Bolsa para mestrado na área da educação para o desenvolvimento global

on

Mestrado em Políticas de Educação para o Desenvolvimento Global (Erasmus Mundus Joint Master Degree on Education Policies for Global Development – Globed) é um curso fundado e financiado pela Comissão Europeia. Com uma abordagem interdisciplinar, ele pretende responder a uma das maiores necessidades do mundo atual.

Sobre o Globed

A educação é hoje, mais do que nunca, uma condição para a inclusão social, a redução das desigualdades e o desenvolvimento sustentável. Os governos atuais devem, obrigatoriamente, se preocupar em desenvolver sistemas de educação de qualidade para garantir esse direito básico, mas também para aumentar a competitividade econômica e a coesão social.

Nesse cenário, o curso visa responder aos desafios da educação no contexto da globalização. Os estudantes irão conhecer ferramentas para avaliar políticas públicas de educação para o desenvolvimento social e econômico.

O consórcio do Globed é formado por quatro universidade de países diferentes: Universidade Autônoma de Barcelona (Espanha); Universidade de Glasgow (Escócia); Universidade de Bremen (Alemanha) e Universidade do Chipre (Chipre). O curso se organiza da seguinte forma:

  • 1º semestre: Barcelona
  • 2º semestre: Glasgow ou Bremen
  • 3º semestre: intercâmbio em um país associado e Escola de Inverno no Chipre
  • 4º semestre: Barcelona, Glasgow, Bremen ou Chipre – produção da dissertação

Como é a bolsa para mestrado na área da educação

Para a edição de 2019/2020, serão concedidas 15 bolsas Erasmus+. Elas cobrem as despesas de viagem (4 ou 6 mil euros) e incluem um auxílio mensal de 1 mil euros por no máximo 24 meses.

Os cursos de participação no mestrado também são cobertos pelo benefício – e o valor não é baixo: 14,5 mil euros! O programa inclui ainda auxílio para cobrir as despesas de instalação e seguro médico.

Requisitos e critérios de seleção

Para entrar no curso e concorrer à bolsa para mestrado na área da educação, é preciso ter graduação em um campo afim, de preferência em Sociologia, Antropologia, Ciência Política, Geografia ou Relações Internacionais. Também é necessário ter nota média 7 (em uma escala de 0 a 10) ou GPA de 2.75 (de 0 a 4).

Proficiência em inglês também é um requisito fundamental e deve ser comprovada com certificado de um teste internacionalmente reconhecido. A experiência profissional também será levada em consideração, assim como a experiência em pesquisa.

Quem quiser concorrer à bolsa para mestrado na área da educação, não pode ter morado na Europa por mais de 12 meses nos últimos cinco anos.

Como se candidatar

A candidatura deve ser feita no portal do curso até o dia 11 de fevereiro. O interessado deve preencher o formulário e enviar os documentos (em PDF de máximo 4 MB). A documentação que deve ser anexada é composta por:

  • Cópia do passaporte;
  • Currículo (modelo Europass);
  • Cópia certificada do diploma e histórico acadêmico;
  • Certificado de inglês;
  • Carta de motivação;
  • Referências;
  • Ensaio sobre o tópico proposto;
  • Declaração para a bolsa (modelo aqui).

As aulas começam em setembro.

Saiba tudo sobre o curso
Leia mais sobre as bolsas
Veja as respostas para as dúvidas frequentes
Inscreva-se agora

FONTES: