Notícias
  • Concurso cultural dá bolsa para estudar na Holanda nas férias

    Um concurso promovido pelo Nuffic Neso Brazil, instituição de representação oficial do ensino superior holandês no país, premiará um projeto de transformação social com uma bolsa para estudar na Holanda. Os interessados podem enviar as suas iniciativas até o dia 14 de abril.

    A competição intitulada “De Malas Prontas para a Holanda – Transformadores, Educadores & Inspiradores” tem o apoio da KLM. O objetivo do concurso cultural é premiar pessoas que se dedicam a iniciativas que contribuem diretamente para melhorar a sociedade.

    Sobre o concurso e a bolsa

    Com a bolsa para estudar na Holanda, o selecionado terá a oportunidade de aprimorar os seus conhecimentos e criar um networking para continuar a gerar impacto positivo de forma inspiradora e ainda mais presente na sociedade.

    A bolsa é integral e custeia um curso de curta duração em uma universidade do país europeu. Além disso, o benefício inclui as despesas com passagens aéreas e hospedagem.

    O autor da iniciativa selecionada poderá escolher entre vários cursos oferecidos durante o verão europeu por seis universidades holandesas:

    Requisitos e inscrições para concorrer à bolsa para estudar na Holanda

    O concurso é aberto a todos os interessados, que devem estar disponíveis para viajar na data do curso escolhido e atender aos requisitos de admissão na universidade. Como as aulas são em inglês, é necessário que o candidato tenha domínio do idioma.

    Para participar, é preciso inscrever um projeto que já tenha sido realizado ou implementado. Serão priorizadas iniciativas no âmbito da educação, da cultura e da tecnologia. O inscrito deve ser o desenvolvedor do projeto ou ser indicado pelo seu autor.

    A inscrição deve ser feita através do preenchimento de um formulário online até o dia 14 de abril. É possível enviar informações sobre o projeto através de links, vídeos, menções na mídia, etc.

    Os critérios de seleção dos projetos serão baseados nos seguintes itens:

    • Replicabilidade: facilidade de implementação do projeto em outros contextos;
    • Continuidade: duração e possibilidade de continuação;
    • Alcance: número de pessoas impactadas direta e indiretamente pela ação.

    O resultado da seleção será divulgado pela Neso Brazil no dia 24 de abril.

    Saiba mais sobre o concurso

    Confira a lista completa de cursos

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/concurso-bolsa-para-estudar-na-holanda-nas-ferias/

  • [EDITADO] Programa ELAP – Canadá

    A partir do dia 15/03 próximo, estarão abertas as inscrições do Edital de nº 02/2017 para a seleção de candidatura dos  acadêmicos em  graduação a ser encaminhada à King’s University College, instituição de ensino superior do Canadá, para que sejam submetidas ao Programa Futuros Líderes nas Américas (ELAP). A bolsa prevê mobilidade de quatro a seis meses.

    Todas as informações quanto ao período de inscrições e documentação que deverá ser apresentada pelo aluno encontram-se no edital.

    Edital ELAP nº. 02/2017

    Anexos editáveis

     

    ATUALIZAÇÃO:

    O Edital nº. 02/2017 foi retificado para incluir 2 (duas) vagas para a Olds College.

    O edital retificador, com apenas os itens que sofreram modificação: Edital retificador nº. 03/2017 – ELAP

    Os anexos também foram atualizados: Anexos editáveis atualizados: Anexos editáveis – retificado

  • Universidade de Westminster oferece bolsa para fazer mestrado em Londres

    A Universidade de Westminster oferece uma bolsa para fazer mestrado em Londres. A bolsa cobre todos os custos: curso, passagens, acomodação e voos para e de Londres. As inscrições vão até 4 de maio. Para poder concorrer é necessário ser da América Latina, ter oferta de uma vaga de mestrado full-time da Universidade de Westminster, ter graduação com nota excelente (de 8 para cima) e mostrar potencial de desenvolvimento e necessidade financiamento.

    A oferta vale para estudantes de qualquer área em que a Universidade de Westminster tenha cursos. Estudantes que já tenham mestrado não podem concorrer para as bolsas, assim como quem já estudou no exterior para educação superior sem bolsas de estudos.

    Documentos para bolsa para fazer mestrado em Londres:

    – formulário de inscrição
    –  cópia da carta / e-mail da Universidade de Westminster confirmando a sua oferta condicional ou incondicional de uma vaga no curso que você escolheu.
    – cópia oficial do seu histórico escolar recente / atual.
    – carta de referência escrita especificamente em apoio do seu pedido de bolsa. A carta deve ser escrita por um tutor anterior, professor, acadêmico ou empregador e não pode ser a mesma referência fornecida como parte do seu pedido de admissão.

    A documentação completa deve ser enviada pelo correio para:

    Scholarships Office
    University of Westminster
    Cavendish House
    101 New Cavendish Street
    London W1W 6XH
    United Kingdom

    Vale lembrar que a data que vale é a do recebimento e não a da postagem. O escritório de bolsas de estudos da universidade comunica os interessados após o recebimento do material pelo correio. Todos os pedidos de bolsas de estudantes que não atenderem os critérios de seleção receberão um comunicado por email.

    A Universidade de Westminster oferece cursos de mestrado nas áreas mais diversas: de medicina a cinema. Então, vale a pena dar uma olhada na oferta de mestrados da universidade. Outro detalhe importante é que essa bolsa abre todos os anos, então, mesmo que você não consiga aplicar para este ano, você pode ir se preparando para aplicar no ano que vem.

    Veja as respostas para perguntas mais frequentes sobre a bolsa
    Leia o edital da seleção de bolsa para mestrado em Londres
    Faça sua inscrição para bolsa para mestrado em Londres
    Confira os critérios para a seleção para a bolsa

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsa-para-fazer-mestrado-em-londres-westminster/

  • Universidade de La Rioja: bolsa para curso de espanhol na Espanha

    Estão abertas as inscrições para as bolsas da Universidade de La Rioja. A oportunidade oferece bolsa para curso de espanhol na Espanha e tem inscrições abertas até as 14h do dia 29 de março.  O programa de  Cursos de Língua e Cultura Espanholas 2017-2018 é voltado para estudantes de Universidades Brasileiras que buscam aprender espanhol ou aperfeiçoar seus conhecimentos no idioma em cursos de três meses oferecidos pela universidade.

    São oferecidas 8 (oito) bolsas para a realização de um curso trimestral de língua e cultura espanhola para o ano acadêmico 2017-20178. As inscrições podem ser feitas – somente pelo formulário online – até o dia 29 de março.

    As bolsas para os cursos de espanhol na Espanha incluem:

    Um pagamento 1500 euros para cobrir os gastos com a passagem aérea e os custos de manutenção durante a participação no curso.  O custo total das taxas acadêmicas dos Cursos de Língua Espanhola da Universidade de La Rioja para o curso trimestral. O alojamento em residência universitária e seguro saúde. O pagamento em dinheiro será feito quando o estudante chegar na Espanha.

    Requisitos para concorrer à bolsa para curso de espanhol na Espanha:

    – Ter nacionalidade brasileira

    – Ser estudante de uma Universidade brasileira (bacharel, licenciatura, pós-graduação, especilização, mestrado, doutorado o pós-doutorado).
    – Ter nota e currículo acima da média
    –  Não residir na Espanha.

    Todo o processo será feito online. Somente os alunos pré-selecionados deverão enviar documentos para universidade.

    A duração das bolsas concedidas será de um trimestre. Os períodos em que os cursos acontecem são:
    – Outubro 2017 – Dezembro 2017
    – Janeiro 2018 – Março 2018
    – Abril 2018 – Junho 2018

    Os candidatos podem indicar no formulário de inscrição qual o período de preferência para o curso. A escolha, no entanto, fica a critério da comissão de seleção. Somente os pré-selecionados receberão comunicado sobre o processo. No 11 de abril, estudantes pré-selecionados serão informados sobre a documentação que deverão encaminhar pelo correio para continuar na seleção.

    Veja o edital da seleção
    Faça sua inscrição

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsa-curso-de-espanhol-na-espanha-la-rioja/

  • Bolsa Gabriel García Márquez de jornalismo cultural

    Estão abertas até 21 de março as inscrições para uma nova edição da bolsa Gabriel García Márquez de Jornalismo Cultural. O programa da Fundación Gabriel García Márquez para el Nuevo Periodismo Iberoamericano (FNPI) vai levar 15 jornalistas de todo o mundo por oito dias para Cartagena das Índias, na Colômbia.  A oportunidade tem o objetivo de estabelecer um programa de treinamento internacional de criação jornalística para que os profissionais possam compartilhar experiências, reforçar capacidades para o jornalismo cultural, conhecer a Colômbia e narrar as histórias da cultura local.

    O workshop desta edição vai de 26 de abril a 3 de maio. O foco da oficina será a relação entre jornalismo e ficção, tendo como guia a obra Cem anos de solidão, escrita por García Marquez e publicada há exatos 50 anos. Durante o evento haverá também a oportunidade para pensar sobre a questão dos gêneros com os quais se constrói quotidianamente o jornalismo cultural. Além disso, os participantes também serão convidados a refletir sobre o papel do jornalismo cultural em uma época em que o criador e o público tem um contato cada vez mais direto por conta das ferramentas digitais.

    Os focos principais do workshop serão as cidades de Cartagena das Índias, Barranquilla e Aracataca. Os bolsistas serão incentivados a participar das práticas e dinâmicas culturais nesses três locais para conhecer suas realidades, suas histórias e seus protagonistas e escrever sobre eles.

    A bolsa cobre o curso, passagem, acomodação, alimentação, seguro-saúde e materiais de trabalho.

    Como se inscrever para a Bolsa Gabriel García Márquez de jornalismo cultural

    Para se inscrever, é necessário ter bom domínio do inglês, fazer um cadastro no site da FNPI e enviar online os seguintes materiais:

    •  Autobiografia com no máximo 800 palavras (em inglês , espanhol ou português ), que enfatiza a experiência jornalística no campo cultural e as motivações para participar da bolsa de estudos;
    •  Carta de recomendação do veículo em que o jornalista trabalha atestando a relação de trabalho. No caso de freelancers, é necessária uma comprovação de que o jornalista recomendado publicou no veículo em questão nos últimos seis meses.  A carta deve especificar como o meio pretende publicar matérias realizadas durante a bolsa quando for o caso;
    • Matéria de autoria do candidato publicada no ano passado.

    Leia o edital do programa
    Faça sua inscrição

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsa-gabriel-garcia-marquez-de-jornalismo-cultural/

  • Bolsas para participar de eventos da ONU e da Singularity University na Alemanha e nos EUA

    O Desafio de Impacto Global do Programa Mundial de Alimentos vai dar bolsas para participar de eventos da ONU e da Singularity University (SU) na Alemanha e nos Estados Unidos. A parceria entre as duas organizações tem o objetivo de eliminar a fome no mundo até 2030. O desafio consiste em enviar uma ideia para viabilizar o acesso sustentável de pessoas em situações de emergência a alimentos nutritivos e locais . O projeto deve envolver tecnologia exponencial e precisa ser inovador, escalável e de baixo custo.

    Como funciona o desafio

    Os pré-selecionados serão convidados a participar de um bootcamp na Aceleradora de Inovação do Programa Mundial de Alimentos (WFP, na sigla em inglês) em Munique, na Alemanha. Lá, entre os dias 18 e 21 de abril, eles vão trabalhar no desenvolvimento das suas ideias usando métodos de startup lean e human-centered design.

    Depois da experiência, um dos times (com no máximo dois membros) será escolhido para seguir adiante e receber um patrocínio completo para participar do Programa de Soluções Globais (GSP17) da Singularity University. O evento será realizado de 17 de junho a 17 de agosto, no campus da US no Parque de Pesquisas da Nasa, nos EUA. Além disso, o WFP oferecerá aos candidatos promissores no bootcamp um suporte prático e financeiro que pode variar entre 50 mil e 100 mil dólares.

     

    Requisitos e inscrições das bolsas para participar de eventos da ONU e da SU

    O desafio é aberto a qualquer pessoa maior de 21 anos de qualquer lugar do mundo. Os candidatos precisam saber escrever e falar em inglês e ter a possibilidade de participar em ambas as experiências do desafio (na Alemanha e nos EUA).

    A seleção será baseada na relevância e adequação do projeto, assim como na viabilidade da implementação da ideia. Também será avaliado o caráter inovador, empreendedor e tecnológico da ideia e a experiência do candidato.

    As inscrições são online e estão abertas até o dia 13 de março. Para participar, é necessário enviar o currículo e um resumo das realizações, uma descrição do projeto, um vídeo URL sobre a ideia e um pitch deck.

    Sobre o Desafio de Impacto Global

    O WFP ajuda no fornecimento emergencial de alimentos para pessoas que se encontram em um local de conflito ou de desastre. Mas, como é difícil nesses contextos garantir que ninguém passe fome, a organização acredita que é preciso pensar em formas inovadoras e ousadas de garantir a sustentabilidade dessas pessoas. Por isso, a solução proposta pelos candidatos do desafio deve atender pessoas marginalizadas nas suas necessidades nutricionais e alimentares domésticas, reduzindo a sua dependência em relação à ajuda.

    A parceria entre o WFP e a SU oferece aos candidatos uma combinação única do pensamento exponencial do Vale do Silício com a experiência global em assistência alimentar e humanitária. A Singularity University é uma instituição que tem como missão educar e capacitar líderes para aplicarem tecnologias exponenciais no enfrentamento dos grandes desafios da humanidade. A entidade oferece uma plataforma de aprendizagem e inovação para empoderar indivíduos e organizações através de habilidades e networking para construir soluções inovadoras que impulsionem tecnologias emergentes na área da inteligência artificial, robótica e biologia digital.

    Saiba tudo sobre o desafio
    Inscreva-se agora

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsas-para-participar-de-eventos-da-onu/

  • Fundação oferece bolsas completas para artistas na Espanha

    A Fundação Botín, localizada em Santander, está recebendo candidaturas para o seu programa de bolsas para artistas na Espanha. O prazo de inscrições vai até o dia 5 de maio.

    O programa oferece oito bolsas de Artes Plásticas destinadas a formação, pesquisa e realização de projetos pessoais no âmbito da criação artística. Podem participar artistas de qualquer nacionalidade, sendo que duas bolsas são destinadas a jovens espanhóis e as outras seis para candidatos de qualquer idade e país.

    A bolsa tem duração de nove meses a partir de 1º de outubro, mas pode ser prorrogável se o bolsista apresentar uma solicitação. O valor de cada bolsa é de 23 mil euros para cobertura dos gastos de viagem e acomodação e os custos de vida do selecionado. Além do valor, os bolsistas terão direito também a um seguro de saúde.

    Como se candidatar às bolsas para artistas na Espanha

    Para se candidatar às bolsas de Artes Plásticas é necessário primeiramente solicitar um formulário de inscrição online e depois enviar a documentação em papel para a sede da fundação. O endereço para envio é Pedrueca 1, 39003, Santander, Espanha.

    Os documentos solicitados são:

    • Fotocópia do passaporte;
    • Fotografia em tamanho documento;
    • Currículo;
    • Título do projeto e resumo (com objetivo, justificativa e cronograma de realização);
    • Documentação gráfica, impressões ou cópias em cor do trabalho do artista (não se aceitam originais).

    A documentação deve ser preferencialmente em espanhol, mas serão aceitos excepcionalmente documentos em inglês. É possível solicitar informações através do email becas@fundacionbotin.org.

    O prazo para a candidatura às bolsas para artistas na Espanha vai até o dia 5 de maio. Serão aceitos documentos entregues até a semana seguinte ao prazo de inscrições se o carimbo postal for do dia 5 de maio ou anterior.

    O resultado será divulgado no site da fundação a partir do dia 3 de julho.

    Acesse o edital das bolsas de Artes Plásticas

    Saiba mais sobre as bolsas

    Solicite o formulário de inscrição online

  • Bolsas para mestrado em comunicação na Alemanha

    As inscrições para o mestrado em comunicação da Deutsche Welle, o International Media Studies (IMS)  estão abertas até março. O curso tem duração de quatro semestres e é em tempo integral. O currículo é bilíngue (alemão e inglês) e oferece disciplinas de mídia e desenvolvimento, jornalismo, comunicação e gerenciamento de mídia. O curso é fruto de uma parceria entre a Universidade de Bonn, a Hochschule Bonn Rhein- Sieg (HBRS) e a Deutsche Welle (DW), emissora pública internacional da Alemanha. As inscrições  só podem ser feitas online, bolsas totais e parciais estão disponíveis para os inscritos.

    Como é o IMS da Deutsche Welle?

    Programa de mestrado em comunicação na Alemanha é, DE FATO, um programa internacional. Todo ano tem, pelo menos, um brasileiro (quase sempre com bolsa). Eles não aceitam mais do que três pessoas de cada país, então você vai estudar com gente da Alemanha, Indonésia, Palestina, Israel, Colômbia, México, Síria, Costa Rica, Bósnia e outros tantos lugares.  Por isso, acho que mais que gostar de estudar, você vai ter que gostar de lidar com gente. A convivência intercultural na prática e no dia a dia pode ser estressante e frustrante por vezes.

    As aulas são normalmente dadas na própria Deutsche Welle, não na Universidade, mas os alunos do IMS têm aulas com professores tanto da Uni Bonn quando da HBRS e podem usar as dependências das duas. Na verdade, qualquer um que se interessar pode fazer aulas extras na Uni ou na Hochschule. No primeiro semestre, quase tudo é inglês. Nos semestres seguintes, a quantidade de aulas em alemão aumenta. As provas e a dissertação, no entanto, podem ser feitas em qualquer uma das duas línguas do programa. O aluno que escolhe.

    Na página da DW,  vocês vão encontrar que o curso custa 6 mil euros. Eles oferecem possibilidade de bolsa e meia bolsa. Você no entanto deve indicar que quer concorrer a uma bolsa parcial ou total. A parcial cobre os custos do curso e a completa paga o curso, passagem de ida e volta e ainda tem 750 euros por mês para viver, pagar aluguel, seguro saúde, durante os dois anos do curso.

    O que precisa para se inscrever:

    Para poder se inscrever você deve ter os documentos em inglês ou alemão:

    – Carta de motivação assinada
    – Currículo tabelar assinado
    – Diploma e currículo com as suas notas
    – Comprovação de, pelo menos, um ano de experiência profissional em um campo relacionado mídia depois de formado (para concorrer a uma bolsa integral é preciso dar provas de pelo menos mais um ano de  experiência profissional )
    – Comprovante de proficiência em inglês:  TOEFL iBT de 83 ou superior, IELTS com 6.5 ou superior; BULATS com 70 ou superior, LCCI com  Nível 3. Os certificados de língua inglesa são válidos por dois anos a partir da data de emissão
    – Comprovante de conhecimentos de alemão suficientes: TestDaF pelo menos nível TDN 3 em todas as quatro partes do exame, Goethe Zertifikat pelo menos nível B2 ou DSH pelo menos o nível 1.
    – Cópia do passaporte

    Para se candidatar para a bolsa integral, documentos adicionais são necessários:

    – Carta de recomendação recente de um professor da sua Universidade (assinada e com carimbo)
    –  Carta de recomendação recentes de um empregador (assinada com um carimbo oficial da empresa)
    Formulário de candidatura no site do DAAD
    – Diploma do ensino médio

     

    Dúvidas sobre o processo de inscrição, bolsas ou qualquer outra coisa podem ser enviadas para ims@dw.de. E não esqueçam, as inscrições vão até 31 de março

    Saiba mais sobre a bolsa de mestrado da Deutsche Welle na Alemanha
    Inscreva-se para o curso de mestrado
    Veja as respostas para as dúvidas mais frequentes sobre a bolsa de estudos na Alemanha

  • Talentos Globais da AIESEC

    Estão abertas as inscrições para o programa Talentos Globais da AIESEC. A organização promove intercâmbios sociais e profissionais e está recrutando jovens profissionais que tenham interesse em trabalhar como professor no Exterior. São várias oportunidades em países como Colômbia, Chile, México, Rússia, Polônia, Egito, Índia, entre outros. Os intercâmbios profissionais são remunerados tem média salarial de USD 400 a USD 700. O programa é ideal para quem quer ter uma experiência de sala de aula em outros países.

    Para poder participar é necessário ter entre 18 e 30 anos, ser estudante de graduação ou pós, ou formado há até 2 anos, ter nível avançado no idioma de interesse, 6 meses de experiência na área, e/ou estar nos semestres finais/graduado em Letras ou Pedagogia.

    O Programa Talentos Globais da AIESEC também oferece estágio em diversos países nas áreas de Gestão, Engenharia, Relações Internacionais, Tecnologia e Educação. É o programa perfeito para quem já domina o inglês (ou o espanhol) e quer turbinar o currículo com uma experiência internacional em uma área específica e sem gastar todas as economias de uma vez.

    Só na área de TI, por exemplo, o programa oferece aproximadamente 800 vagas para cursos de TI, em mais de 70 países, entre eles Índia, Alemanha, Canadá, Polônia, Colômbia, Hungria e Dinamarca.

    Como funciona intercâmbio na Aiesec?

    Após serem aprovado no processo seletivo para o estágio remunerado no Exterior, os candidatos passam a ser acompanhados por um membro da AIESEC. Esse acompanhamento se dá desde a busca de vagas no sistema até a formulação do currículo em inglês, a preparação para entrevistas, processo de obtenção do visto, seguro saúde e preparação cultural para o país de destino. Na chegada ao país onde o intercâmbio será realizado, o intercambista é recepcionado pelos membros locais. Há uma taxa de manutenção do programa para poder fazer o intercâmbio, mas por ser uma organização sem fins lucrativos, o custo acaba sendo bem em conta. Fora isso, custos de passagem, passaporte, visto e seguro saúde são de responsabilidade do intercambista.

    Se interessou e você quer fazer estágio no exterior, inscreva-se e sabe o que é mais legal? O processo de seleção é permanente, então, as inscrições não encerram.

    Veja o edital do programa
    Inscreva-se

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/trabalhar-como-professor-no-exterior-aiesec/

  • Programa de bolsa para estudar no Exterior da Fundação Estudar

    As pré-inscrições para o Programa de Bolsas 2017 oferecido pela Fundação Estudar estão disponíveis no site oficial.  Então, os interessados já podem ir manifestando o interesse, aí, assim que as inscrições estiverem abertas de fato você poderá se inscrever. As bolsas da Fundação Estudar são abertas inclusive para quem já está no Exterior cursando graduação ou pós.

    Não sabe que é a fundação Estudar e como funcionam as bolsas deles? Há 25 anos, eles selecionam jovens brasileiros e talentosos e dão bolsas para que eles estudem nas escolas do Brasil e do mundo em cursos de graduação e pós-graduação. Ou seja, é um programa super legal sem restrição de curso ou país e com uma restrição de idade que inclui bastante gente ?

    Para poder participar, é necessário ter entre 16 e 34 anos e estar matriculado ou em processo de aceitação em uma das modalidades de curso apoiadas pela Fundação Estudar. Elas são: graduação completa no Brasil, intercâmbio acadêmico de graduação ou duplo diploma no exterior, graduação completa no exterior, pós-graduação no exterior e educação executiva no exterior. O programa é destinado jovens de todos os cursos que já atuam ou desejam atuar nas áreas empresarial, de empreendedorismo, terceiro setor, governo ou acadêmica/científica. Além disso, também é necessário apresentar excelência acadêmica e se identificar com os valores da Fundação.

    As pré-inscrições podem ser feitas pela internet. A pré-inscrição faz com que você receba alertas sobre o processo antes e não esqueça de fazer a inscrição final. Para participar do processo, que será aberto em breve, há uma taxa de inscrição. Em 2016, foi de R$ 65,00 (sessenta e cinco reais) para inscrições nos programas de graduação e intercâmbio e R$ 130,00 (cento e trinta reais) para inscrições nos programas de pós-graduação e educação executiva.  As taxas de 2017 ainda não foram divulgadas. Candidatos que não tiverem condições de pagar a taxa de participação podem pedir isenção do valor na inscrição. A aprovação do pedido fica a critério da Fundação Estudar.

    A Fundação Estudar não divulga valores absolutos das bolsas para estudar no Exterior. Segundo eles, o” valor da bolsa é parcial e definido de acordo com o perfil acadêmico do candidato, a duração e o local do curso, e sua condição familiar, profissional e socioeconômica. O valor da bolsa pode variar em relação ao valor solicitado pelo candidato e é definido ao término do processo seletivo”.

    A seleção tem sete etapas, consecutivas e eliminatórias. As quatro primeiras são realizadas online e as últimas três são presenciais. A última etapa, juntamente com a divulgação dos aprovados, está prevista para ocorrer por volta de junho de 2017.

    Faça sua pré-inscrição para as bolsas da Fundação Estudar

    Leia sobre como funciona o processo de seleção dos bolsistas

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsa-graduacao-e-pos-no-exterior-fundacao-estudar/