Início do conteúdo
    Notícias
  • Construção e Instrução do processo de tombamento do conjunto histórico de Pelotas (IPHAN)

    A UFPel juntamente com a Secult organiza a palestra  Construção e Instrução do processo de tombamento do conjunto histórico de Pelotas (IPHAN), que será ministrada pelo Dr. Andrey Schlee no dia 05 de Setembro de 2018, no auditório do Centro de Integração do Mercosul, localizado na rua Andrade Neves, 1529 no Centro de Pelotas.

    Não fique de fora, venha aprender de discutir sobre essa etapa tão importante no reconhecimento do patrimônio pelotense.

  • 10 anos do Curso

    A história do curso de Bacharelado em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis começa em 2008 quando foi criado. Em 2012 formou-se a primeira turma e desde então, 89 conservadores-restauradores foram graduados pela UFPel.  Em 2018, comemora-se o décimo aniversário do curso, foram dez anos de muitos desafios enfrentados, mas principalmente de muitas conquistas.

    Por isso, os discentes e professores do curso convidam a todas e todos para, juntos, comemorar esta data e expandir o nome do curso além da comunidade acadêmica.

    Data: 16 de Julho

    Horário: 17:00 h

    Local: Campus II da UFPel (Rua Almirante Barroso 1202 – Centro, Pelotas)

    Venha participar deste momento marcante na história do curso.

    *pedimos uma colaboração no valor de R$ 10,00

    A imagem pode conter: 15 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

  • Avaliação do curso de Conservação e Restauração – 2017

    Prezada comunidade acadêmica ligada ao curso de Conservação e Restauração

    Anualmente nosso grupo PET-CR promove o seminário de avaliação interna do curso de conservação e restauração. Neste final de ano, o projeto encontra-se em fase de coleta de dados, que precisa ser completada até o final das férias. Portanto, se você, aluno, professor ou funcionário deste curso ainda não respondeu o questionário desta pesquisa, acesse o link e responda o questionário até a segunda semana de fevereiro, não é necessário se identificar, ele é rápido e você pode responder sem precisar sair de casa.

    Os dados obtidos serão compilados e comparados aos anos anteriores para que possamos apresentá-los, juntamente com um debate, à nossa comunidade acadêmica, logo na recepção dos nossos calouros de 2018-1.

    Além disso, também no final de 2017 foi aberto pelo MEC o processo de reavaliação do curso de conservação e restauração da UFPel. Isso significa que, possivelmente até o final de 2018 o curso passará pela visita de uma comissão que fará a avaliação das condições gerais do curso.  Com essa avaliação, o MEC atribui aos cursos de graduação brasileiros uma nota que varia de 1 a 5, nosso curso tem nota 4 e sempre buscamos melhorar nossas condições de ensino e trabalho, estamos buscando o 5. O fato de termos avaliações internas anuais é um quesito importante da avaliação dessa comissão, portanto contamos com a colaboração de toda nossa comunidade acadêmica para responder os questionários da nossa avaliação interna.

    Questionário

    Muito obrigada,

     

    Profa. Daniele Fonseca

    Coordenadora do Curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis da UFPel

  • Edital de Seleção de Bolsista Iniciação à Extensão e Cultura

    Edital de Seleção de Bolsista Iniciação à Extensão e Cultura
    “Museu Etnográfico da Colônia Maciel” (Cód. nº 400)
    Ação: “Memória em três atos: desafio e superação de um Museu “de imigração italiana” (mediação e outras tarefas)
    01 bolsa – 20 horas – R$ 400,00
    Inscrições: 25 a 28.09.2017, das 14 às 17 horas.
    Seleção: 29.09.2017, a partir das 14 horas.
    Local de inscrição e seleção: LEPAARQ/ICH (sala 127)
    Programa: Bolsas de Iniciação à Extensão e Cultura – PBA /Extensão/PREC / Edital 03/2017 / PREC.

    Mais informações e Edital:

    Edital de Seleção

    https://www.facebook.com/museuetnograficocoloniamaciel

  • III Jornada de Museologia e Conservação e Restauro

    Durante os dias 02 a 06 de outubro, com a temática “Velhos Acervos, Novos Atores: Patrimônio, Discurso e Poder na Contemporaneidade”,  os cursos de Museologia e Conservação e Restauro, com apoio do Centro Acadêmico de Museologia e do grupo PET conservação e Restauro, se unem para discutir ações da práxis museológica além dos acervos, reforçando a função social de empoderar e fortalecer minorias, contribuindo para uma visão ampliada de patrimônio.

