Notícias
  • Escritores podem se inscrever para bolsa na Islândia para “retiro de escritores”

    O programa Iceland Writers Retreat Alumni Award recebe inscrições até dia 31 de outubro e é necessário saber inglês para poder participar. O retiro vai de 11 a 15 de abril e será realizado em Reykjavík, a capital da Islândia. A oportunidade é para escritores de ficção e não-ficção.

    Como funciona a bolsa na Islândia para escritores

    Os interessados em ganhar a viagem para o retiro de escritores na Islândia precisa mandar dois textos  que tenham, no máximo, mil palavras.  Também é necessário fazer uma carta de motivação para explicar os motivos do seu interesse pelo retiro e também para detalhar o porquê de precisar do prêmio, que cobre as despesas da viagem e dos cursos na Islândia. Necessidade financeira e mérito são dois dos critérios avaliados pela organização para a seleção dos vencedores.

    Além disso, para poder se inscrever, é necessário ter 18 anos. Não é necessário ser um escritor renomado com livros publicados, mas demonstrar potencial na área. Escritores que não escrevam em inglês precisam enviar tradução dos seus textos para que a organização possa estar segura de que o candidato consegue acompanhar e participar dos workshops da bolsa na Islândia em inglês. Os candidatos também precisam enviar duas cartas de recomendação de pessoas que sejam familiares com a sua escrita.

    É possível aplicar para uma bolsa completa, que cobre despesas como acomodação, materiais do curso e passagens aéreas de ida e volta para a Islândia, ou para bolsas parciais, que cobrem apenas o preço da participação no retiro.

    O retiro vai contar com sessões de orientação com escritores premiados, como vencedores do prêmio Pulitzer e  editores do New York Times Book Review. Também há encontros com escritores islandeses e passeios culturais nas região de Reykjavík.

    Saiba mais sobre o programa
    Faça sua inscrição para a bolsa
    Leia as respostas para as principais perguntas sobre o programa

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/escritores-podem-se-inscrever-para-bolsa-na-islandia/

  • Choreomundus: mestrado em dança em Londres e outras cidades com bolsa Erasmus+

    Choreomundus é mais um programa Erasmus Mundus Joint Masters Degree que tem bolsas para fazer um curso organizado por mais de uma instituição europeia. Desta vez, estamos falando de um mestrado em dança com foco em conhecimento, prática e patrimônio ligados a essa forma de arte.

    O curso propõe uma análise da dança e de outras modalidades que envolvem movimento (rituais, artes marciais, jogos e teatro físico) como patrimônio cultural imaterial nos contextos da antropologia da dança e dos estudos sobre patrimônio.

    O mestrado em dança é resultado de uma parceria entre quatro universidades reconhecidas pelos estudos na área: Universidade de Clermont Auvergne, na França; Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia, na Noruega; Universidade de Szeged, na Hungria; e Universidade de Roehampton, no Reino Unido.

    Com duração de dois anos, a língua oficial de instrução do Choreomundus é o inglês. Mas, durante o curso, os alunos terão uma introdução ao francês, ao norueguês e ao húngaro.

    Como são as bolsas Erasmus+

    Quem quiser concorrer a uma bolsa Erasmus+ para realizar o mestrado deve se candidatar ao curso até o dia 5 de janeiro e indicar que deseja receber o benefício.

    As bolsas para estudantes de países parceiros (grupo no qual o Brasil se encaixa) podem chegar a 49 mil euros. O valor inclui:

    • Total do curso: 18 mil euros;
    • Subsídio mensal de 1 mil euros (máx. 24 meses);
    • Auxílio para instalação e despesas de viagem: 4 mil euros por ano.

    Candidatura ao mestrado em dança

    Para se candidatar ao mestrado em dança, é preciso ter graduação completa ou pós-graduação na área das humanas ou ciências sociais. É preferível que o candidato tenha formação em dança, antropologia, folclore, patrimônio, teatro, música, esportes ou estudos culturais, ou tenha experiência profissional equivalente.

    Contudo, também serão considerados candidatos com um bom background em dança, mas com formação em outras áreas (como saúde, engenharia ou outras). Além disso, também é requisito saber inglês e ter pontuação mínima de 5.5 no IELTS.

    O interessado deve demonstrar experiência ou conhecimento em dança. Isso pode ser feito das seguintes formas:

    • Vídeo (máx. 3 minutos) mostrando a própria dança, coreografia ou outras performances;
    • Ensaio (máx. 3 páginas);
    • Publicação relevante.

