Atividades do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental

Empresa Jr. é tema de palestra no Curso de Gestão Ambiental

Numa iniciativa conjunta entre professores e alunos do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental do Centro de Integração do Mercosul, ocorreu nesta segunda (17) a 1ª Reunião de Formação e Implantação da Empresa Jr. do curso. Na oportunidade, a palestra ministrada pela Sra. Carmem Nogueira (foto) abordou temas como a importância da empresa jr. em um curso de graduação; as tramitações legais na Universidade, a relação com o mercado, bem como a participação dos docentes neste processo de aprendizagem.

capture-20141120-115229

Para o professor Celso Elias Corradi – coordenador do curso – a implantação da empresa Jr. no curso de Gestão Ambiental possibilitará aos discentes não só vivenciarem situações reais do cotidiano do gestor ambiental, mas, sobretudo desenvolverem o empreendedorismo, pois a Empresa Jr.  os colocará na condição de consultores.

Os próximos encontros de formação e implantação da Empresa Jr. preveem a apresentação de um case de sucesso na UFPel.  Para o professor Maurício Pinto da Silva – coordenador das Reuniões – a constituição da Empresa Jr. no curso possibilitará aos alunos não só o estimulo ao empreendedorismo, mas também se tornará um importante ambiente de aprendizado interdisciplinar e de inovação em gestão dos processos socioambientais.


Integração Lixo Zero/Tela Verde

No dia 6 de novembro de 2014 ocorreu, no Auditório do Centro de Integração do Mercosul, evento de integração da Semana Lixo Zero com o Circuito Tela Verde.

A semana Lixo Zero, realizada no período de 1º a 9/11 em quatro cidades brasileiras, entre elas Florianópolis, Porto Alegre e Pelotas, resultou num conjunto de eventos visando conscientizar a população para o correto descarte do lixo doméstico. De outro lado, o Circuito Tela Verde, realizado no período de 27/10 a 11/11, faz parte de uma iniciativa conjunta do Ministério do  Meio Ambiente e Ministério da Cultura visando o estimulo a produção  audiovisual independente, conscientização e debate da temática socioambiental.

O evento, mediado pelo professor Marcos Vinicius Godecke, teve como debatedores os professores IlianeOtto Müller, do IFSul Pelotas, e Maurício Pinto da Silva, da UFPel.

capture-20141111-085250


Curso de Gestão Ambiental visita complexo de energia eólica

 No dia 29 de outubro de 2014 os alunos do curso de Gestão Ambiental, ligado ao Centro de Interação do Mercosul, vislumbraram os desafios e a complexidade da gestão ambiental em um empreendimento de energia eólica por meio da visita do Complexo Cerro Chato, da Eletrosul, em Santana do Livramento (RS). De acordo com o professor Maurício Pinto da Silva, coordenador da visita, o Brasil encontra-se em franco desenvolvimento na instalação de parques eólicos que geram energia limpa e o Rio Grande do Sul, em especial a zona sul, com os parques de Santa Vitória do Palmar, Rio Grande e, futuramente, São Jose do Norte, começam a receber novos empreendimentos deste setor. Eles demandam, segundo o professor, ações de gestão ambiental desde a sua concepção, implementação e pleno funcionamento.

Durante a visita, coordenada pelo departamento ambiental do Complexo Eólico, foram apresentados os principais projetos na área, como as demandas de gestão das obras civis de implantação, educação ambiental aos funcionários e colaboradores terceirizados, controle de erosão do solo, recuperação de áreas degradadas, prospecção e salvamento de sítios arqueológicos, monitoramento da fauna e proteção e resgate de sítios paleontológicos.

Ainda de acordo com o professor Maurício, a visita técnica visa contribuir com a formação didática e profissional do discente, por meio de visita e apresentação institucional guiada e observação de atividades práticas e situações profissionais reais, sendo fundamentais para a complementação acadêmica ecientifica dos estudantes. “Nossos alunos já estão desenvolvendo estudos e pesquisas relacionadas à gestão ambiental em Usinas de energia eólica e também já se encontram desenvolvendo atividades profissionais nesta área”, afirma o professor.

capture-20141111-090746


Projeto de recuperação do óleo de cozinha

Acadêmicos do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da Universidade Federal de Pelotas – UFPel – Unidade Pinheiro Machado, juntamente com professores da entidade, realizam palestras nas escolas de Pinheiro Machado. A iniciativa tem como objetivo divulgar o “Projeto de recuperação do óleo de cozinha” que está sendo desenvolvido na cidade. O projeto é coordenado pelo professor Ignácio Pablo Traversa, com apoio do professor Marcos Godecke e também de outras entidades como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE de Pinheiro Machado, Sindicato Rural e Sociedade Amigos da Paz.

A ideia é reaproveitar o óleo de cozinha que não vai mais ser usado nas residências, bares, restaurantes e hotéis, para a confecção de sabão artesanal, o qual pode ser vendido na comunidade, gerando renda e oportunidade de trabalho, além de minimizar impactos negativos ao ambiente.2

1


Curso Certificações Ambientais em Pinheiro Machado

 De 20 horas/aula, o Curso de Extensão “Certificações Ambientais” visa qualificar o participante para a implementação de Sistemas de Gestão Ambiental (SGA) em empresas, através da aplicação dos requisitos propostos pelas normas ISO 14001, 14004, 14005, atuando sobre os impactos ao ambiente natural decorrentes das atividades empresariais, com vistas à sustentabilidade econômica, social e ambiental.

Ministrado pelo professor Marcos Vinicius Godecke, o curso de Certificações Ambientais foi realizado nos meses de junho e julho/2014, numa parceria do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da UFPel e a Câmara de Vereadores de Pinheiro Machado. O evento contou com a presença da comunidade Pinheirense, resultando em 48 participantes certificados.

foto


Terça- feira, dia 08 de maio, os alunos do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da UFPel de Pinheiro Machado, juntamente com o professor Ignácio Pablo Traversa Tejero realizaram visita técnica a Eletrobrás CGTEE – Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica em Candiota.

O objetivo da visita foi possibilitar aos discentes uma observação sobre o programa de Gestão Ambiental da empresa, o qual se caracteriza por forte impacto ambiental.


O desafio do gestor ambiental na fronteira Brasil-Uruguai

“As cidades são Santana do Livramento, no Brasil e Rivera, no Uruguai, mas o  meio ambiente é um só, desconhece a legislação e a atuação do homem”. Com estas palavras a Eng. Química Ana Yebra da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente de Santana do Livramento deu início a palestra proferida a professores e alunos do curso de Gestão Ambiental do Centro de Integração do Mercosul na última sexta (11/05) em encontro promovido pelo Núcleo de Estudos Fronteiriços.

Tendo como tema principal “o desafio do gestor ambiental na fronteira”, Ana Yebra, expôs  de maneira objetiva as dificuldades, obstáculos, desafios e o cotidiano do profissional responsável pela gestão ambiental em um município situado na linha de fronteira entre dois países. Entre os inúmeros desafios abordados ganham destaque temas como a legislação, fiscalização e os impedimentos administrativos impostos pela condição fronteiriça.

Também foram debatidos temas como a comercialização de pneus na fronteira; a utilização de agrotóxico (permitido de um lado e proibido de outro) em propriedades rurais (muitas vezes pertencentes em ambos os lados da fronteira ao mesmo proprietário); a destinação dos resíduos sólidos; a população flutuante nos finais de semana e feriados; a circulação da frota veicular de Santana do Livramento (aproximadamente 40.000 veículos/82.000 mil habitantes) e a capina química urbana, que no Brasil é proibida e no país vizinho é autorizado, com possíveis impactos ao lençol freático da região onde se localiza o Aquífero Guarani.

Em continuidade as atividades, professores e alunos visitaram o Escritório Técnico da Eletrosul Centrais Elétricas S.A., responsável pela implantação da Usina Eólica Cerro Chato I, II e III, em Santana do Livramento. Na oportunidade foi proferida palestra pela área de gestão ambiental da Usina.  Considerada uma energia limpa, renovável e com o mínimo de impacto ambiental, o Parque Eólico visitado é composto por 15 aerogeradores, com capacidade nominal de geração de 2MW, totalizando 30MW por Usina. A energia gerada tem capacidade para abastecer três cidades do porte de Santana do Livramento.

De acordo com o prof.Maurício Pinto da Silva, coordenador do Núcleo de Estudos Fronteiriços “as atividades possibilitaram a professores e alunos a discussão de temas de saúde pública e ambientais, relacionando-os de maneira a problematizar a condição fronteiriça do gestor ambiental. Ainda de acordo com o Maurício, a problemática da governança nas áreas de fronteira, por exemplo,  em uma perspectiva histórica destaca-se em razão dos países, em sua maioria, aplicarem regulações específicas para suas áreas de fronteira, geralmente qualificadas como “zonas” ou “faixas de segurança”, cujos critérios restringem e inibem a implementação de projetos de integração, de caráter regional. Nesse sentido, o problema frente ao tema em discussão, envolve a articulação dos atores públicos e privados diante da governança territorial na área de fronteira em especial a área de saúde ambiental”.

Acompanharam a visita as professoras Rosaura Espírito Santo da Silva, Ignacio Pablo Traversa Tejero e Letícia de Magalhães Bandeira, além dos alunos do segundo e quarto semestre (Pelotas) e terceiro semestre (Pinheiro Machado) do curso de Gestão Ambiental do Centro de Integração do Mercosul.

Palestra no NEF
Alunos no NEF
Aula Tecnica – Usina Eólica

Alunos do Curso de Gestão Ambiental da UFPel realizaram visita técnica na Granja de Suinocultura Fita Azul, localizada em Canguçu. Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o funcionamento de um biodigestor, sistema de tratamento de dejetos que permite a captação do biogás gerado a partir da fermentação anaeróbica da matéria orgânica. A granja transforma o gás produzido nos biodigestores em energia elétrica, a qual supre a demanda da própria granja.

A atividade faz parte do Projeto de Ensino e Extensão “Gestão Ambiental no Campo: Diagnóstico e Propostas para Propriedades Rurais da Região Sul”, coordenado pela Profª do Curso de Gestão Ambiental da UFPel, Fernanda Medeiros Gonçalves.

Na 1ª visita técnica do Projeto de Ensino e Extensão “Gestão Ambiental no Campo: Diagnóstico e Propostas para Propriedades Rurais da Região Sul”, coordenado pela Profª do Curso de Gestão Ambiental da UFPel, Fernanda Medeiros Gonçalves, acadêmicas do referido curso avaliaram o sistema de tratamento e destinação de dejetos em uma unidade de produção e abate de suínos. A atividade contou com a colaboração da coordenadora do NEMA-Pel, Beatriz Simões Valente, e do Prof º do Curso de Gestão Ambiental do IFSul – Campus Pelotas, Gabriel Rockenbach de Almeida. Na oportunidade, os estudantes observaram a importância do tratamento e destinação dos resíduos orgânicos provenientes da suinocultura bem como práticas de manejo que possibilitam a redução do volume de dejetos produzidos diariamente.


Professores e alunos do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da UFPel de Pinheiro Machado participaram da Semana do Meio Ambiente na cidade de Pinheiro Machado nos dias 04, 05 e 06 de junho de 2012.

No dia 05 de junho o professor Ignácio Pablo Traversa Tejero ministrou palestra sobre o Planejamento Ambiental dos Recursos Florestais.

Já no dia 06 de junho a professora Fernanda Medeiros Gonçalves ministrou palestra sobre o Manejo de Resíduos em Sistemas de Produção Animal