Campanha de Conscientização Contra o AVC

Alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem, Terapia Ocupacional e Nutrição realizaram em Pelotas, a campanha de conscientização contra o Acidente Vascular Cerebral (AVC). Com o apoio da Rede Brasil AVC, eles distribuíram cartazes e panfletos com os primeiros sinais de um AVC e como proceder diante destes sintomas.

Segundo estatísticas, uma em cada seis pessoas no mundo terá um AVC, que já que é a segunda maior causa de mortes e a primeira em incapacitação no mundo. Alertamos para o tempo de socorro a uma vítima de AVC: “Tempo é neurônio, quanto mais rápido se agir, maiores serão as chances de recuperação do paciente” , diz Prince Meireles, aluna do curso de Terapia Ocupacional. O ideal é que após o AVC, a vítima seja socorrida por um médico em dez minutos, em quinze por um neurologista e em trinta seja submetido à tomografia.

Entre os fatores de risco citamos o tabagismo, a hipertensão arterial, o colesterol alto, a diabetes, o sedentarismo e a idade avançada, entre outros. E entre os sinais de alerta estão: “boca torta” (alterações da simetria facial), perda de força no(s) braço(s) e dificuldade na fala.

Aluna do 3º semestre de Terapia Ocupacional: Prince Chaiene Meireles
Alunas do 1º semestre de Terapia Ocupacional (da esquerda para direita): Jaina Pereira, Flavia Cardoso e Desiree Nobre.