Festival Varilux volta a ocorrer em Pelotas

Até o dia 6 de julho vários títulos do cinema francês podem ser vistos no Cineflix do Shopping

                   A comédia “Papai Noel é um Picareta” é um dos filmes homenageados na edição deste ano                                                   Foto: Divulgação

As questões do mundo contemporâneo podem ser vistas entre os dramas e comédias do cinema francês no Festival Varilux, que volta a ocorrer no Cineflix do Shopping Pelotas, até o dia 6 de julho.  A programação traz os dramas lançados  recentemente “O Acontecimento” (de Audrey Diwan), tratando da questão do aborto; “Contratempos” (de Eric Gravel), sobre a vida de uma mãe afetada pelo desemprego; “O Destino de Haffmann”, retratando a perseguição aos judeus na época da II Guerra Mundial na França;  “Golias” (de Frédéric Tellier),  que representa conflitos entre ativistas ambientais; “Um Herói”  (de Asghar Farhadi), vencedor do Grand Prix no Festival de Cannes de 2021, sobre um homem preso por uma dívida e que tenta libertar-se; “Os Jovens Amantes” (de Carine Tardieu), com um reencontro amoroso que desafia os limites da idade;  “Kompromat” (de Jérôme Salle), sobre a fuga de um intelectual francês preso na Rússia; “O Mundo de Ontem” (de Diastème),  com o desafio de uma presidente para que seu sucessor não seja o candidato de extrema direita;  “Peter von Kant” (de François Ozon), uma livre adaptação da versão “As Lágrimas Amargas de Petra von Kant”, de Rainer Fassbinder;  “O Próximo Passo” (de Cédric Klapisch), sobre os desafios da vida de uma bailarina; “O Segredo de Madeleine Collins” (de Antoine Barraud), com a história de uma mulher que mantém uma vida dupla com maridos e filhos diferentes; e “Sentinela do Sul” (de Mathieu Gérault), tratando das dificuldades de um soldado que atuou no Afeganistão para retomar sua vida.

Para trazer um pouco de leveza, aparecem as comédias “Entre Rosas” (de Pierre Pinaud), apresentando uma crise envolvendo uma fazenda de flores;  “Esperando Bojangles” (de Régis Roinsard), sobre o cotidiano feliz de uma família até que eventos imprevisíveis acontecem; “Um Pequeno Grande Plano” (de Louis Garrel), com a história de crianças que lutam para salvar o planeta; e “Querida Léa” (de Jérome Bonnell), que tem como personagem um homem que sofre com a rejeição amorosa. No gênero “Aventura/Família” aparece “King Meu Melhor Amigo” (de David Moreau) sobre um filhote de leão traficado que consegue escapar e recebe a ajuda de dois adolescentes.

As edições do  festival Varilux têm homenageado sucessos da cinematografia do passado.  Neste ano, um dos escolhidos foi a comédia “Papai Noel é um Picareta” (1982), de Jean-Marie Poiré.  É uma adaptação da peça de mesmo nome realizada pela trupe Splendid em 1979. Outro homenageado é o drama romântico “As Aventuras de Molière” (2007), de Laurent Tirard. Comemora os 400 anos do dramaturgo francês Molière. Na história do filme, o escritor tem apenas 22 anos e insiste em escrever tragédias com as quais não alcança o sucesso. Em decorrência de suas dívidas, é perseguido.

Veja a programação completa neste link.

PRIMEIRA PÁGINA

COMENTÁRIOS

 

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: