Início do conteúdo

25 ANOS DA INAUGURAÇÃO DA PRIMEIRA CENTRAL DE TELEFONIA DIGITAL DA UFPEL E CRIAÇÃO DOS SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO EM TELEFONIA

Em 20 de maio de 1994, completaram-se 25 anos da inauguração da Central Telefônica Digital e implantação dos serviços de manutenção em telefonia, no Campus Universitário Capão do Leão, que abrangia, à época, a maior parte da comunidade universitária.

Em meio às alterações e ampliações ocorridas na instituição ao longo do tempo, a Unidade de Telefonia, outrora denominada Central Telefônica, mostra-se como um projeto pensado e executado de forma ordenada e sequencial para várias gerações de usuários, levando-se em conta: que o software e grande parte do hardware originais estão, ainda hoje, sendo utilizados no atual Campus Capão do Leão; que o projeto em questão permanece e estende-se como suporte à expansão permanente do sistema de telefonia da UFPel.

Abaixo um  breve histórico da implantação da primeira central telefônica digital e inicio  dos serviços de manutenção em telefonia na UFPel:

“Os serviços de gerenciamento e manutenção em telefonia da UFPel foram introduzidos durante o ano de 1993, na gestão do então reitor, Dr. Antônio César Gonçalves Borges, a partir de uma iniciativa do Assistente em Administração, hoje aposentado, Miguel Angelo Melo Vieira da Cunha, mentor do projeto, que estudou e concebeu o sistema baseado em uma central de telefonia que seria instalada no Campus Universitário da UFPel, hoje, Campus Capão do Leão, para atender as unidades da UFPel ali sediadas, incluindo a própria Reitoria. O objetivo principal do empreendimento era modernizar os serviços de telecomunicações da UFPel que até aquele momento operavam com equipamentos analógicos já obsoletos, cuja qualidade de transmissão e recepção eram insatisfatórias para as abrangentes necessidades da instituição. Agregada à solução dessas carências, vinha a pretensão de, em curto prazo, obter-se uma economia de recursos resultantes dessa transformação, que seria – e passou a ser – alcançada a partir do controle e utilização racional dos terminais telefônicos disponíveis e das manutenções de rede realizadas pela própria UFPel, e não, como anteriormente, pela operadora pública que acrescentava à conta telefônica os valores referentes aos frequentes serviços de manutenção que, por livre iniciativa ou por solicitação de usuários, julgava procedentes executar.

Em 20 de maio de 1994, com a presença do então Ministro da Educação Murílio de Avellar Hingel, foi inaugurada a Central Telefônica da UFPel, com sede no pavimento térreo da Reitoria e sala de equipamentos localizada no prédio nº 8 do Campus Universitário.

Central Telefônica Campus Capão do Leão

A partir da instalação de um novo sistema de radiofrequência, em consonância com a operadora de telefonia pública, entrou em operação, em 12 de julho de 1995, o sistema DDR (Discagem Direta a Ramal), que interligou diretamente a central pública ao sistema telefônico da UFPel, e que transformou todos os ramais do campus da instituição em linhas telefônicas autônomas. A essas instalações foram acrescentados 60 (sessenta) entroncamentos digitais, distribuídos em 30 (trinta) troncos de entrada e 30 (trinta) troncos de saída, permitindo, na prática, que 60 (sessenta) conversações simultâneas com usuários externos passassem a ser efetuadas, sem interferência das operadoras de PABX.

A implantação da central digital Alcatel- 4300 foi um marco para Telefonia na UFPel, pois tratava-se de um equipamento da mais alta tecnologia e que revolucionou a forma de comunicação na Universidade. Desta forma, a Unidade de Telefonia permanece se esforçando para manter um sistema de comunicação atualizado, com equipamentos da alta qualidade. Exemplo disso, foi a implantação de mais cinco centrais telefônicas, nos últimos anos, centrais estas de alta performance e alinhadas com os equipamentos da mais alta tecnologia do atual mercado de telecomunicações, permitindo a interligação de unidades remotas, seja pela comunicação direta entre as centrais ou pela implantação de ramais VoIP, o que consecutivamente culminou numa economia, em relação aos anos de 2015, 2016, 2017 e 2018,  que ultrapassa a marca de meio milhão de reais poupados, onde  comparando os gastos de 2018 em relação a 2015, chega-se ao índice de 70% de redução.

Publicado em 24/05/2019, em Notícias, Telefonia.
%d blogueiros gostam disto: