Samba anima público no Mercado Central

Reportagem de Carolina Ávila

Grupo Renascença é atração de 15 em 15 dias no Centro de Pelotas

e Letícia Eloi Pinto – 

O samba é nativo do Brasil,  ou seja, trata-se de um gênero musical original do País. Surgiu a partir da mistura das culturas africana e brasileira. Proporcionando diversão e alegria, sempre foi atrativo para a população e, ao longo dos anos, tomou grande proporção, além de ser uma peculiaridade do Carnaval. Hoje, o interior do Mercado Público de Pelotas é palco desse ritmo musical quinzenalmente. A ideia surgiu a partir da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sdet), para buscar alternativas para ocupação das bancas no local. Em abril, a iniciativa completou um ano e desde então vem sendo atrativo para a população pelotense. Através  destas características e pela preocupação de trazer um pouco mais de felicidade às pessoas, o grupo Renascença tornou-se o articulador do projeto do Samba no Mercado Central.

Para os comerciantes a proposta é uma alternativa para o aumento do consumo, além de ser um acréscimo na cultura da população. “É sempre ótimo o sambão para nós comerciários, pela maior lucratividade, mas também pela valorização do patrimônio da cidade e da música local. A música é boa, o ambiente é bem familiar e tranquilo”, destaca a comerciante Vera Venzke. O sambão no Mercado Central recebe o público de diferentes faixas etárias e faz sucesso nos sábados quinzenais. “Sempre que posso, eu venho prestigiar este samba, a música é boa, a turma é animada e é um momento oportuno para reunir os amigos em um ambiente familiar”, relata o estudante Rafael Farias.

O grupo Renascença é  responsável por contagiar o público que prestigia quinzenalmente o Mercado Central de Pelotas. Fundado há aproximadamente dois anos, o grupo é montado por amigos, que teriam inicialmente se unido para participar de um concurso. Estão juntos desde então. Além de levar música ao ponto turístico da cidade, o grupo Renascença presta solidariedade, participando de inúmeras ações sociais. “É uma alegria fazer o que gostamos e poder passar isso para o público, quando se faz o que se gosta, tudo é alegre”, afirma Vinicius Teixeira, componente do grupo Renascença.

A roda de samba acontece quinzenalmente no Mercado Central de Pelotas, iniciando pontualmente às 18h. Além da boa música, as pessoas podem desfrutar de uma vasta culinária, além do tradicional chopp. A entrada é gratuita e todos são bem vindos.

PRIMEIRA PÁGINA

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: