House of Gucci: Exagero e tragédia por trás de um império da moda

Por Helena Isquierdo Rocha   

A história de um crime real que arrecadou bilheteria de US $151 milhões

Glamour, riqueza, traições, intrigas, ameaças e reviravoltas. Assim é possível definir a história contada por “House of Gucci”. No filme, conhecemos a narrativa do difícil relacionamento entre Patrizia Reggiani (Lady Gaga) e Maurizio Gucci (Adam Driver). São quase 30 anos de história que nos levam ao assassinato de Maurizio, herdeiro da família italiana. Assim, podemos (tentar) entender os motivos que levaram Patrizia a encomendar a morte do ex-marido.

As intrigas por trás da família Gucci são bem desenvolvidas pelas atuações impecáveis do renomado elenco, que recebeu total liberdade para dar vida aos personagens reais dessa história.

Maurizio Gucci e Patrizia Reggiani | Lady Gaga e Adam Driver (Foto: Divulgação/ Universal Pictures)

Antes mesmo de ser lançado, “House of Gucci” já dava o que falar. Foi um dos filmes mais esperados de 2021. Os críticos e o público tiveram muito o que comentar desde sua estreia, em novembro do ano passado. A obra é uma adaptação do livro “House Of Gucci: A sensational Story of Murder, Madness, Glamour, and Greeed”, escrito por Sara Gay Forden.

Dirigido por Ridley Scoot, o longa conta com a presença de Lady Gaga, Adam Driver, Al Pacino, Jared Leto, e Salma Hayek no elenco. E, sem dúvida, além de se tratar de história trágica e curiosa, a escolha dos atores que deram vida a personagens da vida real ajudou o filme a ser um dos mais comentados dos últimos meses. Desde o figurino, até a caracterização e a atuação, nada passou despercebido por quem assistiu “House of Gucci”.

A produção desagradou a família Gucci

A história sombria por trás da família dona de um dos maiores impérios da moda voltou a ser assunto após mais de 25 anos, o que desagradou os herdeiros.

“A família Gucci reserva-se ao direito de tomar qualquer iniciativa para proteger seu nome e imagem, assim como os de seus familiares”, diz a carta publicada pela agência de notícias italiana Ansa.

A carta também apresentou a posição da família em relação à forma como a história de Patrizia Reggiani foi contada, “uma mulher condenada por ordenar o assassinato de Maurizio Gucci, [apresentada] como vítima”.

Existem divergências de opiniões sobre o roteiro do filme, mas sobre a atuação de Gaga há quase uma unanimidade. Patrizia foi interpretada de corpo e alma pela atriz, que passou por uma longa e difícil preparação para viver a personagem.

Lady Gaga como Patrizia Reggiani. (Foto: Reprodução/Universal Pictures)

Gaga disse que pesquisou sobre a personagem durante seis meses, antes das filmagens, que duraram três meses e meio. “E eu acho que a primeira coisa que me vem à cabeça quando falamos dela é que eu acho que ela estava em modo de sobrevivência, durante toda sua vida. Ela sempre tentou sobreviver. E, eu acho que até mesmo Gucci, como império, foi uma forma de sobrevivência para ela, e uma oportunidade de ser importante”, disse a atriz ao portal Hugo Gloss.

A atriz também contou sobre a sua escolha de não conhecer Patrizia pessoalmente. “Ela está tentando gerar um legado para si mesma, de forma que ela seja lembrada de uma maneira específica. E eu sabia que isso não me ajudaria a construir a juventude dela ou qualquer outra coisa antes de 1995, porque ela iria querer que eu a interpretasse do modo que ela gostaria de ser interpretada, não para contar a verdade, mas sim para pintá-la bem, sabe?”

A atriz também não quis ler o livro que baseou a obra cinematográfica. “Eu vi e assisti tudo, além do livro, eu não li o livro. Eu senti que o livro ia colorir os meus pensamentos, me dar muitas opiniões sobre ela”, explicou.

Lady Gaga não entrou na disputa pelo Oscar de Melhor Atriz

Todas as apostas indicavam que “House of Gucci” estaria presente na edição do Oscar deste ano, mas todos foram surpreendidos negativamente. A academia deixou a obra de fora da categoria de Melhor Filme, assim como Lady Gaga também não disputou a estatueta de Melhor Atriz. O longa recebeu apenas uma indicação, na categoria de Melhor Maquiagem e Produção de Beleza. De qualquer forma, a escolha de Lady Gaga para anunciar o prêmio de Melhor filme do Ano, ao lado da consagrada atriz Liza Minnelli, marcou o final da cerimônia de 2022.

Após o sucesso, House of Gucci ganhará série de TV

Segundo a revista estadunidense Variety, a história da família Gucci ganhará uma série e um documentário. Ambos estão em fase de desenvolvimento, e possuem previsão de lançamento para 2023. Os dois projetos foram aprovados pelos herdeiros da grife, que desejam contar a história de como o império foi construído, além de mostrar outra versão do assassinato de Maurizio.

Veja o trailer:

PRIMEIRA PÁGINA

COMENTÁRIOS

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: