“Uma Quedinha de Natal”: o que esperar do retorno de Lindsay Lohan às telas?

Nova comédia natalina produzida pela Netflix apresenta atriz como protagonista e desperta a atenção dos fãs da artista      

Por Helena Isquierdo Rocha    

Lindsay e Chord Overstreet são os protagonistas do lançamento de fim de ano no streaming Fotos: Divulgação

Longe das telas desde 2013, Lindsay Lohan faz seu retorno como atriz em algo que já virou tradição para os espectadores da Netflix: filmes natalinos.

Apesar de ser o gênero em que a atriz vem tendo sucesso, o roteiro clichê da comédia romântica “Uma Quedinha de Natal” não consegue atingir o sucesso que foram outras obras estreladas por Lindsay, como “Sexta Feira Muito Louca (2003) ou “Meninas Malvadas” (2004). Mas isso não significa que a produção é ruim. Porém, não se deve esperar um roteiro com grandes novidades.

Lançado em 10 de novembro, “Falling for Christmas” (título  original) conta a história de Sierra Belmont (Lindsay Lohan),  uma jovem herdeira que recebeu de seu pai o carro de vice-presidente de uma rede de hotéis de luxo. Acontece que a menina mimada pelo pai não deseja seguir a carreira dos negócios. A reviravolta acontece quando a personagem acaba sofrendo um acidente em meio à neve, logo após ser pedida em casamento por seu namorado Tad (George Young) – um rapaz tão fútil quanto a moça.  Quando acorda, Sierra não consegue lembrar nem mesmo do seu próprio nome. Com amnésia, ela conhece Jake Rusell (Chord Overstreet), dono de uma simples pousada da região. Não é preciso nem dizer que, no desenrolar da história, os dois se apaixonam.

Embora o enredo soe bastante familiar para quem é fã do gênero, a atuação de Lindsay Lohan não deixa a desejar e torna agradável assistir à produção. A escolha dos personagens coadjuvantes também foi ótima, dando destaque para a personagem mirim Avy (Olivia Monet Perez), a filha de Jake.  Outra ótima escolha feita pela Netflix foi no tempo de duração do filme, que conta com uma hora e 33 minutos.

Filme traz os ingredientes típicos das comédias natalinas estadunidenses      Imagem: Scott Everett White/Netflix

É fato que, no entanto, apesar de ser leve e divertido, a produção dividiu opiniões. Entre as críticas especializadas, as notas não foram tão positivas quanto o desejado. Já entre o grande público, a avaliação tem sido muito positiva. Para quem busca algo descontraído e com todos os elementos que uma boa comédia romântica de Natal oferece, fica difícil não gostar. E, é claro, também é uma ótima oportunidade para o retorno de Lindsay Lohan aos filmes. Prepare-se para um enredo recheado de clichês que envolvem a tradicional magia natalina.

Além do roteiro divertido, a trilha sonora é outro pronto agradável, e a cereja do bolo fica por conta da  cena em que Sierra e Jake  cantam Jingle Bell Rock, trazendo para os fãs da artista uma referência a outro trabalho estrelado por ela, o filme “Mean Girls” (“Meninas Malvadas”). 

Antes de perder a memória, Sierra Belmont era apenas uma socialite

 

Os filmes natalinos originais tornaram-se um ponto alto para o serviço de streaming Netflix, que nos últimos anos apostou em Vanessa Hudgens para ser a estrela de “A Princesa e Plebeia (2018),  filme que rendeu continuações de muito sucesso entre o público do gênero. E, agora, a empresa escolheu investir em uma atriz que ficou marcada pelo sucesso nas décadas de 2000 e 2010, assim como Vanessa. Se deu certo antes, por que não daria agora?

 

Vanessa Hudgens estrelou no filme de Natal “A Princesa e a Plebeia” ao lado de Nick Sagar e San Palladio

 

Esse é o primeiro trabalho de Lindsay Lohan na plataforma após a atriz assinar contrato com a produtora. Será que podemos esperar uma continuação para “Uma Quedinha de Natal”, assim como foi com “A Princesa e a Plebeia”?

 

Veja o trailer:

PRIMEIRA PÁGINA

COMENTÁRIOS

Comments

comments

%d