Núcleo de Estudos Fronteiriços da UFPel, em Livramento, recebe artista da 8ª Bienal do Mercosul

O artista mexicano Sebastián Romo está em Santana do Livramento desde o dia 10 de junho para produzir uma obra de arte especialmente para a 8ª Bienal do Mercosul. Romo participa do projeto Cadernos de Viagem, em que nove artistas de diferentes nacionalidades percorrem regiões do Rio Grande do Sul e, a partir desta experiência, produzem uma obra para a Bienal. Inicialmente, as obras estarão expostas em centros culturais dos municípios visitados para posteriormente estarem reunidas no Armazém A7 do Cais do Porto, em Porto Alegre, durante a Bienal.
Sebastián Romo está percorrendo de motocicleta regiões da fronteira Brasil-Uruguai entre Santana do Livramento e Rivera. Para o artista, a experiência da viagem permitirá refletir sobre temas intangíveis como deslocamento, invisibilidade, tempo, limite e a ideia de transformação. A utilização de uma moto como meio de transporte permite expor o próprio corpo à paisagem e aos meios. Por meio de anotações, colagens, desenhos, fotografia o artista constroi narrativas, arquivos, roteiros, crônicas e poéticas que serão registradas em fotos, vídeo, cadernos, mapas e outros suportes.
O resultado de sua experiência na região será mostrado em uma exposição a ser inaugurada nesta segunda-feira(27), às 19h, no Núcleo de Estudos Fronteiriços da UFPel. Antes da abertura, às 18h30, o artista promove uma conversa com o público sobre o seu processo de trabalho. A entrada é franca e a exposição fica em cartaz até o dia 24 de julho.
A exploração de territórios e a viagem são parte integrante da prática de Sebastián Romo como artista. Em seu pensamento, as práticas cotidianas são matéria prima para o desenvolvimento de suas obras, as quais geralmente são produto de padrões e sistemas que o artista estabelece com antecedência, entregando-se ao acaso de uma resposta orgânica a uma situação específica. As múltiplas obras de Sebastián Romo podem parecer diferentes ou dispersas entre si, mas nelas há certas noções que resultam dominantes ao longo de toda sua produção, como uma profunda pesquisa e estudos relacionados à história da arte, à arquitetura e ao tempo. O artista analisa os aspectos formais e vivenciais da arte –www.bienalmercosul.art.br

Programação
8ª Bienal do Mercosul – Projeto Cadernos de Viagem
Sebastián Romo em Santana do Livramento e Rivera
De 27 de junho a 24 de julho – Exposição
27 de junho, às 18h30 – Conversa com o artista
27 de junho, às 19h – Abertura da exposição
Local: Núcleo de Estudos Fronteiriços da Universidade Federal de Pelotas (Rua Duque de Caxias, 1759 – Santana do Livramento)
Visitação: de segunda a sábado, das 8h às 12h e das 14h às 19h

[Voltar]