Retorno aos palcos após a pandemia

Cantora Julie Schiavon traça novos planos para 2023        

por Tatiane Meggiato       

 

Julie Schiavon prepara-se para novas gravações

Julie Schiavon prepara novas gravações musicais

Atualmente com 25 anos, a artista pop pelotense Julie Schiavon já sabia desde seus cinco anos de idade que a sua vida estaria voltada para os palcos. A artista contou que, apesar de saber o que queria desde a infância, foi com a ajuda e apoio da família que, aos 13, começou a fazer aulas e apresentações e, desde 2017, canta profissionalmente.

Neste ano pós-pandemia, Julie conseguiu se reinventar, mas ela mantém as suas referências bem claras. “Eu sinto muita afinidade com o Pop e o Rhythm and Blues (R&B), são os gêneros que eu cresci ouvindo e que construíram minhas maiores referências musicais, mas também sou fã de Trap e de qualquer estilo que se conecte com a minha alma, sabe? Meu estilo favorito é o sentir! [risos].”

Outro aspecto importante que Julie destacou sobre sua carreira foi o fato de ser mulher em uma profissão que o sexo masculino predomina tanto ainda. A artista destacou pontos negativos como a falta de credibilidade, ser questionada quanto à sua capacidade, além de estar exposta a assédios.

“Não somos levadas a sério e ainda criticadas quanto a nossa firmeza em defender o que acreditamos. Diferente dos homens que, muitas vezes, são, inclusive, ovacionados por serem agressivos”, observa.

Sobre a pandemia e este período de retomada, Julie contou que a crise veio logo quando estava começando a fazer a sua agenda de shows individuais. A artista lembra que, no início, como para todos os artistas, foi muito angustiante. Mesmo com tudo isso, ela foi muito privilegiada em relação aos seus trabalhos na internet. Conseguiu usar o tempo para manter e ampliar a sua rede de público. Como ela já gravava no modo home office, pode seguir com seu trabalho, além de obter novos contatos com produtores que jamais imaginava.

“Minha maior dúvida [durante a pandemia] era se, na retomada dos eventos, eu conseguiria fazer shows novamente. E, hoje, no finalzinho de 2022, posso dizer que sou muito grata e realizada com as oportunidades que tive no decorrer do ano!”

Julie conta que a retomada aos palcos não foi fácil, que não gosta nem de ver os vídeos das primeiras apresentações pós-pandemia. Mesmo com os resultados alcançados, a reconexão com a energia do palco, depois de tanto tempo longe, não foi fácil nem imediata. O preparo vocal precisou ficar em dia com a retomada das aulas de canto apenas no início deste ano.

Agora, Julie busca principalmente dar continuidade ao seu trabalho. “Espero de coração que a gente não precise enfrentar novamente aquele cenário pandêmico, mas meu plano atual, na verdade, é concluir alguns projetos musicais que tenho produzido há um tempo e que são minhas grandes apostas para me inserir de fato no mercado musical”, diz.

Sobre os planos para 2023, Julie Schiavon está otimista, com dois projetos de gravação a caminho. Um deles será com o produtor musical e engenheiro de mixagem Kass e o outro com uma de suas maiores inspirações que é o Dj Micha, um dos maiores talentos da nossa região. “Já estou animadíssima para soltar estes sons para o mundão e dar mais este passo na minha trajetória! Muito obrigada pelo papo e por me permitir compartilhar um pouquinho de mim e do meu trabalho!”, despede-se a cantora.

Veja no YouTube, o vídeo “Anos 2000”:

PRIMEIRA PÁGINA

COMENTÁRIOS

 

Comments

comments

%d