Início do conteúdo
SEUR

O SEUR é o Seminário de Estudos Urbanos e Regionais, organizado anualmente pelo Laboratório de Estudos Urbanos e Regionais.

Atualmente, o SEUR se constituiu em um dos mais longevos eventos de Geografia no Rio Grande do Sul. Com isso, se conseguiu atingir o propósito inicial de manter um evento de sistematização dos trabalhos sobre o espaço urbano, regional e temas correlatos, na metade sul do Rio Grande do Sul.

Acesse aqui o site oficial do SEUR  e fique por dentro de todas as coberturas das edições anteriores e novidades dessa edição e das futuras.

 

HISTÓRICO

O I SEUR, realizado em 2005, tratou do espaço eminentemente local, com ênfase para os estudos da cidade de Pelotas, com o tema do comércio e do consumo, foi também o I Colóquio Internacional sobre Comércio e Consumo Urbano (I CISCCUrb).

O II SEUR, em 2006, foi mais amplo e manteve o foro internacional com a realização conjunta do I Colóquio Internacional Sobre as Cidades do Prata, com a ampliação das atividades do laboratório e o estabelecimento de variados convênios e parcerias.

Novamente no III SEUR, em 2007, com o II CISCCUrb, a temática retomou o comércio e o consumo, discutindo amplamente as potencialidades urbanas na área de estudo.

O IV SEUR, em 2008, e o II Cidades do Prata retomaram a discussão histórica com um amplo relatório dos estudos promovidos no extremo sul do Rio Grande do Sul e uma discussão teórica e metodológica internacional sobre a Geografia Histórica.

O V SEUR, em 2009, organizado com o apoio da FAPERGS (Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul), manteve a perspectiva internacional com a realização do III CISCCUrb e contou com a presença de convidados de destacada atuação nacional e internacional, foram organizados com a realização de conferências, apresentação de painéis, sessão de apresentação de comunicações livres e de pôsteres e oficinas práticas. O objetivo dessa dinâmica foi o de proporcionar a ampliação do debate sobre os temas abordados e o estabelecimento de um fórum privilegiado de discussão entre pesquisadores e demais interessados.

Novamente no VI SEUR, em 2010, retornou a discussão sobre as Cidades do Prata no evento organizado com a participação da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) Campus de Jaguarão, quando a temática discutida se centrou sobre o universo da “Fronteira”. O III COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE AS CIDADES DO PRATA – “Relações de Fronteiras”, abordou a fundamentação histórica, teórica e metodológica, com estudos relacionados ao contexto histórico dos séculos XVII a XIX; análise das relações entre Portugal e Espanha, o Antigo Regime e o processo de exploração colonial; análises dos estudos da Geografia Urbana e Geografia Histórica, com ênfase para os aspectos teóricos e metodológicos.

No VII SEUR e I Colóquio Internacional de Educação do Campo e Ensino de
Geografia, a Educação do Campo, em 2011, foi o tema central permitindo ampliar a discussão na área do ensino de Geografia, um dos focos da existência do laboratório.

Excepcionalmente em 2012 foi organizado isoladamente o IV Colóquio Internacional Sobre As Cidades do Prata, em colaboração com a Licenciatura em Gestión Ambiental y Urbana da Universidad Nacional de Lanús, Argentina, cuja temática foi: “Bacias Hidrográficas: Natureza e Sociedade. O VIII SEUR, em 2012, retoma a temática platina com a organização do V Colóquio Sobre As Cidades do Prata, se propôs discutir o tema da “Integração Regional”. Foi organizado com a realização de conferências, apresentação de painéis, sessão de apresentação de comunicações livres e de pôsteres e oficinas práticas. O V Colóquio Internacional Sobre as Cidades do Prata: “Integração Regional” foi organizado conjuntamente com o Centro de Documentação Histórica do Rio da Prata e do Brasil, de Rivera, no Uruguai, como um evento dedicado a discutir as relações existentes no processo de integração regional nas faixas de fronteira entre Brasil, Argentina e Uruguai. Trata-se de uma dedicação regional com a “metade” sul do Rio Grande do Sul na qual se inserem as instituições envolvidas. A parceria entre as instituições foi uma afirmação da atuação destas instituições brasileiras com o apoio dos parceiros uruguaios e argentinos.

Em 2013, retornou a temática com a realização do IV Colóquio Internacional Sobre
Comércio e Consumo Urbano, juntamente com o IX SEUR. Assim, se retornou, também, a ideia de manter intercalada a temática do SEUR, dedicando um ano para os estudos das Cidades do Prata e outro para o comércio e consumo urbano.

O X SEUR, em 2014, retoma a temática platina com a organização do VI Colóquio Sobre As Cidades do Prata, e se propõe a discutir o tema da “Geografia, Cultura e outros recortes Temáticos Regionais”. Com a participação prevista de conferencistas parceiros do Uruguai e da Argentina, foi organizado com uma programação que prevê a realização de conferências, apresentação de painéis, sessão de apresentação de comunicações livres e de pôsteres. O objetivo dessa dinâmica é o de proporcionar a ampliação do debate sobre os temas abordados e o estabelecimento de um fórum privilegiado de discussão entre pesquisadores e demais interessados. O VI COLÓQUIO INTERNACIONAL AS CIDADES DO PRATA: GEOGRAFIA, CULTURA E OUTROS RECORTES TEMÁTICOS REGIONAIS conta com a organização conjunta do Centro de Documentação Histórica do Rio da Prata e do Brasil, de Rivera, no Uruguai, como um evento dedicado à discutir as relações existentes no processo de integração regional nas faixas de fronteira entre Brasil,

Em 2015, foi realizado o XI SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS, juntamente com o V Colóquio Internacional sobre Comércio e Consumo Urbano e o I Colóquio sobre Cidade e Cidadania. Com isso o laboratório inaugurou uma nova frente de atuação na extensão, voltada para o planejamento urbano em áreas de especial interesse social.

Já em 2016, foi realizado o XII SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS, juntamente com o II Colóquio sobre Cidade e Cidadania.

No ano de 2017 o XIII SEUR, manteve a temática dos Movimentos Sociais Urbanos e discutiu a produção da casa e da moradia nas cidades brasileiras.

Em 2018 o XIV SEUR, manteve a temática dos estudos urbanos, com ênfase para os movimentos feministas na cidade.

E, 2019, comemorando as 15 edições do SEUR, o tema do evento voltou-se para própria produção sobre o espaço urbano e regional produzida no Laboratório de Estudos Urbanos e Regionais.