Declaração de Imparcialidade

As atividades executadas por todo e qualquer colaborador do LINSE serão sempre realizadas com imparcialidade, compromisso assumido quando da assinatura do DQ.036 – Termo de Confidencialidade e reafirmado através do DQ.010 – Guia de Conduta Pessoal.

4.1.2 Evitando pressões
Com o objetivo de evitar a influência sobre o processo de inspeção e garantir a sua imparcialidade, o LINSE delega o contato inicial externo e o processo de negociação com o solicitante ao DpA, preservando, sempre que possível, o DpT de qualquer tipo de influência comercial externa. Tais condições garantem que seu julgamento não seja prejudicado por nenhum tipo de pressão, seja financeira, comercial ou de qualquer outra ordem, e que a integridade do processo e do LINSE sejam preservados.

4.1.3 Identificação de riscos
Os riscos à imparcialidade estão identificados conforme o DQ.079 – Matrizes de Identificação de Riscos, o qual periodicamente passa por análise quanto à pertinência, abrangência e efetividade das ações propostas.
Buscando identificar de forma contínua os riscos à sua imparcialidade em relação à inspeção a ser realizada, o LINSE utiliza-se de um documento (DQ.022 – Termo de Abertura do Processo de Inspeção) para que, a cada nova inspeção, os envolvidos declarem-se desimpedidos quanto às condições do serviço, preservando a integridade do processo, a independência e a imparcialidade.

4.1.4 – Eliminação ou minimização de risco identificado
Além disso, os riscos à imparcialidade são avaliados e mitigados sempre que ocorrer qualquer evento diferente dos já previstos que possa ter influência sobre a imparcialidade do LINSE ou do seu pessoal, passando por análise individualizada. Caso o risco envolva diretamente algum colaborador, o LINSE prontamente tomará providências para eliminá-lo ou minimizá-lo, através do imediato afastamento do(s) colaborador(es) alvo(s) de suspeição do processo de inspeção, com avaliação da conduta do mesmo e medidas administrativas pertinentes e, quando cabível, revisão do trabalho por ele executado, a fim de garantir que não houve qualquer impacto no trabalho realizado. Todas as ocorrências deverão ser registradas no DQ.006, assim como as providências tomadas.

4.1.5 Compromisso da Alta Direção
O compromisso com a imparcialidade é fomentado constantemente e tornado público pela Alta Direção, que mantém acessível as declarações e as políticas do LINSE. Além disso, é a Alta Direção a responsável pela aprovação dos procedimentos que envolvam registros e tratamentos de ocorrências (PA.012) e análise crítica do sistema (PA.005).