    Além disso, para se candidatar também é preciso enviar duas cartas de recomendação, CV, carta de motivação, cópia do diploma e do histórico escolar.

    Acesse a página do programa
    Saiba mais sobre as bolsas
    Inscreva-se

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/mestrado-em-danca-em-londres-erasmus/

  • Erasmus + dá bolsa para mestrado em cinema em Portugal e outros dois países da Europa

    O KEM – Kino Eyes (The European Movie Masters) é um programa de mestrado europeu em realização e produção cinematográfica. O seu foco é criatividade e ficção, divididos em arte e técnica. O programa oferece especializações nos mais diversos âmbitos – do roteiro, à produção, passando pela direção e pela edição.

    O curso é apoiado pelo programa Erasmus + e tem duração de 24 meses. As aulas são divididas entre Lisboa (Portugal), Edimburgo (Escócia) e Tallinn (Estônia). O ensino em cada universidade reflete os pontos fortes de cada instituição e é uma oportunidade de intercâmbio bem legal.

    Como é o programa Erasmus +

    O programa Erasmus Plus Partner Countries contempla estudantes de países não pertencentes à União Europeia que não tenham residido, estudado ou trabalhado na Europa por mais de 12 meses desde 28 de fevereiro de 2010.

    O programa oferece um auxílio para os custos de participação de até 9 mil euros por ano. Se o valor não for suficiente para o pagamento das taxas, este deve ser custeado pela organização participante e não pode ser cobrado do bolsista.

    Além disso, o programa dá um auxílio de viagem de 3 mil euros por ano para bolsistas de países distantes. O bolsista ainda conta com auxílio para instalação de mil euros, além de ajuda de custo mensal de mil euros para subsistência durante a inteira duração programa (máximo 24 meses).

    Inscrição para bolsa de mestrado em cinema em Portugal e + dois países

    Podem se candidatar para o KEM, é preciso ter graduação na área do cinema. Também são aceitos estudantes formados em outras áreas, mas com experiência profissional no âmbito.

    As inscrições para bolsa para mestrado em cinema em Portugal, na Escócia e na Estônia vão até o dia 10 de dezembro de 2017. A candidatura para as bolsas é feita juntamente com a application para o mestrado, onde o candidato deverá afirmar o interesse no benefício. Para se inscrever, é necessário preencher e enviar o formulário online anexando os seguintes documentos:

    • Cópia do passaporte;
    • Fotografia recente;
    • Diploma de graduação traduzido;
    • Currículum vitae;
    • Duas cartas de recomendação com informações de contato da pessoa de referência;
    • Carta de motivação que expresse o interesse em estudar no KEM (máx. 1000 caracteres);
    • Redação listando as expectativas relativas ao conhecimento que espera adquirir no curso (máx. 1000 caracteres);
    • Portfólio dos trabalhos cinematográficos realizados, justificando a área de especialização escolhida para o curso (o ideal é que os filmes tenham legenda em inglês);
    • Certificado de proficiência em inglês (IELTS 6.0).

    Além disso, para concorrer às bolsas, o interessado deverá preencher uma parte expecífica do formulário (Erasmus Mundus Scholarship Information). É necessário também responder à pergunta “Por que você deve ser um beneficiário da bolsa para mestrado em cinema em Portugal e outros dois países?”.

    São levadas em consideração na seleção a qualidade da formação acadêmica, a motivação e a justificativa do candidato em relação aos estudos e trabalhos prévios e à carreira futura. Além disso, também são considerados o nível de inglês – através do certificado e de uma entrevista. Essa será realizada por Skype com aqueles que ficarem bem colocados na primeira fase da seleção, que consiste na análise do formulário e do material enviado. Os selecionados deve ser anunciados até maio de 2018.

    Saiba mais sobre o mestrado da KEM
    Leia tudo sobre as bolsas
    Inscreva-se agora

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsa-para-mestrado-em-cinema-em-portugal-erasmus/

  • Bolsa Erasmus para mestrado em migração e relações interculturais na Europa e na África

    European Master in Migration and Intercultural Relations (EMMIR) é um programa interdisciplinar que explora os estudos migratórios sob várias perspectivas.

    A proposta é única, visto que combina a experiência de universidades africanas e europeias. São sete no total: Carl von Ossietzky University, na Alemanha; Ahfad University for Women, no Sudão; Mbarara University of Science and Technology, em Uganda; University of Nova Gorica, na Eslovênia; University of South Bohemia, na República Tcheca; University of Stavanger, na Noruega; e University of the Witwatersrand, na África do Sul). Além disso, o projeto está integrado com uma ampla rede de parceiros e potenciais empregadores para quem terminar o curso.

    Como é o curso em Migração e Relações Interculturais

    Além da convivência e do intercâmbio com colegas do mundo todo, os estudantes têm a oportunidade de acumular conhecimento em várias áreas, como estudos culturais, de gênero e em educação e desenvolvimento.

    A mobilidade dos alunos é uma das principais características do programa. São dois anos de estudo: o primeiro semestre em Oldenburg, na Alemanha; o segundo em Stavanger, na Noruega; o terceiro fica a escolha do estudante dentre as instituições parceiras; semestre final para a escrita da dissertação.

    Os candidatos devem ter um diploma de graduação em um campo relacionado aos estudos migratórios (Sociologia, História, Estudos Culturais, Educação, Direito, Economia, Jornalismo, etc). Além disso, também é requisito possuir nível C1 em inglêscomprovado (você pode ler sobre isso aqui).

    Bolsas Erasmus para mestrado para o EMMIR

    O curso custa 18 mil euros para estudantes não europeus. Contudo, a boa notícia é que ao aplicar, é possível candidatar-se a umabolsa Erasmus para mestrado. Para isso, é preciso completar a faculdade até dezembro e não ter morado por mais de 12 meses em um país europeu nos últimos cinco anos.

    Uma parte dos benefícios para o EMMIR será destinada a estudantes de regiões específicas – e o Brasil é um deles! Para este curso as bolsas Erasmus para mestrado incluem:

    • Valor total do curso: 18 mil euros;
    • Subsídio mensal de 1 mil euros (máx. 24 meses);
    • Auxílio para instalação e despesas de viagem: 4 mil euros por ano.

    Veja como se inscrever no programa

    A candidatura para quem quer concorrer a uma das bolsas Erasmus Mundus pode ser feita até o dia 20 de dezembro. Um formulário de inscrição deve ser preenchido em inglês na plataforma disponível. Depois de submetê-lo, o candidato irá receber um email com os detalhes da candidatura. Essa confirmação deve ser impressa e enviada ao coordenador do EMMIR juntamente com os outros documentos. Todos devem ser em inglês ou alemão, ou estar devidamente traduzidos.

    • Formulário impresso assinado e datado;
    • Cópia do passaporte;
    • CV;
    • Carta de motivação (máx. 2 páginas);
    • Cópia certificada do diploma de graduação;
    • Certificado de proficiência em inglês;
    • Outras documentos relevantes ou referências.

    É importante lembrar que a solicitação de candidatura só será completada quando a documentação impressa chegar à Universidade de Oldenburg. Isso precisa ocorrer até o dia 31 de dezembro. É aconselhável que o envelope seja enviado com um serviço que permita o rastreamento para garantir que a entrega aconteça no prazo.

    O endereço para envio é:

    EMMIR Consortium Committee
    c/o University of Oldenburg
    School of Linguistics and Cultural Studies
    A5 1-121
    Ammerlaender Heerstr. 114-118
    26111 Oldenburg
    Germany

    Na seleção, serão avaliados os seguintes critérios: desempenho acadêmico, relevância da experiência profissional, motivação do candidato, conhecimento de uma segunda/terceira língua. As aulas começam no dia 3 de setembro de 2018.

    Acesse o site do EMMIR
    Saiba mais sobre a estrutura do curso
    Veja as respostas para as dúvidas frequentes sobre o programa
    Inscreva-se

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsa-erasmus-para-mestrado-em-migracao/

  • Bolsas de mestrado em cinema em Budapest, Dublin e Tallin do Erasmus+

    O programa Erasmus Plus está recebendo candidaturas para bolsas de mestrado em cinema na Europa em três universidades de diferentes países. O Viewfinder é um curso organizado pela University of Theatre and Film Arts, de Budapeste (Hungria), pelo Institute of Art, Design and Technology, de Dublin (Irlanda) e pela Baltic Film, Media, Arts and Communication School of Tallinn University, de Tallinn (Estônia).

    O mestrado é em inglês e tem duração de 2 anos. Em cada semestre os alunos estudarão em uma das cidades das instituições parceiras – os três primeiros em Dublin, Budapest e Tallinn, respectivamente. No quarto semestre, os estudantes serão dividos entre estas cidades.

    O Viewfinder prepara os alunos para atuarem como diretores de fotografia e como operadores de câmera em diversos âmbitos, da televisão à música e ao cinema. O foco do curso é estudar narrativa audiovisual usando métodos inovadores, através da colaboração criativa com diretores de cinema profissionais e o estudo do drama na pintura europeia e das teorias da recepção psicológica.

