Início do conteúdo
    Notícias
  • LEUR esteve no VI SEMPGEO

    Nos dias 08, 09 e 10 de outubro os leurianos e leurianas marcaram presença no VI Seminário do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Pelotas. Estudantes (de graduação e pós-graduação) e professores dedicaram tempo e atenção às construções de trabalhos e discussões que envolveram a sexta edição do SEMPGeo.

    Na tarde do primeiro dia de evento foi o momento de apresentação e discussões sobre o trabalho da leuriana Érica Insaurriaga Megiato, intitulado “Histórico dos processos de inundação no município de Pelotas no período de 1898 à 2015” sob a perspectiva da linha de Análise Ambiental do evento.

    No segundo dia, o professor e leuriano, Tiaraju Salini Duarte esteve presente no CEHUS/UFPel para contribuir às pesquisas dos estudantes da linha de Ensino de Geografia que encaminharam seus trabalhos ao evento.

    No terceiro e último dia do SEMPGeo, também durante o turno da tarde, os leurianos e leurianas da pós-graduação e da graduação em Geografia apresentaram, na linha de Análise Territorial, seus projetos de trabalho e suas considerações sobre as mais diversas temáticas que hoje são abordadas no espaço do LEUR.

    A rodada de discussões que iniciou às 14h no CEHUS/UFPel teve ainda nos primeiros horários a apresentação da leuriana Nathália Bonow com o trabalho intitulado “O processo de emancipação político-administrativo do município de Arroio do Padre/RS”, em seguida, às 14h45min, Andressa Amaral dos Santos contemplou as perspectivas geográficas com seu escrito intitulado “Os territórios das mulheres nos romances Quarto de despejo e O Quinze: diálogos entre Geografia e Literatura”. Éverson Gabriel Mesquita da Martha deu continuidade de apresentações leurianas com o trabalho “Neoliberalismo e Globalização no futebol: uma análise desses novos modelos atrelados a esse esporte no Brasil”. Já Adriel Costa da Silva trouxe à discussão a pesquisa “Território e Identidade na região administrativa do São Gonçalo, Pelotas, RS”, seguido da também leuriana Marceli Teixeira dos Santos com o trabalho “(In)Visibilidade das religiões de matrizes africanistas em Pelotas/RS: considerações iniciais de Pesquisa”, que encerrou o bloco de apresentações dos atuais pós-graduandos do PPGeo/UFPel. A banca de avaliadores, neste dia, foi composta pelo coordenador do Laboratório de Estudos Urbanos e Regionais, professor Sidney Gonçalves Vieira e, pelo também leuriano e professor vinculado ao DeGeo, Robinson Pinheiro.

    Durante o segundo bloco de apresentações, na mesma tarde, os leurianos graduandos em Geografia apresentaram aos avaliadores suas pesquisas e puderam ouvir os questionamentos e considerações do público presente no evento. Leonardo Kegles iniciou com o trabalho intitulado “Fronteiras discursivas na obra de Harry Potter e a Pedra Filosofal: a construção de fronteiras discursivas a partir do discurso totalitário”. O leuriano William Martins Lourenço deu segmento com sua pesquisa “O circuito espacial de produção e o círculo de cooperação no espaço: uma proposta metodológica para analisar a produção cervejeira”, e, foi encerrado o bloco de apresentações leurianas com o trabalho “A desindustrialização do município de Pelotas/RS: um estudo sobre os deslocamentos industriais no fim do século XX” de Eduardo Schumann.

    Em breve todos os trabalhos mencionados estarão disponíveis ao acesso da comunidade nos Anais do VI SEMPGeo.

    Importante salientar que em grande parte a construção de avaliadores de trabalhos do VI SEMPGeo teve atuação de leurianos e leurianas, a professora vinculada ao DeGeo Giovana Mendes de Oliveira também fez parte desse processo, contribuindo à constituição do evento.  Além disso, reiteramos a importância da parceria entre o SEMPGeo e o LEUR, fortalecendo a atuação e o desenvolvimento das pesquisas realizadas pelos/pelas estudantes dos cursos de graduação e pós-graduação em Geografia.

    Avante, SEMPGeo.

    Abaixo seguem alguns dos registros feitos durante o VI Seminário do Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFPel.

  • Leur recebe ingressantes do Bacharelado em Geografia

    Na quinta-feira, 15 de agosto, a turma de alunos ingressantes no curso de Bacharelado em Geografia visitou o Laboratório de Estudos Urbanos e Regionais. Na oportunidade, os novos estudantes foram recebidos por professores e estudantes laboratoristas do LEUR para uma conversa de apresentação do laboratório.

    Os alunos ingressantes tomaram conhecimento das atividades desenvolvidas no Leur e receberam o convite para que venham participar dos projetos em andamento e sugerir a criação de novos projetos para estudar, pesquisar e fazer extensão.

    Os membros do Leur fizeram questão de colocar à disposição o laboratório para que todos participem e se sintam à vontade em participar da comunidade acadêmica da Geografia. Os membros do Leur desejam a todos os ingressantes no Bacharelado em Geografia 2019/2 muito boas vindas.

     

    Veja, a seguir, alguns momentos da recepção aos calouros no Leur.

  • LEUR reinicia reuniões de trabalho

    Na quarta-feira (03/07) o Laboratório de Estudos Urbanos e Regionais (LEUR) deu continuidade às reuniões de trabalho pós evento.

    Foi feita avaliação do XV SEUR e logo após foi feito o planejamento das ações seguintes. O professor Tiaraju foi escolhido para a coordenação geral do XVI SEUR, que passará a ser organizado logo em seguida.

    A agenda dos Grupos de Trabalho foi reorganizada, passando a constar na aba AGENDA do próprio site.

    Diversas atividades pendentes foram organizadas pelo grupo.

    Foto da reunião tirada por Adriel Costa.

  • XV SEUR foi um sucesso

    Mais uma vez o Laboratório de Estudos Urbanos e Regionais (LEUR) conseguiu realizar um excelente evento na 15ª edição do SEMINÁRIO DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS, ocorrido de 26 a 29 passado.

    As atividades de palestras, o Prêmio Professor Mário Rosa, as oficinas, as apresentações de trabalhos e o trabalho de campo foram atividades que contaram com participação de bom número de participantes. Além do mais, todas as atividades se mostraram interessantes para os participantes, o que ressalta a avaliação positiva do evento.

    Seguem fotografias de alguns momentos do evento. Em breve, uma galeria de fotos.

    Mesa de abertura

    Momento cultural

     

    Momento cultural

    Geografia participou do evento

    Auditório do Campus 2 do ICH

    Palestra de abertura

     

     

  • Programação das Apresentações de Trabalho

    Horário

    Título

    Autores

    14h

    Turismo e consumo do espaço: o caso de São Francisco do Sul-SC

    Daniela Feyh Wagner,

    Eduardo Schiavone Cardoso

    14:10h

    O PROCESSO DE TERRITORIALIZAÇÃO DA LÓGICA DE CONSUMO NA SUBJETIVIDADE HUMANA

    Yves Pereira de Sousa Tavares, Leonardo Kegles
    14:20h

    Consciência Ecológica frente a Racionalidade Capitalista: Moradores de Ocupações Anarquistas no município de Pelotas/RS

     

    Kelvin Vasconcellos da Vara
    14:30h

    As reinvenções de códigos culturais – O olhar dos descendentes pomeranos de Canguçu e São Lourenço do Sul – RS

     

    Karen Laiz Krause Romig,

    Sandro de Castro Pitano

    14:40h

    O Comércio de rua no calçadão de Pelotas, RS – Uma rotina informal, buscando compreender a movimentação e a ocupação dos respaços públicos e urbanos da rua Andrades Neves.

     

    cristiano avila bento

     

    14:50h

    O Pop Center de Pelotas – RS e os Comerciantes Populares: Um Estudo Etnográfico do Espaço de Comércio Popular

     

    Leonardo Farias Farias Porto

     

    15h

    Rodada de Comentários

     

     

    15:30h

    ANTAGONISMO ENTRE CAPÃO DO LEÃO E JARDIM AMERICA: TERRITÓRIO E EMANCIPAÇÃO

     

    Matheus Rossales, Shakira Salasar, Tiaraju Duarte

     

    15:40h

    Campo e cidade: contribuições para a compreensão das suas relações a partir da feira agroecológica

     

    Henrique Müller Priebbernow, Giancarla Salamon
    15:50h

    A origem e decadência do polo produtivo de cerveja no município de Pelotas: um recorte espaço-temporal do século XIX e XX.

     

    William Lourenço

     

    16h

    Mulheres rurais: participação na geração de renda do Assentamento Herdeiros da Luta, localizado no município de Canguçu, RS.

    Gabrielly Campos;

    Camila Tatiane;

    Maria Regina Caetano Costa

    16:10h

    Os atores da nova economia: estudo do Parque Tecnológico de Pelotas enquanto tecnopolo e espaço de inovação.

