Início do conteúdo

Inauguradas as primeiras instalações do Mercosul Multicultural

A noite de sexta-feira(14) marcou a inauguração das primeiras instalações do Mercosul Multicultural, ligado ao Centro de Integração do Mercosul da UFPel, no prédio da antiga Cervejaria Brahma, na rua Benjamin Constant, 1071, na região do Porto de Pelotas.

Além do começo das atividades artístico-culturais no local, que prosseguem até este domingo(16), das 14h às 20h, o ato  serviu para apresentar o projeto do órgão e para conclamar a comunidade para a criação de uma Sociedade dos Amigos do Mercosul Multicultural, entidade que dará apoio à busca de recursos para a construção do Centro Multicultural.

 Um público diversificado e curioso para conhecer as históricas instalações acompanhou a cerimônia de inauguração e as atividades artístico-culturais apresentadas na noite de sexta-feira. Os visitantes puderam conhecer o projeto do Centro, que contempla um auditório com 900 lugares, sala de concertos, teatro, expressões multiculturais, Núcleo de Música Contemporânea, Coral, Livraria Café, Laboratório de Restauro, o Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo(Malg), cinema, o Grupo de Teatro Universitário, o Espaço da Memória Brahma, espaços para representações dos países do Mercosul, biblioteca de livros raros e o Observatório Sócio-Cultural.

O prédio da antiga Cervejaria Sul-Rio-Grandense, depois Brahma, foi doado à UFPel pela Prefeitura de Pelotas.

O primeiro a se manifestar no ato foi o diretor do Departamento de Arte e Cultura(Dart) da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, professor José Luiz de Pellegrin.  “Este é um lugar pensado para ser especial, para ser um espaço de cultura”, afirmou, após descrevendo tudo o que está planejado para ser instalado no futuro Centro.

O prefeito de Pelotas, Adolfo Antônio Fetter Júnior, destacou a importância histórica do prédio para a cidade e lembrou as conversações que manteve com o reitor Cesar Borges sobre a destinação que poderiam dar ao local, até decidirem pela instalação do Centro Multicultural. Recordou que a Prefeitura recebeu o prédio da Estação Ferroviária em troca e os benefícios que a população terá com os novos usos destes dois espaços. Na antiga estação, a Prefeitura deve instalar um Centro Administrativo.

No exercício da Reitoria, pois Borges cumpre período de férias, o vice-reitor Manoel Moraes lembrou que todos os grandes projetos de desenvolvimento e de crescimento da UFPel nestes últimos anos passaram pelas mãos do Reitor, por isso passou-lhe a palavra sem estender sua fala na cerimônia.

 

Inserção Internacional

 

Em sua manifestação, Cesar Borges descreveu os passos dados pela Universidade, desde 1993, na busca de colocar a UFPel no cenário internacional. Citou as criações do Centro de Integração do Mercosul, em 1994, e mais recentemente do curso de Relações Internacionais. Recordou ainda que a cultura pode ser um fator de ligação entre os países do Mercosul.

A proposta da criação da Associação dos Amigos do Mercosul Multicultural foi um dos pontos altos do discurso do reitor. Para ele, a entidade deverá ter como objetivo primordial a busca de recursos em órgãos nacionais e internacionais, para que o projeto do novo Centro se concretize.

 

 

 

Após os discursos, foi descerrada placa que marca a inauguração das primeiras instalações do novo Centro, pelo reitor, prefeito e representantes da comunidade universitária, e os presentes convidados a conhecer a estrutura do prédio e a ver as atrações artísticas e culturais em desenvolvimento, até este domingo, no local.

 

 

 

CCS – UFPel

Publicado em 17/12/2012, em Mercosul.