Fascínio de um ídolo na vida e morte de John F Donovan

Por Ana Rodrigues   

Longa do diretor canadense Xavier Dolan é uma opção no mês do orgulho LGBTQ+

Diretor Xavier Dolan ao lado de Emily Hampshire e Kit Harington, que interpretam casal Amy e John

O longa do ator e diretor canadense Xavier Dolan, “A vida e Morte de John F Donovan”, traz em duas horas a experiência de ser fã de um jovem ator em ascensão. É de se perguntar se Dolan colocou uma parte da sua própria experiência na tela, tanto como fã quanto ídolo. Da mesma forma que o personagem menino, o consagrado Dolan escreveu cartas enquanto criança para um dos seus ídolos.

O elenco mistura atores conhecidos com nomes novos, incluindo Kit Harington, Natalie Portman, Kathy Bates, Michael Gambom e Jacob Tremblay entre os principais nomes. O roteiro é de Dolan junto a Jacob Tierney. A direção de fotografia, de André Turpin (que já trabalhou com Denis Villeneuve anteriormente) e a direção de arte, de Pierre Perrault (“A Orfã”).

O diretor, que é fã assumido da franquia Harry Potter, conseguiu a todo custo adicionar Michael Gambon ao seu elenco em talvez uma das cenas mais coerentes do filme todo. O ator interpretou Alvo Dumbledore a partir do terceiro filme da saga de Potter.

O longa se dedica a retratar a ascensão de John F. Donovan como ator, interpretado por Kit Harington. Mas o cenário começa a mudar quando a imprensa descobre que o ator troca correspondência com uma criança de onze anos. O pequeno, que vê em Donovan um sonho inocente, traça um paralelo das suas vivências e a vida do jovem ator durante o filme todo.

Recheado de música pop, close-ups e cenas de drone intrigantes, “A vida e Morte de John F. Donovan” traz em seu enredo as dores de se esconder. Dolan, que dedica a sua carreira a explorar temas envolvendo a temática queer e as relações familiares, traz em seu sétimo filme as angústias de não assumir a própria homossexualidade e as consequências de uma vida dupla fora dos holofotes.

Para o mês do orgulho LGBTQ+, Xavier Dolan pode ser uma boa opção na hora de escolher filmes sobre a temática. A vida e Morte de John F Donovan não é um longa exclusivo sobre ser LGBTQ+, mas é principalmente sobre se inspirar em um modelo no caminho do autoconhecimento. Este e outros filmes de Xavier Dolan estão disponíveis no MUBI

Kit Harington interpreta o personagem protagonista em “A Vida e Morte de John F Donovan”

PRIMEIRA PÁGINA

COMENTÁRIOS

Interessante! A arte servindo como uma forma de representar quem pode estar na mesma situação ou em situação parecida!

Fábio 

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: