Início do conteúdo

V SIMC divulga a sua programação

O V Simpósio Internacional Música e Crítica, que terá início no próximo dia 22 de novembro, tem a satisfação de divulgar a sua programação, que terá transmissão no canal youtube do Simpósio.
(https://www.youtube.com/channel/UC3aODRtuYuOYUMn4uvePqeg/featured).

V Simpósio Internacional Música e Crítica
Programação
22/11 – Seg
9h Abertura
9h15-10h15 Palestra 1 – Lutero Rodrigues – O injusto esquecimento de um personagem enigmático
Mesa 1 Anne Meyer – A construção da imagem do artista através da crítica jornalística – o caso Vera Janacopulos
10h30-12h Carlos Fernando Secomandi; Edilson Assunção Rocha – Arnulpho Mattos: atuação e inserção social de um compositor capixaba a partir da análise de notícias da imprensa periódica local
Lucyanne de Melo Afonso; Rosemara Staub de Barros – As críticas ao elenco radiofônico pela Coluna No DIAL do Jornal A Crítica, Manaus-AM (1949 a 1950)
Almoço
Mesa 2 Alexei Alves de Queiroz; Sérgio Paulo Ribeiro de Freitas – A repressão ao Samba em jornais cariocas do início do século XX
13h30-15h Manoel Messias Alves de Oliveira – O circuito “Zona Sul” da Música Popular: aspectos e considerações sobre o trabalho lítero-musical e jornalístico de Ruy Castro
Marcus Mota – Ainda o Maxixe: pequenos flagrante das performances musicais afro-diaspóricas
Mesa 3 Erica Santana dos Passos – Educação pela arte e a valorização do trabalho dos professores na crítica de Mário de Andrade para o Diário Nacional
15h15-16h45 Fabricia D. Malán Carrera – Lo dice la prensa. Las experiencias de música electroacústica y la escena en Uruguay, en las décadas de 1960 y 1970
João Figueiredo Costa – A “música de alta cultura” no Diário de Lisboa no pós 25 de abril (1974-1980): géneros jornalísticos, autoriais, temáticas e discursos
23/11 – Ter
9h-10h Palestra 2 – André Egg – Por uma periodização da crítica musical no Brasil
Mesa 4 Diego Wandal dos Santos – Luiz Heitor nas páginas da Revista Cultura Política
10h10-11h10 Renata Leticia Marques – A crítica musical de Lúcio Rangel ou a Música Brasileira como tradição inventada
Mesa 5 Jonas Silva de Almeida; Valmiro Pereira Machado Junior; Rafaela Canez Camargo; Rebeca Klippel Brehm; Luiz Guilherme Goldberg – Oscar Guanabarino Pelo Mundo das Artes: métodos e processos em pesquisa hemerográfica
11h20-12h20 Marcele Pedrotti Dutra Meneses; Luiz Guilherme Goldberg – A crítica de Alexandre Levy: questões metodológicas
Almoço
13h30-14h30 Palestra 3 – Cristina Fernandes – A recuperação de óperas setecentistas portuguesas através da crítica: aspectos históricos, interpretativos e ideológicos
Mesa 6 Matteo Ciacchi – Um tropicalismo endógeno: a dez anos da Guanabara e a um século de Londres hemerográfica
14h40-15h40 Millena Rossi Melchioretto; André Acastro Egg – Folclorismo na crítica musical de Eunice Catunda
16h-17h30 Mesa de encerramento – Christina Fuscaldo, Kamille Viola e Nayive Ananías – Os desafios para a crítica musical feita por mulheres no Brasil.
17h30 Encerramento

Publicado em 14/11/2021, em Notícias.
%d blogueiros gostam disto: