre literatura digital, erros ortográficos, inovações pedagógicas e conceitos políticos e culturais sobre a alfabetização e letramento, além de haver um espaço para o lançamento dos livros “Narrativas Pedagógicas vol. 1 e vol. 2” e a Coleção “PNAIC – UFPel vol. 3”. O seminário ainda abriu espaço para os professores e estudantes escreverem trabalhos para apresentação e discussão na sessão de relatos de experiência.

 

O professor titular no Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e integrante do Centro de Estudos em Educação e Linguagem (CEEL), Artur Gomes de Morais, percebe a relevância do evento para o cenário atual. “O momento em que a gente vive é de ataque à educação pública e destruição das políticas que vinham sendo implementadas a favor da qualificação da escola pública, da alfabetização e do professor dessas redes. Um evento como esse revela o quanto é preciso resistir e cobrar os nossos direitos para dar conta dos direitos de aprendizagem das crianças”, comenta. Artur foi destaque no evento com a palestra intitulada: “Como inovações pedagógicas têm favorecido (ou não) o aprendizado de nossos alfabetizandos?”.

Últimas Notícias

Artigos

Trabalhos completos e Resumos em eventos

TCC

Teses

Oficinas Pedagógicas: Matemática nos Anos Iniciais

Projeto de extensão Formação na Escola na 48ª edição do EM PAUTA

Cadernos de Formação Educação Infantil

Cadernos de Formação

Cadernos de Formação

Cadernos de Formação