    O curso é voltado para candidatos que já tenham experiência prévia em fotografia cinematográfica, como cinegrafista, operador de câmera, assistente, fotógrafo, etc.

    As bolsas de mestrado em cinema na Europa do Erasmus+

    Como nos outros casos de bolsas do programa Erasmus, os candidatos brasileiros entram na modalidade Partner Countries (países parceiros). Ela contempla estudantes de países não pertencentes à União Europeia que não tenham residido, estudado ou trabalhado na Europa por mais de 12 meses nos últimos cinco anos.

    O programa oferece um auxílio para as taxas universitárias de 9 mil euros por ano e um auxílio para gastos de viagem de 3 mil euros por ano para bolsistas de países distantes. Além disso, o bolsista ainda conta com auxílio único para instalação de mil euros, além de ajuda de custo mensal de mil euros para subsistência durante a inteira duração programa (máximo 24 meses).

    Como se candidatar para bolsas de mestrado em cinema na Europa

    A candidatura para as bolsas de mestrado em cinema na Europa deve feita juntamente com a application online para o curso até o dia 04 de janeiro. O estudante deve completar o formulário e enviar os seguintes documentos e materiais:

    • Diploma de graduação em cinema, fotografia ou outra área (se o candidato tiver experiência em cinema): o documento deve ser traduzido por um tradutor juramentado e legalizado no consulado de um dos países das universidades parceiras no Brasil;
    • Certificado de proficiência em inglês (mínimo solicitado: IELTS certificate, 6.0 ou equivalente; e.g. TOEFL iBT 79 ou CBT 213 ou PBT 550; First Certificate in English (FCE) grade A; ou evidências de que teve parte dos estudos formais em inglês);
    • Um ou mais filmes feitos pelo candidato como diretor de fotografia: a produção deve ter no máximo 10 minutos e pode ser de qualquer tipo;
    • Cópia do passaporte e uma foto digital;
    • CV, carta de motivação e expectativas – cada um com no máximo 1.000 caracteres (espaços incluídos).

    Como parte da seleção, os candidatos serão entrevistados via skype entre os dias 27 e 29 de março. Os nomes dos selecionados serão divulgados até o dia 30 de abril.

    Saiba mais sobre as bolsas do programa
    Conheça a estrutura do curso
    Acesse o formulário de inscrição
    Veja as respostas para as dúvidas frequentes

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsas-de-mestrado-em-cinema-em-budapest/

  • Bolsa para pós-graduação em gestão esportiva em quatro países europeus

    Erasmus Mundus MA Sports Ethics and Integrity é um programa inovador que oferece bolsas para pós-graduação em gestão esportiva.

    O legal é que, como outros projetos Erasmus, este master é fruto de uma parceria entre várias universidades (Swansea University, Johannes Gutenberg Universitat Mainz, Katholieke Universiteit Leuven, Universidad Pompeu Fabra, University of Peloponnese e Univerzita Karlova v Praze).

    No caso do mestrado em Integridade e Ética Esportiva são quatro sedes: Reino Unido (Swansea, no País de Gales) e Bélgica(Leuven) no primeiro ano; Alemanha (Mainz) e Espanha (Barcelona) no segundo. Além de instituições de ensino, também apoiam o projeto várias organizações, como a União das Federações Europeias de Futebol e a Confederação Olímpica Alemã.

    O curso é uma resposta à crise global da integridade esportiva e propõe mudanças importantes na gestão esportiva. A ideia é formar especialistas internacionalmente reconhecidos que poderão revolucionar o mundo do esporte.

    São dois anos de estudos: o primeiro com cinco disciplinas e um curso de verão na Grécia e o segundo com quatro disciplinas e a redação da dissertação.

    Sobre as bolsas para pós-graduação em gestão esportiva

    O preço da pós é bem salgado: 18 mil euros para não europeus. No entanto, sendo um programa financiado pelo Erasmus +, alguns selecionados vão receber benefícios.

    As bolsas para pós-graduação em gestão esportiva são bem boas e dão 49 mil euros no total. Elas têm duração de dois anos e, no caso de estudantes brasileiros, incluem:

    • Valor total do curso: 18 mil euros;
    • Subsídio de 1 mil euros por mês (máx. 24 meses);
    • Despesas de viagem: 6 mil euros;
    • Auxílio para instalação: 1 mil euros.

