Oficina Empoderamento Gráfico estimula jovens artistas na produção editorial

Por Amanda Kuhn     

Aulas são disponibilizadas gratuitamente na internet e promovem o mercado independente

                      Divididas em seis vídeos, as aulas estão disponíveis no canal do Youtube                        Imagens: Divulgação

A Oficina Empoderamento Gráfico é uma iniciativa voltada para incentivar os jovens à produção de livros artesanais independentes e de artes visuais, estimulando-os a produzirem diretamente das suas casas. A ação é uma parceria do artista visual Gustavo Reginato, fundador em 2014, em Florianópolis, da Editora Caseira. Ele e seu empreendimento participam como parceiros da artista Beatriz Rodrigues na execução do Projeto Inventário, que engloba a Oficina.

As aulas são divididas em seis vídeos, com cerca de quatro a cinco minutos cada. Abordam uma introdução da história do livro e como funciona toda a parte editorial, desde a concepção do miolo, forma de construir a narrativa até a forma de encadernação e impressão. A primeira aula foi lançada no dia 30 de abril e a última será apresentada na sexta-feira (4 de junho), diretamente no Youtube e no site do projeto.

“O papel nunca vai substituir o virtual e o virtual nunca vai substituir o papel, mas eles podem coexistir” – Gustavo Reginato

Além disso, também há a proposição impressa, em que é possível imprimir e montar um livreto. Você pode baixar o e-book gratuito no Site, clicando aqui.

Como começou

O Projeto Inventário nasceu após a exposição individual de Beatriz com mesmo nome, em que Gustavo fez a curadoria. A parceria entre os dois se consolidou e tomou forma em 2019, quando a proposta foi realizada por Beatriz, contemplada pelo edital Procultura de Rio Grande.

Gustavo conta que a ideia da oficina surgiu das suas vivências no meio artístico e editorial: “Ela surgiu da minha trajetória enquanto editor e artista, cumprindo as diversas funções dentro do processo editorial, desde a escrita, diagramação, projeto gráfico, impressão, distribuição e todas as etapas do processo. E a vontade surgiu de compartilhar esses conhecimentos”, afirma.

Inicialmente, as oficinas seriam ministradas na Escola Estadual Silva Gama, em Rio Grande e, em virtude da pandemia, transformou-se para o formato virtual. Apesar da forte presença nas redes sociais, Gustavo compartilha que a adaptação para o virtual não foi fácil: “A adaptação para o formato virtual, tanto da Oficina, quanto da Feira, foi devida a muito pensamento, pra gente primeiro tentar entender, conseguir superar o isolamento individual, entender o que está acontecendo com a pandemia, pra gente conseguir expandir o nosso trabalho, e seguir trabalhando mesmo nas plataformas virtuais…Foi um grande desafio”, explica o artista.

Gustavo diz que a “vida de youtuber” foi uma experiência interessante e acredita que a iniciativa irá estimular ainda mais a produção desse formato de conteúdo. Os próximos passos do Projeto já estão definidos. No dia 19 de junho, ocorre o lançamento da Feira Empoderamento Gráfico, que será também de forma on-line e a publicação do e-book “Ruína Expandida”.

Feira online acontece nos dias19, 26 e 27 de junho

As inscrições para a Feira estão abertas para artistas e editores independentes até o dia 9 de junho. Além disso, a programação também conta com rodas de conversa que serão transmitidas pelo canal do Youtube, nos dias 26 e 27 de junho.

Acompanhe o Projeto Inventário nas redes sociais:

Instagram

Youtube

Site do Projeto Inventário

PRIMEIRA PÁGINA

COMENTÁRIOS

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: