Bolsa para mestrado em cultura europeia na Itália, França e outros países

on

FONTE: https://partiuintercambio.org/bolsas-de-estudo/bolsa-para-mestrado-em-cultura-europeia-na-italia-franca-e-outros-paises/

*a CRInter faz apenas a divulgação da oportunidade, qualquer dúvida deve ser encaminhada diretamente ao organizador do edital.

Mestrado Erasmus Mundus em Culturas Literárias Europeias (CLE) é organizado por um consórcio de universidades com o objetivo de promover uma formação atenta aos aspectos multiculturais da Europa. São elas:

  • Alma Mater Studiorum – Universidade de Bolonha (Itália);
  • Universidade da Alta Alsácia (França);
  • Universidade de Estrasburgo (França);
  • Universidade Aristóteles de Salonica (Grécia);
  • Universidade Cheikh-Anta-Diop (Senegal);
  • Universidade Estatal Russa para as Humanidades (Rússia);
  • Universidade de Lisboa (Portugal);
  • Universidade de Mumbai (Índia).

O programa pretende estimular o intercâmbio e a cooperação de estudantes, pesquisadores e professores das diferentes instituições. Além disso, também tem a intenção de melhorar a comunicação entre academia e institutos culturais (museus, editoras, fundações etc).

Como funciona o CLE

O curso tem duração de dois anos. Após defender a dissertação diante de um comitê internacional, o estudante obtém dois ou três diplomas de mestrado emitidos pelas universidades nas quais estudou pelo menos um semestre.

Na verdade, em função da estrutura do curso, os alunos são obrigados a estudar pelo menos em duas instituições do consórcio. O idioma das disciplinas do mestrado varia de acordo com a instituição na qual as aulas são ministradas.

O CLE objetiva capacitar os estudantes para: saber pelo menos três línguas (inglês obrigatório e as duas outras eletivas — francês, italiano ou grego); ter conhecimento a respeito de no mínimo três setores da cultura e do pensamento europeu (literatura, arte, história cultural, ética e estética, ciência da linguagem).

Com esse intuito, além do calendário normal de aulas, também são organizadas muitas atividades complementares (seminários, conferências, laboratórios, cursos de língua) com professores ou pesquisadores altamente qualificados de todo o mundo.

Como é a bolsa para mestrado em cultura europeia

Sendo parte do programa Erasmus Mundus, há possibilidade de conseguir suporte financeiro para fazer o curso. Contudo, quem deseja concorrer a um dos benefícios Erasmus+, precisa se candidatar ao mestrado até o dia 13 de janeiro de 2022.

Quem deixar para se candidatar na segunda fase de inscrições, até pode concorrer a eventuais auxílios, mas não dentro do Erasmus+.

A bolsa para mestrado em cultura europeia inclui os custos de participação (taxas de inscrição e matrícula e cobertura de seguro, de 6 mil euros), contribuição para as despesas de viagem e acomodação (3 mil euros) e um auxílio para gastos de subsistência durante todo o curso (1 mil euros por mês por dois anos.

Requisitos para participar do programa

O mestrado é voltado para estudantes com graduação em letras, literatura, linguística, história ou história da arte. Além disso, é necessário saber inglês (mínimo nível B1) e outra língua de uma universidade do consórcio (mínimo nível B2), no caso:

Primeiro ano acadêmico:

  • Universidade de Bolonha — italiano;
  • Universidade da Alta Alsácia — francês;
  • Universidade de Estrasburgo — francês;
  • Universidade Aristóteles de Salonica — grego e/ou francês;
  • Universidade de Lisboa — português e/ou francês;
  • Universidade Estatal Russa para Humanidades — russo;
  • Universidade de Mumbai — francês.

Para concorrer à bolsa para mestrado em cultura europeia, é preciso cumprir os requisitos das bolsas Erasmus: não ter vivido na Europa por mais de 12 meses nos últimos cinco anos; ter dedicação integral; nunca ter sido contemplado com uma bolsa Erasmus.

Candidatura à bolsa para mestrado em cultura europeia

A candidatura para o CLE deve ser feita em duas etapas obrigatórias. A primeira é o preenchimento de uma inscrição online. A segunda é o envio de documentação, que, desde o ano passado, é totalmente online, através de upload dos documentos no portal. Primeiramente, o interessado deve apresentar a sua candidatura no site da Universidade de Bolonha.

Os documentos exigidos para a admissão no curso e para concorrer à bolsa para mestrado em cultura europeia são:

  • Cópia do passaporte;
  • Cópia do diploma de graduação;
  • Histórico do curso;
  • Certificado de conhecimento de línguas estrangeiras;
  • Curriculum Vitae;
  • Certificado de residência;
  • Carta de motivação;
  • Duas cartas de recomendação (de professores universitários).

A documentação deve ser nominada de acordo com a orientação descrita no site: SOBRENOME-Tipo de documento. Por exemplo, SILVA-CV. A seleção será baseada no currículo e no diploma do candidato, no histórico da graduação, no conhecimento de línguas estrangeiras, na carta de motivação e nas referências.

Saiba tudo sobre o CLE
Leia mais sobre as bolsas
Veja os detalhes sobre as inscrições