Programa do governo dá bolsas para pesquisa e doutorado na Suíça

on

A Embaixada da Suíça anunciou no início de agosto a abertura do edital do programa volta a estudantes brasileiros. O governo do país oferece bolsas para doutorado na Suíça, além de pós-doc e pesquisa.

O interessado deve encontrar uma universidade ou instituto de pesquisa, um programa de pós-graduação e um orientador que o aceite antes de se candidatar.

A bolsa é válida apenas para pesquisa em tempo integral e não vale para pesquisas mistas (metade na Suíça e metade em outro lugar). Ela não é compatível com viagens de campo fora do país. Não há, portanto, possibilidade de financiamento para pesquisa de campo.

Sobre o programa do governo suíço

As Bolsas de Estudo de Excelência do Governo Suíço 2020/2021 não abrange graduação e mestrado. As modalidades acadêmicas contempladas são as seguintes:

Doutorado: para candidatos interessados em fazer doutorado na Suíça com duração máxima de 3 anos.

Pós-doutorado: voltada a pesquisadores que já tenham doutorado e que desejam conduzir uma pesquisa de pós-doc em uma universidade suíça com duração máxima de 12 meses.

Pesquisa: para candidatos já inscritos em programas nacionais de doutorado ou médicos que cursam especialização e estejam interessados em fazer pesquisa em uma universidade suíça. Esta também tem duração máxima de 12 meses.

Como são as bolsas

Quem ganhar a bolsa para pesquisa ou doutorado na Suíça receberá um pagamento mensal de 1.920 francos suíços, equivalente a R$ 7.788 por mês.

O programa do governo suíço também disponibiliza seguro saúde e passagens aéreas. O bolsista tem ainda um subsídio fixo para uma passagem de regresso para o seu país de origem ao acabar o período da bolsa.

Ele recebe também um auxílio de 300 francos suíços para acomodação no início do programa. É disponibilizado ainda um cartão para transporte público.

Requisitos para participar do programa

Para concorrer a uma das bolsas para pesquisa ou doutorado na Suíça, é preciso ter mestrado (concluído antes de julho de 2020) reconhecido pela universidade suíça. Os candidatos devem ter nascido após 31 de dezembro de 1984.

Não são elegíveis estudantes que estejam residindo na Suíça há mais de um ano no início da bolsa. Também não são elegíveis pessoas que já foram beneficiadas em outros programas do governo suíço anteriormente.

É necessário fornecer uma carta de um professor anfitrião (incluindo um breve currículo) da instituição de ensino escolhida. O documento deve confirmar que ele está disposto a orientar e apoiar a pesquisa.

Também é preciso enviar um projeto de pesquisa incluindo um cronograma. A proposta é a parte mais importante da candidatura. Por isso, aconselha-se que o candidato dedique toda a atenção necessária para isso.

Espera-se que os selecionados se transfiram para a Suíça durante o período de concessão da bolsa. Além disso, eles devem ter as competências linguísticas necessárias para estudar no país.

Candidatura às bolsas para doutorado na Suíça

A candidatura às bolsas para doutorado na Suíça deve ser feita através da embaixada do país no Brasil. O interessado deve enviar duas vias da candidatura: uma original e uma cópia.

A primeira deve ter os documentos originais e assinados, as cartas de recomendação confidenciais e traduções autenticadas em inglês. A segunda deve ser a cópia da primeira, com exceção das cartas de recomendação, que só vão na primeira.

Os documentos devem ser enviados na seguinte ordem:

  • Formulário de candidatura assinado com foto;
  • Currículo completo com lista de publicações e prêmios;
  • Carta de motivação (máximo 2 páginas);
  • Projeto de pesquisa (máximo 5 páginas, utilizando o formulário disponibilizado pela FCS);
  • Cópia da carta do professor acadêmico anfitrião;
  • Breve currículo do mentor acadêmico da instituição de origem;
  • Duas cartas confidenciais de recomendação de dois professores de diferentes campos (utilizando o formulário de referência);
  • Cópia de certificados e histórico da universidade, começando pelo mais recente;
  • Certificado médico assinado (utilizando o formulário já existente;
  • Duas cópias do passaporte do requerente (quem tiver dupla cidadania deve enviar cópia dos dois);
  • Candidatos que já estejam na Suíça devem adicionar uma cópia da autorização de residência no país.

A documentação deve ser enviada pelo correio juntamente com os formulários preenchidos para:

Embaixada da Suíça
“Bolsa de Estudo”
SES Av. das Nações, Quadra 811, Lote 41 
70448-900 Brasília DF

A data limite para envio da candidatura é 31 de outubro, sendo considerada a data de postagem. A bolsa começa a valer a partir do dia 1º de setembro de 2020.

A seleção é baseada no perfil do candidato, além da qualidade do seu projeto de pesquisa, da sinergia e do potencial para uma futura colaboração em pesquisa. O contexto acadêmico e a qualidade da orientação também serão levados em consideração.

Em caso de dúvidas, é possível escrever para bra.bolsas@eda.admin.ch ou telefonar para a Embaixada Suíça (+55 61 34435500).

Saiba tudo sobre o programa
Veja uma lista de universidades suíças
Acesse as informações sobre as bolsas para brasileiros

FONTE: https://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/governo-da-bolsas-para-pesquisa-e-doutorado-na-suica/