    Diferentemente das duas edições anteriores, a parceria com os cursos do mesmo departamento amplificou os discursos patrimoniais e a visão de seus acervos para esferas maiores, contemplando temáticas sociais atuais e renovando o conhecimento acadêmico junto à comunidade. Outra novidade também é a possibilidade de apresentações de trabalhos, organizados por eixos temáticos.

    O evento terá ainda palestras, mesas redondas, oficinas, minicursos, exposições e visitas guiadas e será realizado em Pelotas, no campus II do ICH, localizado na Rua Almirante Barroso, 1202 – Centro; As inscrições para ouvintes vão até o dia 02/10 e as inscrições para apresentação de trabalhos teve prazo prorrogado para 20/09.

    A programação completa e maiores informações pelo site do evento:

    https://jornadamuseoeconse.wixsite.com/3jornada

    Ou ainda com o Centro Acadêmico de Museologia e o grupo PET – Conservação e Restauro

  • Professora do ICH participou de Conferência na Dinamarca

    ​A professora Andréa Lacerda Bachettini do Departamento de Museologia e Conservação e Restauro do Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal de Pelotas participou da 18ª Trienal Conferência do Conselho Internacional de Museus – Comitê de Conservação (ICOM-CC) em Copenhague, na Dinamarca, de 04 a 08 setembro 2017, o tema da Conferência de 2017 é “Ligando Passado e Futuro” comemorativa aos 50 anos do ICOM-CC.
    ​A professora apresentou na mesa “Legal issues in Conservation” a palestra intitulada “Legal aspects concerning the storage of cultural heritage in Brazil”, que faz parte de sua tese de doutorado defendida recentemente no Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural do ICH/UFPel. Informações sobre o evento do ICOM-CC: www.icom-cc2017.org/

  • Caminhada pelos antigos cemitérios da cidade com Anderson Pires Aires, Mestrando em Arquitetura no PROGRAU/UFPel.

    A atividade foi promovida pelo grupo de estudos Marmorabilia, do Curso de Conservação e Restauração da UFPel. O grupo tem por objetivo inventariar e estudar a arte funerária do Cemitério da Santa Casa de Pelotas.
    Anderson Aires atua na linha de pesquisa de História e Arquitetura da cidade, em sua pesquisa sobre o Cemitério da Santa Casa tem levantado as origens de Pelotas e o histórico de seus antigos cemitérios, todos localizados no cento da cidade, antes de existir o atual cemitério no Fragata.
    Além da caminhada, o grupo participará de uma palestra e de uma  caminhada pelo Cemitério de Pelotas, conduzida pelo pesquisador. A atividade funciona como um mini-curso, que deverá em breve ser aberta para a comunidade acadêmica e profissionais interessados no tema dos cemitérios. O grupo de pesquisa Marmorabilia é coordenado pela Profa. Dra. Luiza Fabiana Neitzke de Carvalho e conta com a participação dos acadêmicos Juliana Iost, Giovana Borges Peres, Mário Marques, Jamila Lima, Rafael Nolasco, Milene Araújo, Petrya Bischoff e Carolina Marchese. A caminhada contou com a cobertura fotográfica de Lucian Brum, acadêmico do Curso de Geografia da UFPel.

     

  • Atividade da disciplina de Seminário Temático III (Vitrais)

    No dia 02/06 foi realizada uma atividade da disciplina de Seminário Temático III (Vitrais) uma caminhada pela cidade de pelotas afim de conhecer os vitrais e suas historias, a disciplina é ministrada pela Professora Mariana Wertheimer.

    Os lugares visitados pelo grupo de alunos foram, o prédio do Campus II do ICH, Igreja do Sagrado Coração de Jesus, Universidade Católica de Pelotas (UCPel),Catedral do Redentor (Igreja Cabeluda) e a Catedral de São Francisco de Paula

  • CaFe com Quimica e Café Contexto

    Neste ultimo sábado 03/06 foi realizado no Museu do Doce o primeiro encontro do CaFe com Química organizado pelo professor Thiago Sevilhano Puglieri, e o Café Contexto organizado pela professora Daniele Baltz da Fonseca , contando com o auxilio do grupo PET- Conservação e Restauro.

    Os grupos tiveram como por objetivo oferecer oficinas de química e produção textual voltados para os discentes do curso de Conservação e Restauração.

     

    O dia começou com uma atividade de interpretação textual, seguido de um café da manha, passando então para a realização das oficinas de química e produção textual.