    Requisitos e candidatura ao programa

    Para se inscrever, é preciso ter um diploma de graduação em qualquer área e falar inglês. Não pode se candidatar às bolsas para pós-graduação em gestão esportiva quem já foi contemplado por um programa Erasmus. Também serão vetados estudantes que tenham morado na Europa por mais de 13 meses nos últimos cinco anos.

    A candidatura ao curso e às bolsas é online através do site da Swansea University. Os documentos devem ser enviados em inglês ou estar devidamente traduzidos. São eles:

    • Declaração de cumprimento dos critérios de elegibilidade para a bolsa de estudos;
    • Declaração de que você não recebeu uma bolsa Erasmus Mundus anteriormente;
    • Cópia certificada do diploma universitário;
    • Cópia certificada do histórico escolar;
    • Carta de motivação;
    • Certificado de inglês (saiba mais aqui);
    • Cartas de recomendação (devem ser enviadas diretamente pelas referências ao escritório de admissão);
    • CV;
    • Cópia do passaporte;
    • Comprovante de residência;
    • Declaração de que não viveu na Europa por mais de 13 meses nos últimos cinco anos.

    É possível acessar modelos para essas declarações aqui.

    A seleção será baseada no histórico acadêmico, na relevância da experiência profissional e na motivação dos candidatos. O desempenho em uma entrevista por Skype também será determinante para a escolha.

    O prazo para as inscrições para a turma que inicia em setembro de 2018 será divulgado em novembro. Na edição anterior, o deadline era março. Se você entrar no site, vai ver que aparentemente já é possível se candidatar, então, melhor não perder tempo!

    Acesse o site do curso
    Leia um manual sobre a candidatura
    Inscreva-se para as bolsas

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsa-para-pos-graduacao-em-gestao-esportiva/

  • Bolsas para mestrado em Saúde Pública no Reino Unido, Espanha e em outros países europeus

    O Europubhealth+ é um programa do Erasmus Mundus que possibilita ao estudante fazer um mestrado em diversos países europeus, entre eles na Espanha e no Reino UnidoIsso tudo com uma bolsa integral de até 47 mil euros para os dois anos do curso.

    O mestrado conta com a colaboração de seis universidades europeias, localizadas na Espanha, no Reino Unido, na Holanda, na Polônia e na França. É uma oportunidade única de estudar em no mínimo duas renomadas escolas de saúde pública da Europa em até três idiomas (inglês, francês e espanhol).

    Como funciona o programa

    O mestrado Europubhealth+ prepara profissionais capazes de analisar e enfrentar os problemas de saúde a partir da perspectiva da população, além de planejar e implementar políticas e intervenções apropriadas para a melhoria da saúde da população em diferentes contextos. Além disso, o curso fornece ao estudante a possibilidade de criar uma ampla rede de contatos na área graças à proximidade com acadêmicos e profissionais especializados e com ex-alunos e colegas de várias partes do mundo.

    Em relação ao programa de estudos, o aluno deve escolher pelo menos dois países diferentes para seguir o curso. A decisão pode ser tomada de acordo com as competências linguísticas e os interesses do estudante. No primeiro ano, a escolha fica entre a Universidade de Sheffield (Reino Unido) e a Universidade de Granada (Espanha), onde o aluno vai adquirir conhecimento e competência básicos em saúde pública.

    O segundo ano deve ser feito em um país diferente do inicial, segundo a língua escolhida pelo aluno e a especialização desejada. As opções são: a Universidade Jagellonian, na Polônia (inglês); a Escola EHESP de Saúde Pública, em Paris, na França (inglês); a Universidade de Rennes 1, na França (francês); a EHESP, em Rennes, na França (francês); a Universidade de Granada, na Espanha (espanhol); ou a Universidade de Maastricht, na Holanda (inglês).

    As bolsas para mestrado em Saúde Pública do Erasmus Mundus

    As bolsas Erasmus são integrais e cobrem despesas de viagem (3 mil euros por ano), matrícula na universidade (8 mil euros por ano) e custos de vida durante toda a duração do mestrado (1 mil euros para instalação no início do curso + 1 mil euros por mês). O valor máximo da bolsa para os dois anos será de 47 mil euros.

    Para ganhar uma bolsa, o estudante não pode ter recebido um benefício Erasmus antes e precisa se comprometer a se dedicar aos estudos em tempo integral.

    Requisitos para candidatura

    O pedido de bolsa deve ser feito durante a candidatura online para o mestrado de 10 de outubro  até o dia 11 de janeiro, prazo para a primeira sessão de inscrições.

    Podem se candidatar graduados com formação nas seguintes áreas:

    • Saúde ou Ciências Médicas (médicos, enfermeiras, veterinários, farmacêuticos, biólogos, etc);
    • Ciências Sociais (Sociologia, Economia, Psicologia, Antropologia, Geografia, Ciência Política, Direito, etc);
    • Engenharia.

    O candidato deve comprovar conhecimento no(s) idioma(s) adequados à combinação escolhida para o curso (de acordo com a universidade e o país onde vai estudar). Por exemplo, inglês; inglês + espanhol; inglês + francês; espanhol + inglês + francês.

    Para aplicar, o candidato deve preencher um formulário online e enviar todos os documentos exigidos. Entre eles, estão diploma, histórico escolar, certificados de idiomas, currículo e cartas de recomendação.

    O comitê de seleção leva em consideração a formação e a experiência profissional, além das motivações e das habilidades pessoais dos candidatos.

    Confira o programa detalhado do curso e as especializações possíveis
    Saiba mais sobre as exigências em relação às línguas
    Leia as respostas para as principais dúvidas sobre o curso e as bolsas

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsas-para-mestrado-em-saude-publica-erasmus/

  • Universidade de Bath oferece bolsa para mestrado em arte e cultura na Inglaterra

    As bolsas oferecidas pela Universidade Bath Spa são para os mestrados em diferentes áreas das artes, publicidade, moda, música, teatro, cinema e design. A lista completa dos cursos oferecidos está mais abaixo. O programa The Latin America – Creativity and Culture Scholarship oferece três bolsas para cobrir 50% do curso e uma bolsa que cobre todo o custo do curso de mestrado em arte e cultura na Inglaterra.   As inscrições podem ser feitas de 13 de novembro até 31 de maio.

    Como se candidatar para a bolsa para mestrado em arte e cultura na Inglaterra

    A candidatura é toda feita online e os interessados precisam preencher o formulário disponível no site e escrever uma carta de motivação. Nessa carta, ele deve explicar por que o Mestrado na Bath Spa University seria importante para a sua carreira profissional. A dica aqui é ser BEM específico e falar  exatamente o que você pretende construir com esse aprendizado: algum projeto ou ideia mais concreta do que simplesmente o crescimento de forma geral.

    Os candidatos precisam ter comprovado bom desempenho acadêmico, proficiência de inglês comprovada pelo IELTS, uma carta de recomendação e um forte comprometimento com a criatividade, cultura e empreendedorismo na América Latina. Para poder concorrer, você precisa ter se inscrito para um dos cursos de mestrado da universidade (a lista de cursos elegíveis está abaixo) e ter sido aceito. O formulário para a inscrição na bolsa para mestrado em arte e cultura na Inglaterra está disponível no site da universidade a partir do dia 13 de novembro.

    Veja os cursos da bolsa para mestrado em arte e cultura na Inglaterra

    • MA Advertising Practice
    • MA Arts Management
    • MA Curatorial Practice
    • MA Design Ceramics
    • MA Design Fashion and Textiles
    • MA Fashion Portfolio
    • MA Heritage Management
    • MA Performing Shakespeare
    • MA Theatre for Young Audiences
    • MA Visual Communication
    • MFA Fine Art
    • MMus Composition
    • MMus Creative Sound and Media Technology
    • MMus Performance
    • MMus Songwriting
    • MSc Creative Technologies and Enterprise

     

    Veja o edital da bolsa 
    Veja as instruções para se inscrever na bolsa

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsa-para-mestrado-em-arte-e-cultura-na-inglaterra/

  • Bolsas para especialização ou atualização profissional na Itália

    O Instituto Internacional Ítalo-Latino-Americano (IILA) está divulgando o seu edital anual de bolsas para especialização ou atualização profissional na Itália. O programa é voltado para cidadãos latino-americanos que trabalham nas áreas de alimentação, saúde, meio-ambiente ou patrimônio cultural.

    A ideia das bolsas financiadas pelo Ministério das Relações Exteriores italiano é oferecer uma espécie de “estágio” a profissionais que já tenham graduação. O programa tem duração de no mínimo três e no máximo seis meses.

    As bolsas para especialização do IILA incluem um auxílio mensal de 1,2 mil euros para custos de acomodação e alimentação e um seguro contra doenças, acidentes e responsabilidade civil. Os gastos com as passagens aéreas de ida e volta da Itália ficam a cargo do bolsista ou da organização na qual ele trabalha.

    Os selecionados realizarão suas experiências de pesquisa, especialização ou atualização em instituições italianas, como universidades e hospitais, ou no setor público, em ministérios e prefeituras, por exemplo.

    Requisitos das bolsas para especialização na Itália

    Os requisitos para participar do programa podem variar, dependendo do setor de interesse do candidato. Os formulários que os candidatos devem preencher para fazer a inscrição também são diferentes. Abaixo listamos os requisitos e colocamos os links para os diferentes editais e formulários.

    Alimentação

    • Ter no máximo 35 anos;
    • Possuir um diploma de graduação no setor agroalimentar ou diretamente relacionado com a área;
    • Experiência comprovada ou outros títulos na área;
    • Trabalhar em entidade pública, privada ou ONG e ter uma carta de apresentação do local de trabalho.

    Edital
    Formulário

    Meio-ambiente

    • Ter no máximo 35 anos;
    • Possuir um diploma de graduação no setor do meio-ambiente ou diretamente relacionado com a área;
    • Experiência comprovada ou outros títulos na área;
    • Trabalhar em entidade entidade pública, privada ou ONG,  e ter uma carta de apresentação do local de trabalho.

    Edital
    Formulário

    Saúde

    • Ter no máximo 40 anos;
    • Possuir um diploma de graduação no setor da saúde ou diretamente relacionado com a área;
    • Experiência comprovada ou outros títulos na área;
    • Trabalhar em entidade pública, privada ou ONG,  e ter uma carta de apresentação do local de trabalho.

    Edital
    Formulário

    Patrimônio Cultural

    • Ter no máximo 35 anos;
    • Possuir um diploma de graduação no setor de patrimônio cultural ou diretamente relacionado com a área;
    • Experiência comprovada ou outros títulos na área;
    • Trabalhar em entidade pública, privada ou ONG,  e ter uma carta de apresentação do local de trabalho.

    Edital
    Formulário

    Como se inscrever no programa do IILA

    Os formulários para as bolsas para especialização do IILA devem ser enviados por email para borse@iila.org até 17 de novembro. Indique no assunto da mensagem para qual área você está se candidatando. No email, você deve enviar somente o formulário.

    É, porém, necessário enviar também no mesmo prazo o formulário e os documentos solicitados impressos para Embaixada do país de origem em Roma. A data, a forma de candidatura e os benefícios são os mesmos para todos os setores.

    Os documentos que o interessado deve enviar junto ao formulário para a embaixada são:

    • Esquema do projeto que pretende realizar (máx. 300 palavras);
    • Texto justificando a importância da bolsa para o seu trabalho (máx. 200 palavras);
    • Cópia dos diplomas de estudos universitários (graduação, pós, etc);
    • Certificado de saúde física e mental com data não anterior a três meses da apresentação da candidatura;
    • Carta de apresentação da instituição na qual trabalha;
    • Carta de aceite de um tutor, no caso do candidato já ter contatado a instituição onde irá fazer o estágio (se tiver);
    • Certificado de conhecimento de italiano (se tiver);
    • Cartas de recomendação (se tiver).

    Acesse o site do IILA
    Veja a lista de instituições italianas participantes

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/iila-bolsas-para-especializacao-na-italia/

  • Universidade da Colúmbia Britânica oferece bolsas para graduação no Canadá

    Universidade da Colúmbia Britânica (UBC na sigla em inglês), uma das melhores universidades do mundo, oferece todos os anos diferentes modalidades de bolsas para estudantes estrangeiros. Os dois principais programas da instituição concedem bolsas para graduação no Canadá e são “merit-based award”, ou seja, levam em consideração principalmente o desempenho escolar do candidato. Para concorrer, basta aplicar em um dos cursos de graduação oferecidos pela universidade até o dia 15 de janeiro. A instituição possui um campus em Vancouver, cidade mais populosa da província de Colúmbia Britânica, e outro em Kelowna, na região de Okanagan.

    As bolsas para graduação no Canadá da UBC:

    International Major Entrance Scholarship (IMES) ofere bolsas de estudo que podem ser renovadas durante os quatro anos da graduação e que pagam um total de até 40 mil dólares canadenses (até 10 mil dólares canadenses por ano). Os pré-requisitos para se candidatar ao IMES são ingressar em um curso da universidade diretamente do ensino superior, possuir um visto de estudante (e não de outro tipo) para estar no Canadá, ter um bom histórico escolar e participar de atividades extracurriculares e da comunidade.

    Já o Outstanding Internacional Student Award (OIS) é um programa que dá bolsas de reconhecimento de mérito para quem está entrando na universidade. Se trata, portanto, de um “prêmio” concedido a estudantes considerados “excepcionais” quando estes estão ingressando na universidade. São levados em conta na seleção as notas e o perfil do candidato. O valor da bolsa varia entre 2,5 mil e 10 mil dólares canadenses. Entre os pré-requisitos do programa, estão os dois primeiros que já citamos para o IMES, além de um excelente histórico escolar e de um forte envolvimento em atividades extracurriculares.

