Produção premiada em Recife

Reportagem de Ricardo Leite – 

O curta-metragem Deus ganhou o destaque de “melhor” filme em Pernambuco – 

     A produção de curta-metragem tem dado resultados positivos ao curso de Cinema da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Uma dessas produções, o curta Deus, do diretor Vinicius Silva, foi apresentada como Trabalho de Conclusão de Curso, de um grupo de alunos, e virou notícia em nível nacional.

     O curta-metragem Deus, realizado em 2016 por estudantes da UFPel, está circulando o País em festivais e ganhou o prêmio de melhor filme em Pernambuco. O filme de Vinicius Silva ganhou atenção da mídia nacional, ao tratar da vida de uma mulher negra, mãe solteira e de seu filho. Representando um grupo social, muitas vezes, sem voz no País. 

     Participando de festivais desde o ano passado, o curta-metragem, híbrido entre ficção e documentário, recebeu três prêmios, incluindo o de melhor filme no Festival Internacional de Cinema Universitário de Pernambuco (MOV), em janeiro deste ano em Recife.

     Além do festival de Pernambuco, a produção ainda participou de outros dois festivais em Belém no Pará e irá para Lajeado em outra participação neste mês de março. Segundo o diretor, está inscrito em outros festivais, apenas esperando o anúncio dos selecionados.

O filme Deus mostra a rotina diária de Roseli Izabel                                 Foto: Divulgação

 

A história

     O filme conta a rotina diária de Roseli (Roseli Izabel) e seu filho Breno na região periférica de São Paulo. Como informa o diretor, o filme mostra “uma mulher negra, mãe solteira, de periferia, com uma vida dura, mas que também tem uma vida alegre e positiva”. Devido a essa escolha de mostrar a vida diária, porém com algumas questões ficcionais, o filme é classificado como híbrido entre ficção e documentário.

     Chamando atenção por essa mensagem, a vida da mulher negra brasileira e a influência dela em seu filho, Silva considera que não há sofrimento no seu filme. “Aquelas pessoas têm uma vida difícil, mas que é recheada de momentos alegres e reflexivos. O que tentei passar foi uma certa dose de emoção com reflexão e quis que o público não saísse o mesmo depois da sessão”, completa o diretor.

     Na pré-estreia na cidade de Pelotas, em setembro do ano passado, o curta-metragem emocionou o público presente. Após a apresentação do filme, Vinicius Silva lembra que não esperava uma recepção tão calorosa do público. “Ocorreu uma identificação com os personagens”, diz o diretor, indicando que a maior parte dos comentários após a apresentação não tratou das questões técnicas, comum nesse tipo de apresentação, mas sim dos sentimentos que o filme passou ao público presente.

Sala lotada para a pré-estreia do curta-metragem no mês de setembro em Pelotas                                     Foto: Jacob Mattos

 

 

     Foram usados poucos recursos para a realização do projeto, que teve como custos, além da filmagem, equipamentos e o gasto de pós-produção, também a viagem até São Paulo para parte da equipe. Os realizadores utilizaram o processo de financiamento coletivo através do site Kickante. “Foi como juntamos um dinheiro para produção, e tivemos uma certa midiatização do projeto”, relata o diretor que saiu em reportagem no site de notícias Vice.

Futuro e novos projetos

     O diretor e a equipe estão com novos projetos em diversas áreas. Vinicius criou uma produtora, a Planetário Filmes. Porém, Deus ainda participará de alguns festivais e, segundo o idealizador, ele e a equipe estão “com boa expectativa para futuros festivais”. “O MOV em Recife foi muito bacana, além dos prêmios, cineastas que admiramos e alguns que tivemos até como referência para o filme nos elogiaram e estamos esperançosos para o futuro do curta”, relata.

     Após a participação em festivais o filme será lançado em parceria com a Taturana Mobilização Social, que “tem uma plataforma em que há um catálogo de filmes, na qual as pessoas podem agendar filmes para sessões públicas”, completa Vinicius Silva. O teaser de “Deus” está disponível no Youtube e a produção também tem uma página no Facebook.

Equipe de produção

Vinicius Silva, direção

Débora Mitie, diretora de fotografia e roteirista

Huli Balász, montadora

Rodrigo Acedo, Produção

Gabriela Montezi, também na produção

Julio Sperling na correção de cor

Kevin Miranda na rotoscopia

PRIMEIRA PÁGINA

COMENTÁRIOS:

 

 

 

 

 

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: