Os Saraivas e amigos gravam série de lives

Por Ronaldo Luis    

A nona apresentação on-line desta temporada da banda aconteceu dia 18 de setembro

                 Grupo contou com participações especiais em todas edições             Imagem: Reprodução

A banda Os Saraivas e amigos, liderada pelos músicos pelotenses Fábio e Felipe Saraiva, seguem apresentando suas lives durante este período de pandemia. Desde o início da série de shows on-line, já aconteceram nove edições. Com sua música, o grupo leva uma mensagem espirituosa de alegria aos seus fãs e famílias. No seu amplo repertório, um dos seus maiores sucessos é a música “Não Perca a Fé”, com uma mensagem especial para este momento.

Com apoio da Secretaria da Cultura do Estado do Rio Grande do Sul, os músicos desenvolveram o projeto de apresentações que também contou com o patrocínio de várias empresas que valorizam as boas iniciativas, entre as quais o Frigorífico Castro, além do financiamento do Sistema Pró-Cultura RS LIC.

Já ocorreram lives com as participações especiais de Amâncio Jorge, Xavabanda e Mateus Almeida. A última apresentação on-line desta temporada foi realizada no dia 18 de setembro, nas dependências do Clube Brilhante em Pelotas.

Cada live exigiu planejamento com detalhes de produção e repertório

Ao falar sobre a construção da continuidade do projeto de shows on-line, o músicos Fábio e Felipe Saraiva comentaram sobre como está sendo este período da pandemia e as dificuldades encontradas. Com o avanço da vacinação, e com a previsão de um controle da pandemia, os músicos locais recomeçam, pouco a pouco, a retornar suas atividades culturais presenciais.

Arte no Sul – Fábio, quais foram os parceiros musicais que abrilhantaram as lives do grupo?

Fábio – Neste final de temporada, contamos com músicos fantásticos que valorizaram muito o nosso trabalho. Tivemos o Tonzinho Farias, na última o Elvis Jukebox, o músico Mapa e seu trombone mágico, o Márcio Jaguarão, também o Vinni Fernandes, entre outros membros da banda.  Esses foram os artistas que participaram das últimas quatro lives.

Arte no Sul – Conta para nós sobre as dificuldades que o grupo enfrentou para conseguir organizar as lives?

Fábio – O maior desafio que tivemos foi ensaiar um repertório novo para cada uma delas. Raramente a gente repetia as mesmas músicas, sempre com temas diferenciados do gênero musical. Tocamos músicas internacionais, pop, samba, MPB, sertanejo, samba raiz, românticas nacionais, sempre com muito carinho.

Arte no Sul – E as músicas âncoras do grupo, fizeram parte do repertório?

Fábio – Claro que sim, as autorais, “Não Perca a Fé”, “Aquele Olhar”, “Sente o Clima” e “Pilantragem”, a gente sempre repetia por ser de autoria da banda. Já as demais músicas, de outros compositores, a gente sempre procurava variar e renovar a programação musical.

Momento especial em agradecimento aos patrocinadores que acreditaram e possibilitaram a realização do projeto Os Saraivas e amigos

Momento especial em agradecimento aos patrocinadores que acreditaram e possibilitaram esta realização 

Arte no Sul – Felipe, qual o maior desafio encontrado?

Felipe – Então, o maior desafio que a gente teve foi o repertório musical, tanto para nós cantores como para a banda. Não é fácil encontrar as músicas certas no universo de talento musical disponível no mercado.

Arte no Sul – Quais são os planos da banda após o encerramento do projeto “Os Saraivas e amigos”?

Felipe – Os planos que já estão sendo programados e ainda não definidos é partir para os shows presenciais, mostrando a evolução do grupo e dando continuidade ao projeto de arrecadação de alimentos para entidades carentes em nossa região.

Os músicos comemoraram o resultado do projeto que deu continuidade ao seu trabalho musical   Fotos: Ronaldo Luis

 

No apagar das luzes ao final da nona e última live da temporada 2021, a equipe técnica emocionada, levou até os últimos minutos a melhor qualidade de imagem, transmissão, sonoridade com profissionalismo demonstrando profundo respeito pelo público que têm prestigiado os shows disponíveis no Youtube (veja os links a seguir).

No dia 18 de junho, na sua quinta live, apresentada no Theatro Guarany, os Saraivas responderam à pandemia mais uma vez com um trabalho sério e de muita qualidade, com a participação de Elvis Junkebox cantando clássicos do rock.

A sexta live ocorreu no dia 23 de julho, no Laranjal Praia Clube, com a participação do sambista Márcio Jaguarão e suas músicas autorais.

Na sétima apresentação, no dia 19 de agosto, o grupo contou com a participação especial do sambista Emerson Nunes.

Na oitava live, dia 5 de setembro, o convidado foi o músico Vinni Fernandes.

A nona e última live aconteceu no Clube Brilhante, dia 18 de setembro, com o convidado Mapa do Trombone e a participação especial de Elvis Jukebox.

PRIMEIRA PÁGINA

COMENTÁRIOS

Além de ser fã de “Os Saraivas”, acredito que fizeram um bem, não só à minha família, mas a todas que aproveitaram o momento de estar em casa para curtir música de qualidade.
Ótima pauta!

Graça

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: