Pesquisa

Pesquisa

Perguntas de Pesquisa

(i) Como o sentido de lugar é experimentado por idosos de diferentes classes sociais que vivem em diferentes bairros no Brasil, no Reino Unido e India?

(ii) Que serviços, amenidades e fatores são necessários para criar comunidades amigas do envelhecimento que promovam cidades saudáveis e ativo envelhecimento em diferentes contextos urbanos e culturais?

(iii) Como as comunidades podem ser projetadas para melhor integrar as necessidades de senso de lugar dos idosos em diferentes contextos urbanos e culturais?

Esta pesquisa tem três objetivos gerais:

(i) investigar como o sentido de lugar é vivenciado por idosos de diferentes contextos sociais que residem em diferentes bairros no Brasil, Reino Unido e Índia;

(ii) traduzir essas experiências em projetos para comunidades amigas do idoso que apoiem o sentido de lugar; e

(iii) articular melhor o papel dos idosos como colocadores ativos no processo de design, envolvendo a comunidade em todas as etapas do projeto.

Atendendo aos objetivos gerais, a pesquisa tem os seguintes objetivos específicos:

Objetivo 1: estabelecer e comparar como idosos de diferentes classes sociais e contextos urbanos e culturais constroem o sentido de lugar com foco na identificação de oportunidades, desafios, facilitadores e barreiras à participação social, independência e sendo ativos e engajados na comunidade através da captura de rotinas cotidianas, mobilidade e caminhada, e acesso e uso de espaços comunitários e amenidades.

Objetivo 2: traduzir os dados obtidos a partir do objetivo 1 em mapas de sentido de lugar e projetos para a comunidade, a fim de fornecer uma representação visual valiosa de como a comunidade avalia, entende e interage com o bairro e identifica as características significativas dentro do ambiente que incorporam lugar. Isto será conseguido através de oficinas de mapeamento participativo realizadas com a comunidade para facilitar a produção de conhecimento desde o início.

Objetivo 3: traduzir as conclusões dos objetivos 1 e 2 em orientações para a concepção do sentido de lugar para os idosos, refletindo as necessidades dos usuários de diferentes classes sociais e contextos urbanos e culturais que acomodem a necessidade de independência, mobilidade e envolvimento da comunidade. As diretrizes são definidas para a identificação de desenho urbano e princípios de planejamento para profissionais, urbanistas de regeneração urbana e políticos com o objetivo de orientar o desenvolvimento de cidades e comunidades amigas do idoso.