Início do conteúdo
    Notícias
  • Robopel 206: dois dias de muita computação criativa!

    O evento conta com escolas públicas e particulares das zonas rural e urbana do município

    Nos dias 4 e 5 de julho, quarta e quinta-feira, o CoCTec estará presente em um evento que celebra os 206 anos da cidade de Pelotas reunindo estudantes de escolas públicas e particulares em uma grande mostra de robótica e computação criativa. Alunos da Escola do SESI de Ensino Médio, discentes da Universidade Federal de Pelotas e alunos dos clube de computação das escolas públicas municipais irão compartilhar o que vem desenvolvendo em computação criativa em seu trabalho na escola e meio acadêmico.

    Das 9h às 11h e das 14h às 17h em ambos os dias, os alunos e professores de escola que visitarem o Pelotas Parque Tecnológico terão a oportunidade de interagir com os kits da LEGO Educação com os quais trabalha a Escola do SESI, projetos com Arduino, computação desplugada e programação para iniciantes, além de oficinas de arte como experimentos coreográficos e teatro, áreas trabalhadas fortemente no sistema educacional da FIERGS e nos projetos ligados a Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa (RBAC), parceira do evento.

    O chamado RP-206 surge de uma parceria que nasceu no evento Scratch Day Pelotas, em maio, organizado pelo núcleo regional da RBAC com o Centro Tecnológico Educacional (CETEP-SMED) e sediado no Pelotas Parque Tecnológico. Iniciativa do Parque, o ROBOPEL 206 une RBAC, Prefeitura de Pelotas por meio da Secretaria Municipal de Educação e Desporto (SMED), Cetep, e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação (SDETI), a Universidade Federal de Pelotas por meio dos grupos Explorando o Pensamento Computacional para a Qualificação do Ensino Fundamental (ExpPC), Comunicação, Cultura e Tecnologias (CoCTec) e Dança – Licenciatura, além da Escola do SESI e a startup ELIMU Social.

    O evento terá a participação especial da Escola do SESI apresentando seus kits de robótica, bem como a participação dos alunos integrantes do projeto Rede de Clubes de Computação, das cinco escolas públicas municipais que atualmente fazem parte do projeto coordenado pelo CoCTec: Santa Teresinha, Luiz Augusto Assumpção, Colégio Municipal Pelotense, Nestor E. Crochemore e Wilson Muller. Escolas públicas ao redor do Parque também foram convidadas e irão comparecer com seus alunos. Além disso, o convite é público a educadores, estudantes e profissionais ligados a área da educação em Pelotas e região.

  • CoCTec e parceiros participam de sábado temático da escola Santa Teresinha

    A convite da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Teresinha, o grupo de pesquisa CoCTec e grupos de parceiros na UFPel, LABENSIM, DESLOCC e Dança Licenciatura, ministraram oficinas para alunos e professores que compareceram a escola neste sábado, dia 23 de junho.

    Ao todo foram cinco oficinas diferentes, realizadas anteriormente no Scratch Day Pelotas, em maio. Agradecemos a escola Sta. Teresinha pela maravilhosa recepção e participação nas atividades!

    Confira mais fotos do sábado temático neste link.
  • Pelotas sedia Scratch Day celebrando computação e aprendizagem criativa

    O evento contou com o apoio do CoCTec na organização e realização de oficinas

    No dia 12 de maio, Pelotas foi palco de um evento realizado em rede em todos os continentes do mundo: o Scratch Day. Das 10h às 18h do sábado, o Pelotas Parque Tecnológico foi o anfitrião de oficinas, laboratórios e mostra interativa com programação para crianças, robótica educacional, eletrônica, e uma série de atividades em arte, saúde e meio ambiente. O público que compareceu foi majoritariamente de professores e alunos da rede pública municipal, além de visitantes como familiares, crianças e professores da rede privada, e autoridades locais.

    Laboratório Aprendizagem Criativa – estação para criação livre

    O Scratch é um ambiente de programação e comunidade on-line que reúne em torno de 28 milhões de pessoas em mais de 40 idiomas diferentes, e foi criado pelo grupo de pesquisa Lifelong Kindergarten, do MIT Media Lab, como uma ferramenta on-line para desenvolver o pensamento computacional em crianças de forma que atendesse aos princípios da aprendizagem criativa: trabalhar em equipe, criar projetos, aprender algo no qual se tem interesse genuíno, e explorar livremente o que se aprende, “pensar brincando”. O grupo de Massachusetts gerencia a Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa, cujo núcleo regional no Rio Grande do Sul organiza o evento em Pelotas.

    Clubes de computação

    Em Pelotas, o “dia do Scratch” contou com mais de 21 tipos de oficinas, proporcionando experiência de aprendizagem mão na massa às quase 400 pessoas que participaram do evento no dia 12. O coração do SD foram os alunos e líderes dos clubes de computação de escolas municipais, que participaram da mostra interativa apresentando sua experiência com a computação e eletrônica, junto a empresas locais de tecnologia digital e instituições de ensino superior. “O projeto da rede de clubes de computação em escolas públicas é a inspiração para a realização do Scratch Day a nível municipal. Queremos que a comunidade escolar conheça este projeto, e que o mesmo tenha mais força nas escolas de Pelotas” diz a Dra. Carolina Rodeghiero, pesquisadora do CoCTec na UFPel, grupo que teve a iniciativa do projeto dos clubes junto ao Centro Tecnológico Educacional de Pelotas (Cetep – SMED) e professores da rede municipal. Atualmente, o grupo traz uma abordagem aos clubes que integra computação com outras áreas do conhecimento por meio da aprendizagem criativa.

    Aluno e professora do clube de computação na Escola Municipal de Ensino Fundamental Wilson Muller

    Contando com a presença de alunos e professores da rede municipal, 102 pessoas trabalharam no Scratch Day para atender ao público presente – entre eles alunos e professores da UFPel, UCPel, IFSul, FURG, profissionais e atletas locais. Do CoCTec, participaram 10 alunos, dois pesquisadores e três professores. Somente da UFPel foram mais 80 pessoas trabalhando, com origem em 21 cursos diferentes da instituição. Além de alunos que que colaboraram voluntariamente de forma individual, o Scratch Day teve a o apoio dos grupos UFPel Rocket TeamExpPC, PhotoGraphein, DesLOCC, Arte na Escola e Labensim. A interdisciplinaridade fez toda a diferença para a proposta do evento. 

    “O Scratch Day é um espaço para aprender colaborativamente. Quem veio ao Parque Tecnológico hoje teve tanto a oportunidade de programar com o Scratch, quanto de colocar a mão na massa em atividades de educação ambiental e artes visuais, fazer atividades físicas como produção coreográfica e jogo de rugby, e ainda conversar com os alunos dos clubes de computação e profissionais que trabalham com abordagem semelhante em Pelotas e região”, relatou o vice-coordenador do evento Marco Antônio Medronha Filho, também pesquisador do CoCTec e supervisor de ensino no Cetep-SMED. 

    Autoridades presentes na abertura do Scratch Day

    A abertura do evento contou com a presença do vice-prefeito Idemar Barz, do Secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo Fernando Estima, da representante da Secretaria Municipal de Educação (SMED) e Coordenadora do Centro Tecnológico de Educação (Cetep) Rute Lacerda, da Diretora Executiva do Pelotas Parque Tecnológico Rosâni Ribeiro, do Diretor do Lemman Creative Program no MIT Media Lab e da Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa Leo Burd (via webconferência), e da coordenadora geral do Scratch Day Pelotas Carolina Rodeghiero.

     

    CLIQUE AQUI PARA VER O ÁLBUM DE FOTOS DO EVENTO!


    Atividades realizadas por alunos e professores do CoCTec:

    OFICINAS

    Design de personagem para RPG – Jéssica Santos e Jamilson Nascimento

     

    Cultivo de Plantas –  Felipe Szczepaniak e Daiane Blank (FURG)

     

    Dança e produção coreográfica  – Ministrantes: Carolina Portela e colegas da Dança – Licenciaturas

     

    Primeiros Socorros & Teatro – Ministrantes: Prof. Samir Schneid e alunos da Terapia Ocupacional, Faculdade de Medicina

     

    Colagem – Ministrantes: Profa. Alice Monsell e alunos das Artes Visuais

     

    Solda para iniciantes – Ministrante: Henrique Mattos

     

    Scratch para iniciantes – Ministrante: Marco Aurélio Alkimim

     

    Robótica com LEGO Mindstorm NXT – Ministrantes: Marco Aurélio Alkimim, Samuel de Luz e Gilberto Franconeto

     

