Início do conteúdo
    Notícias
  • Núcleo de Ações Afirmativas e Diversidade informa sobre matrícula por cota étnico-racial durante período da pandemia decorrente do coronavírus

    O Núcleo de Ações Afirmativas e Diversidade (NUAAD) informa que, em virtude da Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional decorrente da Covid-19, a avaliação da autodeclaração étnico-racial, realizada por meio do procedimento de heteroidentificação, será realizada após a retomada, pela UFPel, das atividades presenciais.

    Assim, a matrícula do(a) candidato(a) ingressante nas modalidades de cotas étnico-raciais tem caráter provisório e está condicionada ao resultado do procedimento de heteroidentificação. Neste momento, basta preencher o formulário indicado nos editais de matrícula.

    Esta característica de a matrícula ser provisória é inerente ao acesso por cotas étnico-raciais na UFPel. A peculiaridade decorrente da pandemia de coronavírus é que, em virtude do implemento do calendário alternativo e das aulas online, o período de tempo de vigência da matrícula provisória é incerto.

    Assim como ocorre em diversas atividades e na própria vida de todos neste momento, não temos certezas sobre o futuro. Desta forma, não há previsão de data para retomada da normalidade no convívio social, nas atividade presenciais na UFPel e, portanto, na realização dos procedimentos de heteroidentificação, que são essenciais para a efetivação das políticas de ações afirmativas de modalidade étnico-racial.

    O NUAAD informa também que o disposto acima se aplica tanto para as matrículas na graduação como na pós-graduação. Os Programas de Pós-Graduação da UFPel que realizarem seleção enquanto as atividades presenciais estiverem suspensas, deverão enviar a demanda referente às cotas étnico-raciais, para o NUAAD, quando a UFPel retomar as atividades presenciais .

  • Núcleo de Ações Afirmativas e Diversidade e Coordenação de Inclusão e Diversidade convidam estudantes e lideranças Indígenas e Quilombolas para reuniões

    O Núcleo de Ações Afirmativas e Diversidade (NUUAD) e a Coordenação de Inclusão e Diversidade (CID) convidam os estudantes e as lideranças das comunidades Indígenas e Quilombolas para reuniões para definição dos cursos de graduação nos quais têm interesse que sejam abertas vagas nos processos seletivos específicos para ingresso em 2021.

    A participação das lideranças neste processo é muito importante para que sejam selecionados cursos de graduação que possam de fato contribuir com os interesses das comunidades quilombolas. A parceria entre as lideranças e a universidade é muito importante para que as políticas de acesso e permanência
    de estudantes Indígenas e Quilombolas no ensino superior sejam implementadas de maneira efetiva, respeitando as especificidades de cada comunidade.

    As reuniões serão realizadas nos dias 26 e 27 de janeiro de 2021. O link para acesso foi disponibilizado para os interessados.

  • Núcleo de Ações Afirmativas e Diversidade promove roda de conversa sobre Saúde da População Negra

    Em celebração ao Dia Nacional da Consciência Negra, o Núcleo de Ações Afirmativas e Diversidade, em parceria com o projeto UFPel Talks, promove, no dia 20 de novembro de 2020, às 18:30, uma roda de conversa com o tema “Saúde da População Negra”.

    Os debatedores convidados são:

    Fernanda Souza de Bairros: Nutricionista, Doutora em Epidemiologia, Professora Adjunta do Departamento de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Coordenadora do Harambee – Grupo de Estudos e Pesquisas em Saúde da População Negra;

    Miriam Cristiane Alves: Professora do Curso de Psicologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas E’LEEKO.

    A mediação será realizada pelo Professor Eraldo dos Santos Pinheiro, Professor do Curso de Educação Física e do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UFPel e Coordenador do Laboratório de Estudos em Esporte Coletivo.

    A transmissão será ao vivo no Facebook <https://www.facebook.com/ufpel> e no canal da UFPel no YouTube <https://www.youtube.com/user/UFPELoficial>

  • Manifesto dos Estudantes Indígenas e Quilombolas

    Em resposta às dificuldades impostas pela pandemia de coronavírus e às próprias limitações que encontram em suas trajetórias acadêmicas, os discentes Indígenas e Quilombolas da UFPel elaboraram e divulgaram, com interlocução do Núcleo de Ações Afirmativas e Diversidade (NUAAD), junto a diferentes unidades acadêmicas e administrativas da Universidade, o documento “Manifesto dos Estudantes Indígenas e Quilombolas”.

    Neste Manifesto, os estudantes expõem sua posição frente a questões burocráticas, tanto anteriores, quanto outras surgidas no contexto da pandemia, e apresentam demandas pontuais, as quais julgam necessárias para a promoção de sua permanência na Universidade pública. O Manifesto e as demandas gerais desses estudantes foram apresentadas ao Conselho Coordenador do Ensino, da Pesquisa e da Extensão (COCEPE). A partir do documento, a UFPel constituiu Grupo de Trabalho para discutir ações de inclusão no Calendário Remoto, com representações do NUAAD e dos próprios estudantes (conforme Portaria nº 1427/2020, da Reitoria da UFPel). Este Grupo elaborou uma Resolução com normas para uma política de garantia de vagas em componentes curriculares para estudantes Indígenas e Quilombolas, a qual será apreciada pelo COCEPE.

    O NUAAD apoia os Estudantes Indígenas e Quilombolas da UFPel em todas as suas reivindicações.

    Leia o Manifesto completo aqui.