    Antonio Lourence Kila de Queiroz, Amós Juvêncio Pereira de Moura, Giovana Mendes de Oliveira
    16:20h

    Geografia e Patrimônio na HQ “Carne Viva” de André Macedo

     

    Carolina Rehling Gonçalo, Mario Marcello Neto

     

    16:30

    Rodada de Comentários

     

    Local: Campus II, auditório do 3°Piso

  • Mesa de Abertura do XV SEUR

     

    O Direito à Cidade e Questões de Gênero é o tema da mesa de abertura do XV Seminário de Estudos Urbanos e Regionais, organizado pelo Laboratório de Estudos Urbanos e Regionais (LEUR) do ICH/UFPEL. O evento terá início no dia 26 de junho (quarta-feira) e a palestra de abertura será proferida pelas professoras Mariana Barbosa de Souza e Tuize Rovere Hoff. As atividades terão início às 19h, no Auditório Térreo do Campus II do ICH, na Rua Almirante Barroso, 1202.O credenciamento poderá ser feito a partir das 17h30min .

    Veja maiores informações no link do evento: XV SEUR.

     

  • Prof. Sidney Vieira palestrante de abertura do IV Seminário Regional de Comércio e Consumo

    Foi realizada nessa quarta-feira (12) a conferência de abertura do IV Seminário Regional de Comércio, Consumo e Cultura nas Cidades, com o Professor Dr. Sidney Gonçalves Vieira da UFPel, abordando o tema “Sociedade urbana e o comércio em transformação: (re) pensando os desafios teórico-metodológicos

                                                                               Conferência de abertura do evento

    O evento é realizado pelo Grupo de Estudos Regionais e Urbanos (GERUR) do curso de Geografia da UFPI, Teresina (PI), possuindo como objetivo central dar continuidade e fortalecer o desenvolvimento de estudos e reflexões sobre “Comércio, Consumo e Cultura nas Cidades”, reflexão essa que acontece a partir de conferências, mesas-debates, grupos de trabalhos (GTs) e da realização de trabalhos de campo.

     

  • Morre professor Gilmar Mascarenhas de Jesus da UERJ

    Noticiamos com pesar o falecimento do professor Gilmar Mascarenhas de Jesus, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, ocorrida no dia de hoje, 10/06/2019, após o mesmo ter sido vítima de acidente de trânsito, quando andava de bicicleta e foi atropelado por um ônibus, no Rio de Janeiro, onde residia.

    O professor se tornou um amigo do LEUR, tendo participado do SEUR de 2014 e inspirado alunos para trabalharem com o tema da Geografia e do Futebol.

    Em 2014, em Pelotas, visitando os clubes de futebol de nossa cidade.

    GILMAR MASCARENHAS DE JESUS

    Professor na Universidade do Estado do Rio de Janeiro e membro do quadro permanente do Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGEO-UERJ), onde atuou desde 1992 até 2014, em geografia urbana. Professor visitante na Université Michel de Montaigne Bordeaux III. Possui doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (USP, 2001), com estadia para estudos doutorais na Universidad de Barcelona, e pós-doutorado na Université Paris I Panthéon-Sorbonne (2012-2013). Desenvolvia pesquisas que envolvem território, cidade, cultura, cotidiano, espaços públicos e planejamento urbano, inserindo neste campo de reflexões os esportes e o turismo. Enquanto bolsista do Programa Prociência FAPERJ/UERJ, concentrou-se no projeto sobre os megaeventos esportivos: política urbana, legado, cidadania e impactos na cidade. Enquanto bolsista de produtividade CNPq, desenvolvia pesquisa sobre a copa do Mundo 2014: território e cultura nos estádios de futebol. Realizou em 2014 Licença Sabática na Universidade Federal da Bahia.

     

    Da esquerda para a direita, Gilmar, Sidney e Lucas, durante o X SEUR. em 2014.

    Em Pelotas, durante o X Seminário de Estudos Urbanos e Regionais, na noite do dia 14/11/2014 o professor Gilmar fez uma palestra sobre “Redes culturais no Prata: advento e difusão do futebol no Rio Grande do Sul”, em uma mesa da qual também participou o professor Lucas Manassi Panitz.

  • Dione Lihtnov apresenta o comércio de Pelotas

    Nesta quarta-feira (05/06), às 14h30min, o professor Dione Dutra Lihtnov estará apresentando o trabalho intitulado “Composição e Organização do Comércio de Pelotas”, na Sala de Reuniões do Laboratório de Estudos Urbanos e Regionais (Sala 212 do Campus II do ICH). O estudo desenvolvido pelo professor tomou como base as inscrições dos Alvarás de Licenciamento de Atividades em Pelotas.

    O evento dará continuidade ao Workshop sobre Comércio e Consumo desenvolvido pelo LEUR. Na sequência, discussão sobre metodologia para elaboração do Atlas do Comércio de Pelotas, coordenada pelo professor Aurélio Bandeira Amaro. A proposta discutirá o uso do CNPJ (Cadastr0 Nacional de Pessoas Jurídicas) para mapeamento das atividades de comércio na cidade.

    Participe.