    MONITORIAS

    Laboratório de Aprendizagem Criativa – Gerson Borela, Jéssica Santos, Jamilson Nascimento e Henrique Mattos

     

    Computação Criativa no Laboratório Scratch – Marco Aurélio Alkimim, Samuel de Luz e Gilberto Franconeto

     

    ORGANIZAÇÃO DO EVENTO E APOIO

    Carolina Rodeghiero

    Marco Medronha Filho

    Paloma Cremonini

    Carolina Martins Portela

    Marco Aurélio J. Alkimim

    Henrique Mattos

    Jéssica Santos

    Daiane de Jesus

    Amanda Brod

    Rosa Beatriz Sica

    Marcelo Machado

     

    Para conhecer mais sobre o evento que ocorreu neste ano e ficar por dentro das próximas edições, siga a página no Facebook e no Instagram @scratchdaypelotas.

    Site oficial do Scratch Day: https://day.scratch.mit.edu/

  • Curso Aprendizagem Criativa na Escola é ofertado a professores da rede municipal

    De 9 a 18 de abril, o CoCTec, em parceria com o Centro Tecnológico Educacional de Pelotas (CETEP), ofertou o curso Aprendizagem Criativa na Escola para professores das escolas municipais de Pelotas. A formação teve a metodologia baseada no curso ofertado pelo grupo Lifelong Kindergarten, do MIT Media Lab, Learning Creative Learning, integrado a oficinas mão na massa elaboradas pela Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa (RBAC).

    O convite para o curso foi realizado por meio do CETEP para as equipes diretivas das escolas, que liberaram até dois professores para a capacitação. Ao todo, 38 professores participaram da formação, constituindo três turmas e abrangendo todas as regiões de Pelotas: Centro, Fragata, Areal, Praia, Três Vendas e Colônia.

    Os educadores participantes foram convidados a integrar o núcleo regional da RBAC, da qual a ministrante do curso, Dra. Carolina Rodeghiero, e o supervisor de ensino no CETEP, Marco Antônio Medronha Filho, participam a nível nacional. Além disso, na próxima semana o grupo passa para a formação continuada em Aprendizagem Criativa, para a qual a primeira ação será o curso Scratch para Educadores, trazendo a linguagem de programação Scratch para os professores que desejam aplicar esta metodologia em sala de aula e/ou projetos de contra-turno, ou ainda criar clubes de computação, a exemplo do projeto para o qual o CoCTec oferece suporte junto ao CETEP em cinco escolas municipais.

    A formação continuada é iniciativa do núcleo regional da RBAC juntamente ao CoCTec, o qual prepara em suas atividades de pesquisa estratégias pedagógicas em aprendizagem criativa e desenvolvimento do pensamento computacional a serem aplicadas e estudadas especialmente no ensino público.

    Confira os dados e algumas fotos do curso, e acompanhe as redes sociais do CoCTec (Facebook e Instagram) para saber mais sobre oportunidades de formação para professores da rede pública:

     

    CURSO APRENDIZAGEM CRIATIVA NA ESCOLA

    Ministrante: Dra. Carolina Rodeghiero (CoCTec e RBAC)

    Apoio: Marco Antônio Medronha Filho (CoCTec, RBAC e CETEP-SMED), Janine Ochoa (CETEP-SMED), e Carolina Portela (CoCTec e Centro de Artes – UFPel)

    Turmas: 1 (9 e 16/4), 2 (10 e 17/4) e 3 (11 e 18/4)

    Curso baseado no original: Learning Creative Learning (http://learn.media.mit.edu/lcl/)

     

     

  • CoCTec tem oficinas internas para colaboradores

    Em um grupo de pesquisa tão diversificado como o CoCTec, é preciso promover oportunidades para que nossos colaboradores compreendam as áreas de conhecimento dos colegas. Além das discussões frequentes e trabalhos em equipes interdisciplinares, em 2018 o CoCTec promove frequentemente oficinas internas. Cada oficina traz algum tema ou atividade integrada a projetos trabalhados pelo grupo.

    Confira as oficinas que já ofertamos até agora:

     

    INTRODUÇÃO À APRENDIZAGEM CRIATIVA

    Ministrante: Carolina Rodeghiero

      

     

    ELETRÔNICA BÁSICA

    Ministrante: Henrique Pizzio Mattos (Engenharia Eletrônica)

     

    SCRATCH PARA EDUCADORES 

    Ministrante: Neemias Steinle (Mestrado PPGECM)

     

    DANÇA E PRODUÇÃO COREOGRÁFICA

    Ministrante: Carolina Portela (Licenciatura em Dança – UFPel)

  • Resultado do Edital para Colaboradores CoCTec

    Agradecemos a todos(as) pela participação no processo seletivo para colaboradores voluntários(as) do grupo Comunicação, Cultura e Tecnologias (CoCTec) da UFPel.

    Considerando especialmente a demanda do CoCTec para o ano de 2018, tivemos o total de nove aprovados em um grupo de 17 candidatos(as).

    Se você participou do processo e quer saber se está entre os(as) selecionados(as), confira sua caixa de e-mail! 🙂

  • Reitoria da UFPel assina convênio com Moçambique em projeto do CoCTec

    Na tarde de hoje, 11 de dezembro, a UFPel ampliou o relacionamento com o continente africano, por meio de mais um Memorando de Entendimento entre a instituição e uma universidade moçambicana. A Universidade Pedagógica (UP), representada pelo Prof. Dr. Manuel Zunguze, foi recebida pelo Reitor Pedro Curi Hallal na tarde de hoje para a assinatura do acordo que permitirá a discentes e docentes de ambas as instituições realizarem mobilidade acadêmica internacional em prol do projeto que leva programação e robótica educacional a jovens de escolas públicas e periferias.

    Para saber mais, leia a notícia na íntegra, publicada no site da UFPel.

     

     

  • Quer fazer parte do CoCTec?

    Estamos procurando novos colaboradores voluntários para o nosso grupo de pesquisa, especialmente para o trabalho no Projeto Clubes de Computação: uma rede de aprendizagem, que atualmente leva programação e robótica educacional a 10 clubes na cidade de Pelotas, expandindo suas atividades para outros municípios da região.

    Leia o EDITAL.

    Para participar, basta estar matriculado(a) ou ser docente de qualquer Instituição de Ensino Superior, e ter vontade de trabalhar em alguma das seguintes áreas:

    Áreas  Principais atividades a serem desenvolvidas
    Comunicação externa
    • Atualização de website e mídias sociais;
    • Redação de releases para os veículos de comunicação da UFPel (CCS e CEng), imprensa local e internacional;
    • Fotografia e cobertura de eventos selecionados;
    • Press Clipping;
    • Análise de Conteúdo e Redes Sociais.

     

    Design

    • Produção de material gráfico para eventos;
    • Material digital para redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram);
    • Planejamento e elaboração de branding para o Projeto;
    • Material didático padronizado para utilização nos clubes de computação;
    • Apresentações digitais e físicas do Projeto;
    • Edição de vídeos.
    Pensamento Computacional
    • Pesquisar bases epistemológicas que fundamentam o processo do Pensamento Computacional (PC);
    • Definir e organizar pesquisas que avaliem o PC nos clubes de computação;
    • Coletar dados e avaliar os dados coletados nos clubes de computação;
    • Produção científica em PC;
    • Apoio na organização de eventos envolvendo o PC.
    Aprendizagem Criativa
    • Pesquisar bases teóricas que fundamentam a Aprendizagem e a Aprendizagem Criativa;
    • Investigar sobre os modos de vida e demandas contemporâneas do cotidiano de crianças e jovens;
    • Definir e organizar pesquisas que avaliem o impacto dos clubes de computação na vida dos estudantes, professores e familiares atingidos com o Projeto;
    • Coletar, avaliar e relatar os dados dos clubes de computação;
    • Produção científica em Aprendizagem Criativa;
    • Apoio na organização de Feiras de Inovação e Criatividade (FICs) no Rio Grande do Sul.
    Internacionalização
    • Tradução de documentos oficiais;
    • Material didático;
    • Publicações relativas aos programas de internacionalização;
    • Apoio na elaboração de Planos de Trabalho e Memorandos de Entendimento entre a UFPel e instituições estrangeiras, quando alinhados com o Projeto;
    • Planejar e apoiar a organização de eventos internacionais envolvendo o Projeto e países parceiros do CoCTec.

     

    Robótica Educacional

    • Participar das atividades relacionadas a Robótica Educacional, com o objetivo de:
    • Pesquisar, planejar e aplicar estratégias envolvendo soluções para a agricultura por meio da robótica e da eletrônica;
    • Organizar eventos para os clubes de computação e parceiros, envolvendo o tema Meio Ambiente,  Agricultura, Inovação e Tecnologias.

    As inscrições estão abertas até o dia 13 de dezembro de 2017 às 23:59, e podem ser realizadas neste LINK.

     

  • Escola rural encerra o ano de Scratch Days em Pelotas

    Graduandos do Centro de Engenharias da UFPel, integrantes do CoCTec, apresentando robôs para os estudantes

    Após o evento realizado pela Escola Santa Teresinha, mais um Scratch Day foi celebrado pela Rede de Clubes de Computação do CoCTec. Desta vez a realização foi pela Escola Nestor Elizeu Crochemore (NEC), sede do clube CoCTec NEC, localizada na Vila Nova, zona rural de Pelotas.

    O Scratch Day, rede de eventos que celebra mundialmente a programação em blocos com o Scratch, foi marcado pela apresentação do Clube de Programação CoCTec NEC, apresentação da equipe de pesquisadores e professores do CoCTec, de projetos em robótica do CoCTec NEC com Arduino e sucata, demonstração de Robôs LEGO, demonstração de aplicação das Scratch Cards, programação com Scratch, exposição fotográfica digital das atividades do Projeto, mostra de projetos em Aprendizagem Criativa da comunidade NEC e de outros projetos do clube anfitrião.

    Mostra de robótica durante o evento

    295 alunos, da pré escola até o nono ano, 10 professores e oito integrantes do grupo de pesquisa liderado pela profa. Rosária Sperotto na UFPel participaram das atividades ocorridas no dia 27 de novembro na Comunidade NEC. Além disso, o evento teve a participação de um estudante moçambicano que integra o projeto TEDUCA de mobilidade acadêmica entre a UFPel e a Universidade Eduardo Mondlane (UEM) de Moçambique, e de um pós-graduando do PPGECM da UFPel, que integra um clube especial para mestrandos da instituição. O líder do clube CoCTec PPGECM, mestrando neste mesmo programa e também professor responsável pelo CoCTec NEC, Neemias Steinle, foi o principal organizador do evento, que contou com o suporte do time de alunos e professores do CoCTec para a realização das atividades.

    Mais de 290 alunos participaram do evento

     

     Neemias comemora o sucesso do evento na comunidade escolar, e lembra que no dia 30 de novembro haverá oficinas de programação no laboratório da escola, ministradas pelos integrantes do clube para todos os alunos aprenderem a programar com Scratch. Além disso, o bolsista Simão Schuller, do Projeto EXPPC promoverá atividades desplugadas para os alunos das turmas de sexto ano da escola.

     

    Para saber mais sobre o que acontece no clube CoCTec NEC, acesse o blog do clube.

    Divulgação do evento

  • Alunos do CEng e do PPGECM ministram oficina na UNISINOS

    Marco Aurélio Alkimin (Eng. de Automação e Controle), Henrique Mattos (Eng. Eletrônica) e Neemias Steinle (PPGECM)

    Neste sábado, dia 18 de novembro, dois alunos do Centro de Engenharias da UFPel Henrique Mattos e Marco Aurélio Alkimim, integrantes do nosso grupo de pesquisa, e o líder do clube de computação CoCTec NEC e mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática da UFPel Neemias Steinle estiveram na UNISINOS em São Leopoldo para ministrar uma oficina de animação no Congresso Brasileiro de Programação de Vídeo Estudantil.

    Em duas horas de oficina, 16 pessoas, entre elas professores de arte e alunos do ensino fundamental de São Leopoldo, produziram atividades de animação interativa no Scratch, por meio da programação em blocos. O material produzido na oficina foi compartilhado na comunidade on-line do Scratch, que atualmente tem mais de 22 milhões de membros cadastrados ao redor do mundo. 🎬

    Oficina de animação com o Scratch

    Na ocasião, o CoCTec teve a oportunidade de divulgar a Rede de Clubes de Computação que lidera em Pelotas, e o núcleo Rio Grande do Sul na Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa, que reúne profissionais, empresas, famílias e pessoas interessadas em transformar a educação em atividades mais mão na massa e oferecendo a oportunidade para que alunos sejam protagonistas em seus espaços de aprender.Conheça mais sobre os Clubes de Computação e os demais projetos do CoCTec, e fique por dentro da Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa.

    Quer fazer parte do Núcleo RS na rede? Cadastre-se aqui🎬