    Para se candidatar às bolsas para fazer graduação no Canadá, basta se inscrever como estudante internacional em um dos cursos de graduação oferecidos pela universidade até o dia 15 de janeiro de 2017. Além disso, quem aplica está automaticamente concorrendo tanto no IMES quanto no OIS, ou seja, não precisa escolher entre um ou outro na hora da inscrição. Dependendo do caso, existe até a possibilidade de o estudante ser beneficiado com as duas bolsas, recebendo o prêmio do OIS no primeiro ano e as parcelas do IMES ao longo dos quatro anos de curso.

    Os candidatos selecionados serão notificados por email entre fevereiro e meados de abril de 2017. Lembrando que o ano acadêmico canadense começa em setembro.

    Como aplicar para a graduação na Universidade da Colúmbia Britânica

    Se você quer se candidatar às bolsas para graduação no Canadá, precisa se inscrever no site da universidade – que é cheio de dicas e tutoriais (tem um blog inteirinho só para orientar quem está aplicando!), além de ser bem inteligente. Na página sobre os pré-requisitos para estudantes internacionais, ele reconhece o país de onde vem o acesso e já dá automaticamente as informações específicas para estudantes daquele lugar. No caso do Brasil, é necessário:

    • Certificado do Ensino Médio, que deve ser ofical ou emitido pela escola (não vale autenticado) e enviado em um envelope lacrado da instituição;
    •  Resultado de uma das seguintes provas: ENEM, Vestibular, SAT (é o teste de aptidão escolar dos EUA, utilizado no processo para ingressar em algumas universidades daquele país);
    •  Média final de aceitação (que varia de acordo com o programa escolhido), calculada com base no histórico do Ensino Médio e no resultado da prova final (ENEM, Vestibular ou SAT);
    •  Requisitos específicos dos curso: alguns cursos possuem requisitos específicos. Por exemplo, para ingressar na Engenharia, o estudante precisa de um determinado nível de matemática, já para Belas Artes pode ser necessário o envio de materiais ou teste. Alguns cursos não têm requisitos específicos.

    Além disso, são pré-requisitos que valem para todos os estudantes internacionais fazer a Application online e preencher o Personal Profile, e demonstrar competência em língua inglesa. São aceitos diferentes tipos de comprovação, como os certificados CAE, TOEFL,IELTS e outros, mas existem também outros modos de comprovar que você sabe inglês, com experiências de estudo, por exemplo. Neste link tem tudo bem explicadinho. Na verdade, tem também um tipo de programa da universidade para quem não cumpre este requisito, ou seja, não saber bem inglês ou não poder comprovar, não é desculpa para não tentar ganhar uma bolsa para graduação no Canadá!

    “Bolsa por mérito”: vale a pena se candidatar?

    Como entre os pré-requisitos para as bolsas se fala em “boas notas”, “excelente histórico escolar”, você deve estar se perguntando se tá com essa bola toda. Na verdade, é muito difícil saber se você não tentar! E isso vale para muitos outros programas.

    Neste caso específico, há alguns pontos a considerar. O número e o valor exato das bolsas não são divulgados, pois, segundo a universidade, depende dos fundos disponíveis a cada ano. No entanto, a instituição mesmo divulga que dedica uma verba de mais de 10 milhões de dólares canadenses por ano para programas de bolsas internacionais, ou seja, é muito dinheiro e, consequentemente, não devem ser poucas as bolsas. Além disso, não existe uma nota de corte nem para as bolsas nem para entrar na graduação, porque a Universidade da Colúmbia Britânica tem um número de vagas a serem preenchidas e faz uma classificação dos candidatos inscritos para preenchê-las. Ou seja, se você pensa em fazer a graduação com bolsa no Canadá, vale a pena tentar!

    A Universidade da Colúmbia Britânica está entre as 40 melhores universidades do mundo em diferentes rankings que avaliam instituições de ensino superior. Além disso, em classificações referentes às universidades públicas, ela se encontra entre as 20 melhores do mundo. Vale a pena dar uma olhadinha no site, que é bem legal.

    Confira mais informações sobre os programas

    Faça a sua inscrição para as bolsas

    Saiba como fazer a Application

    Saiba mais sobre  a International Major Entrance Scholarship 

    FONTE: http://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsas-para-graduacao-no-canada-ubc/